Categorias
Brasileiro 2020 Resenha dos Jogos

Brasileiro 2020 Red Bull Bragantino 1×2 Palmeiras: o nome dele é Veron

Veron entrou e virou o jogo.

O Palmeiras venceu o Red Bull por 2×1 e interrompeu uma sequência de dois empates. Veron e Willian fizeram pro Palmeiras.

Veron entrou no 2o tempo e foi o nome do jogo. Com personalidade fez o gol de empate (quando achávamos que novamente teríamos uma rodada ruim) num cruzamento de Gabriel Menino. Depois num lançamento de Rafael Veiga, Veron serviu Willian pra virar o placar.

Destaque: quando a garotada veio a campo, o Palmeiras jogou bola. Que Luxemburgo esteja consciente disso.

Vamos em frente. Saudações Alviverdes!

Pré Jogo (publicado às 9h45)

Luxemburno tem nesse domingo, 11 da manhã, a chance de reverter o mau humor de parte da torcida com seu trabalho e construir não só uma boa vitória, mas a caminhada para a melhoria do desempenho do time dentro das 4 linhas.

A partida será no estádio adversário, mas sem torcida estamos falando em um campo neutro. Veron foi relacionado e se os deuses do futebol assim o permitirem, pode se constituir na nova esperança palestrina.

Luan (3o amarelo) está fora. Os demais são os mesmos das últimas partidas.

Do lado do Red Bull, o treinador é novo (Mauricio Barbieri). O time vem de uma péssima campanha e está na zona do rebaixamento. Na rodada anterior foi comandado pelo interino. Hoje tem novo “profexô” no banco.

Arthur, aquele, está do lado de lá.

Deixe aqui seus comentários. Este será o post do pós jogo.

51 respostas em “Brasileiro 2020 Red Bull Bragantino 1×2 Palmeiras: o nome dele é Veron”

Uma boa vitória hoje coloca o time como forte candidato ao título.
Que não amarelemos mais uma vez na arena genérica, caso contrário não há “remédio”…

Será que hoje é dia de pipoca? Espero que não. Olha o Cuca fazendo milagres nos sardinhas. Podem discordar mas eu gosto do trabalho dele. Poderia voltar, só que antes tem que fazer uma limpeza naquele(s) que forçaram sua saída. Ou quem sabe Renato Gaúcho? Mas com Galinhote e Anderson Barrozzzzzz, se o profexô cair, vem Márcio Araujo ai.

Mais um lance de bração na bola “interpretado” como normal pelo VAR no jogo entre Santos e Galo, este a favor das sardinhas. A falta de critérios nas decisões da arbitragem segue sendo o padrão nacional. Vergonhoso.

E assim como alguém escreveu nesta semana que gostaria de ter o Éverton Ribeiro por aqui, esse Marinho tem todos os defeitos do Deyverson (fio desencapado, indisciplina, barulho de trem na cabeça) com qualidades que este jamais terá, sem falar que sozinho numa partida dá mais chutes a gol que o time todo do Palmeiras em um mês. Bem longe de ser craque, tá bem acima de alguns atacantes perebas com as quais torramos os tubos nestes últimos anos.

Considerando que mais cedo ou mais tarde o Flamengo assumiria a liderança, até aqui essa rodada está nos favorecendo. Falta, é claro, ganharmos amanhã.

Bom dia a todos.
Com 47 anos de idade e 40 como torcedor do Palmeiras eu já vi de tudo.
Eu iniciei minha carreira de torcedor no ano de 1980 aos 7 anos.
Não vou fazer aqui uma linha do tempo porque é desnecessário.
Eu tenho saudades apesar de um período ruim dos anos 80.
Ver esse Palmeiras atual de hoje me deixa envergonhado.
Não posso aplaudir o que todos nós palmeirenses estamos acompanhando.
Um elenco desinteressado sem vibração e vontade.
Ainda acho que o maior dos problemas é a governança. O presidente não tem pulso. E aí, os acomodados tomam conta. Triste para nós que amamos esse time.

Lembrou um dia que aquele apresentador do grobo esporte, t. liefert em 2010, no final do programa ” peço desculpas mais uma vez ao torcedor palmeirense , por não ter mostrado notícias do Palmeiras.boa tarde! ” Pra ele o Palmeiras nunca interessava,não dava audiência. O mundo da voltas , quem mandou zombar do Palmeiras, tão pagando o preço grobo lixo. Tão aproveitando a pandemia pra ver se recupera a teta perdida, fazendo contagem de mortos. A política do fica em casa até sentir falta de ar sem medicamento a cloroquina, não funcionou né grobo lixo e mutreta. Ninguém é mais trouxa.

A vida inteira sonegaram imagens do Palmeiras, exceto nas derrotas ou denúncias do tipo “ponto eletrônico”, “piscadinha do Deyverson”, cobrança de lateral irregular, e por aí vai…

Mt tempo q eu não comentava por aqui, mas qto a essa contratação de um novo LD, penso o seguinte: temos Marcos Rocha e o lastimável Mayke (ex marias).

Aí agora vão contratar este cara (q duvido q alguém aqui conheça e garanta q seja acima da média), sendo q estamos vendo na prática q nossos jogadores de base são os q estão nos salvando.

Ademais, não temos um camisa 10 decente, pra comandar o meio de campo e ajudar os atacantes.

Então, a meu ver, seria melhor subir laterais da base, e contratar um meia bom, q chegue p/ ser titular (tipo o Oscar q tá na China, p ex) e seja alguém do nível de um Arrascaeta ou Diego.

Entupir elenco c/ apostas ou péssimos e descompromissados jogadores (Lucas Lixo, Zé Rafael, Raphael Veiga, etc) NÃO é a solução. Pro fraco futebol brasileiro, creio q nossa base pode fornecer mtos jogadores p/ nosso elenco. Além de ajudar na racionalização na busca por reforços.

Concordo com o raciocínio em geral. Acredito no entanto que por conta da dívida com a Crefisa, que deverá ser resolvida antes da eventual eleição da tia Leila, muitos desses jovens promissores serão negociados até o final do próximo ano, e bem abaixo dos valores das respectivas multas, então precisaremos ter uma verdadeira produção em massa de talentos para suprir o time principal. E não acho o Oscar grande coisa ou muito diferente desses meio-campistas come-e-dorme que temos aos montes, mas é apenas opinião.

Neste jogo contra o RB achei que o Palmeiras foi sim muito prejudicado pela arbitragem e não me refiro apenas ao lance do pênalti ou do gol anulado.
O jogo tinha menos de 15 minutos e o arbitro já estava enquadrando Luxemburgo dizendo “quem apita aqui sou eu” em tom de ameaça.
Enquanto isso a tv mostrava o Luxemburgo falando palavrões em close o tempo todo e num momento captou ele dizendo “eu não tô na Igreja”,ou seja,até esse tipo de pressão sofreu.
Quem é o técnico que fica calado ou não diz palavrão no Brasil?
Fora isto,a falta de critério em lances menos observáveis é notória e faz uma grande diferença em campo.
O RB roubou a bola com falta varias vezes e o juiz deixou sair no contra ataque mas quando roubávamos a bola ele dava a falta,quase sempre contra nós , e matava nosso contra ataque.
Inventou uma falta restando 30 segundos para acabar o primeiro tempo,dando a chance de jogarem a bola na área,no mesmo lance,uma cotovelada em Gustavo Gomes e ele deixou seguir,quase tomamos o gol.
Quando Weverton finalmente consegue pegar a bola,o time imediatamente pede o VAR pela agressão mas o arbitro apressa-se em encerrar o jogo sem que a cotovelada fosse avaliada.
No final do segundo tempo deu falta na matada de bola do Viña,mais uma vez ajudando o adversário invertendo a posse de bola num momento decisivo, o lance foi normal e acabou em confusão com a expulsão inevitável do jogador deles por agressão.
Depois de anular um gol,deixar de dar o penalty e fazer vista grossa para a outra agressão,nesta ele não teve como evitar a expulsão.
Abusaram das faltas violentas com a permissão do arbitro.
Pressionaram o juiz o tempo todo,rodinhas e reclamações sem punição.
Penso que reclamar do time ,do treinador,etc, é normal.
Somos corneteiros por natureza mas daí a minimizar erros de arbitragens contra nós para ressaltar nossa incompetência eu não concordo.
Flamengo e Corinthians são sim sistematicamente ajudados pela arbitragem e não é a toa que são conhecidos pelo apito amigo.
Especificamente no lance do pênalti,o juiz pode dar ou não mas jamais ser chamado pelo VAR e negar-se a ver o lance no monitor.
Se o VAR chamou por possível pênalti ele tem que ir lá,olhar e assumir a responsabilidade pela sua decisão.
Somos fracos ou ausentes no bastidores e isso pesa.Futebol é também fora de campo.
Árbitros erram contra nós e são premiados nas escalas mas quando erram contra Flamengo e Corinthians vão para a geladeira ,no mínimo.
Alguns,como Thiago Peixoto,tem sua vida transformada num verdadeiro inferno por anos até ter uma nova chance .
Enquanto isso ,Simon e PCO viraram comentaristas,ou melhor,atores de televisão.
Vejamos quem será escalado para o dérbi .
Tomara que não sejam os mesmos novamente.
Torço sempre pelo Palmeiras e por uma vitória limpa.
Não gosto de ganhar roubado e não aceito perder roubado.
Saudações alviverdes!

Belo textão, Ed!
Mostrou que assistiu o jogo na íntegra e ficou atento aos detalhes.
Precisamos de mais palmeirenses como você.

Grêmio está mal no campeonato. Se demitirem o Portaluppi nas próximas rodadas, será que não devemos pensar nele no lugar do Luxa?

Hoje ganhamos do Bragantino e da arbitragem.
Gostaria de saber o porque de um jogo acontecer às 11:00 hs sem torcida.
Não vejo necessidade de rachar o coco dos perebas com o sol do meio-dia.
Quanto ao time, é Veron e +10.
Luxa respira, 12 jogos de invencibilidade.
Vamos ganhar na arena genérica no íncrivel horário de 19:15 hs na 5a feira!

Da arbitragem? Por conta da resvalada de longe que a bola deu na mão do zagueiro? Concordo que o critério te que ser o mesmo, e acho que tb nao foi pênalti contra o Inter. Mas por conta desse lance, falar com ganhamos da arbitragem, é meio demais hein?

O lance do Luan foi bem diferente, ele chutou no próprio braço por grossura. Hoje a bola veio de um jogador do Palmeiras para o braço do zagueiro do Bragantino.
Também não estou convencido do gol anulado, não vi aquelas linhas super eficazes vermelha e azul do VAR “comprovando” o impedimento.
Mas se você gosta de ver seu time ser prejudicado rodada a rodada pela arbitragem porque merece ser castigado pelo futebol ruim apresentado, respeito sua opção, mas eu ainda prefiro torcer pro meu time.

Não entendo pq discordar da sua opinião automaticamente faz com que eu não torça para o Palmeiras. Fomos prejudicados no jogo contra o Inter. Não fomos hoje. E não acho que o pênalti de hoje deveria ser dado para compensar o do jogo passado. Pq isso seria uma “compensação ” imoral. E imoralidade realmente não tem nada haver com meu torcer pelo meu time. Mas se você prefere fechar os olhos para a ruindade do time e achar que o problema é calor e o eterno complo contra nós, respeito sua opinião, mas eu ainda prefiro torcer pelo meu time.

Eu continuo me apegando ao fato da completa falta de critério – a não ser o das equipes envolvidas no lance polêmico – para fazer minhas críticas à arbitragens, inclusive ao VAR. No mundo todo é assim, os times pequenos sofrem e vão continuar sofrendo contra os grandes, e o Brasil não é um planeta perdido no universo Futebol. Mas realmente não consigo concordar com esse discurso de “perseguido desde 1914” ou desde quando Charles Miller trouxe a primeira bola de futebol para cá que algumas pessoas insistem em fazer prevalecer. Parece a nossa política atual, quem não é Bolsominion é Comunista, enquanto isso um debate racional para resolvermos os verdadeiros problemas do país vai ficando pra baixo do contrapiso. Mesmo assim, cada um pode e deve manifestar seu ponto de vista sem ser censurado ou acusado de ser “antipalmeirense”.

Queria salientar apenas que, apesar de alguns absurdos nestas duas últimas partidas, o Palmeiras não deixou de perder qualquer ponto por causa deles. Sem aquele pênalti bem questionável do Luan, o jogo contra o Inter terminaria 0x0, pois o Palmeiras só foi para o ataque desesperadamente nos acréscimos porque estava perdendo. E hoje, apesar do pênalti também bastante questionável não ter sido marcado quando já estávamos atrás no placar, vencemos. Sendo assim, voltamos ao velho e mais importante problema: num campeonato ruim e equilibrado como esse, vitórias contra Goiás e Bahia, que estavam bem acessíveis, nos dariam hoje a liderança mesmo com uma partida a menos e com um futebol que faz os olhos doerem de ruim. Posso ficar um dia inteiro caçando irregularidades para justificar esses dois empates apenas com base nas arbitragens que nos prejudicam “rodada a rodada”, mas as evidências me levam a crer que a responsabilidade desses resultados está na incapacidade de jogadores e, principalmente, do treinador.

Tô desconfiado que esse Yoda é o Eduardo Correa, ou parente, tem a mesma linha de raciocínio e é da turma do “ele não “.

Caro Paraíba, meu nome é Carlos, e reservo-me o direito de não me identificar mais que isso, até porque essa não é a regra por aqui (você mesmo a comprova). E por falar em regra, o que você escreveu sobre eu pertencer à turma do “ele não” só corrobora o comentário feito sobre Bolsominions X Comunistas.

Ninguém falou sobre compensação, se você ler com atenção vai perceber que, no meu entendimento, os dois lances foram distintos.
Também não fecho os olhos pra ruindade do time, só não gosto de ser prejudicado.
Precisa interpretar melhor os textos.

Toda rodada de fds tem jogo às onze da manhã. Acho um absurdo pra todos, não dá pra protestar porque é o Palmeiras. Flamengo x Botafogo e o Majestoso da semana passada tb foram nesse horário com calor de rachar. Da mesma forma que sou contra a falta total de critérios nas decisões das arbitragens em lances idênticos, acho que devemos criticar o que é ruim pra todos e não apenas o que nos atinge como palmeirenses. O que é certo ou errado não deve ter cor de camisa nem distintivo.

Exatamente, não me refiro apenas ao Palmeiras em relação ao horário das 11:00 hs, minha crítica vale para todos os times.
Isso não é horário de futebol profissional.

Nesse ponto concordo absolutamente com você. Na Inglaterra, por exemplo, a maior parte dos jogos acontece entre onze da manhã e três da tarde, mas por lá faz “calor” de 25° duas semanas por ano, normalmente nas férias dos jogadores, no restante do ano é mais fácil ver a Rainha passeando de bicicleta no Hyde Park do que o sol no céu britânico.

Por aqui, a ideia é até boa do ponto de vista do torcedor, mas sempre foi péssima para a qualidade do “espetáculo” em si. Sem público nos estádios, não faz o menor sentido continuar com (mais) essa aberração.

No primeiro tempo o time foi novamente mal. Valeu pelas substituições (principalmente a entrada do Veron) e pelos três pontos. Vamos ver contra o Itaquerão.

Se o jogo de quarta tivesse mais 5 minutos o Palmeiras venceria o Inter, o que nos leva a crer que esse time só corre e joga um pouco do que pode quando a àgua ja deixou a b.u.n.d.a submersa.

Claro que é sempre melhor vencer, mas está evidente que o Luxemburgo tem se sustentado com argumentos frágeis, sua queda é questão de tempo e ela deverá acontecer na primeira derrota, mesmo ele botando a culpa na arbitragem ou nos jogadores (deixa isso pra nós, torcedores). Seu ‘ótimo trabalho” no Vasco ano passado se resumiu a ficar longe da “jona da confujão” e de ter empatado por 4×4 com o time do JJ. Eu trocaria agora.

Mesmo que vire e goleie o Bragantino, Luxemburgo não consegue armar um time minimamente mais moderno ofensivamente. Se não ousa com essa “teta” do Bragantino, imagina com o resto. E mais, está claro, o grupo não sente confiança nele. Não significa que não goste do Luxa. Pode até gostar mas,sabem que daí não sai mais nada de novo. Ou seja, o que todos sabemos.

Guilherme, você precisa entender que a venda dele foi essencial para manter em dia os salários do Lucas Lima, Bruno Henrique, Scarpa, etc. (fui irônico, ok).

Não creio que a culpa seja do Luxemburgo , mas sem dúvida quando o treinador muda meio time no intervalo sempre , ou está perdido , ou está dizendo a diretoria toda hora que precisa de coisa melhor . E isso passa ao elenco a certeza que não deve jogar por esse treinador , logo , melhor sair , pq infelizmente o elenco quase todo (embora seja o correto) não é possível trocar. Dito isso esse ano vaga na libertadores ja está de bom tamanho para o que temos !

Time sem vontade, sol de meio dia, jogo em Bragança Paulista (alguém lembra dos resultados trágicos nesta cidade), VAR omisso. Espero o quê?

Critério. Tem de haver critério na arbitragem. Eu achei penalti do Luan no último jogo. E esse agora pra gente tinha de ser também. Ridículo…!

É o que falo sobre o VAR e as arbitragens brasileiras. Lances polêmicos vão acontecer todo jogo, a maneira como cada árbitro lida com cada uma de acordo com o escudo e a cor da camisa é que não dá pra aceitar.

Espero que o Luxemburgo caia hoje, não dá mais pra aguentar esse time preguiçoso que é a cara da mesmice desse treinador ultrapassado. Não tem outro? Deixa sem, vai atrapalhar menos.

Não estou achando o jogo tão ruim, até aqui. Bragantino é agressivo, tá dando espaço, e estamos chegando mais com toque de bola que de costume. Mas ainda empacamos na falta de qualidade individual. Jogadores eram passes fáceis, cruzem errado no ataque, chutam mal pro gol. É uma equipe fraca, que não tem muito pra apresentar. Na atual situação brasileira, até temos time pra G4. Mas é muito difícil acreditar em título.

Se gostaria do Valdívia de volta? Não mais. Mas foi a última época que tínhamos algum sopro de criatividade no meio campo.

Hj infelizmente não dá mais…já foi a época dele, mas o Valdivia bêbado com uma perna só é muito melhor que Lucas Lima…zé Rafael…Scarpa e todo o resto junto.

Critério. Tem de haver critério na arbitragem. Eu achei penalti do Luan no último jogo. E esse agora pra gente tinha de ser também. Ridículo.

Eu já acho que nenhum dos dois foram. Mas concordo que se deu aquele contra nós, esse deveria ser o critério para hoje tb!

16 min de jogo… Jogadores naquele sono de domingo! Mayke cruzando bola quase da intermediária! Como é fácil marcar o Palmeiras, o time não apresenta nenhum repertório pra saída de bola, é só apertar e chutão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *