Categorias
Brasileiro 2020 Resenha dos Jogos

Brasileiro 2020 Palmeiras 4×0 Corinthians: sem mais para o momento….

Raphael Veiga duas vezes.

Luiz Adriano duas vezes.

Willian jogou muito.

Weverton.

Kuscevic.

Danilo, Gabriel Menino, Zé Rafael, Luan, Viña, …

Abel….

Quem mai?

Sem mais para o momento….

Saudações Alviverdes!

298 respostas em “Brasileiro 2020 Palmeiras 4×0 Corinthians: sem mais para o momento….”

kkkkkk, tatuagem já é demais.
Quanto à sorte, nada se compara àquele dia que empatamos com o Atlético-PR no Allianz Parque novinho em folha no fim de 2014, e o Santos segurou o Vitória lá na Bahia evitando nossa 3ª queda pra série B.
Não sei o que seria do Palmeiras e do Paulo Nobre daquela data até hoje.

Hahahahahahaha foi só sorte, nem juízo teve nessa vez aí.

Que bom que estamos na linha do tempo onde o Palmeiras não caiu pela terceira vez….

Se for pensar bem, a gente passou muito perto de virar um Vasco.

Exatamente, por muito pouco não nos tornamos o que o Vasco é hoje. Um time que ainda tem torcida grande mas em franca decadência. O que se dirá então do Botafogo?

Pra mim, a maior sorte em 2014 foi ter o Criciúma naquele campeonato. As duas vitórias sobre os catarinenses (nas primeiras rodadas de cada turno) foram construídas com lances irregulares, se tivéssemos empatado um desses duelos o futuro seria outro.

Estou viajando nas ideias aqui, imaginando os gambás precisando empatar com o Inter na última rodada para conseguir uma vaga na pré-Libertadores, e este resultado nos dar o título de campeão brasileiro.
Imagina a torcida deles se isso acontecer.

Fazendo uma análise dos jogos que faltam para os postulantes ao título (Inter, bambis, galo, cheirinho e verdão, sim, pra mim o Grêmio é carta fora do baralho), com base nos 72 pontos necessários para ser campeão (que já mencionaram aqui e eu concordo em partes) levando em consideração dados estatísticos, resultados recentes, adversários, e principalmente, MEU chute, cheguei a seguinte conclusão:
– Inter tem as maiores chances de levar, pois a tabela não é difícil e só precisa conquistar 61% dos pontos possíveis
– Galo vai brigar de perto, pois tem a tabela mais fácil (com exceção à última rodada, claro), apesar de precisarem de 75% dos pontos a disp.utar
– Bambis não levam, psicológico abalado e tabela difícil, e precisam de 71% dos pontos
– Cheirinho tem quase as mesmas chances do Galo, vai depender mais do resultado do jogo de hoje
– Verdão, tem que ganhar 77% dos pontos, e tem confronto direto com 3 postulantes. Se ganhar esses 3 jogos, a chance aumenta.

Mas se fosse pra apostar eu ficaria entre Inter e Galo.

Acompanho o relator. O Galo tem a tabela mais acessível teoricamente, mas ainda oscila demais. O Inter vive “momento” (entre aspas pra evitar polêmicas desnecessárias) melhor e pode se aproveitar disso.

Com uma combinação improvável (mas não impossível) de resultados, a começar de hoje, o Palmeiras poderá até entrar em campo no Maracanã dia 30 como líder do BR. Se isso acontecer, não duvidarei do título.

De costume eu sou cuidadoso e pessimista, eu acho que deveríamos já estar poupando (dosando suas participações, e não os deixando simplesmente sem jogar, que fique claro) jogadores pensando na final contra o Santos.

Afinal as atuações do nosso time estão bem inconstantes ainda, vide river e gambás (excelentes), river (trágica) e Grêmio (vitória na mão desperdiçada e quase derrota no final). Não sei qual desses times jogará contra o Santos.

Mas hoje, especialmente, eu concordo com a força máxima contra o Flamengo, uma vitória nossa deixa o título bem mais distante pra eles.

Não esqueci o bonde mal cheiroso que eles fizeram no Allianz em 2019 e as intermináveis provocações contra nós quando ganharam BR e Libertadores.

Era direito deles, respeito, mas também é meu direito torcer loucamente contra eles, pra que eles tenham um ano tão memorável quanto foi nosso 2019.

Vi por acaso alguns minutos de uma live de torcedores urubus após a derrota para o Ceará (algo que para algumas pessoas é motivo suficiente pra desqualificar qualquer candidato a título no planeta…), eles estavam muito p.u.t.o.s com a possibilidade do Palmeiras do Abel superar os feitos do Fla do JJ, preferem até ver o Galo campeão.

Só lembrando que o “bananote”, como alguns chamam, já chegou mais longe que o Paulo Nobre, que sequer chegou a uma final de Libertadores, e ainda deu a sorte de não jogar a série B em 2015, graças ao nosso adversário do próximo dia 30 que não perdeu do Vitória lá na Bahia.
Isso não é uma crítica ao Paulo Nobre, também sou muito grato a ele por tudo que fez pelo Palmeiras, apesar de não concordar muito com algumas atitudes impulsivas da parte dele.

Concordo.

Mas veja como o Paulo Nobre encontrou o Palmeiras e como Galiotte encontrou.

E aí reavalie o que os dois fizessem.

Nada contra o atual presidente, mas errou muito acima da média, na minha opinião.

Verdade, Galiotte errou bastante no começo, mas em 2020, no meio da pandemia, tomou decisões corretas em relação às despesas, promovendo a subida dos jogadores da base. Contratou o Anderson Barros, que pouco aparece, no lugar do gastador Alexandre Mattos. Parece que está dando certo.
Se for campeão da Libertadores depois de 21 anos, sairá da presidência com seu dever cumprido, digno de aplausos.
Se ganhar Copa do Brasil e Mundial, tem que fazer uma estátua.

É, nesse sentido, tenho que concordar. Não demitiu funcionários, não houve problemas na negociação de salarios com o elenco… É um bom presidente, nada excepcional, mas os outros times tem dirigentes tão ruins que acaba se sobressaindo.

Mas que teve mais sorte do que juízo nas escolhas relacionadas ao futebol…. Isso teve rs

Mas se ganhar tudo eu faço tatuagem daquela careca

kkkkkk, tatuagem já é demais.
Quanto à sorte, nada se compara àquele dia que empatamos com o Atlético-PR no Allianz Parque novinho em folha no fim de 2014, e o Santos segurou o Vitória lá na Bahia evitando nossa 3ª queda pra série B.
Não sei o que seria do Palmeiras e do Paulo Nobre daquela data até hoje.

Vale lembrar que para a história, o presidente da Libertadores, da Mercosul, da primeira CB, de dois Brasileirões, do Rio-SP e de três Paulistas chama-se Mustafá Contursi. Se é pra associar presidentes a conquistas, ninguém o supera, porém…

Acho que o Palmeiras venceu o BR 2018 e está nessa fase abençoada APESAR do Galiotte. Ele deu carta branca pro Mattos fazer o que quisesse, começou sua gestão com Eduardo Baptista e em meio a discursos de “modernidade” e “dna do clube” enfileirou três treinadores megaultrapassados numa sequência desastrosa (a despeito do já citado título do BR 2018). Caso o Nobre tivesse entregado ao seu sucessor o mesmo Palmeiras que recebeu do Tirone, hoje muito provavelmente seríamos mesmo um Vasco.

Aqui no 3VV tem uns torcedores meio “loucos” e eu sou um deles. Tem aqueles que preferem cobrar e cornetar o time razoável que de fato temos em vez do grande momento e da grande possibilidade de um ano extraordinário! Não me encaixo nesses, mas me encaixo nos “loucos” que mesmo com as últimas boas atuações não tem a menor esperança no Brasileirão. Aliás se eu fosse obrigado a apostar em alguém colocaria meu dinheiro no cheirinho! Pois apesar de todos os problemas e do futebol que eles não tem jogado ainda estão muito próximos e tem tudo para passar o Inter que tem um time infinitamente inferior.
Portanto, infelizmente, meu prognóstico para hoje é bem ruim. Tomara que eu esteja errado!!!

Kkkkk
Estou rindo sozinho aqui agora!
Li meu comentário para meu filho de 10 anos e ele ficou irado! Falei para ele entrar no blog e escrever discordando. Ele respondeu “eu não, não aguento você reclamando no Brasileirão imagine os outros que reclamam de tudo e de todos inclusive na libertadores”…
Antes que o Yoda me critique já o orientei dizendo que ele deve respeitar as opiniões contrárias e debater com fatos e dados, e que todos aqui querem o Palmeiras cada vez mais forte!

Só sei de uma coisa: para o Palmeiras ter qualquer chance de Assaízão, tem que jogar bola suficiente pra chegar na última rodada na frente de Inter, São Paulo e Flamengo (a não ser que Corinthians esteja lutanto por vaga na Libertadores, e o São Paulo com chances de título), o Grêmio não ter nenhuma chance de conquista (já que pegará o Botafogo já rebaixado) e vencer o Atlético-MG (possivelmente líder), em Minas.

Discordo do LGO ganhamos de 4a0 do maior rival mas ele continua sem confiar no time.

Arthur você é novo aqui e vai perceber que sou uns do que mais confia. Você vai ver coisas aqui no 3VV mil vezes pior!
Só acho que pelo contexto hoje não deve dar. Torço para estar errado!

Em episódio inédito da série “Esta é sua Vida”, gostaria de perguntar ao LGO e ao Gustavo quais são os nomes de seus filhos (10 e 19 anos, respectivamente, certo?) e se são palmeirenses como os pais.

Mera curiosidade, não precisam responder se não quiserem.

Caro Yoda!
O Arthur que está escrevendo aí hoje pela primeira vez no blog é o meu filho…kkkk
De tanto ele me questionar e me chamar de corneteiro pé frio, falei pra ele escrever no blog e argumentar o que quiser!
Como uma criança de 10 anos obviamente é muito mais fanático e entusiasmado pelo Palestra do que eu. Até porque começou mesmo a acompanhar futebol de maneira sistêmica e fanática em 2015 quando o Prass virou nosso ídolo! Aliás ainda é o maior ídolo dele. Nem gosta quando o Palmeiras joga contra o Ceará!
Como desde de 2015 estamos numa maré muito melhor ele não está acostumado a sofrer como nós…kkkkkk

A Bélgica é líder do ranking de seleções da FIFA já faz algum tempo, ela ganhou o quê, mesmo?

Esse negócio de ranking é legal pra conversa de botequim, algo que aliás anda restrito por causa da pandemia. Ranking não avalia desempenho técnico nem entra em campo, vê somente números.

Esse timinho do Jardim Leonor, só nos dá alegria. Outra coisa, como nós conseguimos perder para o Botafogo? Isso sem falar Goiás, etc. E o Luxa? Hoje é dia. Dá-lhes portuga.

Simples. O time não tinha estratégia ou tática de jogo. Era toca de lado pra cá, torça de lado pra lá, recua pro goleiro e dá-lhe chutão. As vezes vai funcionar em times que se posicionam mal, as vezes a bola estourada do goleiro vai achar nosso atacante lá na frente em velocidade, mas a tendência é que também, muitas vezes, nada disso vá acontecer, e nosso time despreparado, se torna presa.

Ainda não acho que o time está um esplendor tático com o Abel, mas tem um mínimo de organização e desenho tático, o que no falido, engessado e ultrapassado futebol brasileiro, é o suficiente pra te colocar como candidato a título.

Eu sou do time dos chatos que acha defeito até quando ganha. Mas não é querendo torcer contra, e sim, torcer sabendo que se conseguimos ter um clube forte de verdade, íriamos passar o rodo em tudo que é título que disputassemos.

Imagina a cena: se nesse time atual, estamos bem desse jeito, como seria se tivéssemos jogadores melhores no lugar do Marcos Rocha, Luan, Rony, Lucas Lima… E por melhor, quero dizer 4 caras daquele tipo que chegam e resolvem. E o Abel já no clube a mais tempo, conseguindo implementar melhor suas ideias. Estaríamos demolindo em ganhar títulos.

Agora se fica igual os otimistas, “não, não critiquem, estamos nas finais, de alguma forma, a energia negativa de vocês vai atrapalhar” (é, nossa energia, e não a ruinzice dos caneleiros né?)… As coisas não andam, ninguém acha que tem algo errado, e aí, vamos vivendo de Luxas, Felipões, Ronys…

Parabéns pelo texto irrepreensível, PCM51, especialmente os dois últimos parágrafos. Da mesma forma, parece que foram as “energias negativas” dos torcedores do 3VV que teimam em enxergar a realidade, ou as arbitragens manipuladas por Globo e CBF que só querem a nossa ruína que nos mantiveram 17 anos sem um mísero título no final do século passado, ou que nos jogaram em 14 anos de trevas no início deste século, com duas passagens por Série B e incontáveis vexames. As administrações patéticas que por quase quatro décadas (exceção ao período Parmalat) rechearam o elenco de jogadores risíveis com nível de futebol abaixo da linha da miséria, muitas vezes apoiadas com base em interesses ilícitos por torcidas organizadas nefastas, nada tiveram a ver com isso.

É por isso que, embora não concorde com alguns exageros, eu entendo quando pegam no pé do Bigode, do Zé Rafael ou do Rony, que por obra do destino insólito pode ser o “Senhor América”, ou quando colocam em dúvida a capacidade do treinador. Alguns não se contentam com pouco, principalmente quem viu um futebol que não voltará jamais. Não importa se um placar foi 4×0, se eu sei que poderia ter sido 7 ou 8 eu vou criticar o que precisa ser criticado, sem deixar de enaltecer o que deve ser enaltecido.

Com o trio ZéBiLu, Rony, Breno Lopes, Marcos Rocha, Mayke e Emerson Iemanjá, um treinador estrangeiro totalmente desconhecido que chegou há pouco mais de dois meses em meio a uma crise sanitária mundial e uma diretoria que só acerta quando erra a mira, podemos enfileirar (pouco provável, mas até aqui possível) em algumas semanas seis taças, metade delas internacionais. Como escrevi outro dia, imagine como seria se o Palmeiras tivesse diretoria estruturada como empresa de primeiro escalão, com Paulo Nobre e Leila Pereira juntando suas forças para buscar os melhores profissionais dentro e fora de campo?

As meninas do morumbi estão tão descontroladas que não caem mais de
quatro,mas de 5!!!
Agora, um pouco mais sério:será mesmo que dá para chegar. O elenco aguentará?Como muitos, temo por essa maratona que o time enfrenta.

Acho que as finais vão desfocar o time (tanto com vitória quanto derrota), e aí vamos deixar mais alguns pontos no caminho… Sem contar que não dependemos da gente, tem de secar o Inter agora. Chance existe, mas você confiaria no psicológico desse time?

Antes, não confiava nem um pouco no fator psicológico desse elenco. No momento, confio mais um pouco, mas se não levar nenhum caneco, temos de aceitar e ter paciência: o portuga, até o momento, fez milagre dadas as circunstâncias em que pegou o time.
Trabalhando o time desde uma pré-temporada, certamente chegará bem longe e os títulos (ou mais títulos) virão.
Para fechar: acho que o Brasileirão(vulgo Covidão) já era para nós. O Diogo, mais acima, fez uma ótima projeção sobre o campeonato e postulantes ao título. Nós corremos por fora.

Depende. Se ganhar bem do Flamengo logo mais, entra na briga de vez pelo título.

A continuar nosso momento maravilhosamente iluminado de bençãos, ganharmos do Flamengo, e o jogo atrasado com o Vasco, ultrapassaremos a campanha do São Paulo. Óia! Será que dá? 🤔

Pegando um gancho no polêmico assunto “momento”, gostaria muito que o Choque-Rei fosse no próximo domingo. Ainda mais se ganharmos hoje. Com uma vitória no clássico ultrapassaríamos os bambis, aí nem o padre Quevedo daria jeito neles…

Ver bambi despencar com tamanco quebrado é impagável.
Bambis, gambás e Flajuto são 3 times que odeio, por toda a sujeira que representam.

O jogo de amanhã representa tudo para a RGT.

Sexalguem vai ganhar queixaria esse obter, pq o atlético-mg é uma piada.

Também penso assim, “sexalguem vai ganhar queixaria esse obter” (não sou fluente em armênio, mas acho que você quis escrever algo como “se alguém vai ganhar, que seja o Inter”)…👽

Mas pelo heiro da mortadela, não será o Inter também. Como está tudo conjuminando milagrosamente para
nos marter com chances de conquistar o Assaízão, não duvido que batamos o Flamengo amanhã e o Inter perca o clássico pro Grêmio na próxima rodada.

Deve ter alguma coisa a ver com o alinhamento de Saturno com Netuno, só pode…

Mas se o título ficar entre Inter e Galo, eu torcerei pelo Inter por conta da pessoa do Abel Braga. Além disso, ver o Sampaoli bi-vice contemplando os dois times que desprezou dispu.tando o título mais importante do continente não tem preço…

Mas pelo cheiro da mortadela, não será o Inter também. Como está tudo conjuminando milagrosamente para
nos manter com chances de conquistar o Assaízão, não duvido que batamos o Flamengo amanhã e o Inter perca o clássico pro Grêmio na próxima rodada.

Assistindo o 1° tempo desse São Paulo-Inter, comentei com o meu filho que esse Yuri Alberto era o Dubgod colororado. Aí me vem o segundo tempo, e o cara me faz um hat-trick consecutivo. Olha o poder, hein?

Vou guardar esse poder para o dia 30. Até lá vou só elogiar. Quando chegar a hora, vou dizer que é o Yuri Alberto palestrino.

Boa ideia. Vamos começar a chamar o Marinho de “Tchê-Tchê do Santos”, vai que cola e ele incorpora…

Gustavo, não sei porque, minha cabeça fica achando que você é um garoto de 19, 20 anos.

Quando você fala “meu filho alguma coisa”, acabo dando risada da minha viagem kk.

P.utz kkkk não chegava a pensar que vc tinha 19, mas seu filho ter isso aí ultrapassou minhas expectativas tb, chutava no máximo uns 35.

Salvo engano, você mora em Santos (ou região), certo?
Como anda o clima (não falo de praia…) por aí?

Moro em São Vicente, mas nasci em Santos. O clima tá vem tranquilo, quase nem se fala da final ainda. Os torcedores do Santos que eu conheço, com exceção do meu filho (que acha que o Santos já ganhou), colocam o Palmeiras com ligeiro favoritismo, e que o Marinho pode decidir a Final. Mas como sabem que sou palmeirense, não vão falar o que realmente pensam.

Gambás e gazelas levando chocolate na mesma semana não tem preço!
Gazelas ficarão na fila geral sim senhor.
Deixa elas viverem do passado, como cantam no hino.

Vexame histórico. Na segunda o Marcão zuou no Instagram com a “liberação de shows” no Allianz Parque. Pelo jeito liberaram também o panetone, mas acho que só pra bandas gaúchas…

Como já disseram aí, acho que amanhã é nossa última chamada. Se o Palmeiras ganhar, o campeonato enrosca de vez, para desespero da CBF. O Inter não tem lá uma tabela muito fácil, não, o problema é que na última rodada vão pegar os gambás em casa. Por conta da rivalidade histórica que se estabeleceu entre eles nos últimos anos, inclusive nos respectivos rebaixamentos, não dá pra saber se podem jogar para tirar ou pra dar o título a eles.

Meu Jesus, que sapecada nos bambis…imagina como estão os comentários lá no 3vb kkkk

É… eles nos tripudiaram demais nas nossas filas e nos rebaixamentos, peguei uma raiva maior que dos gambás, só espero um dia ver esse time rebaixado

Eu nem comparo muito, não. Tenho muito amigo corintiano e a zueira com eles é de outro nível, tanto pra lá quanto pra cá. São-paulino normalmente é arrogante, acha que o clube é um pedaço de Europa perdido nos trópicos, não admitem o rebaixamento no Paulista de 1990 e sempre vomitaram superioridade. No dia em que caírem no BR (e isso vai acontecer, cedo ou tarde) pra mim vai valer título de primeiro escalão.

Olha, com um chocolate desse, deveria. Claramente o cara não serve. São Paulo nunca apresentou um futebol tão vistoso assim, chegou a liderança, porque não depressivos tantos pontos com os times mais fracos. Mas eles perderem a liderança, pra mim, soa muito natural, pelo futebol deles.

O peso da fila também conta. Quem viveu os 17 anos sem títulos do Palmeiras sabe que na hora H as pernas tremem. Ainda mais nesses jogadores mimados de hoje em dia.

Eu já não achava o Tchê Tchê tudo isso no Palmeiras. Mas no São Paulo, vixe… Tá jogando nada… Perna de fato, treme.

Mas o Daniel Alves é um ex-jogador. Ou então tá fazendo um corpo mole da p.o.r.r.a.

O treinador trata o elenco na porrada e o Daniel Alves como patrão (o que, na verdade, é mesmo), tem como isso dar certo?

Se continuar assim, o SPFC só vai pegar vaga na Libertadores porque vai ter G-7/G-8 e o maionese foi embora do Fluminense, senão…

Tchê Tchê (Wesley 2.0) e Dani Alves (que esquece que os títulos da carreira dele, não foram dele, foram do time cheio de estrelas que ele atuava), receita pro fracasso.

Ver o São Paulo perder esse título vale o mesmo que ganhar uma Copa Mickey.

Ou mais. Hahahahahaha

Esse é um caso em que queimei a língua da garganta até a ponta, mas de certa forma fico feliz pela pessoa que ele é, embora esteja ultrapassadíssimo futebolisticamente falando. Com a volta do Abel Braga ao Inter, colocava os chorolados fora do G-6, e no começo tudo parecia caminhar pra isso, mesmo. E não é que o cara pode ser líder isolado hoje?

Mais do que copa Mickey, se os bambis conseguirem perder esse campeonato depois de abrirem 7 pontos de vantagem, vão superar aquele fiasco do Palmeiras em 2009. O Muricy foi um técnico vencedor, mas vá ser pé frio assim lá na…

Nossa, acho que Abel queimou a língua de todo mundo. Parece ser uma boa pessoa, fico feliz que ainda tenha gás. Ainda mais depois da morte do filho.

E só de não ser o SP e Flamengo, qualquer um pode ganhar que já está bom…

Também acho, se acabar uma fila de 41 anos (Inter) ou uma de 49 (Galo), pelo menos a nossa fica só em dois. E não vai ficar entre esses, mesmo, pra mim o Grêmio vai atrapalhar mas mostrou hoje que só ganhará a CB se o Palmeiras fizer “palmeirada”.

O Abel é pragmático, mas nesse momento o time do Inter, que é bem mediano, precisava de pragmatismo mesmo. 1×0 é goleada. Bom, pelo menos até esta noite, né?… Se for campeão, o Inter vai fazer como aquele aluno que só tirou nota 7 o ano inteiro e passou despercebido, enquanto alguns tiraram 10 no primeiro bimestre e 0 nos outros, ou vice-versa. Agora, já pensou se no final das contas aquele gol que o Botafogo “deu” pra eles numa jogada pra lá de polêmica “decidir” o campeonato?

Resultados nos ajudando para ficar entre os seis, importante para vaga para Liber. Top dois do mundo, e daí, cadê a taça, muito cedo para oba oba, de real é a vaga para liber no Brasileiro. Repito, é um dos piores times da SEP a disputar uma final de Liber. Muito cuidado e caldo de galinha. Sardinhas tem um elenco de merda, tirando os meias boca Marinho, Soltedo e o zagueiro, o resto é nível meio de tabela. Mas nós também temos meias boca e nenhum craque. Jogo final sem prognóstico. Ia me esquecendo, os bambi rumo ao título.

Na linha “Momento Abençoado” (pra quem não gostar nem entender “momento”, pode trocar por “rodada”, mesmo…), o primeiro resultado já saiu: Grêmio 1×1 Atlético Mineiro.

Grêmio vai empatando com o Galo.
Estão nos convidando para o hendeca.
Amanhã: última chamada.

Palmeiras é o segundo melhor time do mundo atualmente?

Se esses dois títulos vierem e por ventura nos colocarem como primeiro, eu vou ficar (mais) chato pra caramba aqui…. Hahahaha

O levantamento foi feito pela respeitada Federação Internacional de Histórias e Estatísticas do Futebol (IFFHS, sigla em inglês), com base nos resultados das equipes nas competições oficiais que dispu.taram em 2020. Faz sentido, pois se pegarmos os resultados do Palmeiras no Paulista, na Copa do Brasil, na Libertadores e no Brasileiro o aproveitamento é excelente. Como acontece com boa parte de qualquer torcida, nesse caso analisa-se apenas resultado e não desempenho. É o mesmo critério que pode dar o título de “Rei da América” ao Rony, uma aberração só explicada por números frios e, nesse sentido, indiscutíveis.

Por outro lado, isso nos dá um alento. As duas melhores campanhas da Libertadores chegaram à final, quem sabe os dois melhores times do planeta (com base no que levantou a IFFHS) possam dispu.tar a final do Mundial – que não deixa de ser um torneio muito mais político que esportivo, mas não me importo de ganhar taças políticas…

Concordo que o estudo seja baseado em resultados e que não corresponde (nem de muuuuito longe) a realidade.

Mas ele existindo, que bom que estamos tão bem. Por mais receoso que eu seja com o time, pelo menos é uma notícia boa hahaha

Há alguns anos a gente ficava no pote B da Copa do Brasil…

Na virada do século, quando foi avaliado o desempenho de todas as equipes de futebol entre 1901 e 2000, essa mesma organização já havia nos colocado no topo do ranking nacional, e também por isso ganhamos a alcunha de “Campeão do Século XX”. Mas jamais havíamos chegado tão longe assim…

Entendo que a realidade também seja feita de números, mas embora os objetivos do futebol girem em torno deles, há muitos outros fatores para conquistá-los, inclusive oportunidade. Quando garoto, joguei bola com alguns moleques que eram muito, mas muito melhores que muitos profissionais da época (se comparar com os da atualidade, quase 100%), mas que por razões distintas não tiveram chance de vingar. Uma pena.

Que notícia excelente. Patrick de Paula e Veron liberados. Gomez quase liberado. Wesley também. Que beleza. Portuga capricha na escalação. Com Patrick de Paula e Danilo como volantes, não tem para ninguém. Gomez na zaga e Wesley no contra-ataque, teremos um time mortal. Dá-lhes portuga.

Patrik de Paula acho q volta jogando a mesma bola de antes mas qto ao Wesley eu não me animo muito . São 4 meses sem pegar na bola pra voltar numa final de libertadores. Não dá pra esperar muita coisa.

Eu tenho minhas dúvidas. Explico: recuperados agora, com 9 dias até a final, não acho que vão recuperar ritmo de jogo. Mas o Abel vai se sentir tentado a escalar eles. Existe a chance de entrarem em campo e sentirem essa falta de ritmo, errando jogadas simples, não conseguindo performar, e talvez comprometendo o título. Não estou falando por achismo, já cansamos de ver, jogador bom que lesiona, quando volta, volta mal, sem ritmo, e leva um tempo pra voltar a jogar redondo.

Eu guardaria o Wesley para o Mundial (se chegarmos lá) e para as finais da CB. Essa Libertadores será Dubgod…

Aliás, pra quem não lembra na final de 2006 o Luiz Adriano substituiu com sobras o Pato, como sempre “decisivo em decisões”, e ajudou o Inter a derrotar o então melhor time do mundo, Barcelona. Quem sabe ele não bisa seu feito.

Não lembrava que o Luís Adriano estava nesse jogo. Eu também faria isso que você falou: segurar um pouco os que estão voltando. Colocaria eles no Brasileiro, pra pegar ritmo pra final da CdB e/ou Mundial.

Verdão eleito TOP 2 do mundo em 2020 !!!
Se for isso mesmo, tá ótimo!

Portuga, precisa treinar os zagueiros para prestar mais atenção nas bolas aéreas. Que falta faz o Gomez, Patrick de Paula e Wesley.
Fora Weverton, bracinho de jacaré kakakakakakaka. Deixa os sardinhas comemorarem antes. A hora deles vai chegar. Amanhã é dia do Frangão Ceni.

Sobre a torcida:
Alguém acredita que a ausência da torcida no Allianz colaborou para que o Palmeiras ganhasse o paulisteco em cima dos gambás e pra que o time chegasse em mais duas decisões?
Eu, particularmente, acredito que sim.
Acho que os jogadores atuam menos tensos sem torcida, ainda que seja a favor. Por exemplo, imagina de quantos xingamentos o Rony se livrou a cada lance desperdiçado. Aquele gol perdido contra o Grêmio ninguém iria perdoar.
Se eu acho que nunca mais deveria ter torcida?
Óbvio que não. Mas que ajudou, ajudou…

Eu não acho que colaborou. O que colaborou foi o coronga, somado com o elenco mais equilibrado (não melhor time ou elenco) que temos em relação à maioria dos outros times. Com exceção do Flamengo, do Santos e outro poucos, temos peças de reposição suficientes para enfrentar a maioria das outras equipes.

Sei não… Nosso estádio lotado em jogo decisivo quase sempre tem cheiro de tragédia.

O Abel disse na coletiva depois do jogo contra o river que o corredor que a torcida fez só serviu pra deixar os jogadores nervosos. Particularmente achei uma declaração infeliz, mas até que faz sentido.

Exatamente, Gustavo. Enfrentaremos o Santos que, apesar do retrospecto negativo no geral, leva vantagem sobre o Palmeiras em jogos eliminatórios ou decisões. Parece que não leram ou ignoraram (ou os dois) uma postagem que fiz na semana passada. O intuito não foi secar nem diminuir as chances de ninguém, apenas corrigir uma informação que foi jogada no ar sem maior consistência, apenas na base do “achismo”.

Em jogos eliminatórios pode ser, em decisões não!
Vi uma reportagem na Fox ontem dizendo que decisões foram só 3 e que está 2×1 para nós!

Na postagem que fiz constava a informação dos títulos. Como foi devidamente enfatizado, o equilíbrio prevalece. Em sete jogos de finais são três vitórias do Palmeiras (9 gols) contra duas do Santos (8 gols) e um empate.

Todo time brasileiro tem tremido nessas partidas do Mundial. O motivo é que entram com a perna em geleia. Se conseguirem dominar rapidamente o medo, não devem ter problemas nessa partida (seja Palmeiras ou Santos). Parece que há chances de o Bayern mandar reservas nesse Mundial, por que teria Champions próxima, alguém confirma? Se isso acontecer, existe uma mínima chance sim, de um Brasileiro levar esse Mundial.

Futebol é momento. O Bayern Munique embora obviamente seja um time forte, não está em um bom momento (foi eliminado da Copa da Alemanha por um time da segunda divisão) e não tem feito grandes partidas pelo campeonato alemão. Hoje eles estão muito longe da “máquina” que ganhou a Liga dos Campeões.

O Bayern enfrentará a Lazio no dia 23 de fevereiro, enquanto que seus jogos no Mundial serão nos dias 8 e 11. Dá tempo e sobra.

Engraçado: quem comentou na semana passada (antes do Dérbi, portanto) que o momento do Santos era melhor que o do Palmeiras foi duramente contestado, principalmente pelo argumento da “tradição”. Agora que o Bayern perdeu do Holstein Kiel (é o ASA de Arapiraca deles) nos pênaltis e tem vencido seus jogos só de 2 e não mais de 6 como era a média, futebol volta a ser “momento”…

Momento do Santos melhor que o do Palmeiras?!?! Mão da pra concordar com uma coisa dessas né!

O momento do Santos é ótimo!
Perdeu pro Ceará esses dias a vaga na copa do Brasil. É que o momento do Ceará era melhor…kkkkk

Se você não consegue ver que enfiar 4×1 no Grêmio e 3×0 no Boca Juniors é um momento melhor que o nosso (em futebol apresentado), só posso agradecer pelo fato das pessoas que estão lá dentro do clube terem uma capacidade de análise muito melhor que essa.

Ah não, tudo tem limite. Santos em momento melhor que o nosso não dá pra aguentar. Essa foi demais…..

Também achei piada!
Citar dois jogos no ano não dá né???
Eles não estão jogando a copa do Brasil e o Brasileirão???
Se estão jogando o Brasileirão e o momento é tão bom por que está disputando posição com o curica????
Como falei antes. Também estou me borrando de medo. Nem sei se vou conseguir assistir. Mas não é por causa disso que vou ficar falando bobagens e endeusando Marinho, Soteldo e o Santos!

Também achei engraçado! Citar dois jogos no ano inteiro não dá né??? Eles não estão jogando a copa do Brasil e o Brasileirão??? Se estão jogando o Brasileirão e o momento é tão bom por que estão disputando posição com o curica???? Como falei antes. Também estou morrendo de medo. Nem sei se vou conseguir assistir. Mas não é por causa disso que vou ficar falando qualquer coisa e endeusando Marinho, Soteldo e o Santos!

Também achei engraçado! Citar dois jogos no ano inteiro não dá né??? Eles não estão jogando a copa do Brasil e o Brasileirão??? Se estão jogando o Brasileirão e o momento é tão bom por que estão lutando por posição com o gambá???Como falei antes. Também estou transbordando de medo. Nem sei se vou conseguir assistir dia 30. Mas não é por causa disso que vou ficar falando qualquer coisa e endeusando Marinho, Soteldo e o Santos!

Só vamos saber quem está num momento melhor na hora do jogo, dia 30. Acho que o Palmeiras não pode subestimar o Santos, e vice-versa. É clássico, final, campo neutro, 50-50.

Aí sim eu concordo e por isso estou com tanto medo! Mas o momento deles não tem como ser melhor!

Claro, ninguém está subestimando. Até porque futebol muitas vezes times melhores perdem títulos para times mais fracos. Se o comentário fosse que o Santos está também em um bom momento, poderíamos tentar conversar. Mas nós estamos vivos em 3 competições, eles só em uma, então dizer que o “momento” deles é melhor eu não aceito.
Outra coisa, falando de futebol apresentado, que como sabemos é o que o Aroni mais preza (e ao contrário do que ele pensa, todos nós também!!!!), eu vi muito mais jogos bonitos do Palmeiras do que do Santos! O jogo do Santos contra o Boca lá na Argentina foi muito fraco, foi triste de assistir…. dois times medrosos, sem imaginação. Depois o Santos melhorou no jogo na Vila, teve mais audácia. Mesmo assim acho que o que o nosso time jogou na Argentina foi muito, muito superior ao que o Santos jogou na Vila. E contra um adversário bem mais forte (o Boca não jogou nada em nenhum dos jogos), e na casa deles.
Isso sem contar vários outros jogos que jogamos bem também.

Aos analfa.betos funcionais que só entendem o que querem eu enfatizo: NA SEMANA PASSADA (quando o Palmeiras levou um baile do River e o Santos amassou o Boca) O MOMENTO do Santos era melhor. Momento nesse contexto: A SEMANA PASSADA. Assim como teve gente indignada com quem constatou o óbvio ululante que O MOMENTO do Marinho e do Soteldo é melhor que o dos nossos atacantes. Momento nesse contexto: as últimas partidas dos acima citados. Quem não precisa de desenho pra entender percebeu que ninguém chamou o Santos de time melhor que o Palmeiras nem a dupla de atacantes do Santos de melhores do mundo ou algo do tipo. Pra quem não consegue entender o conceito relativo de MOMENTO recomendo voltar pro Ensino Médio, se é que já saíram do Fundamental…

Não sei pra quem você está escrevendo isso, mas o comentário sobre “momento” foi de outro colega, que comentou ontem, e não sobre semana passada. Eu não lembro desse comentário, e mesmo assim, momento não se “mede” em uma semana, pode mudar em uma semana sim. Mas difícil se avaliar de uma semana pra outra.

Foi exatamente isso o que quis dizer com a relatividade do conceito de “momento”. Ele vai depender do contexto, pode sim ser de uma semana (o bipolarismo da turma daqui conforme o Palmeiras ganha numa quarta e perde no domingo comprova isso), de uma quinzena, de um mês. Repare como tanta gente comentou, tanto naquela final da CB de 2015 quanto na semana passada, que caso a decisão (no caso de 2015, a segunda partida) fosse na sequência e não depois de aproximadamente 20 dias o Santos levaria certa vantagem por estar em MOMENTO melhor. Não inventei nada, só corroborei o que já foi discutido.

Levo na boa discordância quanto a preferência por jogador, tentando mostrar com fatos o motivo da discordância. Aliás, qualquer tipo de discordância em que predomine o argumento claro e objetivo é bem vinda. Só que a tolerância é zero pra indignação seletiva e pro tipo de im.becil cujo recurso é chamar de gambá ou distorcer o que a gente escreve em tom de deboche e risadinha.

Carlos também não sei para quem é o “recado” do Yoda. De qualquer maneira também não gosto que me chamem de gambá portanto não faço isso com ninguém!
De qualquer maneira na semana passada o Yoda falou que o Palmeiras não tinha tantos jogos bons na temporada. Concordei com ele mas enumerei pelo menos uns 6. Como concordar com esse momento maravilhoso do Santos com apenas 2 partidas?

Não se preocupa Yoda, nem todo mundo deixou os neurônios de molho. Eu entendi e concordo com sua observação. É óbvio que, nesse exato momento, depois de duas partidas muito boas (mereciamos ter ganho do Gremio), voltamos a estar em um momento muito bom. Naquele contexto da derrota humilhante pro River, com o time totalmente entrege e se borrando, e o Santos se impondo ao Boca, é óbvio que o momento era deles. Tem mais 9 dias até a final, muita coisa pode acontecer com ambos os times. Semana passada, eu sentia que estavamos ferrados, hoje, já to começando a me empolgar e até sonhar com ganhar tudo que vamos disputar kk.

Professor Abel, percebeu que o ataque funciona melhor com o Rony no banco?
Como a bola não chega nele, pois está fora do campo, a jogada não morre.

Yoda, já faz alguns dias que eu fiquei te devendo uma história, não mandei antes por pura falta de tempo.

Em 1994, na fatídica excursão do Mustafá para Rússia/Japão, o Giovani, que brilhou no Santos e jogou no Barcelona (e pouca gente lembra mas ele participou também da Copa de 1998), apareceu lá no Parque Antártica, indicado por um diretor do Palmeiras que tinha assistido um jogo dele que foi televisionado. Salvo engano ele era da Tuna Luso.

Só que todo mundo estava no bonde da alegria do Mustafá passeando pela Ásia e ninguém deu assistência a ele durante a semana de testes que ele fez na Academia.

Era julho, estava um frio do cão em São Paulo (como paraense ele certamente não estava acostumado a isso), ele ficou uma semana num hotel sem vergonha perto do Parque Antártica, fez os testes, ninguém lhe deu a mínima satisfação, o dinheiro acabou e ele foi embora. Pegou um ônibus no Tietê e voltou ao Pará.

Logo depois, chegou emprestado ao Santos, onde fez história e foi vendido, jogou no Barcelona e na Seleção Brasileira.

Era nosso, de graça, mas nem sequer lhe demos as boas vindas, ou mesmo um mísero aperto de mão.

E o Mustafá reinou décadas como o homem mais forte do Palmeiras, tenho isso como algo inacreditável.

Grato pela atenção, Paulão.

Eu fui padrinho de um casamento que aconteceu no comecinho de julho de 1994. Estava com uma roupa fina, poucas vezes passei tanto frio na vida, por isso lembro bem daquele inverno. A minha amiga que casou foi passar a lua de mel em Gramado (RS), depois ela contou que lá estava mais quente que em São Paulo.

Dizem os mais antigos que o Rivellino, palmeirense na infância, jogou salão no clube e passou por situação parecida, claro que não com o agravante de ter vindo de uma realidade social e climática tão diferente quanto o Giovanni.

Uma pena ele não ter jogado aqui. Quase levou o Santos ao título basileiro em 1995, e conseguiu ser artilheiro daquele Paulista de 1996, em que o Palmeiras fez 102 gols. No Barcelona foi tão ídolo quanto o Rivaldo, que era tecnicamente melhor que ele.

O Mustafá foi um câncer que só foi extirpado do Palmeiras por conta daquela treta da venda de ingressos doados pela patrocinadora, que rompeu a ligação com ele. Como o Mustafá foi o maior responsável por “validar” a sua primeira candidatura ao conselho, provavelmente a Leila na presidência teria apoio e influência dele, não fosse o escândalo. Se bem que o pessoal que a cerca hoje também não seja exatamente digno de total confiança.

Nada supera o que esse sapo fez.
O 1. mundial de clubes disputado no Rio.
O Palmeiras era o representante de SP por direito, por ter vencido a libertadores.
O sapo vendeu a vaga do Palmeiras por 1 milhão de dólares e os gambás entraram e foram “campeões”.

Ao Palmeiras foi prometido a participação no próximo… que não existiu.

Fora essa competição, praticamente todo novo formato que se criou na História do futebol brasileiro, o Palmeiras sempre foi um dos primeiros campeões

É para ter muito orgulho de nossa História.

Só me permita uma correção, Levi: Palmeiras (campeão da última Libertadores) e Corinthians (último campeão nacional do país sede) tinham direito de participar daquele Mundial. O intruso no caso era o Vasco, mas como teríamos duas sedes (Rio de Janeiro e São Paulo) para dois times de SP “dividirem”, foi o Eurico Miranda quem enrolou o Mustafá, que não deixa de ser safado por causa disso.

Esse final do seu texto, me causa calafrios. Se a Leila estivesse pavimentando sei caminho de forma natural, eu não né importaria dela ter essa chance no comando do clube. O que me preocupa, é que ela está trilhando um caminho no maior estilo Mustafá, comprando gente lá dentro com presentes, corrompendo as regras pra se tornar conselheira antes do prazo, e não sei explicar porque, ela deseja tanto ser presidente do clube. Ninguém acorda de um dia pro outro, e deseja virar presidente de clube de futebol, quando não se tem nenhum histórico de relação com isso. A história do patrocínio eu acredito, é a síndrome do rico entediado: ele já tem tudo, então ele começa a procurar coisas pra fazer com o dinheiro. O marido dela, sendo Palmeirense, viu na ideia de patrocinar, um investimento em algo que ele gosta. Mas essa presidência dela, sei não… Medo de uma hora ela cansar, largar o clube as traças, e de novo, estarmos a merce de um monte de conselheiros incapazes de gerir uma padaria, tendi de retomar o comando do maior clube do Brasil.

Como você mesmo respondeu, dinheiro não é seu objetivo chegando na presidência do clube.
A mulher é determinada e vaidosa, quer marcar história no clube com muitos tÍtulos.
Tem também sua guerra pessoal com o Paulo Nobre, que já percebeu que não dá e tratou de tirar o time.
Eu, particularmente, sou muito grato a ela como torcedor, pois seu patrocínio tem trazido títulos ao clube.
O que ela precisa fazer é escolher um diretor de futebol decente que não faça a festa com seus $$$$$$ e acerte nas contratações.

Opa, você diz que o Paulo Nobre não consegue “brigar” com ela porque ela tem mais grana?!? Acho difícil hein!

Então, em termos de patrimônio eles se equivalem. Mas você disse então em termos políticos?!? Acha a Leila mais forte que o Paulo Nobre?!? Eu acho que hoje pode ser porque o Paulo Nobre já marcou a história de no clube, não vejo nele vontade de voltar, ou pelo menos de entrar em uma briga tão grande pra voltar. Mas se ele quisesse de verdade não acho que ela tem essa vantagem política toda não. Mas eu estou falando como torcedor, nem sócio do clube eu sou….

Também não sou sócio do clube, mas já deu pra perceber que a Leila sabe muito bem vender seu “jabá”, é esperta e tem carisma.
Paulo Nobre é muito palmeirense, apaixonado, mas também é muito explosivo e às vezes acaba prejudicando sua imagem e o próprio clube por conta disso. Acho que ele desistiu de concorrer com a Leila, pois em caso de derrota seria insuportável pro seu ego ter que admitir o revés.

É, pode ser. Não tenho ideia desses meandros. Mas uma coisa é fato, Paulo Nobre já ficou marcado como um dos melhores dirigentes que nosso time já teve! Acho que disso ninguém discorda. Então, no caso pessoal dele, porque tentar voltar? O que ele já fez pelo nosso time foi impagável!

Veja bem, concordo que o Nobre fez muito pelo Palmeiras, mas deu uma sorte do tamanho do Allianz Parque no final de 2014, quando todos nós vivemos aquela agonia de não conseguir ganhar do Atlético-PR em casa, e depois ter que agradecer nosso adversário da final do próximo dia 30 por não ter perdido pro Vitória.
Imagina o que seria de Paulo Nobre se o Palmeiras tivesse que disputar a série B em 2015, com o Allianz Parque cheirando à tinta?
Por que tentar voltar?
Lembre-se que faltou Libertadores no seu currículo, nem final conseguiu.
Galiotte já chegou mais longe.

A questão é que você não precisa de know how para patrocinar um clube de futebol. Já para presidir… É diferente de presidir uma empresa. A não ser que ela profissionalize totalmente o clube, o que não vai acontecer por causa de… Estatuto e conselheiros.

Verdade.
Mesmo assim gostaria de ver o que ela é capaz de fazer na presidência.

Não acredito muito em profissionalização do clube, não. Seria a melhor forma, talvez a única, de garantir a modernidade e diminuir as chances de Mustafás, Tirones, Frizzos e Palaias voltarem a mandar no Palmeiras. Porém, muito provavelmente durante seus seis anos na presidência (salvo eventuais mudanças no estatuto, algo que nesse sentido eu consideraria “golpe de estado”) a Leila dará ênfase à questão do “empoderamento feminino”, sem deixar de cuidar da valorização das suas empresas, que é o que sustenta sua fortuna. Mas essa história de “eleição com candidatura ‘única'” me preocupa.

Todo ciclo chega ao fim, um dia a Crefisa e a Leila não estarão mais na vida do Palmeiras, mas a vida do Palmeiras vai continuar, resta saber como isso vai acontecer, e nesse sentido eu tenho minhas ressalvas. Por mais que nenhum deles queime dinheiro, a vascaína Leila “ama” o Palmeiras pelo retorno que o clube lhe dá, inclusive financeiramente, já o Paulo Nobre apesar de alguns exageros ama o Palmeiras de verdade.

Pelo que soube, o Paulo Nobre, que foi suspenso do Conselho após aquele imbróglio com a patrocinadora xing-ling fantasma, abriu mão do seu mandato como conselheiro vitalício, condição que todo ex-presidente tem, e se afastou do clube porque não teria apoio suficiente para concorrer nas eleições do final deste ano. Conforme comentou o PCM51, a Leila vem “comprando” os conselheiros com mimos e privilégios de tal forma que já tem, a esta altura (faltam cerca de dez meses para o pleito), uma vantagem que lhe daria uma vitória acachapante sobre qualquer concorrente, e esse é um vexame pelo qual o Nobre não está disposto a passar. Questão de orgulho ferido, mas eu o entendo. Não fosse o trabalho de reconstrução que ele fez até tornar o Palmeiras viável financeiramente outra vez, jamais os donos da Crefisa, por mais entediados que estivessem, botariam dinheiro ali. Mas a ganância, a vaidade, o orgulho e a traição estarão sempre presentes enquanto alguma forma de poder estiver em dispu.ta.

Agora imaginem se Paulo Nobre, com sua paixão e capacidade, e Leila Pereira, com sua ambição e obsessão por resultados, resolvessem unir suas forças e fortunas em prol do Palmeiras pelos próximos 20 anos?

Sobre ídolos:

Estava pensando um pouco aqui sobre o que falamos sobre ídolos e os que eles representam…

Percebi que, aos 30 anos, vi muito pouco do excelente time dos anos 90. Minhas primeiras lembranças no futebol foram a Mercosul em 1998 e a Libertadores em 1999. É pouco.

Cresci nos anos 2000, fui adolescente numa época que o Palmeiras era sistematicamente humilhado pelos rivais. Nunca ganhou nada.

O primeiro título que vi depois dos 9 anos foi um campeonato Paulista (2008). Aquele ano prometeu, mas nada veio. Depois, só em 2012, um título que nem da muito gosto de comemorar.

Depois de 2015, o Palmeiras mudou. Dentro do contexto atual, voltou a ser um dos gigantes do país que está sempre brigando por títulos. Talvez por isso, jogadores como Willian, Dudu, Weverton, Prass.. acabam sendo jogadores que, pra mim, tem um espaço sim na história do Palmeiras. Por diversos motivos. Seja pela técnica, pela qualidade ou pela entrega em campo. E pelos títulos.

Espero que os jogadores que hoje estão no time sejam lembrados pelo melhor ano da nossa história. Que busquem o BR, que ganhem as duas Copas. Nem precisam trazer o Mundial, não é obrigação.

Mas que façam com os jovens palmeirenses de hoje o que os times dos anos 90 fez conosco quando éramos jovens.

Discordo totalmente que seja o melhor ano de nossa história. No quesito que considero mais importante, então, aquele que 99% abomina, o tal do futebol bem jogado, mas tem pelo menos uns 70 anos melhores que esse. Dudu, Prass e Willian (kkkk), tem pelo menos 30 melhores, em cada posição. O Weverton, acredito que possa vir a ser ídolo. E o Mundial é a coisa mais importante sim. Pode ganha 20 Assaízões consecutivos, com dobradinha de CdB, não tem o mesmo valor.

Aroni, acho que o Thom tava dizendo da percepção dele e do que ele viu desde que se lembra do futebol, pela idade que ele tem. É claro que existem ídolos muito maiores que os citados por ele, mas ele não os viu ou se lembra muito pouco deles, por isso o comentário.

E a questão do melhor ano da história é muito subjetiva, cada um tem uma percepção, eu por exemplo, considero muito mais o time de 93/94 do que o de 98/99, mas este último ganhou nossa única libertadores.

Em termos de títulos, aí já é mais objetivo, se ganharmos Libertadores e Copa do Brasil, além do Paulista que já ganhamos, será difícil achar um ano mais produtivo em termos de troféus.

Não exatamente com jogo bonito, é verdade, mas ainda assim teremos partidas memoráveis pra contar pros netos, como em Avellaneda e ontem no Allianz. E se Deus quiser sábado que vem contra o Santos e mais tarde contra o Grêmio.

Só não podemos nos iludir, esse jogo de ontem não é parâmetro, nenhum time vai jogar tão aberto contra nós, o Cuca e o Renato são espertos e já perceberam isso com certeza.

Mundial é grife de luxo, campeonato com caráter predominantemente político e financeiro, feito pra agradar países milionários do subsolo do futebol. Não desperta interesse dos torcedores locais, tanto que a fórmula fracassada já está condenda.

Quem não ganhou título nacional antes de 1971 no Brasil despreza os campeões do período, assim como quem ganhou os Mundiais com o selo FIFA insiste que o futebol inventado pelos ingleses há alguns séculos só foi homologado em 2000.

Se o Palmeiras vencer todos esses títulos, terá sim estatisticamente o melhor ano da sua história. Em termos futebolísticos, só quem viveu de perto os últimos 107 anos do clube pode dizer qual foi. Dos que eu vi, o melhor ainda é 1993.

É exatamente o que eu penso. Eu não acho que qualquer time tenha obrigação de ganhar de um Bayern, que é melhor que quase todas as seleções do mundo (até por ser uma seleção, mas baseada no dinheiro, e não na nacionalidade). Se ganhar ótimo, uma epopéia. Senão, segue o baile, faz parte.

É evidente que existam jogadores muito melhores que os atuais. Nem comparar é possível. Mas tudo depende de contexto.

Vivemos 15 anos de miséria. Não só de títulos, mas de esperança. Daquela sensação de entrar num jogo sabendo que seu time tem totais condições de vencer. De ser campeão.

Hoje, sei que Rafael Veiga, Willian, LA, Weverton, Gomes, Vina, Patrick de Paula, Danilo, Scarpa e afins não são craques. Não são titulares absolutos das seleçõea campeãs do mundo.

Mas, pra mim, não é disso que é feito futebol. Futebol é a história em volta disso.

É disputar o BR até o final. É chegar em finais, semifinais, ganhando ou perdendo. É goleando SCCP e SP. Não há nenhum ano, dentre os últimos 20, em que o Palmeiras foi tão bem. Que se colocou tanto como protagonista.

Se os títulos não vierem, será um excelente ano para o Palmeiras, com boas perspectivas para os próximos.

Mas se vierem… Aaahn se vierem… Vai ser o melhor ano da história do Palmeiras. Ou melhor: da minha história com o Palmeiras.

Já me basta.

Para mim 93/94 são os anos imbatíveis. Mas meu tio por exemplo, lembra com meus carinho de 72/73, Ademir Da Guia, etc…

Eu só sei uma coisa, não viver a época X ou Y, não impede que não tenhamos parâmetro. É muito difícil julgar o Palmeiras dos anos 50, 60. Mas 70, 80, 90, claramente, o Palmeiras atual é fraco em comparação. O Flamengo 2019 , era fraco em relação ao Palmeiras 93. E ainda assim, jogava mais futebol que esse Palmeiras 2020…

2020 pode ser o melhor ano em termos de título, mas mais por uma certa sorte nas tabelas, por uma interferência bizarra de um certo vírus, e adversários conseguindo ser piores do que nosso futebol “ok”.

2020 o melhor ano em termos de resultado, mas bem meia sola em termos de futebol bem jogado.

Claro que futebol jogado é importante, que todos nós somos um pouco saudosista quanto a isso e que o time 93/94 era magnífico. Mas mesmo assim. Dizer que esse time é pior que os times de 70,80 e 90 é generalizar demais. Tivemos alguns anos nessas décadas de times horríveis.
Por fim, saudosismo a parte, o mais importante e que fica na história (não só na memória) são os títulos. Por isso temos sim a chance de fazer nosso melhor ano em mais de 100 anos e deveríamos respeitar mais e torcer mais por esse elenco e comissão técnica!

Com relação aos anos 1980, tivemos muitos jogadores bem melhores do que alguns dos atuais, porém jogavam em times piores ou muito menos organizados.

Leão, Zetti, Diogo, Vágner Bacharel, Lino, Batista, Mendonça, Jorginho, Mirandinha, Éder, Edu Manga, Edmar e Gaúcho, entre outros, jogariam tranquilamente hoje. Pela fase do Wéverton, talvez não os goleiros, mas daria um bom revezamento.

Não gostei do sorteio do mundial, se estivermos lá é claro!
Se chegarmos o provável adversário na semi é o Tigres do México. Jogo bem duro!
Menos mal que pelo menos na enfrentaremos o Dudu. Seria dolorido ver ele jogando contra nós!

Eu vi a final da ConcaChampions, quando o Tigres virou o placar contra o Los Angeles dos EUA na reta final da partida. É um time chato pra caramba, o treinador é brasileiro (foi cotado pra substituir o Luxa) e tem um atacante francês (Gignac) que lembra um pouco o Pratto, parece pesado e grossão mas se bobear ele marca. Se ambos chegarem lá, sem dúvida vai exigir muito do Palmeiras.

Pois é. Mas tentando ver o lado positivo desse sorteio, que agora não volta mais e é o que teremos que enfrentar se chegarmos lá, a verdade é que se quisermos o milagre de ganhar do Bayern, teremos que passar pelos mexicanos e isso nos deixará quem sabe mais ligados e espertos para a grande final.

Pois eu queria que pegasse o time que o Dudu joga, caso ganhe mesmo do Santos dia 30. Só por curiosidade, pra ver se ele é esse bicho todo, e pra ver até que nível chega a gratidão/idolatria do palmeirense por ele. Que pena!

Fiquem tranquilos, pra mim o problema maior ainda está em janeiro, se por acaso viajarmos ao Catar em fevereiro certamente enfrentaremos Dudu, salvo engano dia 11. E ele não ficará assim tão triste de sair derrotado.

Pra mim o Dudu não precisa provar nada pra ninguém, a não ser pra quem tem birra pessoal dele e aí o problema é outro. Aqui ele honrou a camisa jogando futebol e ganhando títulos, sempre como protagonista. Se jogar contra o Palmeiras, vou torcer pra jogar bem, como fazia quase sempre, mas perder. E nessas horas não tem gratidão nem idolatria que ponha pão na mesa de ninguém, cada um tem que ser profissional e brigar pelo seu time. Será que se o Zé Roberto, um dos maiores jogadores estrangeiros da história do Bayern de Munique, ainda jogasse pelo Palmeiras e eventualmente encarasse os alemães na final essa dúvida seria colocada?

Pra mim também não precisa provar nada. Já sei o nível do seu futebol. E não é birra não, é opinião: o acho um jogador comum. E opinião eu ainda posso ter, não sou obrigado (ainda) a ter que concordar com o restante. Não tenho que ter gratidão nenhuma por ele, pois não me ofereceu aquilo que gosto de assistir: bom futebol. E se jogasse contra o Palmeiras, poderia jogar do mesmo jeito que sempre jogou, pois ficaria tranquilo, não correríamos risco algum. Realmente, uma pena!

O time, sob o comando de Abel Ferreira, passa confiança. O Palmeiras pode ter o trimestre mais glorioso da história do clube. E se conseguir, estará fortíssimo no restante do ano, podendo conquistar ainda mais taças. Veremos.

Confiança ±. Aquele jogo com o River aqui, não passou nem wifi. Agora, trimestre glorioso, tá parecendo economia. E que venham as taças! Rezando cada vez mais, e distribuindo as competições para outro santos, pois sozinho, fica muito pesado para San Gennaro interceder por essa fase abençoada. San Gennaro (Libertadores), San Vito (CdB), e Santo Expedito, das causas impossíveis (Assaízão).

Também direcionaria minhas preces a Santo Expedito para o Mundial. Deixa o Assaízão com São Judas Tadeu, mesmo. E seria bom garantir o futuro, depois da Tia Leila sair, comprando desde já um maço de velas pra Santa Edwiges.

Pois se tem um título que acho praticamente impossível levarmos nesse ano é o Assaízão. Será a maior incompetência alheia da história.

Nosso time jogou muita bola ontem. Esse tal de Gabriel Judas é um verdadeiro ….. Outra coisa, o portuga precisa treinar mais nossos zagueiros com relação as bolas aéreas. Contra o Grêmio o Diego Dumbo já fez o gol, ontem quase que o “Jil” faz o dele. Mas que passeio ontem. Também não concordo com o que foi feito no vestiário. E tem mais, o Danilo, Patrick de Paula tem que ser titular desse time no meio de campo. O Zé Rafael também foi muito bem ontem.

Outra coisa: não sou do time da conspiração, mas hoje não teve manchete que o “Corinthians é salvo pelo VAR de vexame histórico” né?

Hj não teve nada falando que o Palmeiras fez 6 gols mas só valeram 4….

Provavelmente porque se o VAR errasse a nosso favor ontem a diferença seria um vexame maior por parte dos gambás, que ainda assim teriam (como têm) chances de alcançar seu maior objetivo no ano (vaga na Libertadores). Caso o VAR errasse contra o Palmeiras na terça passada, o maior objetivo do clube para a temporada iria para o espaço, e as consequências de uma virada após abrir 3×0 seriam imprevisíveis.

O VAR acertou tudo, nas duas partidas, como aliás deve ser, inclusive contra o Palmeiras se for o caso, é pra isso que existe – é a tal história da honestidade ser tratada como qualidade quando deveria “vir de fábrica”. Mas as consequências desses acertos, pelo menos pra mim, são bem distintas nos dois casos.

E particularmente acho que o pessoal se incomoda muito com o que diz a imprensa. Se falam que somos favoritos, são uns vendidos que querem nos jogar numa armadilha, se enaltecem os méritos de um adversário viram “imprensa marrom” que nos odeia e persegue desde os tempos em que o Gutenberg era office boy na “Gazeta de Mainz”. Nessas horas temos é que comemorar e curtir um resultado que é raro, se for pra discutir prefiro debater ideias com outros palmeirenses do que com supostos profissionais que são apenas torcedores fanáticos com diploma (nem todos!) de Jornalismo.

Nota 9 ou 10 pra quase todo time

Mas que tirica é esse breno lopes hein ? Nada do que o cara tenta da certo, nenhum passe, nenhuma finalizacao, nenhum drible

Que queime minha lingua ou que o portuga de jeito nesse cara

Se for pra por esse pereba poe os mlks da base que pelo menos correm mais

O Wagner fez apenas uma observação pertinente, amigo. Levantar aspectos negativos mesmo depois de uma vitória como essa pode ser exagero, mas esse me parece ser um dos segredos do sucesso, o aprimoramento contínuo. Só meter o pau quando perde e dar 10 pro time inteiro, assim como aparecer no 3vv, só quando ganha fica fácil.

Olha, talvez seja a adrenalina do resultado e do jogo.

Mas uma cuida deve ser dita sobre esse elenco. Eles são limitados, em número e em qualidade. Mas máximo respeito pelo que já fizeram esse ano.

Não é o melhor elenco de todos os tempos, mas correm muito pelo time. E ha 16 anos que time algum meteu 4×0 nos caras.

Muito respeito por esses caras.
São ruins,

Já pensando um pouquinho maior, esses dois jogos contra Grêmio e Gambás 🦨 pelo menos apagaram um pouco o vexame de terça passada. Se jogarmos assim podemos ter mais esperança de levantar um caneco em breve!! Nem zoei muito os amigos fedidos, tô aqui quietinho só esperando a primeira grande final! Se estão fazendo o certo ao ir com tudo no BR eu não sei, mas isso não depende de nós, então vamos torcer e rezar pra dar tudo certo!!

Fala turma! Que jogo, que vitória!! Pensando bem pequeno, caminhando bem devagar, esse jogo foi um passo importantíssimo rumo à classificação pra Libertadores 2021, abrimos 9 pros gambás 🦨 que estão em 9 lugar e pretendem pegar a oitava vaga!!

Já alguns zap’s de gente me zoando pela atução do Dubgod. Mas só acontece uma vez por ano. Espero que dia 30 se repita.

Aroni, voce tem birra do William. Ele e bom atacante, faz bastante gols. Foi titular e muito importante na conquista do Brasileito de 2018 (so inferior ao Dudu). Contundiu-se gravemente e demotou a voltar ao bom futebol, mas parece que esta crescendo na hora certa.

Zanon, tomara que o Willian cale a minha boca e seja o cara das finais. A idolatria/bom futebol é alta demais por parte do torcedor palmeirense (assim como era com o Dudu, e com o Cristaldo), mas sinceramente eu quero que ele jogue o que jogou no 1° tempo contra o Grêmio, e no 1° tempo hoje (e faça gol também), no Maracanã, o tempo todo que estiver campo. Basta jogar neste jogo, apenas neste.

Eu concordo que ele nunca foi um jogador com habilidade.

Mas fez muito pelo Palmeiras. Não é pouco jogar um clássico como o que ele jogou hoje. Se fosse mais carismático, seria mais querido pela torcida.

Eu prefiro 3 Williams no time do que 1 Lucas Lima. E 3 Willian é mais barato, ainda pro cima.

Desculpe, Aroni, talvez não tenha sido a intenção, mas seu texto induz o leitor menos atento a colocar no mesmo patamar Dudu e Cristaldo. Como já comentei aqui, não rotulo opinião como “certa” ou “errada”, mas alguns exageros não podem passar batido.

Que vc não gosta do Dudu nem do Bigode todo mundo tá cansado de saber. Os motivos só dizem respeito a você, porém se o parâmetro de comparação for o Palmeiras da segunda Academia (dessa eu vi um pouco) ou os times entre 1993/94 e 1996 (esses eu acompanhei quase que totalmente), todos os que passaram pelo elenco desde o “renascimento” de 2015 são subjogadores. Todos.

Também já comentei que, por razões diferentes, não gostava de Paulo Nunes e Oséas, mas sem eles a Libertadores de 1999 não teria vindo. Aliás, acho que COM eles em campo hoje, em forma, o Palmeiras ganharia todos os títulos que dispu.ta.

Respeito sua opinião e seu jeito de ver futebol – eu também só gostaria de atuações como as de ontem, mas elas são exceção. O futebol que aprendemos a amar não existe mais, o que temos hoje é isso e dentro do contexto o Dudu (único jogador a ganhar a Bola de Prata de 2016 a 2019) é muito acima da média e o Bigode muito mais jogador que um monte de “nomes” caros e inúteis por aí. Enquanto não pudermos ter o Neymar, o Firmino, o Mané, o Mbappé, o Lewandovski ou o Haaland, eu ficaria muito feliz em ter esses dois ajudando o meu time. E é só uma opinião.

Realmente não foi minha intenção comparar o futebol do Dudu com o do Cristaldo, até porque na tal relação idolatria/bom futebol, os valores se equivalem, o Dudu jogou mais que o Cristaldo e , respectivamente é mais idolatrado que ele. Dudu, idolatria 10, bom futebol 5, Criataldo, idolatria 6, bom futebol 2. Já no caso do Willian, idolatria 8, bom futebol, 4.

Ainda que dê, matematicamente, para ganhar o Assaízão, eu acho que é uma espécie de treino de luxo para as finais que estão por vir, me preocupou muito a forma como o Gil ganhou absolutamente todas as bolas de cabeça na nossa área. Não sei se é a ausência do Gómez, ou a baixa estatura (para um zagueiro) do 👌scevic. Mas isso precisa ser corrigido pelo Abel.

Senti a mesma coisa, subiu umas 3 sozinho, o placar máscara.
O Gomez e fundamental pra segurança na retaguarda.
O que me empolgou foi o time não perder tanto gol como ocorreu contra o grêmio.

Pode parecer oportunismo pela atuação de hoje, mas falando sério, acho o Willian tremendamente injustiçado por parte da torcida. Se um dos moleques faz o que ele fez nos dois últimos jogos, seria elevado ao Olimpo dos craques pela maioria. Longe de mim querer chamá-lo de craque, mas mesmo sabendo que está na reta final da carreira, entra ano e sai ano ele é dos poucos que se doam ao máximo sempre, que eventualmente é pouco pelo que o time precisa. Não tem que renovar contrato no final do ano, mas terá sempre minha admiração e respeito.

Também não vou ficar falando muito só por causa do jogo de ontem, mas ontem mesmo tem uma mensagem minha discordando do Aroni com relação ao William!

Pra mim o problema é o antes e depois da lesão. Antes, ele era um grosso , mas que tinha faro de gol, e pelo seu esforço, era muito útil pro time. Depois da lesão, parece que voltou com limitação física e portanto, virou um cone. Hoje mostrou que pode ser que não seja limitação física, mas talvez perdeu a confiança? Não sei. Mas o jogador tem de fazer por merecer estar no Palmeiras. Se ele voltar a ser o que era, a partir da partida muito boa de hoje, pode continuar. Se for o que vinha sendo antes dessa partida, talvez seja hora de fazer as malas…

Eu só quero que ele entre dia 30 e arrebente no jogo, cale a minha boca e eu receba 1000 whatsapp’s tirando sarro de mim. Não gaste toda sua limitada cota de futebol antes da hora.

Se está evoluindo e melhorando, é na hora certa.

Tomara que continue assim.
É mais um reforço positivo.

Pois cansou de perder gols que nos dariam 3 pontos, para estarmos bem na frente no Brasileiro.
Ele e o Ruinny

Se consegue um título com gol de Marcos Rocha, Ruinny e LL, será mais gostoso.

Assim como foram os de Fabiano e Dayverson.

Assim como os bons números do Rony na Libertadores provam que ele é …

Mas Aroni, o Willian é tricampeão brasileiro, campeão da libertadores, campeão mineiro, campeão paulista…

Não é craque, mas não dá pra comparar com o Rony ainda…

Mentalidade europeia. Para eles nao tem essa de poupar. Entra para ganhar, como o Abel ja disse varias vezes. E ele vai tentar ganhar o Brasileiro tambem. Outra mentalidade.

Foi o que o Jorge Jesus fez ano passado. Todo mundo falando que ele devia poupar no brasileiro, ele não quis nem saber, time titular todo santo jogo. Acabou ganhando brasileiro e libertadores. Mas eu não acho poupar tão ruim. Talvez deva-se poupar os titulares um jogo antes da final, tipo, descansa no fim de semana, põe o títular na quarta, e o titular na final no fim de semana. Assim esse jogo de poupar, recupera os jogadores, e o jogo antes da final, faz eles não perderem ritmo de jogo e chegarem mais ligados na final. Poupar no jogo logo antes da final, já não sei, mas no futebol brasileiro, parece que o time quando volta, volta desligado, frio, sem ritmo.

Sobre poupar eu concordo em partes. Acredito que os jogadores mais importantes (que no momento são Gomez, Weverton e Luis Adriano, na minha opinião) deveriam jogar um jogo sim e um não. Já os demais, e principalmente os moleques, podem jogar mais, e só descansar se o departamento médico/físico perceber algum problema, tipo fadiga excessiva ou desgaste.

Ganhou moral.
Mais 6 vitórias e 2 empates já ficou menos difícil.
Se ganhar do cheirinho, hummm… Sei não. Embala.

Esse campeonato estaria ganho se não tivesse perdido 5 pontos para o Goiás, 3 para o bota, 3 para o Coritiba, feito o 2. gol no Grêmio… Bahia ….

No fim ganhará um time de m… qualquer.

Mas ganhar dos gambás e bambus é sempre um prazer.

Mas fizemos 6 pontos contra os gambás.
Placar agregado: 6×0.
Vamos pensar pra frente, ainda dá.

Feliz com os 4 x 0. Mas te falar. Tivesse uns 3, 4 jogadores melhores aí nesse time, teria sido uns 6, uns 7 x 0 fácil…

É. Dizer o quê? 4-0 nos gambás, duas assistências Dubgod, o Luiz Adriano em fase matadora. e jogando bem. Só espero por títulos gigantes.

Análise simples:
O finalista da Libertadores goleou o candidato à pré-Libertadores.

Quer coisa mais abençoada, num ano ilumonado? Entrar um jogador contratado do Canaã.

E que logo de cara meteu passe pra gol. Mas esse Breno precisa se benzer, quando acerta a mira tá impedido…

Tipo, com o Ruinny, a chance desse gol sair, seria de 10%. Com o Big God, seria de uns 15%.

É melhor ficar na frigideira, ou pular no fogo? kk

Vocês são ingratos!
O Zlatan Ibrahimbgod mataria no peito, daria um chapéu no Cássio e faria o gol de peito.

Tava impedido, mas… como esse Rony é ruim, pelamor…

Uma das melhores coisas que o Palmeiras fez foi se livrar desse Gabriel Pitbull, muito endeusaso por aqui.

Como não sou de tirar o corpo fora muito mesmos ser parcial quando falo de arbitragem, esse foi uma das piores avaliações minha. De fato eu fui um que elogiou bastante esse i.m.b.e.c.i.l. nos idos de 2015!

Não dá pra dizer que seja exatamente ruim, eu ainda sou pelas prioridades, mas uma atuação dessas praticamente “obriga” o Palmeiras a dispu.tar o BR pra valer. É ver pra crer, e comprar as velas pra San Gennaro.

Olha, pra ser sincero, pra mim, se fizer algo parecido com o SP, já considero o campeonato ganho haha

Nem quando jogava aqui o traíra do Ga… deu um passe tão bonito kkkkkkkkkkkkk

Goooooool!!!!

Mano, NUNCA ia imaginar o que tá acontecendo hoje kkkkkk

O Breno Lopes também não, por isso mandou o quinto gol pra av. Francisco Mararazzo…

Tô com medo do Menino inventar de matar a bola de letra na frente do Fágner. Vai parar lá na casa do Carrascal…

Falei que o Palmeiras tinha guardado os gols que perdeu contra o Gremio para sacolar o Apito Amigo kkk

Kkkkk. Verdade. E na melhor defesa do Brasil, segundo a imprensa gambá.

Mais absurdos que a leitura equivocada dos números permite. Matemáticos não avaliam desempenho.

Meu Jesus, que time horrível.

Da vergonha de ser Palmeirense. Assim não dá mais.

Vou dormir chateado hoje.

Jogo para ver bem o elenco, esse lateral esquerdo é ruim que dói, Zé Rafael sem condições, precisamos de um zaga alta, apesar do gol Veiga um jogador de meio tempo e olha lá. Minha língua esta queimada, que partida do ex jogador bigode. Arbitro não marca falta para nós (olha que nunca reclamo) foi uma no Menino e um escanteio do quase gol do L.Adriano. Eles vão marcar um de cabeça ou nas costas do Vinha, espero que o Portuga coloque alguém p ajudar o lareral esquerdo. Ewerton bracinho de jacaré monstro.

O Willian estar jogando bem me preocupa. Eu pensei que ele seria o cara do dia 30, mas a sua partida do ano está sendo hoje, e como meia. Será que ele consegue repetir a dose mais uma vezinha só?

Contra o Grêmio ele já tinha ido bem.
Acredito que é hora de incentivá-lo.
Será que a ausência do Ruimny está fazendo bem ao time?

Deus queira que dê a louca no monstro, ele arrebente em todos os jogos daqui pra frente, inclusive dia 30, e faça gol de bicicleta e meta 8 assistências.

Cara… VIVA O VAR!

As vezes, mesmo com o VAR, tem erro, mas não dá pra negar, que ele está fazendo mais justiça pra gente, do que o contrário. Em outros tempos, já estaríamos eliminados pelo River, e só com 1 x 0 agora, correndo o risco maior de sofrer empate.

2 x 0, quero mais dois gols no segundo tempo hein!

O melhor de tudo é perceber como cada vez mais algumas teorias conspiratórias ridículas perdem sentido.

O fato é que nossa arbitragem é ruim de doer, pra todo mundo, e os dirigentes não querem melhorá-la pra não perderem uma muleta que disfarça a imcompetência deles.

Eu acho que há uma maior má vontade com o Palmeiras, dependendo do adversário (especialmente o gambá). Só não acredito em conspiração do tipo, uma sala escura, com um cara da CBF, o chefe de arbitragem, um cara da Globo, acertando quem vai levar ou não o campeonato.

Claro que quis. Nos dois gols. E digo mais: na quinta vai completar o hat trick de melhor em campo!

Não duvido. A fase tá benta demais. Será que não dá pra trazer o Borja pra esta reta final das competições?

Acho que o negócio do, agora no gim de carreira, Willian é jogar de meia. De atacante nunca serviu.

Luis Adriano também, arma melhor do que como centro avante. Precisamos colocar William e Luis Adriano no meio, e trazer dois matadores rsrs.

Nesta temporada miraculosa acho que ele consegue bater o escanteio e finalizar de cabeça.

Não estou vendo o jogo, mas parece que o Kuscevic está engolindo o mosquito.
É isso mesmo?

Corinthians não está exatamente, chegando ao ataque. Chegou poucas vezes, com perigo é verdade, mas poucas. Kusevic não tá tendo trabalho.

Bola alta na defesa do Palmeiras continua sendo sufoco, e o Mancini sabe disso, por isso orienta seu time a explorar nossa deficiência. Mas fora uns poucos sustos, não incomodaram porque nosso meio-campo e o Zlatan Ibrahimbgod desequilibraram.

Se fosse o Veiga no lugar do Willian, e o Willian no lugar do Veiga, seria gol?

Dessas últimas contratações, eu realmente achava que o Zé Rafael era uma boa aposta: alto, forte, sabe driblar.

Mas me enganei. Jogador lento, prende demais a bola. De vez em quando, os dribles dele ajudam, quebrando as linhas adversárias, mas é só de vez em quando. Na maior parte das vezes, ele só é desarmado mesmo, cedendo contra ataques perigosíssimos.

Eu me arrisco a dizer que sim.

O que me preocupa é que o Palmeiras está cumprindo linha por linha o roteiro da partida de sexta-feira. Joga melhor, permite poucas chances ao adversário mas não concretiza em gol. Espero que o episódio de hoje termine diferente.

Até vir o Diego Souza, os atacantes do River ou quem você escolher no lugar. Outro dos nossos problemas crônicos que precisam ser resolvidos com urgência.

Não querendo defender o indefensável, até porque o Menino não é atacante (embora tenha gente que se esqueça disso na hora de compará-lo com atacantes rivais), mas se é o Rony que perde esse gol cara a cara o mundo cai.

O Palmeiras joga melhor mas não concretiza sua vantagem. Problema crônico com pouco tempo pra ser resolvido.

É porque o Menino tem muito mais crédito que ele, acho…

Mas o time está jogando bem. É esse o caminho mesmo.

Mais moral tem, mas também tem mais caregoria. É o tipo de lance que consagra o grosso que acerta mas complica o cara que é bom mas perde.

Ele tá começando agora. Tem potencial pra ser muito bom. Vai errar muito ainda.

E ele acerta bem mais do que erra, também.

Por isso que o mesmo lance, com o Rony, já seria diferente.

Confesso que não gosto do futebol do Menino. Falta ousadura e pra cada acerto, erra muito na minha opinião. E na maior parte das vezes, faz partidas onde some.

Também não acho o Patrik tudo isso, mas acho ele melhor que o Menino. O Veron acho bom, mas precisa pegar mais cancha. E o Wesley é o menino de ouro: joga como nos anos 90, vai pra cima, dribla, com ele, não tem essa de ficar tocando pra trás não, é pra frente e é pra cima.

Isso que irrita. O time consegue criar as jogadas, isso a gente tem de conceder. Sempre acha espaço nas laterais para cruzar, consegue enfiadas de bola nas costas da zaga adversária. Mas PECA DEMAIS nos cruzamentos, finalizações, ou último passe. E é sempre por ruinzice técnica. Por isso eu digo, traz dois atacantes muito bons, resolve 50% do problema do time, porque criar oportunidades, cria.

Esse Gabriel Menino também hein… precisa por o pé na forma… não acerta um chute no gol, mesmo com todo espaço do mundo, de frente pro gol, manda pra fora, pelamor…

Meu Deus!! O Romário no ataque faria a festa com gols de cabeça com esses cruzamentos kkkkkkkkkkk

Né? Jogar bola parece algo muito complexo e difícil com esses jogadores. Já foram uns 4 cruzamentos na altura do joellho dos jogadores, e uns dois para jogadores com 10 metros de altura. Mas na altura certinha, para ou nosso jogador cabecear, ou o zagueiro deles tirar de cabeça, nenhum até agora….

Um time brasileiro que tivesse o Zidane parado no círculo central e o Romário parado na área (ambos do jeito que estão hoje) ganharia o BR com uns 25 pontos de vantagem sobre o vice.

Um time com Zidane no meio e Romário no ataque ganharia qualquer campeonato do mundo.

Com folga.

Repetindo os ultimos 20,5 derbies, o Palmeiras faz uma falta totalmente estupida e desnecessária na lateral perto da área. Dessa vez, no entanto, apenas QUASE saiu gol, milagrosamente, ela não entrou dessa vez.

*faz uma falta totalmente estupida e desnecessária na lateral perto da área NO COMEÇO DO JOGO

Por favor, Palmeiras, dê uma ENORME alegria à sua torcida!
Ganhe de 0,5 x 0.

Até preferia titulares nesse jogo. Mas se mandar reservas, segurando um empate, já me dou por satisfeito. O gambá goleou o flu, mas o flu sem o Maionese no comando, volta a ser só um timeco do Rio. Não acho que o gambá é tão perigoso assim, torcer pra não queimar minha lingua…

Não estou confiante, não estou com medo também. Se ganhar, ótimo. Se empatar, serve, Se perder, vou me irritar bastante.

Vou entrar na mesma polêmica do Marinho. Ninguém aqui quis compará-lo com o Pelé, sequer o Neymar, mas ignorar que o momento dele é iluminado acho tolice. A gambazada se recuperou e tem tudo pra ficar com vaga na Libertadores, daí a dizer que mete medo em alguém é outra história.

E dou no seu último parágrafo.

* dou “crtl c” “ctrl v” no seu último parágrafo (falhou o desenho…)

Os comentários estão desativados.