Os direitos de TV da Liga Inglesa – 1

Os direitos de TV da Liga Inglesa – 1

maio 1, 2009 13 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick
Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira
Via Verdão

Pois é amigos, este é mais um artigo da série “não dá para
competir”.  Este ano o campeonato brasileiro
renderá aos clubes brasileiros um valor recorde de R$ 410 milhões, divididos
pelos 20 clubes da séria A.  Vamos
comparar com os direitos de TV da Liga Inglesa?

OS VALORES INGLESES

Os diretos de TV das próximas três temporadas da Liga
Inglesa acaba de ser renovado por três temporadas: 2010/11 a 2012/13.

Observem no quadro abaixo o valor da TV da Liga em milhões
de Euros.


 

Passou mal? Pois é, eu passei muito mal!  Imaginar que estamos falando que os valores
de TV da Liga são mais do que 3 bilhões de Euros, ou mais de R$ 9,8 bilhões
(considerando-se uma taxa de câmbio de R$ 3,1/euro)! Ok, os valores anuais são
de “apenas” R$ 3,27 bilhões! Isso mesmo, o campeonato brasileiro vale cerca de 12,5%
do inglês…. 12,5% é um valor ridiculamente baixo e motivo de vergonha para
todos nós brasileiros….

 

MAS COMO FUNCIONA A VENDA DOS DIREITOS DE TV

Diferente do Brasil, lá existe uma verdadeira competição
entre emissoras de TV.  Como o futebol é
um dos grandes atrativos da TV, os valores sobem.

A Liga Inglesa negocia em bloco e ofereceu 6 pacotes
diferentes. Cinco foram ganhos pela BSkyB – a Sky Sports – e um pela
Setanta.  A BSkyB terá direito a
transmitir 115 jogos por temporada.  A
Setanta terá direito a transmitir os jogos das tardes de sábado, às 17:15h, que
somam 23 jogos. Para a Setanta foi um duro golpe, pois no atual pacote, que
terminará em 2010, ela tem direito a 46 partidas.

Curiosamente, para nós brasileiros, o direito de transmitir
o resumo dos jogos é vendido em separado.  No
caso a BBC adquiriu os resumos dos jogos por um valor de 195 milhões de Euros.

Como a Liga Inglesa tem uma audiência estrangeira
gigantesca, eles também conseguem negociar a vendas dos direitos de transmissão
por valores astronômicos: o acordo atual é de 930 milhões de Euros!  Tudo leva a crer que conseguirão manter esse
valor.

Só para termos uma idéia, na temporada 2006-07 a audiência global
acumulada da competição foi de 2,9 bilhões de telespectadores, residentes em
611 milhões de casas, em mais de 200 países.

 

ENQUANTO ISSO NO BRASIL…           

Enquanto isso no Brasil não temos a mínima idéia de como
aumentar a receita de TV.  E pelo visto
desperdiçamos uma fonte de receita valiosa que seria o venda do campeonato para
o exterior.  Certamente nenhum país do
mundo iria pagar para assistir Santo André e Havaí (com todo o respeito aos
dois times), mas será que não podemos vender um pacote apenas com os grandes
clássicos?


NAS PRÓXIMAS SEMANAS

Nas próximas semanas iremos explorar como deve ser o modelo
econômico das TVs inglesas para a transmissão dos jogos e como a Liga Inglesa
distribui o dinheiro entre os clubes e como isso se compara com o modelo
brasileiro.

Alguém aí vai precisar beber alguma coisa para esquecer que
valemos cerca de 12,5% do campeonato inglês? 
Eu precisei!

Saudações AlviVerdes


*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no
3VV, explicando a quem
conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

29030cookie-checkOs direitos de TV da Liga Inglesa – 1

13 comentários em “Os direitos de TV da Liga Inglesa – 1

  • Felipe Duvaresch Kamia
    maio 3, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    maio 2, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    maio 2, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    maio 2, 2009
    Responder
  • Paulo de Moraes Manolio
    maio 2, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 2, 2009
    Responder
  • Marco Bucci
    maio 1, 2009
    Responder
  • Administrator
    maio 1, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    maio 1, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    maio 1, 2009
    Responder
  • Felipe Duvaresch Kamia
    maio 1, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    maio 1, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *