Categorias
Brasileiro 2020 Jogos

Brasileiro 2020 Palmeiras 3×0 Athletico

O Palmeiras venceu sobrando o CAP pela R23 do Brasileiro. 3×0. Gols de Pdp e Rony 2x.

O time jogou intensamente. Abel Ferreira está acertando a mão e o time está evoluindo. Todos jogaram bem. Destaques para Patrick de Paula e Lucas Lima.

Estamos evoluindo. Bons sinais,,,,

Saudações ALviverdes!

91 respostas em “Brasileiro 2020 Palmeiras 3×0 Athletico”

Concordo plenamente com o Reynaldo. O Pedro seria uma das maiores contratações para o verdão. Ainda mais se o Dudu voltar. A Tia Leila não quer ser presidente? Traz o Pedro.

Junto com a eliminacao, as noticias afirmam que o Flamengo tera dificuldades financeiras e, devido a isso,podera nao conseguir contratar o Pedro. O Palmeiras poderia fazer um esforco e contratar o Pedro. Ele e um excelente centroavante.

Eu pensei justamente nisso quando vi a notícia. Não sei o valor envolvido, tampouco os salários do Pedro ou mesmo se ele toparia vir, mas ao invés de se torrar uma fortuna com outro ex-jogador que há anos está em “atividade” na China como é o caso do Hulk, que volta e meia é especulado para jogar no Palmeiras, por que não investir de maneira certeira dessa vez? Mesmo que seja por uma ou duas temporadas, pois pela idade ele provavelmente retornaria ao primeiro escalão europeu caso fizesse um ótimo trabalho por aqui.

Vai da crença de cada um, mas parece que o trágico desencarne coletivo no Ninho do Urubu vai aos poucos cobrando seus juros morais a quem fez pouco caso sobre o assunto…

A Fiorentina pede 10 milhoes de euros (cerca de 63 milhoes de reais), que o Flamengo queria pagar em varias parcelas que, com a eliminacao, praticamente inviabilizou a contratacao. O Palmeiras poderia propor 7 milhoes de euros (cerca de 44 milhoes de reais) a vista ou 2 parcelas anuais de 4 milhoes de euros (cerca de 25 milhoes de reais). O Pedro vale o investimento. Traria muitos frutos em campo e ainda venderia com gordo lucro no futuro.

Falar é fácil, eu sei!
Escrever também. Papel aceita tudo.
Nesse momento eu tomaria a decisão de colocar em campo o que o Palmeiras tem de melhor.
É hora de conquistar a libertadores e a copa do Brasil.
E no campeonato brasileiro jogaria com um time competitivo para buscar até a 6ª colocação.
Copa do Brasil e taça libertadores dá para buscar, só depende da gente.
Brasileiro não dá.
Não depende só de nossas forças.

Não achei sua ideia absurda. Também acho que as copas estão mais ao alcance. Não ligaria de ver o mesmo time que ganhou do Athletico-PR, terminando de competir o resto do Brasileirão. Não acho tão perdido assim, mas é fato que, enquanto ainda estamos vivos em todos os campeonatos, os principais concorrentes no Brasileiro só tem esse campeonato pra se focar, e isso, em teoria, dá uma vantagem a eles. Não ligaria de ganhar uma libertadores não kk. Mas uma CdB já estaria de bom tamanho, considerando a perspectiva que tínhamos pro ano algum tempo atrás…

Não acho o Brasileiro caso perdido, pelo contrário. Na mesma medida em que se tornam mais favoritos por estarem apenas nessa competição, Flamengo e Atlético Mineiro também sentirão a pressão pela cobrança, e isso na maioria das vezes é ruim. E se não fosse o péssimo trabalho do ultrapassado, seríamos líderes do BR com folga e agora o campeonato poderia ser perfeitamente administrável, mas paciência. A dúvida é se vale a pena “triplicar” os esforços, como eu já escrevi aqui BR com chance de título vai ter todo ano, enfrentar as outras competições com essa configuração favorável será difícil.

De qualquer maneira, creio que precisamos que manter o foco multiplicado pelo menos até a virada do ano. Vai que seja eliminado prematuramente nos mata-matas e só reste o Brasileiro…

Depois do cisne, mais um deixou o verdão. Antonio Carlos. Como diria Roberto Carlos. São muitas emoções. Vamos Portuga.

Supondo que consigamos chegar a final, provavelmente teremos River na Semi e na final, coloco minha fichas em Boca ou Grêmio.

Temos que secar o Boca, nossa eterna pedra no sapato.
Os outros times dá pra ganhar.

Racing e Boca Juniors e classico nacional argentino, entao tudo pode acontecer.

O problema é que esse time do Racing é muito ruim.
O cheirinho perdeu pra ele mesmo.

Mas o famoso ditado “classico e classico” vale em qualquer parte do mundo. Contra o Boca Juniors, pela rivalidade, o Racing pode se superar e nao sera surpresa se passar de fase.

Eu não acho o time do Racing ruim. Dos estrangeiros, é no mínimo a terceira força. Tá bem nivelado com Palmeiras.

Não sei… Os caras com 1 jogador a mais ontem boa parte do 2º tempo não conseguiam tocar a bola e nem matar o jogo no contra ataque. Fizeram uma retranca vergonhosa e ainda assim levaram um gol nos acréscimos.
Palmeiras muito superior ao Racing. Se for pra final com a gente, pode comemorar o bi.

Outro dia vi um comentário de uma jornalista dizendo que time brasileiro se borra antecipadamente por duas coisas na Libertadores: altitude e Boca Juniors. Já superamos a primeira quando vencemos o Bolívar, isso ainda na “Era do Ultrapassado”, dá pra ganhar do Boca, tem que querer e acreditar. Não vai ser fácil, ainda mais agora que eles perderam seu maior ídolo e terão um “doping sentimental” bastante perigoso. Só que antes dessa aventura teremos que eliminar formalmente os golfinhos (tá mais pra baleias, mas é tudo mamífero…), depois passar por Libertad ou George Foreman e então enfrentar, muito provavelmente, um dos melhores times e treinador da América.

Se há algo de ruim nessa história é que agora o cheirinho terá apenas o BR pra se preocupar. Como comentei há pouco, a essa altura o trabalho do Ceni por lá já tem o carimbo de “ruim”, pois eles não vencerão a Libertadores, mas isso não significa que ele não possa acertar o time com o ótimo elenco que tem. Tomara que não dê tempo…

Assistindo Santos x LDU e River x Athletico. Meu comentário é sobre o Athletico. The duas chances muito boas de marcar, mas como todo time brasileiro, eles tem vários caneleiros, provavelmente com bons salários, mais provavelmente ainda, que sejam negociatas entre empresários e comandantes do clube. Enfim, tiveram pelo menos duas primas chances, mas os caneleiros, que mal sabem bater na bola, desperdiçaram feio as jogadas. O clube paga, perdendo a chance de eliminar um dos gigantes da América do Sul, pelas negociatas. O Palmeiras, infelizmente, cresceu de patamar financeiro, mas continua infestado dessas contratações nebulosas. Muitas feitas pelo Sr. Mattos. Mas obviamente, não só dele.

Sardinhas e River sofreram até o final para se classificarem.
Libertadores dá pro Verdão ganhar sim.

Cada jogo é uma história diferente, não dá pra fazer prognóstico com base num desempenho isolado. A Alemanha penou pra eliminar a Argélia na prorrogação nas oitavas da Copa 2014, na semifinal foi aquilo. Se entrar contra esses times com 99% de atenção o risco de perder é enorme.

É fato que time brasileiro não tem controle emocional em jogos internacionais. Nadica de nada, e os gringos sabem disso. Os argentinos em especial, e na maioria dos casos, perdendo o jogo ou com uma menos em campo não mudam sua postura nem alteram seu planejamento. Se terminam desclassificados, ainda tentam (e muitas vezes conseguem) tirar um jogador do time que venceu e continua na competição, de graça. É um dos principais motivos pelos quais tanto jogador brazuca bate e volta da Europa.

É só o Palmeiras ameaçar atingir o topo da tabela que o STJD entra em ação.
Gustavo Gomez pegou 2 jogos de suspensão (1 já cumprido) e desfalca o Palmeiras contra o Santos, caso o departamento jurídico não entre com pedido de efeito suspensivo.

Na minha opinião também temos que esperar um pouco.O portuga está se saindo muito bem. Mas muito desse bom trabalho deve ser direcionado ao cebola que conseguiu “acordar” muitos jogadores. Agora é inadmissível não termos um camisa 9. Os bambis deram uma puta sorte com esse Luciano. E o nosso planejamento??? Galinhote e Barrozzzzzzzzzzzzzzzzz…..
Dá-lhes portuga.

Não caio nessa de ficar sonhando com títulos facilmente.

O time melhorou da água para o vinho sim, mas daí já ficar afirmando que ganhará títulos, é outra coisa.
É nas fases decisivas que o talento individual, aliado com um time engrenado faz a diferença.

Estou cansado da síndrome de coitus interruptos di Palmeiras.
Quando se empolga, vem sempre uma ducha de água fria.

Torço sempre, jogo por jogo.

By the way:
Entregamos 11 pontos para os 3 últimos colocados na tabela.

Falando em ducha de água fria, amanhã Gustavo Gomez será julgado no STJD por conta da expulsão contra o Fortaleza, quando saiu xingando geral.
A imprensa já está fazendo campanha para um gancho pesado.
Aguardemos.

Só queria apontar que, certeza de título, não existe, não importa quão bem o time jogue. Mas eu entendi sua colocação, você quer dizer que embora tenha melhorado muito, ainda falta melhorar mais, pra aumentar mais a confiança em títulos. Eu até concordo, mas a verdade é que todo mundo tá tropeçando nesse ano atípico, então o Palmeiras atual do Abel, não me parece tão distante dos outros na busca por títulos. Acho que as chances são bem reais.

Copa do Brasil e Taça Libertadores de América podemos até buscar.
Só depende da gente.
Agora, o campeonato brasileiro 2020 não será nosso.
Não dependemos apenas de nossas forças. Há de torcer contra quem está à nossa frente.
Os pontos perdidos de forma ridícula estão tirando o 11° troféu do Palmeiras.

O maior problema disso nem é o fato de não ganharmos título, mas da obrigação que se cria por isso. Vejam o caso do Ceni no cheirinho: tendo como referência o JJ, não há como o trabalho dele ser considerado bom se não ganhar o BR e a Libertadores de novo. Não deveria ser assim.

Também vou no “jogo a jogo”, ainda mais levando-se em conta o histórico do Palmeiras. Não adianta pensar em como serão as semifinais contra o River ou a decisão contra bambis ou Grêmio se antes precisamos passar por Libertad/Wilstermann e América, nem dá pra falar em hendeca enquanto times com mais tempo pra treinar e jogadores mais decisivos no elenco estiverem à nossa frente na tabela. Pelas perspectivas que tínhanos há pouco mais de um mês, o momento é de aproveitar o bom futebol.

” O otimista é um tolo, o pessimista um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso” Ariano Suassuna. Eu tô nessa pegada aí kkķkkk.

Até março do ano que vem são enormes as chances de ganharmos mais taças relevantes. Entre a Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro, dificilmente o Palmeiras não ganhará nenhuma delas. Acho que vamos ganhar, pelo menos, as duas Copas, embora a final da Copa do Brasil deva ser adiada para um pouco mais à frente devido ao Mundial. Iremos ganhá-la após trazer a taça do Mundial.

Kkkkk
Overdose mesmo de otimismo, mas de fato, nem nos anos em que fomos campeões brasileiros (2016 e 2018) o futebol apresentado foi tão envolvente como agora!

Quero esperar o jogo contra o Santos.
Se ganhar bem, aí me empolgo.

Como eu já comentei aqui, a possibilidade de ganharmos títuloS (destaque para esse plural) nessa reta final de temporada – que por sua vez será emendada na próxima com um miserável espaço de três dias – dependerá mais de logística e de administração de elenco, englobando nesse contexto desgaste físico, contusões e contaminações, do que propriamente de bom futebol, que depois de tanto tempo parece que finalmente temos.

Não sou a favor de se priorizar competição quando ainda há chance de se vencer todas, mas em algum momento o afunilamento delas poderá nos obrigar a isso. A mais importante sem dúvida é a Libertadores e a mais acessível a CB. Tem gente falando até em tríplice coroa, pra quem temia rebaixamento há uns 40 dias sem dúvida é uma evolução e tanto.

E por mais que o “se” não entre em campo e que o prejuízo da contratação do ultrapassado seja irreversível, não deixa de ser lamentável constatar que, com tantas oscilações entre os candidatos ao título brasileiro, se tivéssemos treinador de verdade desde a primeira rodada o BR poderia ser, agora, o título mais tranquilo e administrável dos últimos tempos. Paciência…

Exato! A lamentar todos os pontos perdidos da maneira que foram desperdiçados. Provavelmente estaríamos com uma certa folga na liderança do campeonato.
Copa do Brasil e Libertadores estão próximos. Vai depender além da logística, outros componentes, como psicológico e emocional e físico porque não.
Vamos torcer! Tomará que nós palmeirenses possamos ter a alegria dessas conquistas num ano tão difícil para o planeta terra.

O time melhorou é fato, pegou algum grande time pela frente, não. O elenco é mal montado por uma diretoria de merd…., o treinador parece entender de futebol, mas para ganhar alguma coisa importante ainda estamos longe. CADÊ O CENTROAVANTE.

Pegue a tabela do Brasileiro, veja quem é o líder, verifique o resultado do nosso confronto contra ele e se possível procure ver o jogo.

Pegue os melhores times do mundo, inclusive seleções, veja quantos atuam com centroavante de verdade e perceba como seus treinadores montam as equipes com o material disponível.

Se o treinador não ganhar algo importante agora o trabalho não pode ser interrompido por conta de diretoria incompetente que corrobora pensamento de torcedor que acha que título é obrigação.

Estamos praticamente no G4, apesar da tabela mostrar a quinta colocação.
Chorolado caindo na tabela.
Se fizermos nossa parte, os bambis são nosso maior adversário no momento.
Tratemos de secá-los!

Placar cravado lá no início.
Semana que vem jogo de 6 pontos contra as sardinhas, muito mais importante que o de hoje.

Impressionante! Kkkkk. Não pude assistir ontem, trabalhei até 22h. E sempre joga muito bem contra o Athlético-PR. Vou ver se consigo ver o VT, hoje.

Quando é para criticar, eu critico.
Quando é para elogiar, eu elogio.
Sou um cara justo.
Mas não mudo de opinião.
Jogo no Allianz Parque é obrigatório vencer.
Meus Parabéns à todos pela boa atuação no jogo de hoje.

Carai, tô ansioso pra assistir esse VT. Todo mundo elogiando a atuação.

Rapaz, o jogo foi muito agradável! Só não digo que me manteve totalmente entretido, porque não tem aspecto tático, que faça nó cego acertar passe, chutar direito, etc… Mas agora pelo menos, parece que existe uma luz no fim do túnel! Se o Abel realmente se provar um bom técnico, será mais o caso de contratar alguns jogadores de verdade, e aí a coisa vai andar!

Não dá pra deixar de agradecer por tudo que o Luxa nos deu, mas meu Deus, essa última passagem foi de chorar. Eu não conseguia mais olhar pra tela, nas partidas: ficava olhando o celular, só levantava os olhos pra assistir, quando acontecia algum lance importante. Agora consigo voltar a assistir o jogo quase inteiro, só olho o celular, quando o jogo paralisa por lesão ou algo assim.

Os ultimos da passagem do Luxa eu não estava nem ligando a tv, ou se fosse as 21:30 parava no intervalo! A vontade de acompanhar realmente voltou agora!

Exceção feita às duas últimas partidas do grupo na Libertadores, cujos adversários eram patéticos e as goleadas bem previsíveis, mas que ainda assim deram algum trabalho em determinados momentos, eu também não consegui ver todos os 90 e poucos minutos de nenhum jogo sob o comando do Luxa neste ano. Agora o efeito é oposto, e a exceção foi sábado passado contra o Goiás, por razões óbvias.

Como o jogo de quarta contra o time do Juca Baleia do Equador virou amistoso, estou ansioso pra ver o primeiro clássico sob o comando do Abel. O Santos é um caso à parte, não tem torcida nem a simpatia da mídia, está financeira e administrativamente falido mas consegue se reinventar, fazer times bons e competitivos se mantendo sempre na parte de cima da tabela no BR. Será um desafio e tanto.

Concordo, Yoda. O Santos – com torcida pequena e diminuindo, atolado em dividas e parcas receitas – era para estar em situacao semelhante a do Botafogo, mas nao, pelo contrario, tem desempenho, inclusive historico, muito superior ao do clube carioca. Curioso.

Isso sempre me incomodou (no Palmeiras). Com mais dinheiro, mídia, estrutura, fazer trabalhos iguais (ou piores), que times que sofrem desmanches (gambá teve 3 desmanches em 3 anos seguidos, e mesmo no terceiro desmanche, continua sendo uma esforço colossal o Palmeiras bater neles), times ultra endividados, clubes sem força, etc…

O Palmeiras é uma Ferrari, mas os pilotos são uns manés cegos, surdos, que não sabem trocar uma marcha (mesmo no automático haha).

Concordo que poderiamos estar ainda melhores, mas no ultimos 5 anos ganhamos 2 Copas do Brasil, 1 Paulista e 2 Brasileiros

E nenhuma libertadores.
Rendimento pífio em razão do alto valor investido no clube até agora.
Está sendo mais perdedor do que vencedor com a crefisa.

Vendo o copo meio cheio, ganhamos três títulos relevantes com futebol convincente somente em determinados momentos dessas campanhas. Vendo o copo meio vazio, dado o volume de investimento e a distância técnica que poderíamos ter aberto em relação aos rivais, pelo menos até o ano passado, o Palmeiras poderia ter conquistado o triplo de títulos relevantes jogando bem e estabelecido uma hegemonia no futebol nacional se junto com o dinheiro tivesse profissionais competentes para administrar toda a estrutura que foi montada.

É importante ressaltar no entanto que título não é obrigação, dispu.tá-lo até onde for possível sim. Quando se tem a melhor estrutura profissional que resulta em futebol competitivo e eficiente em campo com superioridade técnica e estabilidade financeira, os títulos passam a ser consequência natural do trabalho bem feito.

E até março do ano que vem são enormes as chances de ganharmos mais taças relevantes. Entre a Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro, dificilmente o Palmeiras não ganhará nenhuma delas. Acho que vamos ganhar, pelo menos, as duas Copas.

Não dá para aceitar eliminação para o Barcelona do Equador da maneira que foi.
E as eliminações para Grêmio em 2019 (Meu Deus! Como diria Havalone) e Boca em 2018 são inaceitáveis.

Ser eliminado em casa pelo Barcelona genérico graças à covardia do sr. Cuca, que jogou pra perder de pouco em Guayaquil e depois não conseguiu arrumar o time na volta, pode ser considerado vexame. Grêmio e Boca Juniors têm juntos nove títulos de Libertadores, quatro Mundias e um monte de outras taças, não se tratam de Lanús, Colón, Talleres ou Binacional, são equipes copeiras que tradicionalmente jogam melhor fora de casa e que, quando são enfrentados nessas condições, não podem nem devem ser encarados com métodos ultrapassados usados por treinadores idem. Isso pode ser considerado inaceitável, perder pra esses times não.

E é só meu ponto de vista, não peço que concorde com ele.

Judiou legal dos bambis agora…
Faltou o Defensya & Justicia.

A diferenca de futebol do Palmeiras do Luxemburgo para o Palmeiras do Abel e colossal!

O comentarista citou isso a pouco: o trabalho atual evidencia o tanto q o anterior era ruim! Dá-le Professor Abel! Q continue bem assim, pq realmente nosso time mudou da água pro vinho! 🐷🐷🐷🐷

Rony de centroavante não atrapalha o ataque desperdiçando jogadas e segura zagueiros, em casa é a melhor opção.

Abel é um gênio.
Colocou o Ruinny em um lugar que ele não recebe bola…. e o que é melhor, não atrapalha o ataque.

E o “ripórri” insiste em bom momento do Ruinny.
Até agora não fez gol de jogada e deu muita sitte.
Mas não foi foi dele, a bola já estava dentro.

É um outro Scaroa, quem o viu caindo no último jogo do alicate e agora, água e vinho.

Eu tô achando que o Lucas Lima foi infectado e que no organismo dele o corona sofreu algum tipo de mutação que fez com que ele tivesse vontade de jogar bem.

Que diferença faz um técnico de verdade. Não precisa ser gênio pra conseguir aproveitar bem esse elenco. E só mesmo a lei do ex pra fazer o Rony marcar.

Não lembro se foi com o Thom ou o Levi que outro dia conversei aqui sobre os times considerados de alto nível que jogam sem um “nove”. Com as chances que essa equipe cria, se tivéssemos um caneludo tipo Túlio Maravilha lá na área o cara ia cansar de fazer gol. Sei que vou levar paulada, mas não seria o caso de pelo menos experimentar o Borja nesse time?

Não gosto do Borja. Mas um técnico de verdade, aliado ao bom momento do time, me faz imaginar se realmente, parte do fracasso dele no time, não foi também culpa dos péssimos técnicos que contratamos, desde que o Cuca saiu, entre 2016/2017.

Eu apoio, dar uma chance pra ele. Já esse Rony, horroroso, mesmo com um técnico que presta.

O sentido da “chance” que eu pleiteio para o Borja é justamente esse que vc captou. Também não sou fã do seu futebol, perto dele o Alex Mineiro (acho que o último “nove” de bom nível que tivemos) era o van Basten, mas o único que conseguiu aproveitar as melhores características do Borja – que não são muitas – no Palmeiras foi o Roger Machado. Pra determinados jogos acho que ele seria útil, até porque já deu pra perceber que o Luiz Adriano tem problema muscular crônico.

É que agora o maior salário é o dele….

E ganha 30 mil toda vez que entra em campo.

Pois é, mas mesmo ganhando o segundo ou terceiro maior salário ele nunca foi o segundo ou terceiro melhor do time nestes últimos três anos, agora que o time engrenou ele está jogando bem. Ou foi obra de um vírus mutante ou a cobrança agora é outra.

Pois é Yoda, penso o mesmo. O Borja não é horrível, só é limitado. É um finalizador.

Acho que fomos precipitados negociando o Borja e o Deyvinho. Um dos dois podia ter ficado para a reserva, pq nem de longe estão entre os piores atacantes que já tivemos.

Uma coisa que aprendi com a vinda do Abel é que bons jogadores podem jogar mal se tiver um técnico ruim. E jogadores ruins podem jogar muito bem com um bom tecnico. Talvez a gente aprenda a ser mais paciente como torcedor, de uma maneira geral…

A questão do treinador bom que melhora jogador mediano pra baixo vale também para o verdadeiro craque. Com toda a repercussão do falecimento do Maradona nesta semana, estava revendo algumas atuações dele pela Argentina entre 1986 e 1990 e pelo Napoli no final dos anos 1980. Exceto por Careca, Valdano mais um ou outro, ele jogou com muito cara medíocre, mas esses se superavam e quintuplicavam a confiança porque sabiam que quando o barco balançava o Dieguito resolvia.

Com relação ao Deyverson, pela limitação técnica e pela questão disciplinar eu o coloco sim entre os piores atacantes que já jogaram no Palmeiras. Pode até ter sido útil em determinado período, mas quando a teatralidade supera a técnica eu dispenso. Trata-se apenas de gosto pessoal, assim como tem quem deteste o William Bigode mesmo ele sendo umas cinquenta vezes melhor eu jamais traria o Deyvinho de volta.

Caraca, pensamos a mesma coisa, quase ao mesmo tempo. Vamos ver quem vai levar paulada primeiro kkkkkk…

O Guerra é a versão venezuelana do Pedrinho, não no futebol (que ele até sabe jogar) mas na fragilidade. Ele parece o antagonista daquele filme ‘Corpo Fechado”, se cair, quebra. Se só tivesse uma chance pra dar entre Guerra e Ramires (antes da rescisão), concederia ao primeiro o benefício da dúvida, mas pelo que soube ele não joga mais no Palmeiras.

4 constatações: o Pofexô tava fazendo hora extra, o Portuga é bom, time derruba técnico e esse elenco é filadaputa kkkkkkkkkk

Esse gol não foi do Rony não hein! Ele cabeceia quando a bola já passou a linha! Mas tá valendo, desde que ele fique mais calmo, menos ansioso…

Golaço do Patrik hein? Ouvi que na base ele jogou de meia. Achava que ele só tinha passagem como volante. Um comentário sobre o gramado: tá feia a aparência, qual a dificuldade de arrumar isso? E que eu saiba, a grana sintética não faz a bola rolar mais? Parece que ela não tá rolando muito, teve duas, três bolas que normalmente sairiam pela linha de fundo, e hoje, ela começou a parar de rolar antes que o normal.

Golaço. Q passe de prima do Lucas Lima. Q linda finalização do Pogpaula rsrs…nunca critiquei..

3 pontos mega importantes pra continuar brigando pelo hendeca.
Escalação bem melhor.
3×0 hoje.

Eu vou torcer por 1×0.
O campeonato também é de usado no número de vitórias, e estamos bem atrás nessexquesito.

Os comentários estão desativados.