A Arena Gremista; e um pitaco aqui na nossa cidade

A Arena Gremista; e um pitaco aqui na nossa cidade

dezembro 28, 2008 11 Allianz Parque

Na semana passada a Diretoria do Grêmio aprovou o seu projeto de Arena. Com orçamento estimado entre R$ 270 e R$ 340 milhões a Construtora OAS é a empresa que ficará à frente do projeto e será responsável pelos recursos financeiros. Na prática, OAS e Grêmio firmam uma Sociedade Para fins Específicos (SPE) de 20 anos, onde a Construtora tem 35% da sociedade e o Grêmio 65%.
 
Para o negócio sair do papel a OAS precisará ainda de uma aprovação do BNDES na ordem de R$ 140 milhões. Além disso há um seguro contratado com o Banco Santander de 20% do valor total da construção.

ENTENDENDO O PROJETO

O atual estádio do Grêmio, Olímpico Monumental, tem cerca de 50 mil lugares e foi inaugurado em 1954. Está localizado numa área nobre de Porto Alegre e essa é uma das principais contra-partidas que o clube oferece à construtora. Em troca pela nova arena o Grêmio vai trocar de sede. Sairá da região que está desde a sua fundação para uma região nos arredores de Porto Alegre.

Um colorado, quando perguntado sobre o local, me disse o seguinte: “Vicente, qual cidade tem em São Paulo que fica perto de uma estrada que entra em São Paulo?”. Chutei “Guarulhos”. “É isso aí!”, disse o colorado, “o Grêmio vai fazer seu estádio e seu clube em Guarulhos”.

A NOVA ARENA GREMISTA

A Direção do clube afirma o contrário. O local da nova arena será é no bairro Humaitá, na zona norte de Porto Alegre, no chamado corredor de desenvolvimento do Plano Diretor da cidade. Independentemente da acidez do comentário do amigo torcedor do Inter, de fato o atual Olímpico Monumental dará lugar a um empreendimento imobiliário planejado pela OAS. Mas ganhará uma nova arena.

Essa Arena será para 52.112 torcedores, 4 níveis de arquibancadas, cobertura para 100% do público e com estabelecimentos comerciais, hotelaria e estacionamento.

A previsão da obra é de janeiro de 2010 a janeiro de 2012.

MODELO FINANCEIRO E DE RELACIONAMENTO

O clube anuncia que o contrato é de 20 anos. Durante a obra o Olímpico poderá ser usado para jogos. Após a comclusão a OAS recebe o Olímpico. Nos primeiros sete anos na Arena, 100% dos lucros serão do Grêmio, que ainda terá um bônus de R$ 7 milhões.

Apos os 7 primeiros anos o Grêmio passará a ter 65% do lucro e a OAS 35%. O clube receberá ainda um bônus de R$ 14 milhões por ano, até completar 20 anos. Depois disso o estádio será todo do clube, encerrando a parceria.

Só como referência, o modelo de receita da Arena Palestra para o
Palmeiras é de 5% a 30% da receita de naming rights, camarotes e
cativas, além de 20% da receita dos eventos. Todo o custo, no caso da
parceria WTorre-Palmeiras, é da WTorre. As contas do que é mais ou menos vantajoso para o Palmeiras eu deixo para vocês ou para o Luis Fernando Tredinnick fazerem.

Mais informações da Arena do Grêmio estão no site no endereço http://www.gremio.net/page/view.aspx?i=id_709.

E A COPA DO MUNDO?

O Grêmio espera com isso desbancar o Beira-Rio para a Copa do Mundo. Assim como o Morumbi aqui em São Paulo, o Beira-Rio foi indicado como o estádio da Copa caso Porto Alegre seja uma das sedes (será!). Mas a Diretoria do Grêmio acredita que, com a Arena pronta em 2012, ela possa tirar do Beira-Rio essa indicação.

Se o Grêmio conseguir se credenciar a ser sede para a Copa 2014 o empreendimento poderá obter 25% de isenção fiscal junto à Prefeitura, ao Governo do Estado e ao Governo Federal. Além disso poderá reivindicar verbas ferderais para obras de infra-estrutura no entorno da arena. Estimativas iniciais projetam R$ 160 milhões de isenções em 40 anos, além de outros R$ 80 milhões de isenção durante a construção do estádio. Tá bom ou quer mais?

E AQUI EM SÃO PAULO?

Coincidentemente, neste sábado, o Estado de São Paulo publicou matéria informando que a FIFA aceitou que a Copa 2014 tivesse 12 sedes (a previsão inicial eram 10). Com isso teremos mais duas cidades.

Além disso o jornal informava que o Presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, terá uma reunião com o Governador José Serra no dia 5 de janeiro. Na pauta, pedir verbas públicas para obras de infra-estrutura.

Entretanto fontes seguras afirmam que o São Paulo busca do Governo Federal, do tal PAC do Esporte, R$ 100 milhões para a reforma do Morumbi.

Será verdade?

Saudações Alviverdes!

19620cookie-checkA Arena Gremista; e um pitaco aqui na nossa cidade

11 comentários em “A Arena Gremista; e um pitaco aqui na nossa cidade

  • Marcio Zambon
    janeiro 6, 2009
    Responder
  • V Criscio
    janeiro 5, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbazzi
    janeiro 5, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    janeiro 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    dezembro 28, 2008
    Responder
  • marcelo camargo lopes
    dezembro 28, 2008
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 28, 2008
    Responder
  • Luiz
    dezembro 28, 2008
    Responder
  • marcelo arruda
    dezembro 27, 2008
    Responder
  • V Criscio
    dezembro 27, 2008
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    dezembro 27, 2008
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *