Análise da Arbitragem: Palmeiras 0x0 SPFC

maio 27, 2009 0 Jogos

Por Danilo Cersosimo

 

Em mais uma tarde
burocrática o Palmeiras passou em branco e graças a São Marcos conseguiu evitar
o pior.  

 

Claro, o árbitro Rodrigo
Bragheto também colaborou e muito com o adversário ao não marcar pênalti
claríssimo sobre Diego Souza.

 

***

O jogo de um modo geral
foi tranqüilo de apitar – poucas faltas violentas, em que pese o número
excessivo de faltas de alguns jogadores, mas nada que comprometesse.

 

Os de Muricy reclamam uma
expulsão para Jumar – o lance em questão sinceramente não me pareceu falta para
2º amarelo. O que os leitores pensam dessa reclamação? 

***

 

A expulsão de Mauricio
Ramos foi correta – incorreto é o jogador fazer uma falta daquelas, já tendo
sido advertido com amarelo, antes do meio campo e na lateral. Só pela mancada
merecia ir pro chuveiro. Tal expulsão quebrou o ímpeto do time, que melhorava
no 2º tempo.

***

 

Aos 47º do 2º tempo Richarlysson
também foi expulso corretamente após dar um carrinho por trás em Ortigoza.

***

 

No primeiro tempo um
lance preocupante chamou atenção: André Dias cai numa disputa de bola com Diego
Souza e bate a cabeça no chão – felizmente nada mais grave aconteceu. No
entanto, creio que no referido lance Diego merecia um cartão amarelo, pela força
desproporcional com que disputou o lance.

***

 

E tudo estava indo bem
até que o árbitro Rodrigo Bragheto, a 3 metros e de frente pro lance preferiu
se omitir e não assinalar pênalti em Diego Souza. É o tipo do lance em que ele
não tem o que alegar – ele estava de frente, olhando pro lance, sem ninguém na
frente dele, portanto, não marcou porque não quis.

 

***

O que incomoda nesse tipo
de lance é o fato dele ser recorrente: nos últimos 3 ou 4 anos o único lance
pró-Palmeiras em jogos contra o SPFC foi a cotovelada de Kléber em André Dias
que não foi punida pelo árbitro – esse lance em particular era de difícil
visualização.

 

Tirando esse lance, nos
demais jogos, sempre tivemos decisões cruciais que pesaram a favor do SPFC: o
gol legal de Max anulado no BR06; o gol de mão de Adriano no Paulistão 08, a
expulsão de Diego Souza no BR08, entre tantos outros. Isso sem contar as
simulações de pilhas, o caso do gás, tribunais, etc, etc…

 

Além disso, nesse BR09
estamos na terceira rodada e já vimos três erros cruciais a favor do SPFC – os
dois únicos pontos conquistados por eles foram obtidos em jogos em que a
arbitragem os beneficiou.

 

Isso incomoda muito.

 

***

Após o jogo, Vanderlei
Luxemburgo reclamou da arbitragem, a diretoria idem. Não adianta reclamar após
o jogo; tem que tomar medidas preventivas antes da partida.

 

Após tudo o que o Sálvio
Spinola fez em 2008 contra nós deixaram com que ele apitasse a semi-final
contra o Santos. Deu no que deu. Ontem foi a vez de Rodrigo Bragheto aprontar –
espero que fique afastado de jogos do Palmeiras por um bom tempo.

 

***

Luxemburgo disse em alto
e bom som pro Coronel Marinho tirar a camisa do São Paulo de baixo. Acusação
grave que será levada à Justiça Desportiva pelo referido Coronel.

 

Tenho a impressão que
esse tipo de comportamento do Luxa só traz mais “má vontade” dos árbitros em
relação ao Palmeiras.

 

Cobrar a arbitragem não é
papel do treinador – isso deveria caber ao diretor de futebol (quem é essa
figura hoje no Palmeiras?). Além disso, quando esse tipo de cobrança é feita
pelo técnico, ainda mais nesse tom, parece claramente que ele está tentando
desviar o foco da má atuação de seu time – que mais um vez em jogo contra time
grande ficou devendo e muito.

 

Não podemos tapar o sol
com a peneira culpando o árbitro – ele errou grosseiramente contra o Palmeiras
sim, mas o time errou tanto ou mais que ele.

31780cookie-checkAnálise da Arbitragem: Palmeiras 0x0 SPFC

0 comentários em “Análise da Arbitragem: Palmeiras 0x0 SPFC

  • Rogerio Rocha
    maio 27, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    maio 27, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    maio 27, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 27, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 27, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 27, 2009
    Responder
  • LUIZ AMERICO SOUZA DE MARTINO
    maio 27, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    maio 27, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 27, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 27, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 27, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    maio 27, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    maio 27, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 27, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Novelini
    maio 27, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *