Categorias
Jogos Libertadores 2020

Libertadores 2020 Palmeiras 3×0 Libertad: estamos na semi

Decisão. Estamos na semi-final.
O Palmeiras atropelou o Libertad pela segunda partidas das quartas de final da Libertadores. 3×0. Scarpa, Rony e Gabriel Menino.

O Palmeiras controlou o jogo. Mas longe de ter sido fácil. Logo de cara Weverton fez uma grande defesa que poderia ter azedado nosso caldo. Mas o time tinha calma. Bem posicionado, saía com um bom toque de bola e usando bem as laterais, principalmente do lado esquerdo. Veiga e Scarpa se destacavam. E foi Scarpa que pegou um ótimo chute de fora da área e abriu o placar.

O time foi se acalmanda e controlando mais ainda o jogo. O Libertad não conseguia mais ameaçar e o Verdão se firmou em campo. No 2o tempo o time atraiu mais os paraguaios e num contra-ataque Marcos Rocha deixou Rony em condições de marcar o segundo gol.

Depois com a expulsão do jogador do Libertad as coisas ficaram mais fáceis. Menino fechou o placar e Willian e antes Veron quase ampliaram. O Palmeiras dominou, jogou bem e o monstro do jogo foi Scarpa, seguido de Rony e… Weverton (ah, aquela primeira bola). Ah… teve um susto ainda com Marcos Rocha, que ainda salvou com o gol vazio.

Estamos na semi-final. Pode ser contra o River. O mesmo de 1999. Yo no creo en las brujas… pero… .

Saudações Alviverdes!

173 respostas em “Libertadores 2020 Palmeiras 3×0 Libertad: estamos na semi”

Hoje é dia. Que San Genaro os ilumine novamente. Que o Portuga “breque” o salto alto (coisa de bambi) de nossos jogadores. Que eles não entrem na onda da imprensa marrom. Do outro lado tem um excelente time e um excelente técnico. Dá-lhes Portuga. Que falta vai fazer o Patrick e o Wesley.

Parece mentira, mas tem torcedor gambá reclamando da alteração da data do Derby, ou seja, eles querem que o Palmeiras jogue contra o River na Argentina no dia 05/01 e no dia seguinte jogue contra eles no Allianz.
Cada uma…

Sem desmerecer tanto o Santos quanto o River Plate, suas respectivas goleadas se deram por lances amplamente favoráveis logo no começo das partidas. Fazer um gol “dado” aos 11 segundos e, antes dos 15 minutos do primeiro tempo, ver um jogador adversário sentir contusão e abrir uma avenida para seu jogador cruzar a bola para o segundo gol, não acontece todo jogo. Esses dois lances definiram a classificação do Santos. O River Plate ficou com um jogador a mais aos 18 minutos do primeiro tempo. O que também definiu a classificação. Dois bons times, mas os resultados – principalmente os placares – são ilusórios.

Não temos motivo algum para desqualificar as classificações dos rivais quando no nosso caminho tivemos Bolívar, Tigre, Delfín e Libertad, que apesar de organizado que tem como destaque um atacante de 37 anos. O Palmeiras não perdeu no Paraguai por detalhes, e se não fosse a má pontaria dos atacantes deles e a eficiência do Wéverton e do tão criticado Marcos Rocha em lances capitais a história poderia ter sido muito diferente.

Tendemos a ver os erros alheios com a lente do telescópio Hubble e os nossos próprios com os óculos estilo Rui Barbosa rachados. Depois quando as coisas não saem de acordo com as expectativas infladas, sobra para Globo, VAR, Conmebol, arbitragem e teorias conspiratórias. Cada jogo tem uma história, que não necessariamente vale para o jogo seguinte.

Eu discordo, e vi todos os jogos dessa fase de mata-matas e vi também os jogos dos três no campeonato argentino. Porém, acho que o Palmeiras tem condições de vencer qualquer um dos que restaram na Libertadores. Só penso que o River é favorito no confronto e o Palmeiras terá que jogar muito mais do que tem jogado, se pensa em ir à final.

SE ganharmos essas duas partidas a menos que o Bambi, vamos a 47 pontos, contra 53 delas. Ganhando o choque rei, iríamos para 53 contra 50.

O Brasileiro não está perdido, a questão é, não dá pra confiar tanto no time assim. Os 3 títulos estão alcançáveis, mas definitivamente não dá pra dividir as atenções. Eu focaria primeiro na liberta, depois CdB, e mandaria só time B no Brasileiro.

Na boa, para o BR estou assumindo momentaneamente a postura do Grêmio nestes últimos anos, mirando o quarto lugar e aplaudindo de pé o que vier além disso. É a única competição na qual o trabalho horroroso do Luxemburgo apresentou consequências irreversíveis, por isso acredito que não vencê-la seria o preço justo a ser pago por essa diretoria incompetente, que aliás só acertou na vinda do Abel porque mirou longe dela.

De qualquer forma, vou torcer até a Matemática nos tirar o título brasileiro definitivamente.

Obrigação chegar na semi da Liber. OK, chegar na final da Copa do Brasil. ? Ficar entre os seis no Brasileirão.? O resto é lucro. Time sem um zagueiro, um lateral esquerdo e um centroavante de respeito.

Na minha opinião nem Marcos Rocha, Myke e nem o Luan pode jogar contra esses caras. Tomara que o Emerson Santos continue jogando como vem fazendo (que ponto chegamos). Que falta faz um Kanneman, um Vitor Cuesta ou um Mina (igual a esse só daqui a 500 anos). Outra coisa, está na hora do portuga dar o mesmo remédio que deu ao Patrick, ao Gabriel Veron, que é ficar no banco. Precisa abaixar um pouco a bola. Que falta faz o Wesley. Vamos gajo, mostre porque você veio. Outra coisa, que falta faz um 9. Quem sabe ele não ressuscita o Borja (que desespero). Esse River vai dar trabalho. Temos que jogar fechados contra eles.

Ainda acho que levantamos uma taça de copa esse ano, e o brasileiro deveria ser jogado com time reserva. Mas entendo que não ganhar do River não será catastrófico, dá pra se considerar um resultado normal. Time eternamente em construção! Estamos no lucro em 2020, pq ninguém mais acreditava em ver um futebol minimamente organizado, e chegamos onde chegamos! Agora para 21, tem que chegar nomes de peso para serem titulares!

Concordo com você. A goleada do River se deu porque há todo um contexto aí. Não acho que eles jogam tudo isso, claro, temos de tomar todo cuidado e certos jogadores da nossa defesa não inspiram confiança alguma.

Não é que eu ache o River mel na chupeta, mas também não estou perdendo o sono conta eles. Dá pra ganhar, mas tem que entrar com muita garra em campo, e procurando errar menos (e esse é nosso principal problema. O Abel organizou o time, mas ensinar o Ruiny a driblar, o Mayke a cruzar, o Luan a marcar, impossível).

Quando vc precisa do resultado (0:2) e o goleiro é expulso aos 17 minutos do jogo, é claro que a coisa desanda.

Uma coisa é certa, o displicente Marcos Rocha não pode jogar esses jogos.
Os caras que caem pela esquerda chutam muito bem.

Agora chegou o momento de depender do Ruinny, que está em “boa fase”, “fazendo gols”….. nenhum com dribles, pq ele não sabe driblar.
Que me cale.

Será o teste definitivo desse time.
Será o carrasco do River …. ou o meme do Carrascal já está pronto pela tupiniquim press e torcedores adversários.

Concordo com você. A goleada do River se deu porque há todo um contexto aí. Não acho que eles jogam tudo isso, claro, temos de tomar todo cuidado e certos jogadores da nossa defesa não inspiram confiança alguma.

Não é que eu ache o River mel na chupeta, mas também não estou perdendo o sono conta eles. Dá pra ganhar, mas tem que entrar com muita garra em campo, e procurando errar menos (e esse é nosso principal problema. O Abel organizou o time, mas ensinar o Ruiny a driblar, o Mayke a cruzar, o Luan a marcar, impossível).

Podemos ganhar do River sem depender das atuações de Mayke, Luan ou Rony. Se Wéverton, Gómez, Scarpa, Patrick Frozen, Veiga e Gabriel Verón fizerem o que podem, passamos.

Eu já vi Clemer, um dos goleiros mais fracos da história, fechar o gol contra o Barcelona em final de Mundial, e vi o Marcão falhando decisivamente no mesmo contexto. Gabiru fez o que Evair, Alex e os caras bem acima da média do Flamengo do ano passado não fizeram lá do outro lado do mundo.

O futebol exige sempre e cada vez mais preparo, seja técnico, tático ou psicológico, mas não se exclui o “imponderável de almeida”. Caso o Higuaín, que nasceu na França, optasse pela cidadania francesa ou fosse menos amigo do Messi que o Tévez, a Argentina provavelmente teria uma Copa do Mundo e duas Copa América a mais.

Temos que estar preparados para o pior sabendo que o melhor pode acontecer.

Não foi. O River já jogava melhor, antes da expulsão. Quem precusou da expulsão para eliminar alguém fomos nós. Se o Palmeiras for no oba-oba da torcida vai se f.o.d.e.r de novo. E o torcedor fala que é contra a obsessão é o que mais tem a obsessão incorporada. Depois não adianta meter a culpa na Conmebol.

Rsrs, “Carrascal”, engraçado porque meu sobrenome é Carrasco, meu pai é chileno e lá esse nome não é incomum. Mas na escola, na hora da chamada, era um inferno, sempre a classe explodia em risos quando a professora chamava meu nome.

A nossa língua está repleta de curiosidades, inclusive no futebol. O termo “carrasco” foi associado ao encarregado de executar penas capitais por conta de Belchior Nunes Carrasco, famoso verdugo de Lisboa no Século XV, possivelmente na época da Inquisição, que por sua vez vinha de uma família que em sua origem cultivava o plantio do carrasco, uma espécie de carvalho.

No final dos anos 1930 o Vasco tinha em seu elenco um argentino chamado Bernardo Gandulla, que se não era um craque mostrava-se bastante voluntarioso, correndo atrás da bola para recolocá-la em jogo toda vez que ela saía de campo. Essa atitude conquistou a simpatia dos colegas e da torcida, tanto que posteriormente seu sobrenome foi “incorporado” ao encarregado de repor a pelota em campo.

Outro argentino, Carlos Volante, destacou-se nessa mesma época atuando pelo Flamengo jogando à frente da zaga. Sua categoria ajudou o cheirinho a ganhar três títulos cariocas e a popularizar a sua posição em campo, que ficou conhecida como “volante” e é um termo usado até hoje. Após se aposentar e virar técnico, Volante foi o primeiro treinador campeão brasileiro, trabalhando no Bahia em 1959.

Se essas associações a gringos que se destacaram (bem ou mal) por aqui continuassem, talvez já estivéssemos usando os termos “Castrilli” ou “Ubaldo” para definir péssimas arbitragens, se bem que em território brasileiro “péssima arbitragem” não passa de mera redundância…

Será que o River topa trocar o Rony pelo Carrascal, pau a pau?
Enquanto isso, o Nacional vai tomando de 6 em casa (por enquanto).
Serão punidos por promover baile em plena pandemia.

Caixão do Nacional fechado.
Professor Abel deve estar estudando muito o time do River neste momento.
Avanti Palexxxtraa!!!!!

Carne de pescoço esse River. Todos os três argentinos jogam muita bola. O Palmeiras precisa jogar mais. Será uma guerra essa semifinal.

E esse Carrascal de 22 anos de idade já vem com nome sugestivo de piada pronta.
Os caras finalizando dois gols no ângulo sem sofrimento, espetacular!
Temos que marcar muito esses atacantes.

Espero que os palmeirenses que já nos colocam na final estejam assistindo este jogo de hoje, qie vejam o VT do jogo de ontem, que vejam a volta de Boca-Racing. Será duríssimo daqui pra frente. River é um timaço. Os caras jogam bola. Não pode vacilar um minuto.

Por um lado isso é bom, jogam e deixam jogar.
A defesa dá umas pixotadas, temos que explorar isso.

Recentemente o UOL publicou uma matéria após o falecimento do Maradona, que os times argentinos iriam se unir pela libertadores. E a Conmenbol vê com bons olhos uma final entre os argentinos no Maracanã.
É para ficar atento.

Renato, pode até ser, mas os três times (River – Racing – Boca) jogam muita bola. E o River é disparado o melhor deles. Se isso for verdade, o Palmeiras terá que jogar mais que eles e que a arbitragem. Não tem outro jeito.

Só coloca o Palmeiras em final (qualquer uma) antes da hora quem não acompanha futebol, despreza adversários ou acha que somos a vanguarda do futebol mundial.

Não há surpresa alguma nessa vitória e nos 8×2 no placar acumulado, hoje a distância entre River Plate e Nacional é daí pra mais. Só que da mesma forma que não entro na onda do “pelo que vi do time X podem fazer as faixas”, não acredito em derrota antecipada. Cada jogo tem sua história, e costumo usar as partidas da Alemanha contra a Argélia e depois Brasil na Copa de 2014 como referência para embasar essa linha de pensamento.

A final da Libertadores é acessível, porém antes teremos que passar por aquele que é o melhor time das Américas, e não é de hoje. Se o treinador daqui já está estudando os pontos fracos deles, não pensem que o Gallardo também não terá tudo sobre o Palmeiras para nos enfrentar. Vai pra final quem jogar melhor de acordo com as estratégias propostas. Não tem como fugir disso, a Libertadores já terminou para os coadjuvantes. Quem não entender isso pode se decepcionar depois. Só não venham pedindo a cabeça de treinador ou a venda imediata de garoto bom caso não passemos “o rodo nas taças”, ou até se os Bambis ganharem dois campeonatos e nós nenhum (batendo na madeira aqui: toc toc toc). É o clichê dos clichês, mas nem tudo sai como a gente quer o tempo todo.

Pelo que eu assisti, discordo. Encaixando dois bons jogos, temos totais condições de passar pelo River. Racing x Boca Juniors foi ruim de doer, jogo fraco demais. Quem mais me põe medo é o Santos. Numa final, eles aplicam o “Peixe Louco” na gente, vão fazer o Luan, Danilo, Gomes, Mayke, de gato e sapato…

Estou preocupado com o calendário e com os interesses da CBF. Se o Palmeiras avançar às finais da Copa do Brasil e da Libertadores, não haverá datas para terminar o Campeonato Brasileiro. Já escalaram o Pedro Vuaden para apitar o jogo contra o América. Não duvido também que entrem em contato com a Conmebol para nos prejudicar. A diretoria tem que estar ATENTA!

Meus palpites. Finais.
Copa do Brasil: Palmeiras x Grêmio
Libertadores: Palmeiras x Racing
O Palmeiras ganha as duas taças.

Infelizmente parece que os bambis vão levar esse Covidão. Esse Sampaoli também é brincadeira. Será que o Zé Roberto vai repetir o gesto com a Portuguesa? Sei que muitos vão discordar mas eu acho que ele pisou na bola. Se for para fazer alguma palestra que fosse no verdão.

Ele sempre foi torcedor das sardinhas, pra mim não é novidade.
Porém, quando vestiu a camisa do Palmeiras mostrou muito profissionalismo e ajudou muito o Palmeiras a crescer e e virar protagonista.
Como já parou de jogar, sinceramente não me incomoda o fato dele dar uma força pro Santos, que aliás atropelou literalmente o time do Grêmio.

Também não vejo nada demais na atitude do Zé Roberto. Ele foi um dos símbolos do renascimento do Palmeiras como gigante do futebol com aquele discurso que antecedeu a estreia no Paulista de 2015, mas seu vínculo sempre foi (muito) profissional. Talvez se tivesse ocorrido num clube pelo qual ele jamais tivesse atuado, poderia ser questionado. E caso o Santos não tivesse passado, acho que dificilmente saberíamos de tudo isso. Existe muito discurso motivacional que depois de derrotas são sumariamente esquecidos.

Depois dessa derrota do galinho fila eterna para o SPFW, os únicos times que podem tirar o título delas são Flamengo e Palmeiras, nesta ordem.
Se não ganharmos do chorolado, jogo a toalha de vez.

O BR 2020 ficou praticamente restrito a SPFC e Cheirinho. Somente uma virada improvável no panorama geral da competição vai alterar essa realidade. O Sampaoli mais uma vez demonstra que é bom treinador, mas que na hora de tirar um dez se enrosca na última pergunta e entrega a prova toda rabiscada. Independentemente do Palmeiras ganhar ou não mais algum título nesta temporada, no final das contas acho que foi melhor que ele não tivesse vindo.

Ao Palmeiras resta fazer uma campanha digna, de preferência entre os quatro primeiros, atrapalhando os que estão à sua frente e obtendo a melhor colocação possível, até para manter a remada nos mata-matas. E que a lição mais uma vez ensinada seja gravada: via de regra, em campeonato de pontos corridos a diferença se faz contra os piores e não necessariamente contra os melhores.

Olha Yoda, estou contigo mais uma vez. Eu sinceramente agradeço aos céus por não termos trazido o Sampaoli. Não só pela parte técnica (Cuca tem um trabalho melhor que ele teve no Santos e não tá correspondendo com um bom time no Galo), mas também pela personalidade.

O Abel é humilde, competente, fala absurdamente bem e tem uma filosofia de trabalho simples mas que é muito eficiente com o elenco.

Ainda é cedo pra dizer, mas acredito que foi uma escolha muito mais acertada. Se tem uma coisa que eu odeio em técnicos (e nas pessoas em geral) é a arrogância. Ainda mais quando você não justifica essa pompa toda com resultados.

Fiz aquela simulação de torcedor da rgt da Libertdores desde as oitavas.
Na semi deu Palmeiras x River e na final Palmeiras x Racing.
Será?

Salve pessoal!
Agora que estou vendo o resultado do jogo entre Santos e Grêmio.
Será que teremos uma final brasileira no Maracanã?

Não Yoda!
Entrei hoje no hospital e ficarei aqui até o dia 23 no mínimo.

Se o Galo ganhar hoje teremos uma semifinal de CB em clima fúnebre. Ainda assim, se o Grêmio jogar essa bolinha aí a chance de um Choque-Rei na decisão será considerável.

Tudo na vida tem seu ciclo. O Renato foi eliminado duas vezes seguidas na Libertadores com placares agregados de 1-6 e 2-5. Acho que para ele e até para o clube a hora é de mudança.

Acredito que justamente por terrm sido eliminados desss forma, tudo farao pars passar s final da Copa do Brasil. Final: Palmeiras x Gremio, meu palpite

Eu até prefiro o Grêmio exatamente por esse desgaste do Renato, mas duvido que passe. De qualquer forma, vai depender muito do que acontecer na primeira partida. O Grêmio também foi eliminado de forma surpreendente pelo Athletico Paranaense na semifinal da CB ano passado após abrir uma ótima vantagem de 2×0 em casa. Aquela história do time gaúcho atuar melhor fora do que em casa parece ter virado fumaça. Hoje o SPFC está melhor, mas se a equipe começar a tropeçar no BR e perder a liderança o aspecto psicológico pesará toneladas.

Cadê o melhor futebol do Brasil no mundo da imaginação do Renato Gaúcho?
O cara não aprende…

Melhoras pra você Renato. Que Deus te abençoe e restabeleça sua saúde. Estarei torcendo e orando por vc. Até breve!

Meus agradecimentos à todos.
Obrigado pelo carinho recebido e pelas palavras de todos vocês.
Tudo ao seu tempo.
Vai dar tudo certo!

Senhores, estou feliz pela classificação.
E não satisfeito pelo jogo de ontem.
Não gostei.
Nesse momento estou dando entrada no hospital alemão Oswaldo Cruz aqui em São Paulo. Ficarei aqui pelos próximos dez dias.
Para iniciar tratamento imuno biológico em decorrência de uma inflamação crônica e aguda em decorrência da síndrome de Crohn no esôfago e intestino delgado

Que você tenha um breve restabelecimento, Renato. Nada, absolutamente nada, é mais importante para uma pessoa do que sua saúde, mas infelizmente a gente só se lembra disso quando ela fica frágil.

Minha esposa trabalhou por 20 anos no Oswaldo Cruz, é uma referência. Em priscas e fartas eras, tive um convênio que dava acesso a ele e usei seus serviços duas ou três vezes. Por mais que algumas coisas possam ter mudado, tenho certeza de que você está em boas mãos.

Sobre o Palmeiras, Libertadores não é lugar pra dar espetáculo. Vencemos e estamos nas semifinais. Tomara que venha o River, serão dois jogaços.

Santos massacrando o Grêmio…! A diferença entre um time que sabe a importância do jogo, e outro que entra no mundo da Lua… Costumamos ser o time avoado nessas partidas, espero que contra o River, o Palmeiras entre arrasando assim… Não que o Grêmio não possa empatar, mas acho que vai dar Santos mesmo.

Ops, caiu na parte errada, desculpas Renato, não queria atrapalhar esse post. Melhoras e fique firme e forte pra apoiar o Palmeiras na semi!

Que o tratamento seja um sucesso. Lhe desejo pronta recuperação da saúde.

Boa sorte no seu tratamento!
Volte logo para que os debates continuem saindo faísca!

Melhoras, Renato! Jesus e Nossa Senhora estão com você neste tratamento, e tudo correrá bem!

Eu continuo na minha.
Vou jogo a jogo… corneteando um ou outro….e torcendo para a volta do Patrick, que estava realmente muito bem.
E isso foi muito bom para o time.

E com uma ponta de decepção com a contusão do Wesley e tendo que colocar as esperanças no perna de pau do Ruinny.
Mas vale o gol de qualquer um, desde que façamos gols.

Eu só sossego depois que vitime faz…… o 3. Gol.
Kkkkk

O Borja também já foi, isso não melhora em nada o futebol deles, a diferença é ter treinador de verdade. Por isso, e só por isso, sou a favor de uma nova chance para o caneludo colombiano. Se o Abel consegue fazer o Rony ser útil, é capaz de qualquer coisa.

Poxa… Ninguém comentou sobre a bola que o Bigode meteu pro Scarpa no lance do terceiro gol. Que pintura! Tocou de costas pra jogada e nem olhou pra ver se tinha acertado o passe.
Muita categoria, G. Aroni.

Diho desde sempre, ele e bom atacante, e faz muitos gols. Os numeros mostram. Ele demorou para voltar em bom nivel depois da grave contusao. So isso.

Eu vi mas não comentei porque sou da turma que acha que algumas imagens falam por si e destroem qualquer argumento.

Não quero de maneira alguma comparar os jogadores, mas nunca gostei de Paulo Nunes nem de Oséas, um por ser folgado e encrenqueiro e o outro por ser grosso mesmo. Se existe uma taça Libertadores na nossa sala de troféus, muito dela se deve a esses dois, que apesar dos pesares honraram como poucos a camisa verde quando a vestiram. Gosto pessoal a gente não discute, os números precisam ser sempre contextualizados para não distorcerem informações mas fatos são fatos.

O portuga tem que conversar com o elenco para não entrar no oba-oba da imprensa marrom. Marcos Rocha não dá. O Patrick precisa voltar e deslocar o Menino para a lateral direita. Outra coisa o Gabriel Veron precisa acordar para a vida. Agora esse Danilo é brincadeira. Que classe tem esse moleque. Ao lado do Jean Pierre do Grêmio e do Patrick do verdão, tem que ser titulares da seleção. Mas como tem um tal de Tite lá, jamais. Dá-lhes portuga.

Concordo com você, Lito. Eu acho o Marcos Rocha tão fraco, que ainda o Menino não marcando ninguém, é melhor que ele na lateral. Concordo sobre o Danilo, só acho que tem que ficar, pelo menos, uma hora depois de cada treino, aprimorando finalizações. Pode convidar o Willian pra acompanhar. Agora, o Veron é bom, e essa instabilidade é normal da idade.

Assino embaixo. O Wesley deixou uma ótima impressão até se contundir, tem muitas das características positivas do Dudu com potencial para superá-lo, mas é um jogador que também tem muito a evoluir. O Verón é mais completo que ele, dá pra notar pelo jeito como bate na bola e pela colocação. E torcedor é engraçado: quando o atacante adversário chuta em cima do Wéverton ou na coxa do Marcos Rocha o mérito é da nossa defesa, quando o goleiro do outro time pega o nosso atacante é que não presta. O gol mede 7,30 m
pros dois lados, e a envergadura dos goleiros em média é parecida (exceto pelo Juca Baleia do Delfín…), tem muita coisa que se resolve com treinamento, mas pra isso precisa ter técnico que treine, e agora temos.

Ao Renato desejo melhoras!!
Sei que é só um jogo, mas o pior em campo é o Jean Pierre. Perdeu um gol feito e falhou nos dois gols do Santos!

Portuga. Eu só tenho meu Palmeiras. Independente do que aconteça. Parabéns galliote. Esse cara tem meu respeito.

Agora, uma coisa eu tenho certeza: se a gente for Bicampeáo do Mundo (esquentando o título de 1951), o gol da vitória será do Willian.

Será do Rony, com passe do 🍷ao melhor estilo Gabiru 2006, e o melhor em campo será o 👌sevic.

Se o Borja já ganhou o título de Rei da Libertadores, esse ano quem leva é o Ruimny!

Aproveita e faz uma venda casada, mandando o LL junto antes que ele volte ao normal…

Pelo que vi do nosso provável adversário da semifinal (River Plate), o Palmeiras é favorita para ir à finalíssima

Eu acho o River ligeiramente melhor, mas o Palmeiras precisa fazer um ou dois gols na Argentina. Se perder sem fazer gols lá, complica.

O que nao pode e ficar o jogo todo se defendendo – como fez em 2018 – e perder de 2 a 0, ai, ja era.

Somos favoritos contra o América MG e nuns oito dos 14 jogos que faltam no BR. E só. Acho até que vamos à final porque o River é gigante, e é de jogos assim que eu gosto, mas favoritismo não existe nesse caso.

Sabe de uma coisa… Faltam só 3 jogos pra levantar o caneco. Tem de jogar a vida nesse 3 partidas. Não precisa nem ganhar todas. E pelo que assisti de todos os jogos até aqui, das quartas, não tem nenhum time que seja muito melhor que a gente! Quem sabe né!

👏👏👏👏👏 Libertadores é isso! Tem que classificar. Todo mundo nota 1️⃣0️⃣, até quem não jogou.

Eu gosto do Aroni quando o Palmeiras perde mas gosto mais ainda quando ganha hahahaha

SE ganharmos essas duas partidas a menos que o Bambi, vamos a 47 pontos, contra 53 delas. Ganhando o choque rei, iríamos para 53 contra 50.

O Brasileiro não está perdido, a questão é, não dá pra confiar tanto no time assim. Os 3 títulos estão alcançáveis, mas definitivamente não dá pra dividir as atenções. Eu focaria primeiro na liberta, depois CdB, e mandaria só time B no Brasileiro.

O Marcos Rocha conseguiu ser nota 0️⃣ e 🔟, no mesmo jogo.

Claro que fico muito feliz com o resultado. Mas me preocupa, o tanto de decisões erradas que o time todo toma. Passa errado, corre pro lado errado, enfia a bola errado, chuta pro gol errado, arma o contra ataque errado… Claro que, não é vídeo game, não dá pra acertar todas as jogadas, mas tem algumas, que não dá pra justificar… Que não façamos isso conta o River, ali o buraco é mais embaixo…!

É, em defesa desse time, praticamente não houve tempo para treinar. É o mesmo time do Luxemburgo com uma organização melhor.

Eu concordo com você em tudo, mas só vou cobrar algo diferente desse time na temporada que vem. Por enquanto, tá muito, mas muuuuuito além do que eu esperava, embora abaixo do que a gente queria, mesmo.

3-0 San Piris! Só falta o do Bigode 🤔.

Caramba, cabeceou certo, mas o goleiro estava atrapalhando.

Vai, Willian! Pra cima deles! Quero ver mais gols!

E essa estatística: Rony jogador nosso com mais gols(empatado com bigode e LA) e assistências na Liberta!!! Quase surreal

Depois que o Borja foi artilheiro da Libertadores com a camisa do Palmeiras, concluí que as estatísticas dessa competição dariam um ótimo seriado no estilo de “Twilight Zone”…

Entregou a idade aí com esse Twilight Zone hein Yoda hahaha

Somos dois véio mesmo ahaha

Véio, careca e verde.
Por que vc acha que escolhi Yoda como apelido?

2-0 Rony II. Que venha o River (ou Nacional?🤔)!

Que venha o Bayern!!

Que dia começam as semifinais?
Deem férias pra quem é titular, voltam contra o Ameriquinha e olhe lá. F*d@-se o hendeca, em 2021 a gente briga por ele. Está cada vez mais claro que não temos time pra brigar em três frentes.

Que displicência do tal de Veron.
Vende logo esse jogador que vale mais do que Neymar.
Irresponsável.

Goooooooooil Ronny!!!!!

O ovelha paraguaio vai ser expulso também.

Expulsão correta. Deixou o pé e depois bicou. Põe o craque, o 29.

Apesar de ser muito fã do uso dos jovens, acho que nos ultimos jogos o desempenho deles ,incluindo Menino, tem caído demais. Não tanto pelo futebol em si, mas me parece que eles têm tomado decisões erradas nos lances, sobre o que fazer, onde tocar, pra onde correr. Talvez toda a atenção da midia tenha feito eles “se acharem” demais. Sempre tentam o mais difícil!

Acho que é próprio da inexperiência. O ideal, aliás em qualquer setor, é mesclar juventude com experiência, senão a chance de insucesso aumenta. E vamos combinar que os nossos “veteranos” não estão entre os melhores do mundo…

É que achava que eles jogavam mais simples no começo! Mas realmente, a juventude gera naturalmente ansiedade.

Isso é verdade, quando essa molecada surge faz o feijão com arroz e dá certo, daí vem empresário e não sei mais quem, os garotos acham que já podem fazer prato da culinária francesa e não saibnem angu. Mais uma consequência do despreparo psicológico.

Se sou o portuga ponho o khdinho do Bigode.

Que jogo feio!
Que apresentação horrorosa do time do Palmeiras.
E sem Gustavo Gomes.
Só San Genaro agora para assegurar a vaga.

Pronto, bola de fogo.
Não acertam 1 passe e que displicência no ataque.

Veron uma nulidade.

2:30 da manhã a rodado…. vamos ver se vamos chamar o Liberdad ou tentar errar menos e voltar a ter coragem.

Não entendi o Marcos Rocha e o Zé no banco.

A vantagem do empate já era, se fizer mais um gol aí que não pode empatar mesmo.
Parabéns aos inventores deste regulamento escro.to de gols fora de casa.
Por que não dar a vantagem do empate para o time de melhor campanha, independente do número de gols?

Pois é, a melhor campanha já valia pouco na libertadores, agora não vale absolutamente nada.

Questionar um regulamento que só passou a ser adotado na Libertadores há pouco tempo (embora exista na Europa há quase meio século) me parece razoável. Entendo, porém, que dar vantagem ao time de melhor campanha numa competição de grupos, na qual as equipes não mediram forças de forma equitativa, seria muito mais injusto.

Na hora de reclamar, a gente precisa decidir se o faz pra que prevaleça a justiça ou a vantagem, que nem sempre levam ao mesmo lugar.

Rony achou seu lugar de “falso nove”.

Jogando muito mais e fazendo o que foi contratado pra fazer. Gols.

Nunca critiquei.

Que jogo horrível. Enfim… Libertadores… Bora classificar Palmeiras!!

Olha. Sei lá. Eu acho que este jogo está longe de estar decidido. O Palmeiras vence, mas não joga bem. E assim como em Asunción, o Libertad tem trazido certo perigo. Somos melhores que eles na margem de erro, dois pontos para mais, que são Gómez e Wéverton. Tem que achar o segundo gol logo no início dos 45′ finais, ou vai tomar sufoco.

Penso o mesmo, Aroni. Só acho que ao mesmo tempo que não joga bem, não joga mal também. (medíocre ou mediano? hahaha)

E o Weverton, apesar de um erro a cada 300 jogos, é pra mim o melhor goleiro do Palmeiras desde o Marcos. Muitíssimo bom.

Não que seja uma desculpa, mas o Palmeiras já foi roubado na cara dura em uns 5 ou 6 lances, pelo amor de Deus…

Falta, o cara mete a mão na bola o cara da tiro de meta… Como pode…

Não é desculpa não, os caras estão roubando muito.
Scarpa sairia na cara do gol depois do escorregão do paraguaio.

Time mal escalado, M. Rocha ex jogador, Rony de centroavante, Menino de volante….Uma vergonha, sem vontade.

Apesar de ser muito fã do uso dos jovens, acho que nos ultimos jogos o desempenho deles ,incluindo Menino, tem caído demais. Não tanto pelo futebol em si, mas me parece que eles têm tomado decisões erradas nos lances, sobre o que fazer, onde tocar, pra onde correr. Talvez toda a atenção da midia tenha feito eles “se acharem” demais. Sempre tentam o mais difícil!

Acho que o problema de times brasileiros na libertadores é parecido com times grandes que jogando a Eurocopa.

Um dos pontos é que a diferença técnica entre os times não é tão grande. Se tem um time grande na Eurocopa, a diferença dele prós times menores quase inexiste.

O outro é o peso de ser favorito. Nem todos os times conseguem lidar.

Se passarmos pra semifinal, tudo muda. Cada jogo é uma história.

Concordo plenamente com essa questão do peso de lidar com o favoritismo. Da minha parte é mais achismo que convicção, somando-se a isso um pouco de história (Guarani, XV de Jaú, Inter de Limeira, Bragantino, Ipatinga, Tijuana, Barcelona genérico etc.), mas justamente por esse maldito “peso” fico mais apreensivo quando o adversário é o Libertad ou o América Mineiro do que se for River, Boca, Grêmio ou SPFC.

Estamos a poucos dias do início da terceira década do século XXI e a parte psicológica do nosso futebol em alguns aspectos ainda está no final do século XIX.

Carai, que cabeçada, hein? Se continuar é herói.

Impressionante como time brasileiro sente quando joga libertadores…

Nesses jogos decisivos falta aquela coisa chamada diferencial:
De drible.
De ser decisivo.
Falta esse jogador na frente.

Ele era i Wesley.

Falta também uma certa “argentinização” nas equipes brasileiras na hora da decisão. Se tomam um gol com dez minutos de jogo numa partida em que podem perder até por dois de diferença, parece que esse gol valeu quatro, bate o desespero e o planejamento naufraga. Os portenhos, com raras exceções, não se abalam. Enquanto os brazucas não cuidarem desse aspecto psicológico vamos continuar atrás no número de taças continentais.

Esse lance de perigo aí do Libertad, a jogada começa com o Marcos Rocha indo disputar uma bola cruzada, e o bicho numa moleca, não subiu 2cm do chão, deixando o adversário ajeitar pra grande área. Nesses jogos eliminatórios, você tem de ir disputar a bola com muito mais vontade que o adversário.

Pelo menos, tirando esse lance, o jogo parece controlado.

Olha, vou te falar que não vai ser fácil não…

Risco sério de Flamengar…

10′ – Palmeiras inofensivo. Vamo, p.o.r.r.a!

Classifique, Palmeiras! Seja grande, Weverton! Raça!

Pole? 🏎️ Classifique, Palmeiras! Seja grande, Weverton! Raça!

Time escalado sem Bigode e G. Menino de volante.
G. Aroni soltando rojão neste momento.

Melhor assim. Se o jogo estiver ruim, o Willian pode entrar e achar aquelw golzinho feito.

Classifique, Palmeiras! Seja grande, Weverton! Raça!

Os comentários estão desativados.