Categorias
Brasileiro 2020 Resenha dos Jogos

Brasileiro 2020 Palmeiras 1×1 Grêmio: empate amargo

O Palmeiras empatou com o Grêmio no Allianz Parque nesta noite de sexta-feira. 1×1.

Raphael Veiga fez o gol verde no 1o tempo. Diego Souza empatou no final do 2o tempo.

O Palmeiras teve amplo domínio na primeira etapa e poderia ter feito dois ou três gols com Rony e Breno. Desperdiçou as chances. Na segunda etapa Willian ainda poderia ter ampliado mas o goleiro Vanderlei evitou os gols. No final o Grêmio equilibrou e numa falha dupla de Luan e Mayke Diego Souza de cabeça empatou.

Castigo duro para o time que merecia a vitória e não veio pelas falhas de finalização.

Agora é esperar o dérbi da 2a feira.

Saudações Alviverdes!

194 respostas em “Brasileiro 2020 Palmeiras 1×1 Grêmio: empate amargo”

Apesar de querer muito uma campanha próxima ao título, não é prudente agora gastar energias no Brasileiro. Principalmente nos jogos muito difíceis, como Gambas e Flamengo. Entrar com força total nestes jogos e perder geraria um abalo psicológico ( e sabemos como nossos jogadores são fraquinhos nesse quesito). Daqui pra frente, só time reserva, para tentar beliscar pontos nos difíceis e ganhar nos jogos mais fáceis. Vi uma estatistica na espn agora, comparando número de jogos nossos vs. gambas – 62 x 48 na temporada, 4 x 1 em 2021. Isso pesa sim, e as pernas vão pesar nas finais se não descansar agora.

Pois é, Guilherme. Sou palmeirense e sei que a vida é feita de escolhas. Quem quer abraçar o mundo com as mãos geralmente acaba de mãos vazias.

Não sei se o Abel entrou na onda de superar o JJ e por isso quer escalar tutulares todo jogo. Pra mim está errado, mas enquanto ele fizer isso e ganhar jogos todo mundo vai dizer que está certo.

Independentemente do Palmeiras ganha ou não a Libertadores e, já que aqui é todo mundo b.u.n.d.ã.o na hora de ter que falar um único nome de jogador que o Palmeiras poderia contratar, eu falo dois nomes, sabendo que vão me malhar eternamente, se os caras não virarem Djalminha e Edmundo, respectivamente. Eu tentaria o meia colombiano Ramirez, do Bahia (talvez numa negociação envolvendo o Zé Rafael), e o Ferreirinha, ponta do Grêmio. Um outro cara que queria ver por aqui (mas acho que não cabe na realidade financeira do clube) é o Pity Martinez, ex-River.

Bom dia Aroni.
Esse do Grêmio eles não vendem.

Eu iria de Hulk e Wesley mesmo.
O Luan de vidro, parece que já estará recuperado em Fevereiro.
Se não se confundi outra vez, eu gostaria de ver jogando mais do que os 45 minutos que fez até agora (ótimos por sinal).

E o centroavante de quase 2 m que o clube contratou para a base.
É alto e tem habilidade.

Para o meio, qualquer um do River.

Mesmo com a pandemia o Palmeiras é o único que ainda faturou algo e teoricamente, poderia ter uma grana.

Gomes será vendido.
Algum garoto também?
Agora se ficar com LL, Ruinny, Marcos🪨, Luan, Mike e Willian e vender quem ainda é capaz de produzir algo,
Aí, haja paciência.

Sou palmeirense e não desisto nunca.
Olhando a tabela, cheguei à conclusão, pelo andar da carruagem, que 71 pontos talvez sejam suficientes para ser campeão.
Faltam 10 jogos para o Palmeiras, 6 deles fáceis pra quem quer ser campeão.
4 jogos bem difíceis.
Ou seja, se vencermos os 6 mais fáceis, precisaremos de 5 pontos ( 1 vitória, 2 empates e 1 derrota ) nos 4 jogos mais complicados pra chegar aos 71 pontos.
Impossível ?
71 pontos é pouco ?

Acho 71 bem possível. Pouquíssimas vezes um segundo colocado fez 72 pontos, então é bem possivel sim

É possível, e confesso que queria que o Palmeiras também encarasse esse Brasileiro a sério, mas não sei se é prudente…

E deixando pontos escaparem como ontem, me lembra que temos Rony, Willian, Luan, Mayke, Marcos Rocha no time. E portanto, vamos deixar escapar muitos pontos em partidas totalmente ganháveis.

Matematicamente possível, futebolisticamente improvável. Além dos jogadores estarem cansados, exaustos, extenuados, pós corongados, precisam tirar 9 pontos, ganhar o confronto direto no Morumbi, pensar em não quebrar os jogadores para a final da Libertadores e o principal, o essencial, o que todo mundo esquece, o que ninguém aqui gosta: jogar futebol pra c.a.r.a.l.h.o. O Assaízão dificilmente engana, por ser pontos corridos. Podem esquecer.

E a volta do Hyoran, que deve mesmo acontecer, vai ser um baita reforço.

Só tem que voltar jogando o que tá jogando lá…

Eu não me empolgo muito não. Mas vai que, né? Palmeiras precisa trazer dois atacantes mortais. Já arruma 50% do time. Mais um zagueiro bom pra jogar com o Gomes, e um meia habilidoso, que quebre as linhas com bons dribles e passes, e podemos virar um time altamente competitivo.

O Keno é um Rony mais jovem que dribla melhor mas prende mais a bola. Outro meia-boca total. Já disse aqui que se tivesse que escolher um desses ex-jogadores pra dar nova chance tentaria o Róger Guedes.

O único que saiu e de fato faz uma baita falta todo mundo sabe quem é.

Se a gente cogitou dar uma chance pro Borja com o Abel, acho que Hyoran pode ser bem mais útil que LL, Willian e afins…

O grande problema é:

Sabemos que pra termos um futebol melhor, precisamos de tempo pra treinar. Mas não vamos ter tempo pra treinar, pq o campeonato Paulista já já começa.

Por mais que a gente fale que é pra desencanar do Paulista, não podemos fazer isso por conta da Grobo e por que se perde a torcida cai matando.

Os dilemas de 2021…

É, mas não tem jeito, o paulisteco vai servir pra pré-temporada sim.
E vai ser pra todo mundo, não tem desculpa.
Enquanto isso, Hyoran mete um golaço no mineirão.

Sentimos muito, ou bota o sub-20 no Paulista com reforços nos clássicos ou vamos passar outro ano com desfalques por lesões, estiramentos, distensões e esgotamento nos momentos cruciais da temporada, rezando pra San Gennaro estar de plantão.

Se tivermos competência nessas finais, de hoje até e dezembro além delas teremos dez rodadas de BR 2020, duas de Mundial, Super Copa do Brasil, Recopa Sul-Americana (em dois jogos), no mínimo doze rodadas de Paulista, depois mais 38 de BR 2021, Copa do Brasil começando uma fase antes para os times da Libertadores e a própria, cuja fase de grupos começa em abril. Se vamos dispu.tar tudo à vera, com cerca de 90 jogos no ano, esqueçam qualidade.

Concordo 200%.

Mas não podemos ir com time Sub-20 nem se quisermos. FPF não deixa e os banana aceita.

Por mim entrava com o time da copinha no Paulista, pode até cair que não tô nem aí.

Eu sei disso, falei de forma figurada. Entenda esse Sub-20 como percentual de QF (Quociente de Futebol). Temos um monte de perebas com contrato de cinco anos que só ficarão no clube até o final deste ano, além de outros que não têm condições de jogar partidas importantes. Dá pra fazer um time com Jaílson, Marcos Rocha, Iemanjá, Esteves, Felipe Melo, o trio ZéBiLu, Hyoran e Breno Lopes, junta meia dúzia dos que vão subir da base e isso aí encara Ituano, Mirassol e congêneres.

Agora que a Globo tá querendo se livrar dos estaduais é o momento pra acabar com essa joça, pelo menos nesse formato em que é jogado em SP. Claro que em alguns lugares do Brasil eles não podem acabar, mas num primeiro momento isso só serve pra reeleições eternas de vaga.bundos na CBF e Federações.

Hahahaha sub-20 de QI da pra fazer uns 3 times.

Mas mesmo assim Yoda, a torcida no geral, TV, diretoria, etc não deixam.

Mas o ideal seria isso mesmo. Quando os times tiverem coragem e começarem a fazer isso, acaba essa bost4 de campeonato.

Só acho que se os protocolos de saúde continuarem, a FPF vai ter que permitir 50 inscritos por time, daí ninguém pode obrigar o treinador a escalar titular algum.

A coisa está azedando no reino da bambilândia.
Se Galo, Inter e cheirinho vencerem seus jogos daqui a pouco, aguenta a pressão.

É só mais um exemplo de como números analisados sem o devido contexto podem induzir a erros. Estatisticamente, e principalmente visto de fora, pelo número de gols e assistências na Libertadores o “futebol” e a importância do Rony na campanha da equipe não se discute. Para quem acompanha o desempenho dele em todos os jogos do Palmeiras, isso é uma aberração.

Faltou 🤔 no fim do meu comentário. Que ele continue assim (abençoado) na final da Libertadores.

É porque apenas se analisa os gols e assistências feitas. Não se analisa contra ataques estragados, enfiadas de bola erradas, chutes pra fora, etc… nessas estatísticas, ele com certeza se destaca ainda mais…

A única virtude deste jogador é a velocidade.
Nâo fosse isso, não jogaria nem na várzea.

Foi exatamente por isso que falei dos números frios (nesse caso, absolutamente congelados). Aliás, o empresário que é esperto usa justamente esses dados pra negociar seu jogador: “O meu cliente foi líder de gols e assistências na Libertadores, pode comprar que é diamante puro!”. Só acho que a “assistência” fenomenal que o Rony deu pro gol do Veiga na sexta, mesmo sendo pelo BR, não deve entrar no “dvd”…

SE você visse a cara de B.O.S.T.A que eu fico quando vejo “assistências” como essa… Daí venho no 3vv e as vezes, tenho de ler pessoal falando dessas estatísticas pró, passando pano pro time… dureza.

Eu acho o Marinho mesmo nível do Luiz Adriano (nada de extraordinário, não ultrapassando a nota 7️⃣ no ápice). Soteldo é mesmo nível do Véron (que não está no melhor momento, mas que tem potercial para ser muito melhor que o venezuelano) e Rony. Já o Willian do Bigode nunca passou de nota 5️⃣, e hoje é um ex-atacnte em atividade nota 2️⃣.

O Santos não é o América Mineiro, mas assim como o clube de Minas Gerais, eles chegaram muito além das suas expectativas. Ser vice-campeão da Libertadores da América está de bom tamanho para o Santos.

Eu acho que é pau a pau. Final em jogo único, clássico, campo neutro, rivalidade.

Apesar do Zanon ter razão! A derrota ao Santos não muda quase nada, continua sendo um jogo duríssimo e equilibrado!

Ok, você está oficialmente convocado a fazer parte da preleção do Santos antes da entrada do time no Maracanã no próximo dia 30, a fim de convencê-los do seu argumento.

Com dívidas até o pescoço, salários atrasados, problemas administrativos que não terminam e apoio mínimo da mídia os caras eliminaram três campeões continentais jogando bem, mas já chegaram até onde podiam, tá bom demais, deixa o título pro rival, não terão chances, mesmo…

Mas é a verdade. Ninguém lá no Santos (técnico, dirigentes, os próprios jogadores e, principalmente, a torcida) tinha a menor expectativa de chegar à final. Mas surpresas acontecem na Libertadores e não são tão raras assim. Só para ficar em anos recentes, Del Valle e Lanus foram finalistas da Libertadores. Vencidas respectivamente por Atlético Nacional e Grêmio. Óbvio que o Santos tem muito mais história do que os dois clubes citados, mas hoje, 2021, é uma surpresa, inclusive a eles próprios o Santos ter chegado à final. Já o Palmeiras, desde o sorteio dos grupos todos (nós torcedores, a Direção, os jogadores e mídia) o colocavam como postulante ao título. Essa é a verdade.

Eu sei de tudo isso, Zanon. Da maneira que você coloca, entretanto, dá a impressão de que para o Santos a Libertadores já acabou. E digo mais: dependendo do ponto de vista, essa “falta de obrigação” do time da Vila ser campeão pode significar “obrigação dobrada” (que pode ser entendida também como cobrança) para que o Palmeiras a vença.

Resumindo: se o Santos foi capaz de chegar até aqui da maneira que chegou, com as condições que tinha, para eles nada é impossível. Eles não têm absolutamente nada a perder no dia 30, e pra mim isso não é bom.

Melhor notícia do dia:
Cruzeiro vai continuar na série B, no mínimo.
Por que digo isso?
Em 2018, ano que faturamos o deca, estava num domingo de manhã no Pacaembu, onde os reservas do Palmeiras ganharam do Cruzeiro por 3×1, e assumiria a liderança naquele dia.
E a torcidinha das marias ficava praticamente o tempo todo gritando para nós ” segunda divisão”, uma provocação totalmente fora do contexto do momento.
Toma !

Faltam Bambi, Sadinhas e Urubu, embora Bambi e Urubus são altamente questionáveis.

O que é pior? Cair duas vezes, ou jogar a Série B duas vezes porque caiu e não conseguiu subir? Pensando bem, cair da A pra B ou jugar a B e não subir são duas tragédias semelhantes. Ou seja, pra mim o Cruzeiro igualou nosso vexame, ou até piorou, porque jogamos duas vezes a B e fomos campeões nas duas. Não vale grande coisa, mas se jogar a segundona é vexatório, não ganhá-la é ainda pior. Ao Cruzeiro, time grande e de grande história, cujo lugar definitivamente não é a série B, só tenho um desejo. Que fique lá por muito tempo.

Paulão, não tenho dúvida que pior do que cair duas vezes é cair e não subir no mesmo ano.
E eles ainda correm um pequeno risco de igualar o feito do Fluminense e cair pra série C.

Paulão, a essa altura eu já estou feliz de saber que, não importa o que o futuro nos reserve, não será o Palmeiras o primeiro time grande a cair e não subir no ano seguinte, o primeiro time brasileiro a ser eliminado em fase preliminar da Libertadores nem o primeiro time brasileiro a não passar por semifinal de Mundial.

Acho bem-feito para Sassá, Marcelo Moreno e o pai dele, alguns cruzeirenses imbe.cis e todo mundo que cospe pra cima sem lembrar que uma hora o alvo acaba sendo a própria cara. A permanência do Cruzeiro na Série B é algo natural pelo que seus dirigentes fizeram com o clube nestes últimos anos, mas ao mesmo tempo é triste por a gente conhecer a grandeza do clube e perceber até onde a incompetência administrativa pode afundar uma instituição. Fica o alerta pra quem acha que jamais vai chegar ao fundo de um poço desses, mesmo sendo um gigante.

Cair e não subir é infinitamente pior que cair duas vezes.

Cair duas vezes significa que vc foi um dos 4 piores times da série A. Cair não subir quer dizer que vc não conseguiu ser nem um dos 4 melhores da série B.

E cair e não subir campeão e uma vergonha dentro de outra vergonha. Um Inseption de vergonha.

Acabei de assistir a final da libertadores de 2000.

Algumas observações:

– Erros vitais de arbitragem: gol legal do Boca mau anulado (3′ do 1T), 2 penais pro Palmeiras não marcados (3′ do 2T, 11′ do 2T)

– O Palmeiras não recuou uma bola sequer para a defesa ou para o goleiro nos 90 minutos. Já vi jogos do Palmeiras atual onde a bola foi recuada mais de 20 vezes nos primeiros 15 minutos de partida… Todas jogadas buscavam o ataque, o gol na final.

– Ataque do Palmeiras em 99 tinha P. Nunes, Oseas, Evair, Euller. Na final de 00 começamos com Marcelo Ramos e Euller, o Ramos se lesiona e entra o Asprilla. Piorou bastante de um ano pro outro.

– Mal na partida: Rogério, Pena, Marcelo Ramos. Bem na partida: Junior, Alex, Euller.

– Felipão era outro técnico… Palmeiras totalmente ofensivo, sem medo. Sofreu vários ataques do Boca, mas só dá espaço quem busca jogo e vai pra cima.

– Penais: Perderam Asprilla e Roque Junior. Marcos não pegou nenhum.

PCM, eu tava no Morumbi esse fatídico dia, e minha memória é mais ou menos essa que vc narrou agora depois de ter assistido novamente. Na época, me lembro até de ter comentado que se o arbitro desse o penalti no início, sairíamos perdendo mas talvez o time acordasse. O Asprilla perdeu um gol inacreditável e o Marcos pulou antes em todos os penais. Os argentinos esperavam ele pular e batiam no outro canto. Grande culpado aquele ano, como (quase) sempre, Mustafá, que desmontou o time campeão. Com o 2×2 na Bombonera, estávamos certos do título, foi por muito pouco. E ao final do ano, o Boca do Riquelme bateu no Mundial o Real Madri do Roberto Carlos, Figo, Raul e companhia, assim como em 1994 (que deveriamos ter ganho a Libertadores também, mas o Mustafá mais uma vez atrapalhou), o Velez bateu o Milan e foi campeão mundial.

Outro problema é que naquele ano passamos por Peñarol e Corinthians nos pênaltis, enquanto que o Boca eliminou seus adversários nos 180 minutos. Ou seja, embora a tecnologia não fosse o que é hoje, o Córdoba teve uma verdadeira videoteca para estudar os batedores do Palmeiras, que por sua vez, sabendo ou não disso, mantiveram o jeito de bater na decisão.

Sou nascido em 81, essa final eu já era grandinho, assisti pela TV. Mas não lembrava muito de como foi a partida, talvez a cabeça queira esquecer hehe. Só lembro da decepção e a sensação de que fomos roubados. E fomos mesmo, na ida e na volta (supondo que na volta, marcássemos os dois gols de pênalti não dados).

Enfim, eu confesso que tenho um certo amargor no final dessa era Parmalat. Deixamos escapar muita coisa: Mundial (pelo número de chances e 1 gol mau anulado, deveríamos ter tido melhor sorte aquele dia), Libertadores de 2000 e 2001, e por tabela, pelo menos mais 1 mundial aí (talvez fossemos tri-liberta e tri ou tetra mundial…!), teríamos ido para a summercup de 00, mas o Palmeiras cedeu a vaga e foi o Vasco (esse título não vale nada, mas teríamos a chance de não deixar o gambá ganhar esse título, e por tabela, não ver essa palhaçada hoje em dia, da honestíssima FIFA fingir que aquilo valeu algo), etc…

Pessoal “otimista demais” está a todo vapor. Mas dá pra entender, até eu que analiso de forma menos clubista, e portanto, com o Palmeiras atual, não tão otimista, também acho que o Felippe está extremamente pessimista. Aí os analistas clubistas ficam também mais ouriçados.

A real é que nem uma coisa nem outra. Primeiro, futebol é momento. Não interessa se jogador X só jogou em timinhos, e o Y atuou em clubes melhores. O fato é que jogador X está decidindo partidas e jogando muito. Esse tipo de visão (errada) é que faz com que Luxemburgos e Felipões da vida, ainda tenham defensores, mesmo deixando terra arrasada no clube.

Por outro lado, também não é como se Grêmio e Santos fossem barreiras intransponíveis. Nosso time tem totais condições de bater ambos. Esses adversários também dão fraquejadas. O resultado vai depender muito de como vamos entrar nas partidas: entrando ligados, com coragem, eu acho que temos a vantagem. Se entrar dormindo, já vestindo as fraldas… esquece.

Então não, não se pode menosprezar o adversário, pois se caiu pra Ceará e Ponte, por outro, MOMENTO atual, eliminou Grêmio e Boca e está na final do principal torneio do continente. Mas também não é pra fraquejar, pois chegamos na mesma final, passando por um adversário muito mais difícil. É entrar respeitando (ou seja, atentos, marcando em cima), mas sem medo (vide a volta com o River).

Caro PCM51, desculpe mas com todo o respeito aos colegas, o Felippe não é referência. Se o Palmeiras ganhar algum título com esse time que ele considera “o pior dos últimos dez anos” (provavelmente ele estava hibernando entre 2011 e 2014), temo até uma tentativa de suicídio da parte dele…

Insisto no meu argumento: quando o jogo é do meu time, eu só posso vê-lo com olhos de torcedor fanático, sob pena de cometer crime hediondo; quando não é, vale o que está na regra. E vai ser sempre assim, em qualquer lugar do mundo.

E sou bem sincero, estou realmente pessimista com as performances de um perna de pau como Ruinny e um ataque inofensivo.
Marinho e Soteldo sabem driblar, vão para cima, fazem gols e são confiáveis.
Coisas que nenhum de nossos atacantes são e fazem.

E não confio em Luan, Marcos Rocha, 🦃e nem em parte no 🍷.
Um erro de um perna de paz, custa um campeonato e uma fortuna.

No Wesley eu confio.
Mas provavelmente não estará presente.

Veron era minha grande esperança.
Mas depois que se contundiu 1x, parece outro jogador.
Não decide nada, pareceu um jogador comum.

Surpresa agradável foi o Wesley, que tem tudo o que gosto em um atacante: dribla, vai para cima, arrisca e faz gol.
Pode evoluir muito em todos esses quesitos.
Alguns „medalhões“ do ataque estavam reclamando da individualidade do garoto., mas ele faz justamente o que esses caras não fazem.

Luiz Adriano até agora não me empolgou.
Se confunde com frequência.
Nāo é o matador que eu gostaria de ter na frente, um cara que faz gol de qualquer lugar, incomoda a zaga e vc sabe que a qualquer minuto pode de odor um jogo.

Apesar do Marinho estar em fase iluminada e ser mais driblador que Luiz Adriano é covardia e injustiça querer comparar com Luiz Adriano! Veja o histórico da carreira dos dois. Se não é decidir fazer um gol na final do paulista, outro na semi da CB que ele tirou da cartola quando o jogo estava dificílimo é outro na semifinal contra o River então não sei como faz para decidir…fora os outros que andou fazendo.
O Marinho chegou ao Santos aos 28 anos sem ter jogado em nenhum time grande e com a enormidade de 26 gols na carreira!
A grama do vizinho é sempre mais bonita!

Fato é que HOJE é nesse momento o Mstonho coloca o homem de vidro no bolso.
Marinho decide um jogo, pq dribla, é imprevisível e chuta ao gol de qualquer lugar.

Aplique esses atributos homem de vidro.

Na verdade, por posição, a comparação deveria ser com o Ruinny.
Aí a diferença é abissal.

Que pena que alguns palmeirenses do 3VV não trabalham de olheiro no Palmeiras. Não deixariam ele passar por 12 clubes, entre eles Caxias, Paraná, Goiás, Ituano e Vitória todos eles já acima dos 22 anos e sem títulos expressivos (campeonato gaúcho só agora em 2019 como reserva, copa nordeste e série B são os mais importantes) e chegar aos 30 anos sem quase nada de importante na carreira, e já teriam posto de titular absoluto no palestra. Só que esse emprego de olheiro é duro porque com esse histórico ia escutar bastante da turma aqui!
E pena também que ele não conseguiu decidir nada no paulista quando o Santos perdeu da Ponte e nem contra o Ceará na copa do Brasil onde afundou o Santos sendo expulso!
Talvez para a alegria de alguns aqui ele consiga decidir no dia 30, porque até agora, apesar do momento iluminado, sua carreira é pífia!

Não leve isso para o lado pessoal.

O Marinho nessa fase que está no momento, eu queria no Palmeiras e no lugar da maioria dos atacante que temos.

Sonhei em ver Wesley e Veron em cada lado do campo.
O Veron de ANTES das contusões.

Pena que o Luxa nunca tentou e o Abel não pode, por causa das contusões de ambos.

PS: a grama do vizinho não é mais verde não.
É que o Ruinny é um pereba mesmo.

O Marinho e um jogador comum que esta no seu melhor momento da carreira. Logo voltara ao seu devido patamar de jogador comum. Espero que ja a partir do dia 30.

E que pena que alguns comentaristas aqui do 3VV não trabalhem na TV Palmeiras. Lá pelo menos encontrariam o mundo ideal, onde todos amam o clube incondicionalmente, todos os profissionais são os melhores do mundo, não existem problemas e o mundo é cor de rosa – ou melhor, verde.

Aqui fora da bolha, no mundo real, onde as pessoas enxergam os fatos e não apenas o que gostam de ver ou de impor como “verdade inquestionável”, a banda toca diferente. Qualquer palmeirense com meio neurônio vai torcer pelo time, em qualquer jogo que for, mas não será obrigado a usar antolhos pra isso.

Talvez algum dia o Marinho e o Soteldo ainda sejam contratados pelo Palmeiras. Vou me divertir muito lendo comentários dos reis da coerência, pois o critério vai mudar e algumas máscaras de hipocrisia vão cair.

Sempre quando os argumentos acabam aparecem esses tipos de comentários! “Se fosse com outra camisa”, “se fosse contra nós”, “se contratar a, b ou c”.
É bem claro que o Marinho pode decidir no dia 30 pelo bom momento, mas com o histórico dele se tivéssemos contratado o 3VV ia chover reclamação, até porque é um jogador bem mediano!
Aliás quando o Gomes foi contratado foi uma reclamação atrás da outra aqui no 3VV. Ainda bem que não o fiz. Em vez de cornetar preferi dizer “não conheço e vamos esperar para ver o que dá”.
Mas eu entendo os amigos. É tanto medo (eu também estou assim) que é melhor idolatrar Marinho e Soteldo para assimilar mais fácil uma possível derrota!

Idolatrar Marinho?!?! Nossa senhora….. tristeza….. que não me inventem de contratar esse cara no futuro hein! De perna de pau já chega os que já temos!!!!

Recado ao 3VV. O horario de postagem do 3VV esta uma hora adiantado. Ainda esta no horario de verao.

Ficar pau da vida com o perna de pau do Ruinny e Willian que não cansam de perder gols que dariam 3 pontos…. é pessimismo, reclamar sem motivo e só olhar pelo lado negativo?

E que temos atacantes inofensivos e pernas de pau, que não driblar?

Ficar na maior pilha sabendo que um Luan vai falhar em jogo decisivo … e quase fez gol contra…. que um Marco Rocjha vai ser displicente, que o 🦃 não é de confiança… e que todos esses caras podem enterrar qualquer do Jô, é ser negativo.

Ou é ser mais do que realista?

É ser pessimista!
Porque apesar de muita coisa que você disse estar correta futebol são sempre dois times em campo e se seu adversário é pior que você tem resultados no ano muito piores que você e tem problemas de gestão muito maiores. É sim ser muito pessimista!!!

Sabe Zanon!
Mas eu entendo o pessoal!
Eu estou com tanto medo que falei pro meu irmão hoje que quero tomar um calmante tarja preto as 15:00 no dia do jogo e só acordar no domingo.
Mas se eu ficasse como alguns falando que não vamos ganhar nada, que só ganhará se San Genaro entrar em campo e que Soteldo e Marinho são craques, talvez eu conseguisse assistir porque já estaria mais preparado e pronto para a derrota!
A resposta do meu irmão quando falei do calmante no meu WhatsApp foi:
“Homem de pouca fé”
Kkkkkkk

Realista é reconhecer que fomos pras finais de tudo o que disputamos.

Porque essa é a realidade atual.

Todo mundo tá cansado de saber o que falta no time. Mas não vai vir nenhum jogador novo para esse temporada e o técnico que deveria ser contratado, já foi.

Nós falamos e repetimos incansavelmente aqui. O Abel está começando e precisa de tempo e paciência. Mal teve tempo pra treinar.

Reclamar o tempo inteiro e a todo jogo serve pra que? Todo mundo já sabe, por isso o que foi pedido foi PACIENCIA.

Bom futebol cobramos quando o elenco e treinador tiver tempo de TREINAR. Coisa q não tem.

E não tem por que está no cara@$7@$ de final de tudo o que disputou no ano.

Não é tão difícil.de entender …

É pessimismo, mesmo.

Realismo é ver como as coisas são.

É ver tudo isso aí que vc falou, e ver também que somos o time que menos perdeu no Brasil esse ano. E somos o único time há sei lá quando tempo que chega em todas as finais que disputa.

Realismo é ver que nem tá tudo certo e bem tudo errado. Simples assim.

E sou bem sincero, estou realmente pessimista com as performances de um perna de pau como Ruinny e um ataque inofensivo.
Marinho e Soteldo sabem driblar, vão para cima, fazem gols e são confiáveis.
Coisas que nenhum de nossos atacantes são e fazem.

E não confio em Luan, Marcos Rocha, 🦃e nem em parte no 🍷.
Um erro de um perna de paz, custa um campeonato e uma fortuna.

No Wesley eu confio.
Mas provavelmente não estará presente.

O problema maior do Palmeiras é a falta de sorte com lesões dos melhores jogadores, sempre foi assim, até apendicite tirou o Barcos da final da Copa do Brasil em 2012.
Se jogadores como Wesley, Veron, Patrick de Paula, Gustavo Gomes, Felipe Melo estivessem à disposição do técnico de forma integral no jogo contra o River, tenho certeza que a classificação viria mais tranquila e nós aqui teríamos dificuldades pra criticar o time.
Imagina o ataque com Veron, L. Adriano e Wesley?
Meio de campo com F. Melo, P. de Paula e R. Veiga?
Esse time com sequencia de jogos iria ficar muito ruim para os adversários.

O pessoal só olha pelo lado negativo. Já ganhamos o Paulista contra nosso maior rival (imagine como seria chato se tivéssemos perdido) e estamos em duas finais importantíssimas e alguns comentam como se fôssemos torcedores do Botafogo, vendo time e clube indo à ruína! Todos estão nos invejando nesse momento (acompanho comentários das torcidas rivais) e aqui quase é só lamento. São uns chatos de galocha, essa é a verdade.

100% apoiado!
Claro que isso não impede em absolutamente nada que busquemos resolver os muitos problemas que ainda temos!

Pois é cara, uma coisa é reconhecer que não está perfeito… Mas é inegável que nenhum time brasileiro está tendo um ano melhor que o do Palmeiras.

Tem palmeirense que merece o time cagão que tem, pq não acredita nunca. Tá loco…

“Tem palmeirense que merece o time cagão que tem, pq não acredita nunca. Tá Loco…” vide Thom. Chegamos no fundo do poço, agora quem não acredita nessa diretoria e na mediocridade desse elenco é culpado pq eles são cagões. Ataque série B, contrata dois zagueiros que nunca ouvi falar, vende o melhor jogador do time, contrata um técnico que não ganhou nada na vida, só pq não é do Brasil (diga-se de passagem foi a terceira escolha), aí a culpa é da torcida lucida, pelo amor de Deus, o Palmeiras fez tudo errado em 2020 e nos anos anteriores. Depois não diga que eu não avisei.

Será que tem gente torcedor para o Palmeiras perder para depois falar “eu avisei”
Quem fez certo foi o Santos nosso adversário da final. Deve um monte em salários, não pode contratar por processos na fifa, teve o presidente deposto e perdeu todos os campeonatos que jogou para times medíocres menos a liberta.
Se perdemos pra eles aí vai coroar esse bom trabalho deles e teremos amigos aqui falando “eu avisei”.

Ninguém disse q tá perfeito. Mas desculpa, me fala o último time que foi campeão estadual e chegou nas finais de todas as Copas, por gentileza.

Obrigado.

Tem os urubus em 2019 , campeões do carioquinha, Brasileiro (com mais de 15 pontos na frente nossa) e da Liber, fora a humilhação que tomamos deles em dois jogos. Comparar Copa do Brasil e Brasileiro não tem nem cabimento. Vou gritar, NÃO GANHAMOS NADA DE IMPORTANTE, podemos disputar a quinta liber e sofrer uma derrota acachapante. Só um louco varrido e fanático pode acreditar nesse elenco e técnico. Postei que iriamos perder do River lá e se fosse mais de 3 seria um vexame, não retiro o que eu disse, esse elenco é o pior ( e põe time ruim) que chega na quinta final da liber. Torcer é uma coisa, ser indiferente é outra. Tirando o goleiro, o zagueiro paraguaio e os moleques (coitados) o resto é série B ou C. Só San Genaro na causa. A classificação para final foi algo surreal, quem acompanha a SEP mais de 40 anos sabe o que eu estou dizendo.

O goleiro o zagueiro paraguaio e os moleques (5) já são mais de meio time! Que bom estamos melhorando!
Que foi surreal o Palmeiras chegar na final gostaria de saber como você caracteriza o Santos chegar????

Olha que maluco. Você está comparando o Palmeiras ao Flamengo de 2019, e tá achando ruim. Hahahahaha

Palmeiras não ganhou nada mas também não perdeu. Então fica calmo, se perder vc vai ter sua felicidade plena e satisfação em dizer “eu sabia”

Continua torcendo aí pra não ganhar mais nenhum título esse ano, senão quero ver o que vc vai postar aqui. Vou cobrar.

Ah é, eu sou cagão mesmo, eu que tô com medinho de ser goleado pelo Santos…

Palmeiras em 2020:

– Campeão Paulista
– Finalista da Libertadores
– Finalista da Copa do Brasil
– Jogando bem o campeonato Brasileiro.
– Contratou um bom técnico.
– Mesmo com um elenco exausto e curto, apresentando um futebol melhor do que no começo do ano. Evoluindo, portanto.

Porque a gente não para de reclamar um pouco? Que síndrome de vira lata q temos… Ficou claro que mesmo se literalmente ganharmos tudo, ainda vai ter torcedor de cara feia.

As vezes acho que é por isso que o time tem a fralda cheia. Pq nós torcedores tb somos assim (eu incluso).

Empatamos com o Grêmio num campeonato que nos mesmos já dissemos que não vale mais nada, apesar de termos jogando bem, e a galera tá chamando o time de ruim. Vamos curtir um pouco a boa fase também pessoal, hahahaha

Grande Thom!
Escrevi uma mensagem que parou na moderação!
Mas você conseguiu sintetizar meu pensamento melhor do que eu!
Também estou TREMENDO de medo com relação ao dia 30, mas pelo menos tento me segurar o que alguns não fazem.
É bom reclamar de tudo e chamar o elenco de tudo aquilo que está escrito abaixo, porque no caso de derrota dia 30 estaria mais preparado para a decepção e ainda poderia falar o famoso “eu avisei”.

Pois é LGO!

Entendo, e entendo bem, quem acha que deve criticar o que não está bom no time. Tem muita coisa pra melhorar.

Mas não dá pra chamar um time que chega em todas as finais que disputou no ano de “ruim”. Tem que saber a hora de valorizar o que foi conquistado tb

Meu caro, ganhar paulista(agora já não é mais paulistinha) é a mesma coisa que nada para mim, e olhe que ganhou nos penaltis contra um time falido. As finais da Copa do Brasil foi graças a um sorteio que nos beneficiou, já a Liber todo ser que entenda de futebol sabe que foi um zebra enorme, sobre a campanha no Brasileiro para mim é ridícula pelo folha de pagamento do time em relação aos outros. Sabe qdo um elefante esta em cima de uma árvore, ninguém sabe como chegou mais esta em cima, isso é o Palmeiras . Time pode sim tomar uma goleada do Santos na final e também perder para o fraco Grêmio( que tomou de 4 do Santos). Quando o melhor jogador do time, o único que poderia mudar o jogo ( Dudu) foi vendido e não foi colado ninguém no lugar, mostrou que essa diretoria só quer ter uma folha de pagamento cara para atacantes de série B, muito suspeito, uma CPI na SEP poderia revelar muita coisa. Para encerrar o Portuga acha que San Genaro vai ajudar até quando? Time mal escaldo, dando espaço para jogadores de série B, esse lateral esquerdo é uma avenida e ninguém vê. Contrataram zagueiros de quinta categoria, sem nenhum respaldo, insiste com jogadores fracos, não tem um meia esquerda de qualidade, fica dependendo dos moleques. Vejo um navio preste a fundar. O vareio que o Palmeiras tomou do River com uma a mais em casa é a caricatura desse elenco. Uma hora a bola vai cobrar. Segunda tem jogo, espero que San Genaro esteja trabalhando.

Também acho o paulista um campeonato meia boca, mas desmerecer a rivalidade entre Palmeiras e Curica não dá! Fazer isso é negar a história do futebol!
Outra coisa, não vou ficar endeusando rivais como muitos por aqui, mas esse time falido era o atual tricampeão paulista e ainda o de melhor desempenho de longe no século XXI até agora.
Mas ainda fiquei com uma dúvida: se o Palmeiras é essa porcaria toda o que é o Santos que perdeu o paulista pra Ponte, a copa do Brasil pro Ceará e está bem atrás no Brasileiro?????

Pois é…

Eu acho errado chamar torcedor que reclama do time de “gambá”, mas tem alguns aqui que APENAS falam mal do time. Se ganha ou se perde, só fala mal. Palmeirense não deve ser.

Se ser campeão e finalista é ruim, imagina o Santos e o Grêmio… Que ano maravilhoso estão tendo…

Thom, a questão não é chamar de “gambá” quem reclama do time, isso todo mundo aqui, de uma forma ou de outra, em algum momento, faz. A imbe.cilidade está em chamar de “gambá” quem pensa diferente. Não concorda, apresente argumento plausível e debata, não faça como o pombo jogando xadrez.

Concordo totalmente, Thom. O pessoal só olha pelo lado negativo. Já ganhamos o Paulista contra nosso maior rival (imagine como seria chato se tivéssemos perdido) e estamos em duas finais importantíssimas e alguns comentam como se fôssemos torcedores do Botafogo, vendo time e clube indo à ruína! Todos estão nos invejando nesse momento (acompanho comentários das torcidas rivais) e aqui quase é só lamento. São uns chatos de galocha, essa é a verdade.

Só esqueceu de colocar aí: bom futebol. Que não teve esse ano, exceto uma partida aqui, outra acolá. E para mim, jogar bem, é 50% do negócio, os outros 50%, é ganhar os títulos.

Se perder um título, eu quero pelo menos ter visto uma grande partida do Palmeiras, que tenha sido perdido porque era uma tarde ruim que a bola não quis entrar, ou porque o adversário se superou e jogou muito também.

Ser eliminado, mas aplaudir o time na saída de campo.

E se ganharmos, também quero ter assistido a um grande jogo, preferencialmente. Achei muito sem sal o título de 2018, mesmo ficando feliz com a conquista. Em 2012, curti bastante a CdB, mas tava com asco de ter jogadores como “Betinho”, onde esse cara tá agora?

Eu achava que um futebol mais empolgante, tinha acabado no futebol moderno, mas o Jorge Jesus, Sampaoli, mostraram que ainda é possível. E estou muito feliz com o Abel, já consegui perceber esse potencial com ele. Mas a diretoria tem de ajudar. Reformular esse time, após as competições acabarem (as de 2020). O elenco está muito fraco.

Bom dia a todos.
Não acompanhei ao jogo.
Quando eu acordei hoje vi o resultado.
Pelas circunstâncias do que foi, empate com gosto de derrota.
Agora na boa, fico me perguntando, como esse Palmeiras chegou nas finais de copa do Brasil e libertadores?
Sendo bem justo, que time ruim é o Palmeiras! O nível do futebol brasileiro está beirando a zero.

O time pecou muito nas finalizações, mas olhando o copo meio cheio, não era o time titular, era misto, e mostrou reação em relação a desastrosa apresentação de terça. Fizemos com o Grêmio, o que o River fez com a gente. Dominamos totalmente e amassamos no primeiro tempo. Metemos 3 bolas na trave, perdemos gols debaixo da trave, etc… Óbvio que o resultado é amargo pelo que fizemos, mas também é questão de temos um ataque fraco, numa noite infeliz. Se Grêmio e Palmeiras apresentarem esse mesmo futebol nos dois jogos da final, o título será nosso.

Só gostaria de saber quais são as opções muito melhores de ataque que temos que não foram colocadas um minuto sequer na partida de ontem. Parece que ficaram de fora o Careca, o van Basten ou o Gerd Müller no auge de suas carreiras. Como o Wesley estará fora e ninguém sabe se o Verón jogará as finais, o nossos atacantes serão Rony, Breno Lopes e o Dubgod, além do Luiz Adriano que de longe é o melhor deles mas que também não se sabe como chegará às decisões pois pelo visto o Abel acha que deve usar titulares em todo jogo até estourar todo mundo.

Renato, percebe-se que você não assistiu o jogo. O primeiro tempo foi um massacre, deveríamos ter feito 5, no mínimo. É verdade que a parte que você comenta de “time ruim” se manifestou nas oportunidades perdidas. Mas o domínio do jogo foi humilhante para o adversário.

Existem basicamente duas formas de se ver um jogo de futebol. A primeira ocorre sob um ponto de vista neutro, quando avalia-se o que acontece de fato sem fazer juízo de valores, isto é, pênalti é pênalti, impedimento é impedimento e quem joga melhor joga mesmo, independentemente da cor da camisa. A segunda é sob o olhar do torcedor apaixonado, muitas vezes fanático, que só vê o que lhe é conveniente, no momento que lhe for oportuno e de acordo com as convicções que levam a crer que seu time é sistematicamente perseguido. Tudo o que for contrário a essa visão é inquestionavelmente errado, e um exemplo de como não ser torcedor daquela equipe.

Já é difícil para o pessoal interpretar texto simples, imagine interpretar jogo quando o seu time tá em campo…

Pode ser. Existe claro muita paixão. Mas existem também barbaridades inaceitáveis. Que são bem claras.

Isso não está excluído da minha tese, Carlos. As maiores barbaridades, quando são cometidas contra o nosso time, e falo de maneira retórica, viram crimes hediondos. As mesmas barbaridades, por mais inaceitáveis que sejam, quando cometidas em outros contextos que, eventualmente, até nos ajudam, são tratadas com irrelevância. É esse o ponto.

Tava vendo uma live do Insta Verde TV, e eles conversaram sobre algo que é verdade, é até meio óbvio, mas a gente fica tão exigente, que esquece.

Um rapaz comentou que o Viña deixa uma avenida. E os caras do canal, disseram que o problema não é deixar essa avenida, se você sobre, é óbvio que você vai dar espaço. Mas se você não subir, é esse futebol que a gente quer? Então o adversário aproveitar os espaços que nossos laterais dão, faz parte do jogo, do futebol gostoso de assistir, que é o futebol jogado pra frente, buscando o gol, e não a retranca Tite/Felipão/Mano. Então na verdade, o problema não é o adversário aproveitar nossas subidas ao ataque, o problema é não termos alguém para fazer o mesmo nas avenidas do adversário.

Eu concordo, porque gosto do futebol agressivo, gosto de time que chega junto e prensa o adversário. Odiei o tanto de vezes que o Palmeiras teve um futebol de esperar, ser amassado pra contra atacar. Os melhores jogos são os jogos em que os dois times querem vencer, e buscam a vitória.

Eu dou valor pra títulos, mas como futebol não paga minhas contas, eu encaro ele como entretenimento (que é o que de fato ele é, se as pessoas dão outro sentido pra ele, é problema delas), e nesse sentido, tanto quanto títulos, eu também dou igual valor pelo time jogando uma boa partida. Gostei muito mais do título de 2016, do Porco louco, amassando o adversário no primeiro tempo, do que o de 2018, que vivia de contra ataque e futebol reativo. Na final da liberta, me preocupa o Marinha em cima da nossa zaga, mas eu não queria um super zagueiro, eu queria também um atacante atrevido, bom de bola, pra fazer uma baita fumaça na defesa dos caras.

O problema é que contra o River o Palmeiras tava numa retranca desgramada e mesmo assim as laterais eram Avenidas. Isso q não dá pra entender nem aceitar.

Nao da para chamar de amarelao um time que esta em duas finais importantissimas. O que aconteceu contra o River Plate foi claro. Devido a enorme vantagem o time quis apenas “administrar” o jogo. Conseguiu ate quase os 30 minutos, quando tomou o gol. Que assustou um pouco e animou o time argentino. Quando tomou o segundo ainda no primeiro tempo, ai sim, bateu o panico no time, na torcida e virou drama. O erro foi querer administrar em vez de querer ganhar

No jogo de terça-feira o time do Palmeiras agiu como atendente de Telemarketing que liga pra você com o roteiro nas mãos, pronta para oferecer os serviços da empresa e com todas as respostas prontas para as perguntas frequentes, até que você faz aquele questionamento que não está na cola dela e… Bingo! Ela trava!

O Palmeiras ainda não tem muito repertório porque isso demanda tempo para treinar e material de muito boa qualidade pra dar certo. O primeiro problema não é culpa do Abel, já que a CBF e a Conmebol determinaram que um calendário de aproximadamente 260 dias (metade de março a final de novembro) poderia caber perfeitamente em 180 bastando para isso “algumas pequenas adaptações”. O segundo problema é de responsabilidade exclusiva da diretoria, e para o restante desta temporada acho que tem pouca chance de ser resolvido a contento.

O Abel tá tão p.u.t.o com esse empate no final que mandou o coitado do assistente pra entrevista coletiva.

Time pelo menos “acordou” depois do vareio de bola do River.

Tá jogando bem, se não fosse o Vanderlei tava uns 3 já

Só peço duas coisas para esse brasileiro: não perca pro cúrintia e Flamerda por favor!

Bigode muito bem hoje, sejamos justos.
Ganhou a bola na raça no gol do Palmeiras e só não fez 2 golaços por pura falta de sorte.

Nao da para ganhar tudo. O Palmeiras jogou bem mas perdeu muitos gols. Espero que tenham “guardado” esses gols para fazer contra o SCCP.

Jogou bem no primeiro tempo, no segundo o Veiga parecia o Márcio Careca cruzando e o time deu todo espaço pro Grêmio. A virada no final não seria injusta.

Encarar o Derby com status de decisão pode ser um prejuízo desnecessário neste momento. Se o pior acontecer e não ganharmos nada, certamente haverá G8, e ainda temos jogos suficientes pra garantir essa vaga. O BR deve ser dispu.tado com ressalvas, título já era e vaga direta só com milagre.

Ainda estamos relativamente “longe” da final. Contra o SCCP tem que ganhar

Desculpe, longe só se for da decisão da CB.
Com jogos a cada três dias, duas semanas passam voando.
O que tiver que ser aprimorado ou o que precisar ser corrigido será feito com o carro em andamento, e as chances disso dar certo são no máximo “fifty-fifty”.

Segundo parágrafo perfeito!
O empate já foi um golpe doido e injusto. Se ocorresse a virada seria uma aberração que só o futebol, as vezes, proporciona!

Aberração seria tomar uma virada nos acréscimos do Sport (time de parte de baixo da tabela), no sábado passado, algo que aliás só não corremos o risco de chegar perto graças à arbitragem atrapalhadíssima.

O Grêmio, finalista da CB e de quem não ganhamos há seis jogos, escapou de uma goleada no primeiro tempo graças à absoluta incompetência dos nossos atacantes (aliás, como escapamos de outra na terça contra o River, mérito nesse caso que atribuo mais ao Wéverton que à ruindade dos atacantes argentinos), mas com todo o espaço oferecido pelo Palmeiras no segundo equilibrou a partida e se tivesse superado o adversário no final não seria nenhum absurdo, pelo menos pra quem viu o jogo sem fanatismo.

O placar de uma partida é resultado do que as equipes produzem durante (em média) 90 minutos, não há pontos ou premiações pra quem ficou mais tempo com a bola ou perdeu mais gols. Dois minutos de desatenção e todo mundo esquece o restante do contexto. O Bayern da final da Champions de 1999 e o River do final da Libertadores de 2019 sabem bem o que é isso.

De qualquer maneira, uma coisa não se pode negar: mesmo com um time mesclado e atacantes pífios, o Palmeiras de fato dominou um adversário de qualidade durante boa parte do jogo, o que nos permite imaginar que dá pra fazer mais do que foi feito nesta semana. Resta saber se teremos pernas, já que o Abel parece querer jogar o BR à vera.

Quanto ao jogo com o Sport não vou retomar o tema, já que muitos não acreditam nos comentaristas de arbitragem da televisão que na sua esmagadora maioria foram a favor no não pênalti.
Quanto ao Brasileirão também acho que deveríamos abrir mão dessa competição totalmente. Temos coisas muito maiores para disputar. Alguém precisa convencer o Abel disso!
Já os jogos com o Grêmio, que aliás é um baita freguês nosso no histórico, acho que há um engano, pois após nossa vitória de 1×0 pela libertadores de 2019 só jogamos 4 vezes com eles!
Pois fim chegou a hora de devolver aquele discurso de que alguns só gostam do VAR quando é em benefício próprio.
Que no futebol o que vale é bola tá rede, que tem que ser objetivo, que dois minutos de desatenção são suficientes para uma derrota, eu também acho. Os exemplos citados são bons!
Quero ver o dia que o Palmeiras ganhar jogando bem mais ou menos como jogou o Grêmio ontem achando dois no fim e você vier aqui falar que merecemos a vitória porque fomos objetivos e aproveitamos a desatenção deles!
Mais fácil um boi voar…

Quanto ao jogo com o Sport não vou retomar o tema, já que muitos não acreditam nos comentaristas de arbitragem da televisão que na sua grande maioria foram a favor do não pênalti. Quanto ao Brasileirão também acho que deveríamos abrir mão dessa competição totalmente. Temos coisas muito maiores para dar atenção. Alguém precisa convencer o Abel disso! Já os jogos com o Grêmio, que aliás é um grande freguês nosso no histórico, acho que há um engano, pois após nossa vitória de 1×0 pela libertadores de 2019 só jogamos 4 vezes com eles! Por fim chegou a hora de devolver aquele discurso de que alguns só gostam do VAR quando é em benefício próprio. Que no futebol o que vale é bola tá rede, que tem que ser objetivo, que dois minutos de desatenção são suficientes para uma derrota, eu também acho. Os exemplos citados são bons! Quero ver o dia que o Palmeiras ganhar jogando bem mais ou menos como jogou o Grêmio ontem achando dois gols no fim e você vier aqui falar que merecemos a vitória porque fomos objetivos e aproveitamos a desatenção deles!

Que gol é esse que esta m.e.r.d.a. chamada Ruimny perdeu???
Tem que devolver esse cara de graça de onde veio.
Minha sogra vendada e de perna amarrada faria o gol.

Pessoal, é claro que San Gennaro não vai poder interceder o tempo todo, em todos os campeonatos. Todo mundo sabe que o Assaízão já era. Hoje, o importante foi que Palmeiras fez um bom jogo, contra um adversário forte e, no geral, foi superior. O Grêmio é que teve sorte em seu gol, pois o cruzamento desvia e a bola vai na cabeça do Diego Souza. Os jogadores correr pra c.a.r.a.l.ho. Só critico as falhas de finalização. Pensei que fôssemos perder feio pro Grêmio.

Cara, juro que não entendo essas coisas. Como assim “achei que iriamos perder feio”? Com base no que? No jogo contra o River? Todos sabem que foi um jogo atípico! Eu acho nosso time superior ao do Grêmio, e não estou errado, vimos o que foi o primeiro tempo. Claro que temos falhas, nossos atacantes não acertam o gol. Mas criamos muito, muito mais, temos muito mais consistência. Que coisa. Importante reconhecer nossas falhas, nossas limitações. Mas não entendo esse tom depreciativo com o time. Juro que não entendo.

Também não entendo!
Que o nosso time é bem mais ou menos todos nós sabemos, mas super valorizar esse time do Grêmio que é muito ruim também não está correto.

Eu não super valorizei o time do Grêmio p.o.r.ra nenhuma. Eu falei que com a escalação que íamos por em campo, achei que itíamos perder. Não gosto do Zé Rafael, do Willian e do Lucas Lima. E ainda assim o Grêmio, que num geral foi pior qu o Palmeiras, quase ganha o jogo, se não fosse um milagre do Weverton. Goi pau a pau. E a propósito, srm LGO, não me esqueci das três derrotas consecutivas, que na verdade foram mais. Só pra deixar registrado.

Quanto ao 3 meia boca nem vou discutir.
Quero saber do Diogo Barbosa, Rodrigues, M. Henrique, Thaciano, Alisson, Vitor Ferraz e Diego Douza titulares do Grêmio na sexta passada!!
Todos excelentes jogadores!!!! SQN!!!
Esse é o problema de achar que perderíamos!

Pelo que o Palmeiras jogou diante de adversários mais qualificados (caso do Grêmio) nesta temporada, permito-me avaliar que até aqui os jogos atípicos aconteceram contra o Atlético Mineiro e a primeira semifinal contra o River Plate. A não ser pra quem considera Delfín e América MG parâmetros, ou pra quem acha que Pepê e Jean Pyerre são caneludos enquanto Breno Lopes e Rony são craques. E vamos lembrar que nosso gol só saiu graças a uma c@g@d@ ensaiada.

Vou torcer por qualquer jogador que vestir a camisa do Palmeiras, sempre, em qualquer momento, mas fazer isso não significa ter que distorcer os fatos para criar realidades paralelas.

Então coloca mais jogos atípicos aí na sua conta! Vitória de 3×0 sobre o Ceará nas quartas da CB! Se o Ceará não conta ótimo. Imagina o que é o Santos que não passou por eles. Vitória no Itaquerão por 2×0. Vitória sobre o Santos por 2×1 com golaço do Patrick de Paula. Vitória de 3×1 sobre o Bragantino por 3×1 na casa deles. Se o Bragantino é ruim de certo os Bambis são piores ainda…
E por aí vai!
É que aqui no 3VV tem as duas realidades paralelas. Aqueles que acham que está tudo sempre ótimo e aqueles que tudo que é ou vem do Palmeiras é uma porcaria!!!

OBS: quanto ao Jean Pierre acho um jogador bem mediano. Assista a goleada do Santos sobre o Grêmio e veja a atuação dele. Deu apenas dois gols no jogo mais decisivo do ano. Aí se fosse por aqui!!!! Já tínhamos enterrado ele…

Em base no meio de campo e ataque. Já cansei de dizer aqui que Lucas Lima, Zé Rafael e Willian não jogam nada. De ter vindo de outro jogo que só assistimos. Da p.o.r.r.a do cansaço que só serve de argumento quando perde. Atípico foi o 3-0, na Argentina. Aqui o River jogou o que joga de costume, e quase leva. E que criamos muito mais que o Grêmio, eu falei.

Zé Rafael e Lucas Lima eu concordo quanto ao William não! Esse último já nos ajudou bastante nos últimos títulos apesar de ter limitações!
É para alguns atípico é quando o Palmeiras ganha quando perde está tudo certo!

E não foi? Quem jogou mais para fazer um 3-0, o Palmeiras lá ou o River aqui? Quem jogou mais, somando os 180 minutos?

Kkkkk
Aí para cima tem um diálogo meu com o Yoda em que ele me “corrige” dizendo que bola na trave, posse de bola e chances de gol não ganha pontos e não altera o placar. Ele usou esse argumento para me dizer que não adiantou nada jogar melhor que o Grêmio! Mesmo assim nos 180 minutos com o River também tivemos um gol anulado (impedimento milimétrico) tivemos a chance mais clara de gol que foi perdida pelo seu amigo William sem goleiro errando o chute e por fim fizemos 3 gols contra 2 deles!
Não tenho dúvida que fomos melhores!

Eu não tenho a menor dúvida que o River foi muito melhor. Mas classificamos, fizemos 3 (num jogo atípico), e levamos 2 (num jogo que poderíamos ter levado 7). Em mata-mata é o que importa. O Willian errar gol sem goleiro é típico, não atípico.

Kkkkkk
O palmeirense é diferente de tudo!!!
Não adianta falar que toda torcida é assim porque não é!
Quase todos inclusive eu pedia para abandonar esse campeonato! Aí entramos com um time praticamente reserva, jogamos um bom jogo, perdemos muitos gols (3 bolas na trave), merecíamos a vitória e levamos o empate no azar de uma bola que desviou no Viña!
Mesmo assim tudo mais ou menos esperado. Aí entramos aqui no 3VV é só briga e xingamentos com o time prestes a disputar duas finais importantíssimas!
Realmente espero que nenhum jogador, parente ou amigo de jogador entre aqui no 3VV.
Fora os xingamentos vários comentários que não vamos ganhar nada. Depois tem gente que fica brava quando alguns (eu nunca fiz) cornetam chamando esses de “falsos torcedores”.

Sério, o Palmeiras deve ser o único time que consegue ser campeão paulista, finalista da CB e libertadores e ainda fazer a torcida passar raiva kkkkkkkkkkkk

Pois é. O time ganhando sem ser incomodado, pouco mais de 20 postagens com dois ou três escrevendo. Toma o gol que tava pedindo pra tomar, já já vamos passar das 60 com alguns urubus (não os do 👃) que só aparecem nessas horas.

O risco de por o time titular na segunda e perder dos gambás é afundar ainda mais a equipe psicologicamente. Pra se pensar.

Chega um momento que vc sabe que o time vai tomar o gol.
1 cara sobe no meio de 4 e faz o gol.

Chega a hora que vc sabe que os perna de pau amarelões no ataque não farão o 2. gol.
E não fazem.

Disputar final dependendo desse ataque vai ser decepção programada.

Difícil pra esses caras entenderem que uma vitória hoje colocaria o time na briga pelo título?
Precisava fazer 5 substituições?
Perder 4 pontos pra esse time no fim do jogo é f.o.d.a. !!!

Hoje o problema foi falta de pontaria. O Palmeiras criou muito mais chances de gol que o Grêmio, e quase perde o jogo no fim. Serve de lição para as finais. Não se pode perder tantos gols feitos, pois a bola pode punir.

Não sei se serve de lição. Eles não perdem por desatenção, eles perdem gols por total incapacidade técnica. Quem tem que aprender algo, é a diretoria. O que estão fazendo que não anunciaram dois grandes atacantes pra essa temporada? Vão esperar ir tudo pro brejo, por depender de absolutas porcarias como Ronny, Willian e Breno Lopes???

Estão esperando o Rony brilhar no Mundial pra vendê-lo ao Barcelona, da mesma forma que esperavam o Borja arrebentar na Copa da Rúasia e ser vendido pro Real.

Concordo. Só que agora não tem jeito, são esses aí que têm que decidir. O Luiz Adriano está pegando cancha de novo, protegendo bem a bola, arrumando jogadas pros companheiros, dando boas arrancadas e os gols serão consequência. Ele vai ser o cara contra o Santos.

Kkkkk. Exagerei um pouco. Na verdade arrumou uma única jogada. Mas já é um começo.

Rapaz, só de lições já são bem umas 40.
A questão é quando amarelões e pernas de pai, vão fazer as lições de casa.
Ou o beabá do futebol.

É!
Devem ser muitas lições mesmo!
Porque não ganhamos o paulista, estamos mal no Brasileirão e perdemos vários mata matas em 2020…

Olha, apesar da c.a.gada de partida de hoje, pelo menos, dá pra perceber bem o que precisa de mais atenção no elenco. Nosso ataque. É patético. Precisamos trazer 2 matadores. Um de titular, um pra reserva. Dois jogadores, e já fariam uma baita diferença no nosso aproveitamento de pontos.

Só pra constar, estava vendo a página do Grêmio no Face, pessoal lá tava dizendo que esse Grêmio era o time reserva.

Só se no titular entrar o Renato Gaúcho. No mínimo, foi um misto requentado.

Cansado de ficar olhando no relógio esperando estas m.er.das não tomar gol. Vergonha, time sem vergonha. Não vai ganhar nada, bando de jogadores ……

A vdd e que o nível técnico do nosso ataque a exceção do Luiz Adriano é duvidoso demais ! Palmeiras perdeu mil gols pela falta de categoria dos seus atacantes, série de passes errados nos contra ataques , se você perde tanto contra adversários grandes no final faz falta !
Ah e só foi entrar mike e Lucas lima para o Palmeiras ficar com nove em campo !kkkk

Vc tá sendo bonzinho. Eu não tenho dúvida alguma que nossos atacantes disponíveis, tirando Luiz Adriano, são de Série B pra baixo.

Bem feito, castigo justo. Alguns desaforos a bola não tolera.

Que larguem mão de vez desse campeonato e se concentrem naquilo que podem ganhar.

Vergonha, time sem vergonha. Pior Palmeiras em 10 anos. Um bando de grossos que vai na sorte. A bola cobra.

Time de B.o.sta, elenco cagão, técnico de mer.d.a, não vai ganhar nada. Parabéns para todos que ficam batendo palmas para isso. Chega a ser ridículo ver certos jogadores em campo. Dudu era 50% por cento desse elenco, hj querem enaltecer esse Ronny

Se o Abel conhece o mínimo de futebol, esse Rony e Breno não jogam pelo Palmeiras nunca mais!

Não só eles vão continuar jogando, porque o elenco é muito mal formado, como tem muito mais jogadores que não deveriam nunca mais pisar no nosso campo…

E vou mais além: serão usados nas decisões que temos pela frente porque o elenco é isso aí, desequilibrado e mal formado.

O Palmeiras é favorito a ser uma grande incógnita.

Ah vá pra m.e.r.d.a. Eu tava pra vir postar, dizendo que a gente tava fazendo uma partida chama gol, dizendo que parecia aquele jogos que o time toma gol no finalzinho, e esses loosers vão e tomam o gol, pqp. Ou você aproveita melhor as chances e mata o jogo, ou segura o jogo e não oferece o ataque. Esse bost… não fazem nem uma coisa, nem outra.

William bem hj… Marcos Rocha ressurgindo dos mortos pouco a pouco… Luan seguro… Emerson de volante bem… Vina mal… Ronny e Breno sem comentários…

Uma coisa não se pode dizer dessa formação: que os caras não correm.

Verdade. O que falta de recurso técnico em alguns sobra de dedicação e vontade. Em outros já é o contrário.

Uma coisa eu sei: se o Dubgod fizesse aquele golaço por cobertura no ângulo deixando o Vanderlei ajoelhado eu pagaria o ingresso do Aroni pra final da Libertadores!

Tudo divinamente sussa! Final de 1° tempo, 1-0 abençoadamente importante. Ainda faltam dois DubGod. Hendeca⏳.

Olha esse gol, todos tentando ver quem iria errar, acabou que a bola entrou chorada, já que o Veiga tentou perder também…

Esses caras são ruins demais. Olha o nível dos caras q conseguem jogar em time grande hj em dia e ganham uma fortuna. Eu fico até desanimado , tá errado isso aí….vou dormir q é mais vantajoso, amanhã às 5h eu tô pulando da cama.

A minha reclamação é com as finalizações. O Palmeiras está muito melhor que o Grêmio. Mas não se pode perder tantos gols assim!

Palmeiras MUITO melhor que o Grêmio. Dá até impressão que a ordem do Grêmio é não fazer nada, para não entregar o estilo de jogo deles antes da final kk.

Duro é ver nossos “heróis” perdendo 300 gols feitos… Tinha gente reclamando do interesse do Palmeiras no Hulk, sinceramente, com um ataque desses, reclamar do Hulk… nem falo nada.

Da parte do Grêmio, tenho poucas dúvidas de que a estratégia é essa, mesmo. Já a nossa é a de sempre: atacantes ruins perdendo chances inacreditáveis. Mais incrível ainda é insistirem que Soteldo e Marinho não são grande coisa, perto dos nossos “avantes” eles viram Gullit e Van Basten…

Marinho é (ou está) muito melhor que nossos atacantes. Do que todos. Eu disse no outro topico pra alguem lembrar que o Marinho deu um calor na gente no último jogo entre Palmeiras x Santos, mas eu mesmo só lembrava que ele tinha ido muito bem, mas não lembrava os lances. Fui assistir os melhores momentos (Santos 2 x 2 Palmeiras), ele humilhou nossa zaga, especialmente no segundo gol deles. Se ele entrar aceso daquele jeito na final, vamos precisar fazer gols, no plural. E se depender desses nossos “heróis” no ataque… puts!

O Marinho não é essa maravilha toda, mas vive aquela fase em que tudo parece dar certo. Provavelmente, se não ganhar a Libertadores agora, daqui a uns três anos vai aparecer sendo destaque e carregando algum time periférico nas costas. Mas hoje, dentro da realidade brasileira de atacantes, principalmente a nossa, merece toda atenção e cuidado.

Na hora do panelaço tinha uns caras gritando: “Fora San Genarooo” !!!
Aí complica pra nós…

Aparentemente, a função do Breno Lopez é receber a bola na ponta, pra tocar pra trás, de volta pros volantes/zagueiros. Ele não tenta uma passagem, tabela ou drible. E como todas as jogadas estão se concentrando na direita, significa que se a bola chega nele, é fim da jogada. Pqp…

Ele me parece ter muito boa vontade, o problema é a falta de recursos, mesmo.

Cara, sério mesmo, me pergunto o quanto está levando por debaixo dos panos, o responsável por Breno Lopez. O cara não tinha os melhores números nem na série B. É óbviamente uma das duas: venda casada ou golpe de dirigente.

Não vi a escalação. Titulares, reservas ou time misto hoje?

Os comentários estão desativados.