Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: Cinquina, a história das 5 coroas (parte 5)

POR JOTA CHRISTIANINI Conquistar quatro coroas já era muito bom, mas ai companheiros, apareceu a dama mais bonita do baile. Trazida pela FIFA que mandou os árbitros, vistoriou os estádios, fez a tabela e mandou a Taça iniciou-se na metade de 1951 o PRIMEIRO MUNDIAL DE CLUBES em DISPUTA DA COPA RIO. O Brasil foi […]

Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: a história das 5 coroas (parte 4)

POR JOTA CHRISTIANINI Menos de um mês depois de ter ganhado a terceira coroa o Palmeiras partia para novo torneio, a Taça Cidade de S. Paulo de 1951. Ninguém mais duvidava do poderio do time de Palestra Itália, Afinal ao ganhar o estadual derrubara o tabu. Quem vencesse a Taça da Cidade não venceria o Campeonato […]

Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: a história das 5 coroas (parte 3)

POR JOTA CHRISTIANINI Ganha a segunda coroa e a imprensa aos  poucos passou a comentar a possibilidade do Palmeiras ganhar a terceira coroa. Era o Rio-SP até então o mais importante torneio entre estados no Brasil. Costumava-se chamar seu vencedor de campeão brasileiro. As dez equipes reuniam praticamente a totalidade dos jogadores convocados para a […]

Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: a história das 5 coroas (parte 2)

POR JOTA CHRISTIANINI Conquistada a primeira coroa, ainda mais sendo a Taça Cidade de S.Paulo, a dúvida persistia. Jamais o vencedor da Taça conquistara o Paulista. Será que o Palmeiras iria  mudar as coisas? O campeonato começou parelho, mas logo o time multi colorido tomou a ponta do campeonato e assim foi até o perto […]

Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: a história das 5 coroas

POR JOTA CHRISTIANINI Antigamente era simples: mencionou  o Campeoníssimo e não havia quem questionasse. Falava-se do PALMEIRAS! Se o assunto eram as 5 Coroas também ninguém tinha dúvidas, era gloria das glórias do Campeoníssimo. Não eram apelidos dados por algum jornalista ufanista, eram títulos conquistados no campo, o que tratando-se do Palmeiras é redundância. O tempo […]