Pós Jogo Palmeiras 1×1 Nacional: sem saber para onde ir

maio 28, 2009 0 Jogos


PALMEIRAS 1X1 NACIONAL

Por Vicente Criscio

Numa certa passagem de Alice no País das Maravilhas ela
encontra uma seta apontando para duas direções distintas. Quando ela pergunta
do por que daquele tipo de seta ser tão confusa o coelho responde: “quando você
está perdido qualquer direção passa a ser a direção correta”.

Parece que essa foi a filosofia do treinador Vanderlei
Luxemburgo para a partida desta quinta-feira contra o Nacional. Como ocorreu em
outras vezes, parece não ter sido muito produtivo ter passado alguns dias em Atibaia
treinando a equipe. Se foi alguém poderia explicar porque trocar dois jogadores
antes da metade do 1º tempo?

E essa é uma das três ironias que identifiquei nesta partida
em que o Palmeiras não cumpriu com sua obrigação de mandante frente ao Nacional
e cedeu o empate de 1×1: o Palmeiras da noite desta quinta-feira não teve um
padrão de jogo definido. Aliás, pergunto: o Palmeiras apresentou algum padrão
de jogo definido nesse ano?

Sacar Souza e Capixaba e colocar Obina e Marquinhos – o mesmo
Obina que 72 horas antes não sabia nem o caminho do Palestra Itália – parece ter
sido mais uma “opereta” deste Luxemburgo que às vezes quer provar
(desnecessariamente) que ainda é “o estrategista”.

Mas – ironia, das ironias – a mexida deu certo e o time passou
a atacar mais o Nacional. Tá certo que Marquinhos não lembrava que era ala e
não comparecia pela direita. Ou mesmo Obina era voluntarioso mas não sabia em
que posição se colocar no ataque. Mesmo assim o time fez 1×0 aos 10 do 2º tempo.
E poderia ter feito mais, pois o Nacional naquele momento percebeu que existe uma imensa
diferença técnica entre ele e o Palmeiras.

Mas – 2ª ironia da noite – Luxemburgo parecia querer provar
outra coisa: parecia querer provar que aprendeu o que é Libertadores e contra o que ele sempre defendeu (que a melhor defesa é o ataque) e faltando
15 minutos para acabar o jogo coloca outro volante e tira um Keirrison que hoje
parece mais vítima de um punhado de torcedores impacientes do que aquele
vibrante e confiante atacante de janeiro passado.

E aí esta a ironia. Na teoria a mudança poderia
fazer sentido. Mas na prática foi um desastre. A mexida revitalizou um moribundo
Nacional. Mas não a ponto de levar perigo. Entretanto – ah, ironias – em falha
de Jumar e Danilo, um gol torto, e o empate faltando 10  minutos para terminar o jogo.

Luxemburgo parece querer provar a muitos que é capaz. Se isso
for verdade, comete uma tremenda besteira, porque perde o foco e deixa de ser o
técnico que conhece muito bem dentro das 4 linhas. O Palmeiras desta
quinta-feira perdeu uma enorme chance de sair com uma vitória confortável, e se
Luxemburgo está perdido nos caminhos que traçou para o time, parece que
infelizmente está apontando a vaca no sentido do brejo.

E a 3ª ironia?

O leitor atento percebeu que falei em 3 ironias? Pois é, a terceira
ironia da noite é que com tudo isso ainda podemos sair classificados. Daqui a duas semanas serão vários os resultados possíveis. Como
por exemplo 1×1 (e disputa em pênaltis) 2×2, 3×3, … todos eles favoráveis ao
Palmeiras.

A rigor não podemos perder. E temos que fazer pelo menos um gol.

Para um time que insiste em resistir nessa Libertadores, seria
irônico classificar-se mais uma vez nestas circunstâncias. Mas para quem já teve gol aos 42 em Santiago e Marcos pegando três pênaltis, é perfeitamente possível. Só depende de se tirar a vaca do
caminho do brejo e apontá-la em direção a outro lugar.

Saudações Alviverdes!

Hoje não teremos DROPS. O 3VV foi ao jogo.

Das 19 às 22, concentração.

E a partir das 22, jogo.

O pós jogo será provavelmente breve e muito tarde da noite.
E esperamos que seja positivo.

Por enquanto, vai deixando seu comentário aqui! Este será o post do Pós Jogo.

Saudações Alviverdes!

31880cookie-checkPós Jogo Palmeiras 1×1 Nacional: sem saber para onde ir

0 comentários em “Pós Jogo Palmeiras 1×1 Nacional: sem saber para onde ir

  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 31, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 31, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 31, 2009
    Responder
  • Alcides de Andrade Junior
    maio 30, 2009
    Responder
  • Everton Micai
    maio 29, 2009
    Responder
  • Julio Coelho
    maio 29, 2009
    Responder
  • Julio Coelho
    maio 29, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Eduardo Pellegrini Vivan
    maio 29, 2009
    Responder
  • Paulo Cesar Juliani
    maio 29, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rodrigo
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Marcelo Randes
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cesar Henrique Bruhn Pierre
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Teixeira Lomba
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Édipo Francisco A. da Silva
    maio 29, 2009
    Responder
  • Heitor De Mare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Teixeira Lomba
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    maio 29, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fabricio Cirelli
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Ed Boccuzzi
    maio 29, 2009
    Responder
  • Ed Boccuzzi
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Daniel Seleguim Santos Moraes
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    maio 29, 2009
    Responder
  • Daniel Seleguim Santos Moraes
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Mayara Cardoso
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Teixeira Lomba
    maio 29, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    maio 29, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    maio 29, 2009
    Responder
  • Milton Vavassori Junior
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alexandre Gava
    maio 29, 2009
    Responder
  • Milton Vavassori Junior
    maio 29, 2009
    Responder
  • Felipe Martins Cupolillo
    maio 29, 2009
    Responder
  • Felipe Martins Cupolillo
    maio 29, 2009
    Responder
  • Washington Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Felipe Martins Cupolillo
    maio 29, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 29, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    maio 29, 2009
    Responder
  • Vilcemar Fernandes Maia Filho
    maio 29, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 29, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Novelini
    maio 29, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    maio 29, 2009
    Responder
  • Milton Vavassori Junior
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 29, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    maio 29, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Teixeira Lomba
    maio 29, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    maio 29, 2009
    Responder
  • Gaetano Misiti Neto
    maio 29, 2009
    Responder
  • André Cervelin
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Renato Milito
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    maio 29, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 29, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    maio 29, 2009
    Responder
  • Daniel Portero
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    maio 29, 2009
    Responder
  • Renato Milito
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    maio 29, 2009
    Responder
  • Daniel Portero
    maio 29, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Gustavo Gonçalves Giannella
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    maio 29, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 29, 2009
    Responder
  • Pedro
    maio 29, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    maio 29, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    maio 29, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 29, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 29, 2009
    Responder
  • Cesar Gualdani
    maio 29, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    maio 29, 2009
    Responder
  • Nataniel Soares Medeiros
    maio 29, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    maio 29, 2009
    Responder
  • Mario Barros Casuscelli
    maio 29, 2009
    Responder
  • Mayara Cardoso
    maio 29, 2009
    Responder
  • Antonio de Quadros Andrade Júnior
    maio 29, 2009
    Responder
  • Eduardo Maiorano Neto
    maio 29, 2009
    Responder
  • Edson Marques Filho
    maio 29, 2009
    Responder
  • Eduardo Maiorano Neto
    maio 29, 2009
    Responder
  • Edson Marques Filho
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rodolfo Ferreira
    maio 29, 2009
    Responder
  • Bruno Bocchini
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rodrigo Batista
    maio 29, 2009
    Responder
  • Rodrigo Batista
    maio 29, 2009
    Responder
  • Albari Pereira
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 29, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 29, 2009
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    maio 29, 2009
    Responder
  • Luiz Rogerio Napoleão
    maio 29, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 29, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 29, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 28, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 28, 2009
    Responder
  • Giuliano LentiDante
    maio 28, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 28, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 28, 2009
    Responder
  • Nataniel Soares Medeiros
    maio 28, 2009
    Responder
  • Marcos Lavieri
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    maio 28, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 28, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 28, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    maio 28, 2009
    Responder
  • Luiz Alberto Trito Filho
    maio 28, 2009
    Responder
  • everaldo capaldi
    maio 28, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    maio 28, 2009
    Responder
  • Vitor Ângelo Fontanari
    maio 28, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    maio 28, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    maio 28, 2009
    Responder
  • Marcos Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Alcides de Andrade Junior
    maio 28, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    maio 28, 2009
    Responder
  • aLeMauM
    maio 28, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    maio 28, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    maio 28, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    maio 28, 2009
    Responder
  • Fábio Gomes
    maio 28, 2009
    Responder
  • Rodolfo II
    maio 28, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *