Brasileiro 2019 Palmeiras 2×2 Bahia: VAR de VERGONHA

Por Vicente Criscio

O Palmeiras empatou nesta tarde de dia dos pais por 2×2 contra o Bahia em pleno Allianz Parque.

Dudu fez os dois gols

Felipe Melo foi expulso no final do primeiro tempo. No 2o tempo dois gols do Bahia. Os dois de pênalti. Os dois com ajuda do VAR.

O primeiro, vá lá. Bola na mão de Diogo Barbosa. Pênalti. Não se discute.

O segundo? Discutível à enésima potência.

Mais ainda: depois tivemos pênalti claro sobre Marcos Rocha. Nem pro VAR foi. Alegou-se qualquer irregularidade com Dudu no lance.

Eu não discuto aqui a competência, os erros e acertos de Felipão. Nem a enorme superioridade de elenco do Palmeiras contra o Bahia.

Mas alguém imagina essa ópera bufa no Maracanã num hipotético Bahia x Flamengo? Ou mesmo no Itaquerão, o Bahia teria um pênalti validado em um lance onde a bola passa sem que zagueiro e atacante tocassem nela e o juiz marca pênalti? Ou imaginem Fagner entrando na área adversária e sendo derrubado e o juiz nem vai consultar o VAR porque sei lá quem poderia estar impedido ou atrapalhando a zaga?

Há tempos o Palmeiras é a geni do futebol brasileiro. Entre os grandes somos os que mais apanhamos da arbitragem, TJD, STJD, e outros “quetais”. Por isso alguns acreditam que precisamos de um treinador “casca grossa”, mesmo que menos competente, para fazer o trabalho que dirigentes e gerente de futebol (muito bem) remunerado não fazem: bater boca com jornalista e dirigentes. Fazer valer a grandeza de nossa centenária instituição.

Mas isso dá trabalho. E é pra poucos!

E isso é uma vergonha.

Há tempos está claro o óbvio. Não querem o Palmeiras no topo dessa cadeia alimentar. Admitem os dois queridinhos da Globo (Flamengo e Corinthians, pra deixar bem explícito) e o Palmeiras que se vire em ganhar no campo, contra arbitragem e quem quer que seja. Já perdemos uma Copa do Brasil assim ano passado. Perdemos um Paulista ano passado desse jeito. Temos que lutar contra o sistema, contra a política interna da SEP, contra incompetentes com carteirinha e contra arbitragens maliciosas dentro do Allianz.

Quem consegue isso? Haja resiliência!

E esse VAR tem nome. Deveria se chamar VER. VER de VERgonha.

Vão trabalhar duro pra evitar mais um título da SEP esse ano. Nossa incompetência no planejamento de contratações – que fique claro, óbvio que gastamos errado, porque trazemos jogadores caros que não jogam, e depois temos que contratar mais caros para ocuparem aquelas vagas – será usado por parte da torcida e pelos formadores de opinião como nossas fragilidades.

Mas mesmo assim precisam do submundo do futebol para tirarem pontos.

E do alto de nossa arrogância, ficamos calados, apenas aplaudindo nossas receitas e nossas rendas no Allianz.

Até quando vamos viver no mundo de Alice?

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados