Os direitos de TV da Liga Inglesa – 2

maio 8, 2009 8 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick
Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

 

Para aqueles que, como eu, ainda não engoliram a história de que os direitos de transmissão do campeonato brasileiro valem apenas 12,5% dos direitos do campeonato inglês, vale à penas explorarmos um pouco mais a fundo o modelo.

 

CUSTO POR PARTIDA

 

No campeonato brasileiro, assim como no inglês, temos um total de 380 partidas por temporada. 

 

No caso brasileiro, sabemos que praticamente todos os jogos são transmitidos, seja na TV aberta, seja na TV a cabo (SporTV) ou seja no sistema pay-per-view.  Como a Globo paga R$ 410 milhões por ano, quer dizer que o custo da Globo para cada partida, apenas em termos de direitos de TV, é de R$ 1,08 milhão por partida. 

 

Não se engane imaginando que esse um milhão por partida é muito dinheiro.  Em 2008 tivemos já a marca de 550 mil assinaturas de pay-per-view vendidas, o que representaria uma receita (depois dos impostos) de mais de R$ 200 milhões.  Lógico que essa receita tem também os campeonatos estaduais, mas dá uma idéia de quanto deve ser a receita total, não?

 

Fazendo a mesma conta para a Premier League, temos um custo de R$ 8,6 milhões por partida.  A pegadinha é que a comunicação oficial diz que a BSkyB e a Stenta compraram os direitos de transmissão de 138 jogos por temporada!  Isso significa que os direitos de transmissão dessas empresas são de R$ 23,7 milhões por jogo.  Ou seja, 22 vezes maior do que no Brasil.

 

COMO A CONTA FECHA?

 

Bom, duas explicações possíveis, já que não conheço ninguém que tenha familiaridade com as estruturas de custos e receitas das TVs inglesas.

 

A primeira explicação: os anunciantes ingleses que pagam para MUITO mais do que os anunciantes brasileiros, ou seja de OITO a VINTE vezes mais.  Adicionalmente a maior parte dos jogos é transmitido no sistema de pay-per-view e a maioria dos ingleses assina o pay-per-view para ver esses jogos.

 

A segunda explicação: as TVs inglesas perdem dinheiro com o campeonato inglês. As TV teriam o futebol com maneira de “atrair” o público para os demais programas da emissora.  Para aqueles que gostavam de assistir o seriado americano “Friends”: nos últimos anos da série, cada um dos atores ganhava mais de US$ 1 milhão por episódio!  E a emissora de TV admitiu que tinha prejuízo em cada um dos episódios, mas que era a melhor forma de atrair o público.

 

O QUE DEVE DE FATO OCORRER?

 

Particularmente, acho que a primeira explicação é a mais provável. O pode aquisitivo dos ingleses é muito maior do que o dos brasileiros, eles pagam o pay-per-view e as empresas pagam muito mais para anunciar na Premier League.

 

Ou seja, mais um daqueles casos em que “não dá para competir”! Ou alguém aí tem outra explicação?

 

 

Saudações AlviVerdes

 

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem
conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

29650cookie-checkOs direitos de TV da Liga Inglesa – 2

8 comentários em “Os direitos de TV da Liga Inglesa – 2

  • Rogerio Rocha
    maio 8, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 8, 2009
    Responder
  • Paulo de Moraes Manolio
    maio 8, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Novelini
    maio 8, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    maio 8, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    maio 8, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 8, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    maio 8, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *