Série Arenas Esportivas – Condições Especiais para Hospitalidade

Série Arenas Esportivas – Condições Especiais para Hospitalidade

março 19, 2009 3 Allianz Parque


Da Série Arenas Esportivas 
Recomendações e Exigências Técnicas FIFA
  
Por Claudio Baptista Jr.*


Hoje terminaremos a 7ª parte do documento, com o tema Condições Especiais

1 – Decisões preliminares.
2 – Segurança.
3 – Orientação e estacionamentos.
4 – Áreas de jogo.
5 – Autoridades e jogadores.
6 – Espectadores.

7 – Hospitalidade.
7.1 – Instalações de hospitalidade para as empresas
7.2 – Exigências em matéria de hospitalidade: princípios diretores
7.3 – Condições necessárias para o programa da FIFA
7.4 – Espaços VVIP e VIP
7.5 – Direitos de hospitalidade comercial
7.6 – Condições especiais.

8 – Mídias.
9 – Iluminação e alimentação elétrica.
10 – Telecomunicações e espaços complementares.

7.6 – Condições especiais.

As localizações propostas para as estruturas de hospitalidade temporária devem seguir os seguintes critérios:

Viabilidade.

Caso necessários devem ser obtidas as autorizações e permissões para construções temporárias.

Acessibilidade.

Todos os espaços devem ser acessíveis ao COL e às partes por ele designadas, incluindo a FIFA. Toda outra parte não autorizada deve ser retirada antes ou durante a realização da competição.

Segurança.

Os espaços de hospitalidade devem ser situados no interior do perímetro de segurança do estádio. Além de assegurar a segurança dos espaços de hospitalidade, o serviço de ordem será responsável pela segurança das personalidades e dos bens no contexto do programa de hospitalidade. Barreiras cobertas devem ser erguidas pelo COL ao redor destes espaços.

Acesso.

Os organizadores e fornecedores devem poder acessar livremente os espaços de hospitalidade sem a necessidade de solicitações de autorização ou de pagar por direitos de acessos suplementares. Um estacionamento suficientemente grande e o mais próximo possível do estádio deve estar igualmente a disposição deste pessoal durante a organização e realização do evento.

Localização.

A fim de evitar custos suplementares de um serviço de transporte, os espaços de hospitalidade não devem estar situados a mais do que 300 metros do estádio.

Superfície.

I – Salão VIP da FIFA.

Para Copas do Mundo da FIFA, o saguão VIP da FIFA deve ter uma capacidade para receber 500 pessoas a cada partida e 2.000 pessoas nos casos de abertura e final. A superfície mínima necessária é de 1m² por pessoa.

II – Espaços de hospitalidade para afiliados comerciais.

Superfície total: 5 a 5,6 m² por pessoa.

Superfície do local em função do evento:
Local de cerimônia de abertura: 20.000 m²
Local da Final: 35.000 m²
Local da Semi-Final: 20.000 m²
Local da Quarta de Final: 10.000 m²
Local da Oitava de Final 8.000 m²
Local de uma partida de grupos / jogo da equipe local: 15.000 m²
Local de uma partida de grupos: 8.000 m²

III – Espaços de hospitalidade comerciais.

Superfície total: 4,6 m² por pessoa.

Superfície do local em função do evento:
Local de cerimônia de abertura: 27.000 m²
Local da Final: 50.000 m²
Local da Semi-Final: 20.000 m²
Local da Quarta de Final: 10.000 m²
Local da Oitava de Final 9.000 m²
Local de uma partida de grupos / jogo da equipe local: 20.000 m²
Local de uma partida de grupos: 5.000 m²

Esses valores deverão ser revisados conforme o conceito de hospitalidade que será elaborado em função das instalações disponíveis nos estádios que participarão dos eventos.

Alimentação Elétrica.

Todos os espaços de hospitalidade devem ser conectados a um recurso de corrente elétrica suficientemente potente para atender a iluminação, as cozinhas, os espaços de estocagem, sistema de climatização, equipamentos de serviço e limpeza, sistemas de áudio / multimídia e sistemas necessários para o entretenimento. Este circuito elétrico pode ser alimentado por uma rede elétrica existente ou por geradores. Ao menos um recurso de alimentação principal deve ser previsto por espaço. Este recurso de alimentação e a rede de distribuição devem ser adaptados a cada local (estádio). Os critérios de alimentação elétrica precisos serão elaborados no momento em que os espaços de hospitalidade forem definidos e fixados os locais.

Rede de água e esgotos.

Um sistema de rede de água e esgotos é necessário em todos os espaços de hospitalidade, em particular cozinhas e banheiros.

Telecomunicações.

Todos os espaços de hospitalidade devem ser conectados a linhas de telecomunicação terrestres para funcionamento de telefone, fax e internet.

Preparação do solo.

No momento em que os programas de hospitalidade forem colocados em operação em estruturas temporárias, o local e vias de acesso devem ser preparadas (nivelamento, drenagem e proteção) antes do lançamento da construção.

Banheiros.

Todas as estruturas de hospitalidade temporárias devem ser equipadas com banheiros. Estes devem ser de qualidade e providos de um sistema de fácil limpeza, situados próximos a cada espaço de recepção, ocuparem posições centrais e facilmente acessíveis. Carrinhos de limpeza devem poder acessar os banheiros com facilidade. Um banheiro deve ser previsto para cada 100 pessoas e um contrato de limpeza deve ser firmado com um prestador de serviços.

Iluminação.

Luminárias devem ser instaladas em todo o local, tanto no interior como no exterior, pois todos os espaços de hospitalidade são cobertos. A potência de iluminação deve ser entre 80 e 150W para cada 10 metros, sendo ajustados de acordo com a configuração interna.

Sistema de TV / áudio.

Todos os espaços de hospitalidade devem possuir uma rede de equipamentos de áudio e vídeo. O número de televisores necessários é de: 1 por espaço privativo, 1 para cada 50 pessoas nos espaços de hospitalidade dos afiliados comerciais, 1 para cada 100 pessoas nos espaços de prestígio, e 1 por camarote (Skybox).

Estruturas temporárias.

É conveniente utilizar estruturas de qualidade como aquelas geralmente instaladas no mundo inteiro para eventos internacionais importantes.

Plantas.

O fornecedor selecionado estabelecerá as plantas conforme as necessidades expressas pela FIFA.

Permissão de construção.

O COL se encarregará de cumprir todas as formalidades necessárias para a obtenção de permissões relativas à instalação e gestão das estruturas temporárias.

Climatização e aquecimento.

A climatização ou aquecimento são necessários em todos os espaços de

hospitalidade. Deve ser prevista uma potência de 0,2 kW.
Na próxima semana entramos na 8ª parte do documento falando sobre Mídias.

Abraço,
Claudio Baptista Jr.

25870cookie-checkSérie Arenas Esportivas – Condições Especiais para Hospitalidade

3 comentários em “Série Arenas Esportivas – Condições Especiais para Hospitalidade

  • João Paulo
    março 25, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    março 20, 2009
    Responder
  • Rodollfo SppyX
    março 20, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *