Categorias
Brasileiro 2020 Resenha dos Jogos

Palmeiras 1×1 Fluminense: estreia horrível

Rodada 1 do Brasileiros e o Palmeiras jogou contra o Fluminense no Maracanã. 1×1. Luiz Adriano marcou pelo Palmeiras no primeiro tempo.
Pouco a se falar sobre o jogo. Foi medonho.
Nenhum destaque. Todos jogaram de forma sofrível. E Luxemburgo. Que escalou um time misto (ninguém sabe por que) depois fez as mudanças mas não melhorou nada o time.
Começamos empatando contra um time que vai lutar pra não cair. Menos dois pontos.
Saudações Alviverdes!

32 respostas em “Palmeiras 1×1 Fluminense: estreia horrível”

Jogo do Palmeiras sábado às 21:30 com o Allianz Parque vazio.
Fico aqui a pensar na motivação de Lucas Lima , Gustavo Scarpa , Rafael Veiga , Zé Rafael para esse confronto contra o Goiás.
Poxa! A pessoa que elaborou a tabela dos jogos está de parabéns!
Horário dos jogos deveriam ser às 16:00 no sábado e domingo e às 20:30 nas quartas e quintas.

E para os amantes do lindo futebol jogado pelo Barcelona nos últimos tempos, segura essa!
Esses alemães não perdoam mesmo, que sacode!

Torcendo aqui pra liminar da RGT ser cassada antes do jogo do Verdão…

Na boa, já cansou de sempre ver os mesmos jogadores tão criticados e sem vontade de usar a camisa do Palmeiras. Lucas Lima sempre com freio de mão puxado e se achando o Messi. Ácaros ja era para estar longe. Não é possível que não tenha algum garoto da base que jogue no mínimo igual a eles.
Presidente fraco e diretor de futebol (temos????) fraco.
Como disseram, se a bola chegar no Luiz Adriano,……
Não pode é num jogo contra o Fluminense, que não ganha a alguns meses, dar 1 chute no gol.
Precisa mudar logo e assim pensar em ganhar algum título esse ano.

Eu acho que o campeonato será muito desgastante e o Palmeiras, em termos numéricos, tem um elenco com condições de formar dois bons times e manter uma qualidade linear – que pode não ser a melhor do campeonato, mas que teria uma vantagem física relevante.

Vejam o exemplo de dois times:

Jailson ——— Weverton

Mayke ———– Marcos Rocha
Luan ———— Felipe Melo
Vitor Hugo —— Gustavo Gomez
Diogo Barbosa — Viña

Bruno Henrique — Patrick de Paula
Ramires ——— Gabriel Menino
Rafael Veiga —- Lucas Lima

Scarpa ———- Zé Rafael
Rony ———— Luiz Adriano
Angulo ———- William

Se houver revezamento entre os jogos, o Palmeiras pode conquistar a taça pelo aspecto físico!

Esqueceu do melhor, Gabriel Veron !!
E tem o Luan atacante também, que precisa parar de se machucar…
No Palmeiras é assim, os melhores ficam de fora nos momentos em que mais precisamos deles.

Desgastante será para o torcedor. Nem time titular nosso está jogando, imagina o reserva. Esse Rafael Veiga é jogador? Todas oportunidades que tem não faz nada. LL/Scarpa/RV = meia nível seleção da Argentina.

No papel é uma beleza, mas pena que na prática o resultado não é o esperado.

A partida realmente foi muito ruim, inúmeras faltas. Ainda tenho esperança que o Luxemburgo faça esse time jogar (bem) melhor. Mas dois jogadores são abaixo da crítica. O Roni parece uma barata tonta. Atrapalha todas as jogadas do ataque e não conclui nenhuma positivamente. E o Scarpa então? Dá a impressão que está no mundo da lua. Não acerta um passe de um metro! Muito irritante ver o Scarpa johar tão mal sempre. Não merece nenhuma nova chance. Encosta e vende. Péssimo!!!

Se tivesse perdido para o Corinthians seria o caos. Luxemburgo não tem nada à perder. Não entendo porque ele não ousa. Estamos jogando de forma atrasada, lenta, arrastada. Na época do Felipão,até o meio do ano passado, diziam que o Palmeiras era vertical. Não ficava com a bola mas quando tinha partia para “dentro” do adversário. Todo ataque era um chute para o gol. O Palmeiras do Luxa parece moderno, toca a bola mas é inofensivo e muito distante.

O campeonato à parte não pode esconder, pra mim, o trabalho bem ruim do Luxemburgo. Falta muito força de criação e definição mas, as tentativas táticas do Luxa são do século passado. Até o meio do ano passado Felipão era muito mais letal. Cavani seria um sonho. Na minha opinião, falta criatividade e ousadia ao Luxa. Tudo que ele tinha até 2005. E sobra ao Sampaoli. Mesmo ás vezes dando tudo errado. O Palmeiras já ganhou o paulista, é tempo de fazer algo diferente, sem pressão. Essa história de “negociar resultado” não dá.

O que mais me impressiona nesse time é a falta de gana de vencer. Os caras fazem um gol e param de jogar. Não temos jogadores com espírito de campeão. É certo que o Luxa já não é mais aquele, mas acho que nosso maior problema não é treinador, mas sim jogador sem estigma para vestir o manto.

O único culpado disso é o nosso “glorioso presidente”. Não fechou com o Sampaoli para fechar com o “profexô”, que já está totalmente fora de órbita. Se tívessemos um presidente de verdade, este juntamente com o diretor de futebol (temos algum?), faria uma proposta para os sardinhas, que estão com o pires na mão e traria o Soteldo e o Lucas Veríssimo. Temos um monte de “peças” para troca. Podia ainda tentar trazer o Jean Pierre do Grêmio. Só que lá eles tem um técnico de verdade, esse é fera, com certeza não deixaria o garoto sair. Mas tudo bem ganhamos o Paulistinha. Volta Nobre. Não ganhar do Fluminense é o fim. O importante é as contas ficarem no azul.

Sem querer aliviar pra ninguém, mas tenho a impressão de que o Gru avisou o Sampaoli que os investimentos pra 2020 seriam escassos e que ele teria que trabalhar com a base, daí o argentino pediu um salário estratosférico porque queria mesmo era o lugar do gajo no Flamengo. O pofexô por sua vez tinha a opção de continuar no Vasco, onde o mês dura 120 dias, ou praticar seus conceitos ultrapassados e sua verborragia no clube que o projetou no país.

A vinda do Luxa é muito mais resultado de uma ala nostálgica que ainda apita bastante no clube e que acha que ainda estamos nos anos setenta. Se conseguirem algum médium que psicografe instruções do Oswaldo Brandão, este tem mais chances de ser o próximo treinador que alguém mais moderno e competente. Esse apego ao passado só vai mudar quando o Palmeiras atualizar seus estatutos, minimizando a influência de conselheiros que estão mais preocupados com sauna e bocha que com futebol e passando a tratar este último como negócio, com metas a serem atingidas como qualquer grande empresa que se preze. Infelizmente nesta encarnação duvido ver isso.

Yoda, andei lendo seus comentários e gostei muito do que vc andou escrevendo por aqui. Muito eloquente e articulado. Lembra um comentarista que tinha aqui até ano passado, o nome dele é Eduardo. Tinha idéias bem parecidas com as suas como a “idolatria” pelo Dudu e as críticas fortes aos conselheiros do clube. Não sei se vc acompanhava o blog nesse tempo mas uma das coisas mais legais por aqui era as discussões que ele, o Eduardo tinha com alguns outros comentaristas principalmente o Sérgio rsrs. Infelizmente os dois pararam de comentar por aqui , assim como o Gustavo Aroni que tinha opiniões marcantes e engraçadas tbm. Que bom ter um comentarista bom como vc aqui , tá elevando o nível dos comentários. Eu mesmo gostaria de ter esse dom pra escrever , mas não tenho . Porém me sinto satisfeito em vir aqui dar minhas opiniões, ler as opiniões dos colegas, debater e até desabafar de vez em quando kkķk. Vida longa a 3vv.

Eu lembro principalmente do Gustavo Aroni, muito bem humorado, com tiradas curtas e certeiras. Não o vi mais por aqui. Tinha uma turma, acho que são alguns desses nomes que você citou, que de vez em quando acalorava as discussões. O espaço ficava meio polarizado, mas o pachequismo era um pouco menor, se é que existe blog de torcedor de futebol em que se possa mensurar fanatismo…

Sobre o Dudu, não acho que seja craque (nos times da Parmalat dos anos 1990 seria reserva), como Cebolinha e Gabigol também não são, mas dentro da realidade do nosso futebol atual ele fazia muita diferença. Tirando Marcos, que já vinha lá do “século passado”, o Palmeiras teve três grandes ídolos nestas duas últimas duas décadas: Prass, Gabriel Jesus e Dudu, mas nenhum foi mais decisivo quanto este último. Reveja as campanhas que tivemos desde o início de 2015, com ou sem título, em todas as competições, retire-o da equipe e avalie com quantas vitórias e pontos a menos teríamos terminado cada uma delas. Não se trata de idolatria, mas de uma questão prática, e até matemática.

Grande Aroni, saudade dos seus comentários. Yoda, concordo com tudo que vc citou sobre o Dudu . Só me tira uma dúvida, quem vc acha que joga mais , Dudu ou Sterling ? Rsrs

O ano já terminou para o Palmeiras.
Ganhou o que tinha que ganhar, final contra os gambás.
Esse futebol de toque de lado e recuos ao goleiro não levarão o Palmeiras à lugar nenhum.
O time não tem criatividade, profundidade e não arremata chutes ao gol adversário.
Como disse a tal da Maia Fleming no vídeo que ela fez, “torcer para o Palmeiras é irritante!”.
E assim com esse futebol enganador, Luxemburgo vai embolsando o seu salário e dando entrevistas com o discurso pronto de um autêntico contador de prosas.

Pode esquecer. Esse Brasileirão, Liberta, não serão nossos esse ano. Esse time não tem qualidade, nem espirito vencedor. O mais triste e irritante, é que, o urubu, que tá voltando ao seu normal (cheirinho), e que poderia ser o mais forte candidato ao título, já é o lanterna do campeonato. Mas óbviamente, não vamos aproveitar.

É campeonato pra rezar por vaga na liberta, pra ver se ano que vem, remontam o time.

Observação: Atlético-MG fazendo o que deveriamos ter feito: contratado um técnico de verdade, e basicamente, deram pra ele nosso time do ano passado (Hyoran, Keno, etc…). Forte candidato ao título.

E por falar em Atlético-MG, imagina se o Gambá fizesse dois gols na gente no primeiro tempo. Poderiamos ficar jogando por um ano, e não conseguiriamos colocar uma bola pra dentro: ficariamos rodando a bola entre os volantes, tocando de lado, e recuando pra zaga, que recua pro Weverton, pra chutar uma bola lá na frente, para alguém tentar uma casquinha.

Medíocre.

Luxemburgo eh isso aí. Parabéns aos envolvidos. Agora, eh preciso também responsabilizar muitos jogadores aí… Só passe pro lado, choque, cabeçada. Coisa horrorosa

O Palmeiras segue colecionando jogos madonhos. Tenho muitas críticas a fazer mas vou ser sucinto desta vez e resumir todas as minhas críticas à 1 nome apenas que tem me irritado demais. Gustavo Scarpa !

Ô, ressaca…
Será que não tem nenhum time árabe querendo o Scarpa?

Alguém lembra como era o mundo a última vez que ganhamos de um time da série A?

Essa até que tá fácil. Por ironia, o último foi o Cruzeiro, que aliás deixou de ser time de Série A justamente ao final daquela partida, lá no mundo sem Covid-19 (pelo menos não neste lado do planeta) lá em dezembro do ano passado.

Eu quero ver é lembrar de como era o mundo quando o Luxa ganhou o último título importante com o time dele jogando um mínimo de futebol decente.

Vamos lá, passado a empolgação com o título do paulista, voltemos às cornetas: Se o Luxa quiser brigar pelo título é bom saber q não dá pra ficar inventando. Patrick de Paula não pode ficar no banco pro Bruno Henrique. Luan e Victor Hugo não dão segurança nenhuma na zaga. Rony é ruim que dói. Na minha opinião vai ter que contratar pra reforçar o time. Um atacante bom pra jogar com o Luís Adriano e um meia que pegue a camisa 10 e jogue igual homem. Outra coisa, se o Luxa entrar nessa de querer poupar jogador, ficar revezando o time , vai perder ponto bobo como tá correndo o risco hj. Tem q ir sempre com os titulares e usar os reservas só em casos extremos. Não temos esse elenco magnífico que a imprensa insiste em pintar .

Tem uma galera que crítica o Luiz Adriano, mas é só chegar uma bola boa que ele guarda.

Mas o Rony… Aí ai… Que dinheiro mal gasto

O L. Adriano não é aquele atacante top, mas ele é bem melhor que os últimos que tivemos. Só que é aquela coisa, se o meio de campo não municia o cara, fica difícil pra qualquer um… Se colocarem as bolas pra ele, ele definitivamente, tem qualidade pra guardar várias.

A galera vivia criticando o Dudu, talvez o melhor jogador que tivemos neste século e que foi fundamental nos últimos títulos nacionais, o que dizer do LA. Mas de fato vai ser difícil a bola chegar com esse meio de campo povoado de volantes, afinal nossos meias simplesmente não existem.

Até este momento o Rony está entre as dez piores contratações da história do Palmeiras – e olha que tem gente do elenco atual entre os outros nove, inclusive alguém que esteve na Europa e foi devolvido.

Sinceramente, não tenho perspectiva de título no BR com esse time e treinador. O negócio é brigar nas copas pra ver o que dá e ficar no G-6, o que vier além disso é lucro.

Concordo com tudo que você falou, Thom.
Quanto ao jogo, o mistão estava jogando pro gasto, aí o Vina subiu errado e tomamos um gol espírita, pra variar…
Time fazendo muitas faltas. O Luan tá muito pilhado, querendo se firmar na posição.

Os comentários estão desativados.