Categorias
Paulista 2020

Paulista 2020 Palmeiras 0x0 São Paulo: sem vitória mas evoluindo

O Palmeiras empatou com o São Paulo no primeiro clássico da temporada. 0x0. O jogo foi em Araraquara.

O Palmeiras foi superior na maior parte da partida e merecia vencer. Duas bolas na trave e um gol perdido. O destaque foi Felipe Melo. Zero faltas. Zero passes errados. 45 certos. Quatro lançamentos certos. Uma finalização. Começo animador na posição.

Mas podemos destacar outros. Lucas Lima está evoluindo nas mãos de Luxemburgo. Zé Rafael achou sua posição. E devemos elogiar os 3 garotos recém promovidos da base. Se Verón ainda não teve nenhuma atuação brilhante, tanto ele, quanto Gabriel Menino e Patrick de Paula jogaram o primeiro clássico com a camisa profissional do Verdão e foram bem.

Como dissemos no pré jogo, ainda é cedo pra euforias e depressões. Mas estamos no início da temporada, com treinador novo, e entrosando novos garotos. E esperamos ainda algumas peças que devem chegar nesse time. Algo deve dar caldo. A ver…

Saudações Alviverdes!

57 respostas em “Paulista 2020 Palmeiras 0x0 São Paulo: sem vitória mas evoluindo”

O Luxemburgo disse que quer ser primeiro colocado no geral para decidir sempre em casa. Nos últimos anos, seja no Paulista, seja na Libertadores, o fato de termos decidido em casa não nos deu a classificação. Nesse ano chegou a hora de fazer valer o mando de campo nos mata-matas.

Vai ser difícil, considerando-se que o elenco ainda sustenta um desequilibrado mental que sempre está com a pilha em excesso e prejudica o time, além de alguns pipoqueiros, que invariavelmente se escondem.

E a esmagadora maioria dos jogadores desse elenco carregam esse gene do amarelismo crônico em decisões. Basta o jogo ter 0,0001% de importância, que os caras se borram todos.

O Palmeiras, pela sua grandeza, sempre tem que entrar nos campeonatos para ser o primeiro, independente do regulamento. Claro que é uma vantagem decidir mata-mata em casa, mas se decidir fora também deve entrar para ganhar. O que passou nos anos anteriores já ficou para trás, ficar remoendo e trazendo os fracassos do passado é querer enaltecer somente as derrotas. Do passado interessam somente as glórias e conquistas, as perdas devem ser revertidas em aprendizados.

É, mas de teste mesmo só trm o Wesley e o Emerson Santos. O resto ou já jogou ou é foto da embalagem de pampers. Sorte que existem os estaduais pelo Brasil, pra repescar Lucas Lima, Zé Rafael, Veiga, dentre outros. Nos demais campeonatos, esses voltam ao normal.

Gustavo, entendo seu ceticismo, e compartilho dele em partes. Mas uma coisa não posso negar, com os técnicos anteriores esses mesmos jogadores faziam outra função (na vdd não faziam função nenhuma), e me parece que com o pofexô eles estão com algumas ideias de posicionamento e função tática. Recuar F.Melo, tentar o Veiga de ponta, Zé Rafael de volante, William de falso 9, são coisas que não foram tentadas e podem fazer a diferença pro jogador. Como já foi dito no site, ainda é cedo tanto pra elogiar quanto pra criticar. Veremos como será.

Isso mesmo, Diogo. Vamos aguardar. Espero estar redondamente enganado…

Corretíssimo e como já disse o Pofexô: a pré-temporada avança para dentro do campeonato Paulista, então tem que testar TODOS mesmo pois agora é uma nova filosofia de trabalho, com novas posições e movimentações. Desta forma, na Liberta já teremos uma base mais consolidada e suplentes que entrem praticamente no mesmo nível.

Como o Luxa tem um pouco professor Pardal, lançaria no time o Rony como lateral direito, sendo que um dos volantes fecharia a lateral nas suas descidas , assim como joga o Marcelo no Real Madri, tipo carrossel holandês…………ou será que não?

Primeiro precisa chegar o Rony, kkk…
Tá embaçada a negociação, e os gambás doidinhos pra dar chapéu.
A impressão que dá é que o desejo do jogador é ir pra Itaquera…

Gostei muito do jogo, da disposição tática, da velocidade e da construção das jogadas. Se considerarmos que ainda devemos evoluir, então podemos ficar esperançosos de que estamos no caminho certo.

Não pude assistir o jogo e estou ansioso para assistir o VT com bom futebol como o pessoal do site está dizendo, pois fazia tempo isso que não ocorria. Mas estou feliz porque vejo que a mentalidade está mudando por aqui. Não conquistamos os três pontos, mas poderíamos ter vencido porque jogamos bem. Estou surpreso 😲

Não sei se você vai ver bom futebol não…. mas com certeza o time parece mais leve (no bom sentido) que ano passado. O jogo não foi bom, acho que foi razoável, mas pelo menos foi bem melhor do que estávamos acostumados com técnicos retranqueiros dos últimos anos. Os dois times tiveram várias chances de gol, mas as nossas foram mais claras e perigosas, por exemplo com duas bolas na trave. O empate não foi um absurdo, mas se alguém tivesse que ganhar, o mais justo seria o Palmeiras. Não acredito que o São Paulo terá sucesso esse ano. Não sei se vamos conseguir bater de frente com os mal cheirosos, ainda acho que pra isso precisamos de algumas contratações certeiras e inteligentes (dois laterais e um matador, no mínimo). Vamos ver… se der tudo certo dá pra ter alguma esperança pelo menos de brigar um pouco mais de perto esse ano. O Luxemburgo é um cara polêmico e bem “folgado” (falo assim pra não cair na moderação kkk), mas não é bobo não. Se ele realmente estiver a fim pode surpreender.

É essa coisa de “estar a fim”, “focado”, … que me intriga. Quer dizer que nos últimos 10 ou 15 anos esse sujeito não queria nada com nada? Ele não ganhava bem? Não tinha estrutura para trabalhar? Coitado, não?
Imagine um trabalhador comum que passa uma década desmotivado…
Outra coisa: como se faz a aferição do grau de “estar a fim”? É posterior à obtenção de resultados? Se tiver sucesso, estava a fim, senão, não estava?

Em relação ao Luxemburgo, “estar a fim” é trabalhar como ele fazia na sua primeira passagem pelo Palmeiras, ou seja, estudar o jogo e os adversários e orientar pessoalmente o time e cada um dos jogadores em todos os treinos. Quando ele criou fama, depois de uma década como o melhor treinador do país, deixou de estudar pessoalmente os adversários e passou a delegar tarefas e treinos aos seus auxiliares, ficando o tempo todo no ar condicionado de seu gabinete. A partir daí não ganhou nada além de um ou outro estadual. Ou seja, não adianta ter estrutura se ele apenas finge que trabalha. A impressão que dá é que nesse início de trabalho ele está super empolgado e envolvido, treinando o time e motivando cada um dos jogadores. Se continuar assim a chance de sucesso aumenta muito. E se contratarem peças importantes com inteligência aumenta ainda mais. Eu fiquei enfurecido com sua contratação, mas esse início me mostrou que as coisas podem caminhar bem. Não estou esperançoso, mas a certeza absoluta do fracasso que eu tinha já não é mais tão absoluta assim. Vamos ver… o ano ainda nem começou.

Primeiramente, Paulão, se meu post aparentou teor rude ou ofensivo, me desculpe. Sabe como é: sem a entonação, a expressividade e as pausas da linguagem falada, a escrita, às vezes, tende a tomar viés que não estava na origem das intenções.
Mas pensando no nosso técnico, de fato, como você bem colocou, de nada adiantam cifras polpudas ou estrutura decente se o dito cujo não se presta a ter vontade de trabalhar. E isso só torna o absurdo da coisa ainda mais gritante…
De todo modo, essa empolgação, esse “foco” (putz, odeio esse termo proveniente da óptica), essa vontade, seja lá qual for a palavra escolhida, me parece seguir o mesmo script observado no início de suas passagens pelo próprio Palmeiras em 2008/09, depois Flamengo, Cruzeiro, Grêmio, Sport, Vasco, enfim, no começo, tudo é festa. E é também, a meu ver, uma impressão superficial que pode não significar nada tão importante e que, a médio e longo prazo, tem grandes chances, haja vista o histórico da última década e meia, de se converter na terra arrasada da qual nós mesmos fomos vítimas em 2008/09 – quem não se lembra de Jéci, Gladstone, Fabinho Capixaba, Jumar, Sandro Silva, Thiago Cunha, Jorge Preá e o indefectível Evandro “seleça”?!
Bom, eu penso que se o futebol brasileiro fosse minimamente competitivo e meritocrático e ainda se os dirigentes tupiniquins tivessem visão um pouco mais apurada do que a do Mister Magoo, Luxemburgo não estaria empregado em uma instituição daquelas que fazem parte da elite do futebol nacional.
Mas Ccomo você bem encerrou, “vamos ver”.
Abraço.

De jeito nenhum Leo, nada de rude nem ofensivo. A verdade é que eu não gostei da contratação do Luxa, pelo visto você também não. Eu teria contratado um estrangeiro, com planejamento de trabalho de longo prazo. Já que contrataram o Pofexô, estou aqui tentando enxergar algo de positivo, mas por enquanto ainda bem desconfiado, já que esses últimos 15 anos foram realmente desastrosos pra ele. Vai que acontece um milagre e ele volta ao topo pra encerrar a carreira com um (ou mais se Deus quiser) título importante no Verdão…

É, Paulão, bem verdade!
Também queria um cara antenado com o futebol atual, o que seria mais fácil encontrar na figura de um estrangeiro, porém, nossa diretoria e grande parte de nossa torcida vivem imersos em uma ideia sebastianista. E vamos depender disso para algo dar certo.

Tentarei explicar!
Nesses últimos 10 anos alguns ele nem trabalhou e quando trabalhou não foi em nenhum time de ponta (Curica, Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro ou Cheirinho).
Não é que não esteja a fim, mas a imprensa praticamente sepultou a carreira dele. Apesar que ele contribuiu para isso, pois apesar de ser ótimo treinador, ele tem uma personalidade bem complicadinha para não dizer duvidosa…
Agora não podemos apagar a coleção de títulos que ele ganhou, e não foi só no Palmeiras…
Vocês acham que ele desprendeu???
Só não me venham com o discursinho que o futebol é outro!!!!

Mas é óbvio que o futebol é outro! Futebol muda, como qualquer outro esporte, jogadores desempenham novas funções, o posicionamento difere, as táticas idem. Ou será que o próprio jogador de pôquer ainda adota o “lojangú no meiú campú”? Ora!
Ele não trabalhou em times de ponta?! Times de ponta seriam, por exemplo, Caldense, Treze da Paraíba, Mixto de Cuiabá?! Tanto nos mulambos como no Grêmio que ele trabalhou, nesse período, para ficar em apenas dois exemplos, os investimentos eram pesados.
Foi a imprensa que sepultou a carreira dele? A imprensa montou os times que ele dirigiu?; a imprensa determinou os métodos de treinamento, as táticas, os conceitos de jogo? A decadência da carreira dele foi responsabilidade única e exclusiva DELE MESMO! É ele que não apresenta NADA em termos qualitativos há mais de 10 anos, é ele que NÃO GANHA UM TÍTULO SEQUER de relevância há 15 anos, ou pelo menos 12, se formos pensar no Paulista de 2008, que até teve sua importância.
Repito: só no Brasil um sujeito que há mais de década se encontrava (ou se encontra..) “desfocado” e não apresenta NADA de positivo, arruma uma boquinha em um time da elite nacional!

Essa história que o futebol mudou é história da imprensa! O que será que o Tite fez de diferente para ganhar tudo 7 anos atrás e agora não consegue mais???
É que nossas avaliações são equivocadas! Não ganhar nada é suficiente para ser ruim! Por exemplo o trabalho no Vasco não valeu nada porque não foi campeão! Não sei como aguentaram o técnico do Liverpool que ficou mais de 7 anos (4 no Liverpool) sem ganhar nada. Ele também é péssimo????
É que para o Palmeirense só o que está no vizinho é bom!
O Curica fez um joguinho bom e serviu para a imprensa toda e até o Cássio falar que já era o time a ser batido!
Claro que muita coisa é bobagem, mas que essa confiança influencia positivamente eu tenho certeza!!!!

Novamente não pude assistir, pois estava voltando de viagem de SC para SP. Verei o VT hoje.

Acho que também merece um registro a atuação do Ramires, se ele recuperar a forma física que sempre teve na europa e na seleção, vai ser titular absoluto do time. Rouba muito bem a bola, não é violento (e visado) como o Felipe Melo, tem ótimo passe e ainda chuta bem de fora da área. O jogo de ontem deu um pouco de esperança que isso possa acontecer, vamos ver.

Só pra lembrar que o SPFW não ganha do Palmeiras há 10 jogos (3 anos), record no choque-rei, e se não me engano não faz um mísero gol no Palmeiras em campeonato paulista desde 2012. Imagina o “barulho” na mídia caso estes números fossem invertidos…

Eu passei a infância e a adolescência toda sendo “freguês” das moçoilas, que ódio eu tinha delas… só na época da Parmalat é que viramos o jogo durante um certo tempo, mas não aproveitamos pra ganhar duas ou três libertadores e um ou outro mundial. Agora nessa década quem tá nessa “freguesia” são eles, precisamos aproveitar e dar mais umas pauladas, elas adoram kkk.

O problema é que essa freguesia deles tá sendo só em jogos que não valem “nada”. O único mata mata q foi ano passado eles levaram a melhor nos pênaltis. Eu quero que o Palmeiras pegue os bambis na semi do Paulista , nos matas da libertadores e copa do Brasil e os elimine em todas. Aí sim é freguesia de verdade.

Frois, ano passado fomos eliminados graças ao VAR gambá da FPF. Lembra-se do penalty claro que o Reinaldo fez no Dudu, que o juiz de campo marcou, e o VAR gambá mandou cancelar?
E nem poderia, porque tratava-se de um lance interpretativo, que o VAR não pode se intrometer…

Gostei do novo grafismo do site.
Agora as mensagens com o horário enviado. Muito bom!

Só pra efeito de observação, os horários estão anotados como horário de verão.

Sem contar que agora, no celular, as respostas ficam um pouco mais a direita que o post que está sendo respondido, que era um pedido antigo (no celular era difícil de saber o que era resposta).

O Palmeiras fez uma partida nota 6.5,, mas mesmo assim merecia ter vencido. O Presidente e o Luxemburgo já disseram que sabem onde estão as nossas deficiências e que haverá contratações pontuais. São bem óbvias as nossas deficiências: as duas laterais e um centroavante de primeira linha.

Empatar em clássico é ok. Nada demais.

Por enquanto, tudo dentro do esperado.

Até porque nenhum “grande” tem mais de 4 pontos…
Gambás empataram com o Mirassol, imagina como deve estar o “3vv” deles!

A turma aqui continua com o pessimismo enorme!
Jogamos um bom futebol, e poderíamos ter ganho.
É nítida a mudança de postura e estratégia!
Contratando dois laterais e um atacante da para enfrentar o cheirinho tranquilamente!

Não jogamos mal, mas falta o matador, e aí tudo fica igual, pra mim falharam Dudu; Veron e Luxa..

Interessante !!! jogadores que mais pegaram na bola….os dois laterais que são jogadores comuns, fossem eles um pouco acima de média seriamos fortíssimos…..idem aos laterais do cheirinho………..os volantes estão correspondendo…………..

Eu sempre disse isso, concordo plenamente… os mal cheirosos mudaram de patamar quando contrataram dois laterais nível europa, pra nós estão faltando esses dois e mais um matador, se contratarmos o time muda de padrão.

Temperatura alta, gramado ruim, bola redonda, vento forte, nuvem poucas no ar, futebol zero…Dudu mal, o unico craque dessa vez nao esta bem, resultado, zero a zero. Assustador o time do Palmeiras, meia boca e elogio.

Cara, você é chato hein? Por que assiste futebol, se é só pra reclamar? Tá doido…

Mas ele não falou nenhuma mentira. Se achou que o Palmeiras jogou bem, eu declaro aqui a morte do futebol…

Não é questão de mentira, e também não acho que foi e nem poderia ser para o começo da temporada um grande jogo nosso, mas deu sim para ver Ramires e Lucas Lima apresentando um bom futebol e a mudança de postura e de estratégia do time puxada pelo pofexô!!!
Dizer que foi tão ruim assim é de fato muita choradeira…

Os times do luxa levam a sério a tese de jogar e deixar jogar…. Dá até calafrios de pensar em mata-mata

Jogo em Araraquara com 40°C na cabeça e esse gramado onde a bola pula mais que pipoca em panela quente.
Parece um jogo de copa São Paulo de futebol Júnior.

15 do primeiro tempo. Até aqui, Palmeiras com um futebol tão sem vergonha, que tá dando vergonha alheia. Mas é de se esperar, começo de temporada, técnico novo, jogadores novos, vou dar um desconto.

E vamos de Veron desde o início.
Espero que ele faça um grande jogo e ganhe a posição de titular!

Os comentários estão desativados.