Entrevista de Mauricio Galiotte

O Presidente Mauricio Galiotte deu entrevista coletiva neste sábado pela manhã, menos de 24 horas depois da demissão de Cuca. Seguem alguns trechos: Sobre a saída de Cuca “É importante a gente falar primeiro do Cuca. Eu queria agradecer o Cuca pela conquista do Brasileiro no ano passado. Eu quero

Cuca caiu!

Cuca caiu. Após 34 jogos em 2017, com desempenho de 55% dos pontos disputados, eliminado na Copa do Brasil, Libertadores e em 5o lugar no Brasileirão, o treinador sai deixando poucas saudades. Primeira pergunta ao torcedor palestrino: gostou da saída do Cuca? Segunda pergunta: quem deve vir? Um novo treinador

Coluna do Tostão na Folha: na veia

O leitor do 3VV “Luix” nos indicou nos comentários do pós jogo Palmeiras 2×2 Bahia um trecho da coluna do Tostão, na Folha de São Paulo, na última 4a feira. Com a devida venia reproduzimos a coluna abaixo. Tostão entende de bola. Mas o melhor trecho foi no início: “(…)a

O Palmeiras é gigante!

  Nesta 3a feira a Seleção de Tite se despede das eliminatórias no Allianz Parque, contra o Chile. Neymar essa semana deu uma entrevista onde falou da estrutura da Academia e de sua infância como torcedor do Palmeiras. Evair era um dos ídolos. Mais moderna e lucrativa Arena da América

Dá pra sonhar ainda?

  Passados 10 dias da última partida pelo Brasileiro a torcida – e nós aqui no 3VV – já vamos nos preparando para a R27. Cuca na semana passada disse que não desistiu e ambiciona vencer as 12 partidas restantes. Também falou grosso na entrevista coletiva afirmando que quer continuar

Síndrome de Estocolmo

Síndrome de Estocolmo ou síndroma de Estocolomo (Stockholmssyndromet em sueco) é o nome normalmente dado a um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade perante o seu agressor. (fonte: Wikipedia) Não

Brasileiro 2017: treinadores!

O Campeonato Brasileiro 2017 encerrou a 25a rodada. Vamos a algumas notas sobre treinadores. *** Rogério Micale foi demitido no Atlético MG depois de 9 rodadas e conquistar apenas 41% dos pontos disputados. Seu antecessor – Roger Machado – tinha dirigido o Galo por 15 partidas e seu desempenho era