Categorias
Uncategorized

Aumento de dívidas e queda de arrecadação marcam o futebol brasileiro em 2020

Flamengo e Palmeiras continuam a liderar o ranking de faturamento entre os clubes brasileiros, segundo estudo realizado pelo banco Itaú BBA. Mas mesmo eles sofreram com a pandemia. O Flamengo arrecadou 32% a menos em 2020 do que em 2019; no caso do Palmeiras, a queda foi de 18%.

Os fatores que mais contribuíram para a queda na arrecadação foram os portões fechados durante a pandemia – que derrubaram o faturamento com bilheteria e programas de sócio-torcedor.

Em relação aos 25 principais clubes brasileiros, o aumento da dívida durante 2020, o ano em que explodiu a pandemia do novo coronavírus, e bastante preocupante.

O estudo analisou as finanças dos clubes que estão na Série A neste ano, mais clubes da Série B – Avaí, Botafogo, Cruzeiro, Goiás e Vasco. Somados, esses 25 clubes arrecadaram R$ 5,371 bilhões em 2020, uma queda de 13% em relação aos R$ 6,183 bi do ano anterior.

Os grandes responsáveis por puxar para cima o endividamento dos clubes são o Atlético-MG e o Corinthians. De acordo com os números do banco, a dívida do Galo subiu de R$ 802 milhões ao fim de 2019 para R$ 1,271 bilhão em 2020. No caso do Timão, a dívida foi R$ 649 milhões para R$ 916 milhões.