Categorias
Libertadores 2020 Notícias

Libertadores 2020: adversário definido

A Conmebol realizou o sorteio dos cruzamentos das oitavas de final da Libertadores.

Ficou assim: (na ordem de quem decide em casa)

Chave 1
Palmeiras x Delfin (EQU)
Jorge Wilstermann x Libertad (PAR)
River Plate x Atlético PR
Nacional x Independiente del Valle

Chave 2
Grêmio x Guarani (PAR)
Santos x LDU (EQU)
Flamengo x Racing
Boca Juniors x Internacional

46 respostas em “Libertadores 2020: adversário definido”

E o time do Palmeiras cuja folha salarial é de 18 milhões de reais por mês, acreditem, está nesse momento atrás de Fortaleza e Ceará na classificação do campeonato brasileiro.
E eu aqui sonhando com libertadores e mundial após o sorteio dos confrontos.

Pois é, Renato. Muita gente já nos colocou nas semifinais da Libertadores com base no que fizemos contra Bolívar e Tigre, sem lembrar que o elenco continuará o mesmo que a maioria quer dispensar quase que inteiramente e que o treinador é o Cebola. Tudo bem, não é tão absurdo assim um time ser campeão continental mesmo estando no meio da tabela da sua própria liga, mas pressupõe-se que para isso haja um mínimo de organização e de bom futebol. Temos isso?

E pra quem ainda acha que o Galo tem um super time e que vai conseguir incomodar os urubus cariocas, acabaram de empatar em casa com o Sport. Cinco pontos ganhos nas últimas cinco partidas. Nada garante que seria um sucesso absoluto, mas neste momento acho que tanto Palmeiras quanto Sampaoli se arrependem por não terem se acertado no final do ano passado.

Sobre a capacidade da administração Galiotte para escolher técnico, jogadores:

Do site R7, por Cosme Rimoli:

“Borja e Guerra comprometeram R$ 120 milhões. Fracassos caríssimos
Ilusão amadora, falta de pesquisa séria. O Palmeiras não conhecia a fundo os destaques do Atlético Nacional. Só desperdiçou dinheiro com a dupla

Do R7 24/10/2020 – 10h55 (Atualizado em 24/10/2020 – 12h08)

Guerra e Borja. Ilusão que comprometeu muito dinheiro. Por pura precipitação
Guerra e Borja. Ilusão que comprometeu muito dinheiro. Por pura precipitação

Cuca deixou o Palmeiras, em novembro de 2016.

Antes de decidir sair, para resolver um grave problema de saúde na família, ele havia indicado reforços para 2017. A temporada que o clube ‘tinha de vencer a Libertadores’.

Entre os indicados estavam Guerra e Borja, campeões da Libertadores pelo Atlético Nacional.

De maneira simples, chegou ao então executivo Alexandre Mattos. O meia seria o ‘arco’ e o atacante, a ‘flecha’. Um articularia as jogadas ofensivas para o outro marcar os gols.

Na época, final de 2016, o Palmeiras lançava os jogadores que a Crefisa oferecia como doação.

Mas como o acordo com a empresa era devolver o dinheiro gasto e o clube ficar com o lucro, em futura venda, a Receita Federal em feveiro de 2018, passou a considerar as transações como empréstimos.

Com a obrigação de o Palmeiras devolver cada centavo, mesmo se o clube não vendesse o atleta, como era combinado com a Crefisa.

E ainda multou a patrocinadora.

A denúncia foi feita por conselheiros da oposição do próprio clube à Receita Federal.

Por isso acabou a festa das inúmeras contratações milionárias.

Mas sem Cuca e com o novato Eduardo Baptista acertado para comandar o clube em 2017, Mattos fechou as contratações caríssimas de Borja, por 13,5 milhões de dólares, atuais R$ 75,6 milhões.

Virou o jogador mais caro da história palmeirense.

E de Guerra, por 3,7 milhões de dólares, atuais R$ 20,7 milhões, que a Crefisa pagou, mas depois o clube teve de devolver o dinheiro à empresa.

Batista não teve nem o direito de dizer sim ou não.

Comprar o jogador colombiano e o venezuelano parecia grandes acertos.

Mas bastaria uma pesquisa a fundo para entender o erro.

Borja sempre foi um jogador instável e com várias fases ruins. Se tornou fundamental ao Atlético Nacional na reta final da Libertadore de 2016.

Porque o treinador Reinaldo Rueda acreditou que sua explosão muscular e presença de área seriam fundamentais contra a lenta zaga são paulina, na semifinal da Libertadores. E ele brilhou, diante de uma encantada diretoria palmeirense.

Seus salários são de 85 mil dólares, atuais R$ 476 mil a cada 30 dias.

Guerra foi o primeiro venezuelano campeão da Libertadores. E foi escolhido como o melhor jogador do torneio em 2016. Não haveria erro em contratá-lo, acreditou o executivo Alexandre Mattos.

Borja,problemático, instável. Contratação mais cara da história. Feita por impulso
Borja,problemático, instável. Contratação mais cara da história. Feita por impulso

Mas bastaria ter pesquisado a participação do meia no Atlético Nacional para entender que não seria tão simples.

Rueda privilegiava sua técnica. Montava um meio-campo competitivo, de dura marcação, com participação dos atacantes. E Guerra tinha privilégios táticos, não precisava fazer parte dessa correria alucinante.

Ele se resguardava para quando a bola chegasse nos seus pés, para estar ‘inteiro’ na hora de articular os ataques. Flutuando na intermediária adversária, livre para improvisar: tabelar, lançar, invadir a área com a bola dominada.

Os treinadores palmeirenses se assustaram com a dupla.

Com os poucos recursos técnicos de Borja.

Além de sua personalidade fechada, arredia.

Jogador de difícil trato.

E por Guerra exigir um esquema tático só seu.

Não por mal, mas por não render com participação efetiva, marcando o adversário, buscando a bola no campo do Palmeiras. Ele teria de ser privilegiado para render. E nenhum treinador quis repetir o que Rueda fazia no Atlético Nacional.

Borja marcou 38 gols em 112 jogos pelo Palmeiras. Fo emprestado esse ano para o seu ‘time do coração’. De graça.

O clube colombiano teria a obrigação de comprá-lo por 5 milhões de euros, cerca de R$ 33 milhões, se ele marcasse 23 gols na temporada ou entrasse em 73% dos jogos. Não está nem perto de acontecer nenhuma coisa nem outra.

Guerra ‘presente’ da Crefisa. Que o Palmeiras teve de pagar. E hoje treina sozinho
Guerra ‘presente’ da Crefisa. Que o Palmeiras teve de pagar. E hoje treina sozinho
Palmeiras
Ele marcou apenas oito gols e não se firmou como titular.

“A tendência é devolver o jogador”, insiste o gerente do Junior Barranquilla, Héctor Fabio Báez.

Ou seja, caso Borja volte em janeiro de 2021, o Palmeiras ainda terá dois anos de contrato com o atacande de 27 anos.

A situação de Guerra segue cruel.

Ele foi firme. Cansou de dizer como renderia aos técnico palmeirenses. Nunca pôde jogar como gostaria.

Acabou emprestado em 2019 ao Bahia.

Antes do empréstimo, o Palmeiras renovou seu contrato, com redução de 40% nos salários. Porque sonhava em conseguir algum dinheiro com o jogador se valorizando no time nordestino.

Só que ele teve uma contusão séria nos ligamentos do pé esquerdo. Foi operado em maio. Ficou três meses sem jogar. Acabou devolvido ao Palmeiras. Em 2020 não surgiu nenhum clube interessado em levá-lo pagando o salário de R$ 250 mil. Botafogo e Santos sondaram o jogador e só o contratariam se os dirigentes palmeirenses pagassem metade dos salários. Como se recusaram, o meia-atacante não saiu.

E se recusou a rescindir seu contrato.

Irritado, Galiotte mandou que treinasse sozinho, isolado do elenco, como forma de pressioná-lo a aceitar a rescisão.

Errou feio.

O venezuelano tem treinado sozinho e recebido seus R$ 250 mil mensalmente.

Será assim até o fim de dezembro, quando acaba seu vínculo.

A dupla colombiana custou R$ 96,3 milhões ao Palmeiras, só em direitos pagos ao Atlético Nacional.

E ainda comprometeu mais de R$ 25 milhões só em salários e luvas aos dois.

São, pelo menos, incríveis R$ 120 milhões.

O Atlético Mineiro gastou cerca de R$ 150 milhões para montar seu fortíssimo time de 2020.

O clube paulista agiu com precipitação.

Falta de avaliação profunda.

Impulso.

Deu péssimo exemplo de administração.

Por erros assim, que o Palmeiras se viu obrigado a um desmanche em 2020.

Mesmo se não houvesse a pandemia, o clube já negociaria vários jogadores.

Gastou demais com os devaneios de Alexandre Mattos na fracassada busca pela Libertadores.

Mais de 50 jogadores.

Entre eles, Borja e Guerra.

Acompanhados de Mina, a dupla também se decepcionou com o clube. Erro ter vindo.

Por esse desperdício não contratou Jorge Sampaoli.

Perdeu tempo com o ultrapassado Luxemburgo.

Não tem um treinador às vésperas dos jogos eliminatório da Libertadores.

E Galiotte vive seu pior momento com presidente…”

– Destaque para a parte em que agenda que a oposição, dentro do Palmeiras, quem denunciou para a Receita Federal, como eram feitas as doações de jogadores da Crefisa para o Palmeiras. O que criou, desnecessariamente, uma dívida enorme com a patrocinadora. O maior câncer do Palmeiras, são os tais conselheiros, a politicagem e os presidentes.

kkkkkkkk, ai trouxe L.L, Ramires, Rony, C.Eduardo, etc….achamos os culpados Borja e Guerra, além da oposição que queria o Palmeiras honesto, aff, que mico os puxasacos pagam. Palmeiras nunca foi um time internacionalmente grande por não ser o queridinho na mídia e não se envolver com as maracutais das federações. Alguém acredita mesmo que no futebol o melhor ganha?
s

Nada contra ser honesto, pelo contrário, sonegação é crime. O problema é que ameaçar jogadores e suas famílias e depredar ônibus atirando pedras que podem ferir seriamente alguém são crimes, mas não soube de qualquer B.O. que tivesse sido lavrado contra esses bandidos. Ou seja, quando não interessa ninguém denuncia o que está errado.

Se no futebol nunca ganha o melhor mas sempre o mais influente e quem tem mais poder nos bastidores, não deveríamos estar preocupados em quem será o treinador ou que reforços poderão chegar, e sim esperar que o Palmeiras contrate mais diretores e advogados especializados em maracutaias.

Olha o nível de conselheiros que o Palmeiras tem, os caras em vez de ajudar, afunda mais o clube.
Pra mim o time de 2017 foi o melhor montado, faltou tecnico .Quem pediu borra foi a galerinha via Twitter, o Matos não iria contrata lo pelo alto valor, a mesma galera que tá pedindo #Heinze.
Valeu !Primeira Campeão Mundial, precisamos de assunto deste nível para bem do Palmeiras, não de cobaias Ot@rios defendendo a vachina do João Peregrino ditadoria.

Yoda, sonegar é belo e moral. Um elemento externo (estado), exigir sua participação, sem ter feito nada na negociação, e arrancar pela força essa fatia, isso é crime.

Mas vou concordar que, se um não pagar, todos devem não pagar, enquanto a milícia chamada estado nos tiver como reféns, então todos tem, em teoria, de pagar (equidade das regras). Mas não era esse o ponto que eu quis abordar (a moralidade do imposto), e sim como a oposição joga contra. Você acha que deduraram, por serem almas boas e honestas, ou pq querem derrubar a situação de qualquer jeito? (E aqui, não estou dizendo se prefiro situação ou oposição, e sim o veneno que corre entre conselheiros e diretores do Palmeiras).

Corrigindo, eu terminei relendo seu post e vc chegou a mesma conclusão, que dedurar, sendo certo ou não errado, só foi feito pra atrapalhar a situação, assim como você bem citou, que deixam de denunciar quando convém.

Independente se foi honesto ou não, a oposição dedurar (embora pra mim, imposto é roubo): dedurou por honestidade, ou pra prejudicar a situação? E quanto aos péssimos Borja, Guerra: eles foram a cereja mais cara do bolo,entre os também péssimos Felipe Pires,Carlos Eduardo, Rony, Lucas Lima, etc… Percebe que a questão não é os dois (mais caros) da matéria, contra os que você citou, e todos eles? Palmeiras mesmo com dinheiro, não virou exemplo administrativo, virou “novo rico”, que sai gastando sempensar direito.

Já falei e vou repetir, Palmeiras deve 270 mi p Crefisa, quando mandar jogadores comprado por ela, pela lei tem que pagar a Crefisa. Estamos na merda, refém de um grupo de agiotas, essa é minha opinião. Acha mesmo que tem gente investindo por amor? Acorda torcida, foi Paulo Nobre sim que investiu, mas foi um merda como gestor, deixou na mão de pilantras. Paulo Nobre ama a SEP, mas não entende nada de futebol. Voltando a realidade se perder amanhã es4amos flertando com a série B, próximo é o time do Sampaoli.

O Palmeiras já foi vanguarda em muitas coisas no futebol brasileiro.
Eu tentaria resgatar isso.
Daria total apoio pro Andrey Lopes, o Cebola.
Nada de treinador estrangeiro por enquanto.
Mandar os encostados embora deveria ser uma atitude para ontem.
Contratar 3 ou 4 titulares nota 8 para hoje!
Dar essa oportunidade ao Cebola e chegar junto do elenco.
Cobrar empenho e dedicação.
Dá para chegar na libertadores e na Copa do Brasil.
O problema do Palmeiras não é treinador e sim gestão.
Não temos presidente.

Eu não sei de onde surgiu e porque grande parte da torcida está obcecada pelo Heinze. Baseada em qual critério? Qual é o currículo dele? Pelo que me informei, o Heinze ainda não provou que é um grande técnico. Pode até vir a ser justamente com o Palmeiras, seria ótimo, mas a verdade é que ele hoje é uma incógnita. Mas o tratam como um salvador da pátria genial. Não estou entendendo. Tomara que seja mesmo.

Concordo com vc Zanon. O Desespero tá tão grande que o pessoal tá perdendo a noção das coisas. O Palmeiras chegou num nível tão baixo de administração q a torcida enxerga no Heinze uma espécie de Salvador por causa de sua fama de ser enérgico. O Galiotte é tão incompetente e se cerca de gente incompetente tbm que a torcida só quer um cara que chegue e imponha respeito, nem estão mais olhando o lado futebolístico da coisa . Esse Heinze começou ontem como técnico, não ganhou absolutamente nada, não mostrou nada ainda, até o Rogério Ceni tem mais bagagem do que ele. Mas eu tbm entendo o lado do torcedor que pede sua contratação. Realmente o Palmeiras está perdidinho nas mãos desse diretoria amadora.

Também não entendo. Qual a diferença entre Heinze e Cebola? Palmeirense parece que tem formigueiro no r.a.bo, não consegue esperar um pouco, e já vai endeusando qualquer desconhecido que aparece. Se fosse o Gallardo, entenderia.

A diferença é que Heinze é marca de katchup e Cebola vai bem no molho de tomate.

Bom, eu também não entendo. Por exemplo, quando eu vi notícias de que o Palmeiras estava atrás do Borja, oferecendo um caminhão de dinheiro, meu primeiro pensamento foi: “por causa de 3 gols feitos, contra o São Paulo na semi da liberta? Esse é o critério? E o histórico desse cara? Que nunca ninguém tinha ouvido falar!”. E mesmo assim, eu vi torcedor empolgado, comemoração em rede social, pagadores de mico profissionais, indo buscar o cara no aeroporto!

Meu ponto é, nós, a torcida, também erramos feio. Mas a questão é, que não somos nós que estamos com a caneta na mão, pra assinar contrato. A gente tem todo direito de errar feio, muito feio! Mas a diretoria não: eles tem de analisar, e analisar de novo, e pensar, pensar, pensar, analisar mais um pouco, e tentar, sem fazer loucuras.

O Alecdonalds avisara na época que o Borja era atacante da moda, era muito arriscado tanto dinheiro na sua contratação.
Sobre Heinze vcs tão coberto de razão treinou o argentino jrs e o velez, só. Foi eliminado pelo um time da 5 divisão na copa da Argentina.
O ideal seria o Miguel Angel.

Heinze não pipoca. Blinda o vestiário. Bate de frente com presidente,Leila, marido da Leila. Já desceu do ônibus do time e foi de táxi porque tinha dirigente no ônibus dos jogadores. É por isso que ele não vem. Ninguém que acabe com a farra da Leila e cia virá.

O negócio é tão desanimador que qdo eu paro pra pensar dá vontade até de chorar kkķk. Mais uma vez um sorteio de libertadores foi pra lá de generoso com a gente . Ahhh se tivéssemos um presidente de verdade. Ahhhhh se tivessem gente competente no clube pra aproveitar esse bom momento financeiro de 2015 pra cá e montasse um elenco realmente à altura das tradições palestrinas . A libertadores de 2017 que o Grêmio venceu era pra gente vencer com o pé nas costas. A de 2018 tbm dava pra ganhar e agora em 2020 mais uma bela oportunidade , não tão fácil assim por ter Flamengo, River e a tradição absurda do Boca. Mas no mínimo já daria pra nos vermos nas semifinais. Infelizmente eu não consigo crer nem na classificação diante do fraquíssimo Delfin. Não se trata só de pessimismo , se trata de constatar a realidade. Nosso time perdeu em casa e bem perdido diga-se de passagem pro Coritiba …empatou com o Goiás todo destroçado pelo Covid. O que me levaria a acreditar q não podemos empatar em 0x0 fora e 1×1 dentro do Allianz e peder a vaga por gol fora de casa pro tal de Delfin ou nas quartas pro Jorge Wilsterman ou libertad? Eu gostaria de ser otimista e acreditar q vai chegar um treinador q vai arrumar a casa e qdo pegarmos o River na Semi já seremos outro time , mas não consigo. Só consigo ver a preguiça desse bando de come-e-dorme que hoje compõem o elenco Alviverde.

Enquanto houver esse sistema de clube social/vitalícios/uma centena de “conselheiros” (leia-se: um monte de conchaveiros, pensando em si e no seu próprio ego), esquece. Pode entrar dinheiro de todo lado, termos exposição na tv a vontade, etc, o clube continuará sendo sabotado por dentro, ainda que não de forma proposital. Sistema problemático = improbabilidade de funcionamento otimizado. As vezes o raio vai cair no nosso quintal, vamos ganhar um título aqui e acolá, por osmose. Mas nunca será porque o sistema é funcional.

Uma das semifinais já está definida: Palmeiras x River Plate. Já o outro lado do chaveamento é difícil fazer uma previsão.

A obrigação das duas equipes é mesmo chegarem às semifinais, até com um poste de técnico (algo de que o River está bem distante, por sinal). Ocorre que, na prática, sempre que alguém “define” uma partida de mata-mata com tamanha antecedência a chance dela efetivamente acontecer é quase zero. Ano passado muita gente dizia que “a semifinal entre Palmeiras e Flamengo vai parar o país”, e em 2018 a nossa final contra o River já era favas contadas. E nem assim aprendemos..

O Delfín é fraco, mas tanto Libertad quanto Wilstermann têm equipes organizadas que vão complicar muito em casa. Não são piores que Coritiba e Botafogo, contra quem tivemos atuações pífias, então se não arrumarem e bem a casa até as quartas de final não tem essa de “semifinal definida”.

Só vi agora! O chaveamento favorece demais o Palmeiras! Mas, como somos um time muito “sortudo”, a tabela quase perfeita, se desenha em um momento que conseguimos perder até pro Coritiba! Prova que o trabalho mal feito, faz perder oportunidades de ouro! Não que eu ache que já estamos eliminados, mas no exato momento atual, não dá pra acreditar em título.

Já estou imaginando o confronto pelas semifinais Cebola x Migué.
Migué que tremeu as pernas de medo de vir para o Palmeiras.
Dá-lhe Cebola!
Sou mais você cara!

E se passar vai parar no River. Time, elenco e principalmente treinador muito melhor. Ganha quando é importante ganhar.

Dá para chegar na final!
Situação semelhante à essa só daqui a mil anos.
Só depende deles agora.

Até fevereiro talvez haja público, então o nosso pior adversário em uma final seria o Flamengo, que jogaria em casa no Maracanã. Temos que torcer para qualquer outro adversário chegar à final, melhor que seja um estrangeiro, porque aí nós é que jogaríamos “em casa”.

Se não fosse a pandemia, imagina uma invasão histórica no Maracanã pra jogar a final contra um time estrangeiro.
Tudo bem utópico…

Estou imaginando isso desde que ficou definido que essa Libertadores teria final no Maracanã.

Temos que torcer para nosso time jogar bola. Pra jogar a final, primeiro é preciso chegar.

Aff, ainda bem que o Ronaldo percebeu que vamos continuar nessa Libertadores com Rony, Lucas Lima, Zé Rafael, Bigode e Scarpa. Do jeito que a turma se entusiasmou já colocando o Palmeiras na final do Maracanã cheguei a pensar que Evair, Alex, Paulo Nunes, Sampaio e Arce iriam jogar…

Vamos com calma, gente, como foi bem observado precisamos primeiro de tudo jogar bola. O péssimo time dos Gambás está só um ponto atrás no BR e o próximo jogo é contra um “adversário direto” de meio da tabela, vamos arrumar um treinador de verdade (não Neys Francos da Europa), ajeitar a casa e melhorar uma coisa de cada vez.

É só acerta um treinador competente que o Palmeiras já está na semi, se passa pelo delfin ,nas quartas enfrenta o libertad ou jorge wiltersman.
Tá fácil.

Cravei bem antes do sorteio no outro post! Bom sinal !
Porco Nervoso:
23/10/2020 às 11:43
Torcendo aqui pra pegar o Delfin nas oitavas… kkk
Vamos ter fé !!!

Seria engraçado se não fosse verdade, pelo menos neste momento. Como as semis serão acho eu em janeiro, quem sabe…

San Gennaro é pelo Palmeiras. Só falta o Palmeiras ser pelo Palmeiras. Adversário mais fraco de todos e o melhor lado da chave. Só falta jogar bola.

Os comentários estão desativados.