Pós Jogo Palmeiras 1×1 Sport: frustração e o cinismo do anti-herói

Pós Jogo Palmeiras 1×1 Sport: frustração e o cinismo do anti-herói

abril 15, 2009 0 Jogos

Por Vicente Criscio

O Palmeiras empatou com o Sport em 1×1 no Palestra Itália nesta quarta-feira.

Frustração. Não existe melhor palavra para o resultado desta quarta-feira e para a cara de cada torcedor que saía do estádio. 

E assim este demorado post é dúbio, contraditório. De um lado, há um palmeirense extremamente frustrado com a incapacidade desse elenco, dessa comissão técnica, desse treinador e dessa diretoria de futebol em fazerem esse time jogar uma Libertadores da América.

Por outro lado, a classificação ainda é possível. E há sempre um palmeirense que ainda acredita.

Por isso o post tem dois lados: um – em homenagem ao positivismo do palestrino crente, o post enxerga as coisas do lado positivo, construtivo, com um futuro favorável às nossas aspirações. Estilo o personagem Harvey Dent, de Batman.

Outro tem a alma sombria, amarga, pessimista, cética do personagem Duas Caras.

Você leitor escolhe com qual se identifica. E temos um terceiro, que na verdade tem mais a ver com minhas crenças nesta noite.

I. AINDA TEMOS CHANCE

Com 4 pontos ganhos e faltando duas rodadas o Palmeiras ainda depende de si mesmo. Pode fazer mais 6 pontos e chegar a 10. Nesse caso, na pior das hipóteses, tiraria a vaga do Colo Colo, no saldo de gols. Para isso terá que ganhar, e bem, da LDU na próxima terça-feira e depois vencer o Colo Colo em Santiago. Na combinação dos resultados precisará ter melhor saldo de gols (do que o Colo Colo ou do que o Sport, dependendo do próximo jogo entre as duas equipes).

Quanto ao jogo de hoje, o adversário entrou com a clara intenção de sair com um empate. Teve um ataque na partida inteira, aos 45 minutos do 1o tempo e fez o gol no único vacilo da zaga.

Demos azar. E tivemos ainda um gol mal anulado, quando o jogo ainda era 1×0.

Pena, ainda dá!!

II. ASSIM NÃO VAMOS LONGE

Um ponto ganho em seis pontos disputados dentro de casa. Esse desempenho por si fala tudo. Libertadores – já dizia Felipão (aquilo sim é que era técnico) – se joga assim: vitória em casa a qualquer custo. E tenta-se amarrar um empate fora. Se vencer, é prêmio.

Além disso jogamos um 2o tempo contra um time velho na idade e na forma de jogar. E tivemos duas chances reais de gol. Uma com Diego Souza batendo uma falta muito bem defendida pelo goleiro Magrão (que está lá prá isso, diga-se de passagem).

Outra, a bola do jogo, aos 43 minutos do 2o tempo, Diego Souza desperdiçou, em cabeçada livre dentro da área.

Ou seja, duas chances em 45 minutos com a torcida empurrando e contra 10 jogadores do outro lado, onde um deles era Paulo Baier, um peso morto em campo.

Time que não sabe vencer em casa não passa da 1a fase. E se passar, tem que se reinventar para ter uma sobrevida na competição. Quer apostar? Jogue a moeda pro ar: cara, passa prá segunda fase. Coroa, não passa.


III. CINISMO DO ANTI-HERÓI

Podem me chamar de cínico! Não me importo. Uma semana atrás eu era pura excitação. E hoje sou pura frustração. Então meu cinismo se explica.

Também porque tenho um certo apreço pelos anti heróis. Principalmente aqueles que encaram a soberba dos “bons moços”, dos heróis, dos ídolos, dos fanfarrões, com muito cinismo.

Então meu cinismo eu dirijo àqueles que se encaixam nesse perfil. Aí vai:

Tomara que eu esteja errado, mas esse Palmeiras que eu assisti hoje, que é o mesmo de quarta-feira passada, que é o mesmo de um mês atrás quando perdeu em casa pro Colo Colo e antes prá LDU, não passará dessa fase. Pode esquecer.

E se passar, não chega por exemplo nas semi finais.

Por quê? Porque a data da mudança era hoje. Não era quarta-feira passada. Era hoje, porque a vitória consolidaria a aparente mudança de postura conseguida com a vitória heróica em Recife.

E não conseguiu.

Ok palmeirense otimista, desculpe se jogo água gelada nessa fervura. Até porque a primeira pergunta do meu filho quando entrei em casa hoje foi: “ainda dá né pai?”.

E minha resposta foi: “dá, tem que ganhar as duas ou dependendo dos resultados, uma vitória e um empate”.

Mas dá prá confiar em uma vitória retumbante sobre a LDU? E se conseguir? Dá prá esperar um desempenho digno de um candidato ao título, uma espécie de Barcelona da América do Sul, jogando em Santiago contra um Colo Colo motivado?

E se passar? Vai pegar quem? O Cruzeiro embaladíssimo no Mineirão? O Boca, que está atropelando os adversários diretos? Meu Deuz, como passar por esses times se não conseguimos vencer em casa um time que tem Paulo Baier jogando com a 10 e outros que nem é bom citar.

Espero estar errado. Vou torcer muito para estar errado.

Estarei terça que vem no Palestra e seguramente sairei com a voz rouca, como saí hoje. Mas esta noite eu já começo a me preocupar com a seguinte pergunta: temos time para ganharmos o Brasileiro?

Saudações Alviverdes!

27880cookie-checkPós Jogo Palmeiras 1×1 Sport: frustração e o cinismo do anti-herói

0 comentários em “Pós Jogo Palmeiras 1×1 Sport: frustração e o cinismo do anti-herói

  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 17, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 17, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 17, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 17, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 17, 2009
    Responder
  • Daniel Seleguim Santos Moraes
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ricardo Milesi
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    abril 16, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ângelo Lista
    abril 16, 2009
    Responder
  • luiz sergio neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Luiz Antonio Borinatti Junior
    abril 16, 2009
    Responder
  • Victor Fayad Lins
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcio Roberto Benedetti
    abril 16, 2009
    Responder
  • Vladimir Rizzetto
    abril 16, 2009
    Responder
  • caetano
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fabio Sgambato
    abril 16, 2009
    Responder
  • Saulo Dias Luz
    abril 16, 2009
    Responder
  • VITOR LUIS VITORASSO
    abril 16, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • V Criscio
    abril 16, 2009
    Responder
  • Renata Morais
    abril 16, 2009
    Responder
  • Renata Morais
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valdir Castaldelli Jr
    abril 16, 2009
    Responder
  • luiz sergio neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • luiz sergio neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    abril 16, 2009
    Responder
  • Luiz Rogerio Napoleão
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rodrigo Caetano
    abril 16, 2009
    Responder
  • luiz sergio neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Luiz Rogerio Napoleão
    abril 16, 2009
    Responder
  • Luiz Rogerio Napoleão
    abril 16, 2009
    Responder
  • Saulo Dias Luz
    abril 16, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valdir Castaldelli Jr
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valdir Castaldelli Jr
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Franco Domenico Ceravolo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Manuel Sacco
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    abril 16, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    abril 16, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    abril 16, 2009
    Responder
  • Mayara Cardoso
    abril 16, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    abril 16, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    abril 16, 2009
    Responder
  • Antônio José Xavier Oliveira
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fabio Sgambato
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Arthur Alves Teixeira
    abril 16, 2009
    Responder
  • Gaetano Misiti Neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Pieritz
    abril 16, 2009
    Responder
  • Jamil José Neto
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marco Bucci
    abril 16, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 16, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 16, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 16, 2009
    Responder
  • Valter Paccini
    abril 16, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    abril 16, 2009
    Responder
  • Geraldo Teixeira Júnior
    abril 16, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 16, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 16, 2009
    Responder
  • Erick Micai
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Rodrigo Firmani
    abril 16, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 16, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 16, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 16, 2009
    Responder
  • Giuliano LentiDante
    abril 16, 2009
    Responder
  • Bruno D'Angelo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Valter Paccini
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Andre Paciello
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • Felipe Monteiro Virolli
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Manuel Sacco
    abril 15, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcio Wison Severini D' Andrea
    abril 15, 2009
    Responder
  • Manuel Sacco
    abril 15, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 15, 2009
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    abril 15, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    abril 15, 2009
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    abril 15, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    abril 15, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Andre Paciello
    abril 15, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Yvo Renato Batista Ramos
    abril 15, 2009
    Responder
  • Áureo Teixeira
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • alessandro ribeiro dos santos
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 15, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcel Antoni
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Perez dos Reis
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Fabiano Luchetti
    abril 15, 2009
    Responder
  • Mario Barros Casuscelli
    abril 15, 2009
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 15, 2009
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    abril 15, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    abril 15, 2009
    Responder
  • Carlos Eduardo Martins Fontes
    abril 15, 2009
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    abril 15, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    abril 15, 2009
    Responder
  • Fábio Gomes
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    abril 15, 2009
    Responder
  • Daniel Portero
    abril 15, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    abril 15, 2009
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    abril 15, 2009
    Responder
  • alessandro ribeiro dos santos
    abril 15, 2009
    Responder
  • Cassiano Juliotti Amatuzzi
    abril 15, 2009
    Responder
  • alessandro ribeiro dos santos
    abril 15, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • THOBIAS BRUNO GURGEL TAVARES
    abril 15, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    abril 15, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Pieritz
    abril 15, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    abril 15, 2009
    Responder
  • thamilles sousa santos
    abril 15, 2009
    Responder
  • Manoel Pinho Filho
    abril 15, 2009
    Responder
  • Antônio José Xavier Oliveira
    abril 15, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    abril 15, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    abril 15, 2009
    Responder
  • Evellyn de Carvalho Oliveira
    abril 15, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    abril 15, 2009
    Responder
  • César Bernardi
    abril 15, 2009
    Responder
  • Antônio José Xavier Oliveira
    abril 15, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *