Opinião: você sabe o que é caviar?

Por Vicente Criscio*

Fim de temporada. Liverpool consegue o título máximo pro futebol mundial – pelo menos considerado aqui em terras tupiniquins. Lá os ingleses dão menos importância a esse torneio que para a Premier League.

Do lado de cá é hora de falarmos de gestão e política palmeirense. Pelo menos até começar a temporada 2020.

Então senta que lá vem DR.

Na última sexta-feira, dia 20 de dezembro, tivemos a última reunião do ano do Conselho Deliberativo da SEP. A pauta era a aprovação da Previsão Orçamentária 2020.

Apenas 189 conselheiros presentes – de um total de – salvo engano – 285 cadeiras hoje ocupadas do total de 300 cadeiras disponíveis de conselheiros**.

Quórum baixo. E ainda temos os conselheiros que assinam e vão embora. Uma prática pouco ética uma vez que garantem presença – e não podem ser punidos por ausências acumuladas – mas não participam dos debates nem das votações. Uma vergonha.

Sobre o orçamento, uma decepção. Tanto no processo quanto no conteúdo.

No processo, porque apesar de ter sido apresentado ao Conselho de Orientação e Fiscalização na última 2a feira, dia 16/12, somente foi disponibilizado aos conselheiros por email no dia 19/12, um dia antes da reunião. Com pouco tempo para analisar, ficava quase impossível dar um parecer consistente para o voto de aprovação.

Sobre o conteúdo: nova decepção.

ORÇAMENTO 2020 SEP

Em apenas 5 páginas de conteúdo foi apresentado:

  1. Sumário executivo: Cenário Conservador, com resultado esperado para 2020 de superávit de R$ 12 MM;
  2. Premissas de receitas e despesas, onde os principais direcionadores de receitas mostram um enorme “conservadorismo” (olha a palavra de novo aí) no avanço dos torneios mata-mata: semi-final de Paulista, 4as de final de Copa do Brasil e Libertadores; G4 no Brasileiro. Lembrando que os torneios mata-mata pagam por etapa alcançada, além de gerarem mais receitas de bilheteria;
  3. Três páginas para o resumo das linhas do orçamento (demonstrativo de resultados) com receitas e despesas.

MINHAS CONSIDERAÇÕES

O Palmeiras tem a segunda maior receita do futebol brasileiro. Não pode ser tratado como um clube de futebol comum. Tem que ser administrado como uma empresa. Com um orçamento de receita previsto para 2020 (e esperado para 2019) de mais de R$ 600 milhões precisa ser administrado como tal. É maior do que muitas médias empresas brasileiras, mas não tem a mesma governança que elas.

O Presidente Maurício Galiotte foi reeleito para o triênio 2019-2021. Com apoio de Crefisa e das principais lideranças políticas da SEP. Eu inclusive. Está no seu terceiro ano como Presidente. Esperava-se desde o primeiro mandato que teria um plano de gestão. Pelo visto não tinha. Errou demais em 2019 ao não ouvir as pessoas mais próximas para tirar Mattos, muito antes de dar água. Uma gestão perdulária, com gastos altíssimos em jogadores questionáveis, deu no que deu. A conta chegou. O orçamento tímido de 2020 não é apenas fruto de uma gestão pouco ousada e pouco ambiciosa. É resultado de um ano de 2019 desastroso e sem planejamento. Sem rumo.

O orçamento deve refletir um plano de longo prazo. E qual o nosso plano? Pergunto: qual o plano do Palmeiras para os próximos 10 anos? qual a visão Palmeiras 2030 (sim, não errei a digitação: estou falando do ano de dois mil e trinta!)? como inserir o Palmeiras entre os maiores clubes do Mundo? como ter uma receita de R$ 1 BI por ano? e R$ 2 BI? quando? é possível? como integrar esse tema à SA do Futebol? esse será o futuro? como essas discussões são conduzidas dentro da SEP?

E o orçamento deveria refletir isso. O ano de 2020 deveria ser um passo a mais no sentido desse plano. Mas não parece ser assim.

Por isso que sou obrigado a repetir o poeta.

Você sabe o que é caviar?
Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar!

Você sabe o que é Planejamento na SEP?
Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar.

***

Está na hora do Presidente Maurício Galiotte se livrar de amarras e grupos políticos que representam o atraso da SE Palmeiras. Está na hora de se livrar do atraso na SEP. Está na hora de montar uma agenda de mudanças relevantes. Do futebol à Governança.

Perdemos muito tempo nesse ano de 2019. Esperamos que o ano de 2020 seja de recuperação do tempo que perdemos. Quem quer agradar a todos, no fim não agrada a ninguém. E pior, não leva o Palmeiras a lugar algum.

Avanti!

*Vicente Criscio é conselheiro em terceiro mandato na SEP

**São 300 cadeiras de conselheiros, onde 152 são eleitos e 148 são vitalícios; atualmente, salvo engano desse que escreve, temos 15 cadeiras vagas de vitalícios

176 Comments Added

Join Discussion
  1. Felippe 14/01/2020 | Responder

    A primeira vergonha do ano, eliminado e sem apresentar um jogador que presta. Esse ano não duvido se vier a série B. Tudo errado, e não pensem que c o pofexô vai mudar alguma coisa, os amarelões e cagões sao os mesmo.

    • LGO 14/01/2020 | Responder

      Também não sei o que pensar, pois o Palmeiras de 2020 é uma incógnita!!
      Porém tudo que sei é que fizeram o que a maioria pedia aqui. Mandaram o técnico, o diretor de futebol e mais de dez jogadores pra rua!!!
      Que está tudo obscuro é fato, mas falar em série B é ridículo!!

      • Felippe 14/01/2020 | Responder

        Olá amigo, não entendi quando disse que o Palmeiras é uma incógnita, não são os mesmos amarelões de sempre, aqueles que foram eliminados em casa na Liber e sofrerão goleadas dos urubus fora e no Allianz? Qual sua dúvida?

        • LGO 15/01/2020 | Responder

          É!!
          De fato são os mesmos amarelões que fizeram tudo isso dito por você, e que ganharam o título brasileiro de 2018 e chegaram em terceiro em 2019!
          Mas a diferença é que no banco teremos o técnico mais vitorioso no Palmeiras nos últimos 50 anos (se não for o mais vitorioso da história do clube) que dará seu sprint final na carreira.
          Sem contar que todos nós sabemos que serão feitas 3 ou 4 contratações. Só não sabemos se serão boas!!
          Por tudo isso é que para mim ainda é uma incógnita!

          • Felippe 15/01/2020 | Responder

            Sabe aquele volante que sabe sair jogando, o Matheus Fernandes, foi vendido. Não entendo sua dúvida quanto ao desempenho do Palmeiras esse ano, é lutar por vaga na Liber e olhe lá. Já os urubus estão trazendo Pedro, além do Michael, T.Maia, P.Rocha e não vão parar , querem um lateral esquerdo.

    • Porco Nervoso 15/01/2020 | Responder

      Os melhores jogadores estão na Flórida, e o juiz gambá afanou um penalty na cara dura quando jogo estava 0x0. E o Goiás só jogou na retranca, ganhou o jogo porque caiu um penalty no colo. Não estou dizendo que o Palmeiras jogou bem, mas a primeira garfada do ano também já aconteceu. E a mídia finge que não viu nada…

    • Reynaldo Zanon 15/01/2020 | Responder

      Não tem nada a ver o desempenho na Copinha com o futuro desempenho do time principal. Não vejo porque tanto pessimismo. Acredito que o Luxemburgo, com a vontade que está mostrando, monte um time bem forte e competitivo para 2020.

  2. Felippe 12/01/2020 | Responder

    É uma vergonha esse camisa 10 da copinha, jogadorzinho de b.o.s.t.a, acha que é o Messi. Palmeiras mal treinado, dando contra ataque p o adversário.

    • Philipe Frois 12/01/2020 | Responder

      Esse time da Copinha é horrível kkķk….eita mulekada ruim de bola rs….tem um tal de Marcelinho jogando na ponta , ruim pra ca.ce.te.

      • Felippe 12/01/2020 | Responder

        O problema desse time é achar que são bons, joguem o feijão c arroz e vê no que vai dar. Esse numero 7 é horrível mesmo.

  3. Felippe 11/01/2020 | Responder

    Como é fácil contratar com dinheiro e honestidade: Thiago Maia, Michel, Gustavo Henrique , Pedro Rocha e tão querendo o Pedro.

    • Lucas 11/01/2020 | Responder

      “Com dinheiro e honestidade”… aguardemos os próximos capítulos… como tem torcedor que paga pau pra esse timeco pqp…

      • ALEX CEREDA 11/01/2020 | Responder

        Então, imagina esses caras chegando aqui, Michael por 35 milhões de reais….o que a torcida estaria falando. Mas no clube dos outros é tudo bom.

      • Felippe 12/01/2020 | Responder

        Vamos falar de honestidade: contratar F.Pires, C.Eduardo, Goulart (machucado), renovar c Jailson por debaixo dos panos, trazer Dourado(machucado), contratar Ramires (machucado), manter Dayverson (com uma proposta de 50 mi, se for verdade), continuar com Jean, trazer V.Hugo (essa é de cagar) e a cereja do bolo, contratar o ultrapassado jogador de poker só pq em 1910 treinou bem a SEP.

        • Lucas 13/01/2020 | Responder

          ti-me-co… flamidia, flamerda, chame como quiser… eu chamo de timeco! Uma coisa não tem nada a ver com a outra. As contratações aqui foram uma B! mesmo, mas não vamos esquecer que esse time ficou invicto por quase 1 ano no brasileirão, e esse TIMECO só jogou bem o segundo semestre… vamos ver 2020 como vai ser…

  4. Renato 11/01/2020 | Responder

    Estamos participando de um post publicado em 22/12.
    Poxa 3VV, dá uma atualizada!
    Já estamos em 2020.
    Nos informe sobre o agora, ao que está acontecendo no momento.
    Obrigado.

  5. Thom 11/01/2020 | Responder

    Acho que todos que sairiam esse ano, já saíram.

    Por mais que ainda tenha jogadores que não mereciam estar onde estão (Alô Lucas Lima), saíram bem mais do que imaginava que aconteceria.

    Agora é trazer 4 nomes gigantes até Abril e ainda tenho fé.

  6. Renato 10/01/2020 | Responder

    Hoje, 10 de janeiro. Até aí, ok !
    Nada de contratações.
    Porém, a melhor notícia do dia, Deyverson não faz parte dos planos do jogador de pôquer!
    Excelente notícia!

    • Gustavo Aroni 10/01/2020 | Responder

      E ainda tem palmeirense querendo lucro nessa negociação. Levantem as mãos para o céu e lamba a craca das unhas que ainda tem um clube interessado em pagar 17 milhas nessa trolha das galáxias. Vá com Deus!

  7. Reynaldo Zanon 10/01/2020 | Responder

    Quis dizer “acho que iremos bem” e não “oremos bem”, embora oração nunca é demais. kk

  8. Reynaldo Zanon 10/01/2020 | Responder

    A grande contratação do Flamengo no ano passado foi a do técnico português. O Flamengo mudou bastante após a chegada dele. E, mesmo assim, o português contou com muita sorte tanto no Brasileiro quanto (muito mais) na Libertadores. Não acredito que o Flamengo tenha o mesmo desempenho esse ano. Estou vendo excessivo pessimismo de alguns aqui para o Palmeiras em 2020. Acho que oremos bem e torço para que também a sorte sopre mais para o nosso lado do que para o lado do clube carioca.

    • Felipão 10/01/2020 | Responder

      ficou constatado que nas últimas partidas o time já vinha perdendo “força”, as bolas passaram a não entrar como antes, as jogadas de efeitos não aconteciam como antes, tomou 4 dos vasco, tomou 4 do santos, tomou um sufoco do River e fez os dois gols por mera casualidade e o técnico que quis inventar…..contra o Liverpol tomou uma vareio de bola….enfim…….ontem, até o Barcelona do Messí tomou uma invertida……..acredito no nosso time…..

    • Gustavo Aroni 10/01/2020 | Responder

      Olha Zanon, sei não hein? Os caras só venderam o tal do Renier que é foi o Paquetá da vez, o Vinícius Jr. de 2019. De resto ficou todo mundo, e ainda podem contratar o Michael e o Pedro (não o Rocha que não joga nada). Do nosso lado é só oração mesmo pra dar tudo certo no mesmo ano: Luxemburgo, Dudu & seus bigodes, Jackson five’s milionários que nunca jogam (com obretorno de Guerra), molecada com um frezzer nas costas tendo que resolver pros anêmicos, gramado sintético… Já lustrei uma imagem de San Gennaro tamanho real pra ver se dá milagre…

Leave Your Reply

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados