PAULISTÃO 2009: análise da R17 e R18

abril 1, 2009 0 Jogos

Por Danilo Cersosimo
 
Estamos chegando ao final do desnecessariamente longo campeonato Paulista. O Palmeiras acabou de empatar em 1×1 contra o Oeste de Itápolis, postergando a definição do 1º lugar – que poderia ter vindo sábado passado – para o próximo final de semana.

Oeste 1×1 Palmeiras: o Oeste teve um gol corretamente anulado no primeiro tempo – o jogador adversário estava impedido por milímetros. De qualquer modo o lance expõe ainda mais a fragilidade da nossa defesa no jogo aéreo.

A destacar negativamente os cartões amarelos aplicados contra Cleiton Xavier e Diego Souza – ambos injustos.

Assim como no jogo contra o Bragantino o Palmeiras foi carregado de cartões amarelos – que não serão zerados para a semi-final, tal qual em 2008.

É muita coincidência que os principais jogadores do Palmeiras sejam punidos com esse excesso de rigor justamente às vésperas das finais – teria alguma correlação com o fato de Reinaldo Carneiro Bastos estar à frente da FPF e ser muito ligado ao SPFC?

***

SPFC 1×0 Palmeiras: em jogo válido pela R17 o Palmeiras sucumbiu à sua própria falta de ânimo e saiu derrotado do Morumbi…

Incrivelmente, dessa vez a arbitragem apitou corretamente.

Aos 5´do 1º tempo o apático Marquinhos entrou violentamente em jogador adversário e foi punido com amarelo; eu teria expulsado.

Três minutos depois Júnior César recebe cartão amarelo corretamente. O mesmo se aplica para a punição contra Dagoberto aos 11 minutos.

Aos17´é a vez de Claiton Xavier receber o cartão amarelo – mais uma vez aplicado de forma correta pelo árbitro Wilson Luiz Seneme. O lance da falta poderia ter sido evitado pelo palmeirense, que a essa altura já deveria ter sacado o estilo rigoroso e coerente do árbitro na partida.

Para finalizar o 1º tempo André Dias também é advertido com cartão amarelo por falta e mão na bola no mesmo lance.

Inicia o segundo tempo e Evandro consegue uma proeza: tomar um cartão amarelo aos 10 SEGUNDOS!!! O cartão foi correto e merecido, pois a falta de inteligência de um jogador descansado deve ser sempre premiada!

Logo em seguida Hernanes em lance similar deveria tomar amarelo e o árbitro deixou passar em branco.

Já aos 8 minutos o premiado foi Jorge Vagner, enquanto Rodrigo deveria ter levado o seu um minuto depois em falta sobre Jumar. Segundo o critério do árbitro Arouca também deveria ter levado um amarelo aos 11 minutos.

Aos 12´um impedimento erroneamente assinalado contra o Palmeiras impede que Sandro Silva prossiga em lance que levaria algum perigo.

Aos 22´Mauricio Ramos faz falta GROTESCA em Júnior César e merecia levar um cartão amarelo.

De um modo geral Seneme foi bem – na minha opinião tem sido o melhor árbitro do campeonato paulista até aqui – e não comprometeu o resultado.

26840cookie-checkPAULISTÃO 2009: análise da R17 e R18

0 comentários em “PAULISTÃO 2009: análise da R17 e R18

  • Sérgio Vitali Massari
    abril 1, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    abril 1, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 1, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 1, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    abril 1, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    abril 1, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    abril 1, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Novelini
    abril 1, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *