Pós Jogo Palmeiras 3×0 Avaí: vamos brigar pelo título

julho 5, 2009 0 Jogos


PALMEIRAS 3X0 AVAÍ

 
O Palmeiras venceu o Avaí por 3×0 e reassumiu o 4o lugar na classificação do Brasileiro.
 
O Palmeiras soube jogar no erro do Avaí. Lembrando que esse time – que está na lanterna do Brasileiro – não havia perdido por 3 gols de diferença, principalmente jogando em casa. Mas o Palmeiras contou com a sorte de ter um pênalti logo no início da partida (foi só sorte? eu achei que foi falta! e você?).
 
Obina bateu e converteu. Assim o Palmeiras pode jogar na defesa e esperar o Avaí sair pro jogo.
 
E foi assim que o Palmeiras foi convertendo seus gols. Em um escanteio no começo do 2o tempo e depois em boa jogada pela direita onde Cleiton Xavier arrematou.
 
Aliás o lado direito do Palmeiras, com Fabinho Capixaba, funcionou bem. O Palmeiras soube explorar esse lado – trabalhou 32,5% da posse de bola pelo lado direito – e Capixaba foi o que mais passes fez do time (#39).

Outra curiosidade desse time foi a presença de Souza. Fez mais desarmes que Pierre (#7) e se apresentou bem no ataque. Mas ainda precisa melhorar o arremate a gol.

E por falar em gol, Marcos está numa forma sensacional. Fez grandes defesas e deu tranquilidade para o Palmeiras jogar no contra-ataque.

Vitória conquistada agora é esperar o novo técnico e a partida contra o Náutico (que poderia ter nos ajudado se tirasse pontos do Inter). O Palmeiras agora está junto com o Vitória em pontos mas perde nos critérios de desempate. Está há dois pontos do Atlético MG e quatro do Inter. Faltando 29 rodadas para acabar o campeonato e tendo ainda os gaúchos na R21 no Palestra, o Palmeiras está no caminho para brigar pelo título.

Que assim seja.

Saudações Alviverdes!

PS1: abaixo os indicadores da partida e do 1o tempo;
PS2: acertei no pré jogo o placar e os goleadores na partida.
É sempre assim: quando não vale nada…

INDICADORES DA PARTIDA


PALMEIRAS

AVAÍ

CER

ERR

%

CER

ERR

%

LANÇAMENTOS

26

33

44%

16

26

38%

PASSE

216

41

84%

260

37

88%

FINALIZAÇÃO

6

10

38%

10

10

50%

DRIBLE

4

3

57%

7

2

78%

DESARME

22

1

96%

23

3

88%

DEFESA

10

0

100%

3

0

100%

CRUZAMENTO

6

6

50%

2

18

10%

POSSE DE BOLA

47,0%

53,0%

DEFESA

31,7%

23,0%

MEIO-CAMPO

36,9%

48,6%

ATAQUE

31,5%

28,4%

LADO DIREITO

32,5%

31,2%

FAIXA CENTRAL

38,7%

28,1%

LADO ESQUERDO

28,8%

40,7%

ESCANTEIO

6

17

PERDA DE POSSE

25

35

IMPEDIMENTO

1

35600cookie-checkPós Jogo Palmeiras 3×0 Avaí: vamos brigar pelo título

0 comentários em “Pós Jogo Palmeiras 3×0 Avaí: vamos brigar pelo título

  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    julho 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 7, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    julho 6, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 6, 2009
    Responder
  • Evellyn de Carvalho Oliveira
    julho 6, 2009
    Responder
  • Danilo Navarro Ferreira
    julho 6, 2009
    Responder
  • Danilo Navarro Ferreira
    julho 6, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Danilo Navarro Ferreira
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Magnani
    julho 6, 2009
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    julho 6, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Dalla Valle
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    julho 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 6, 2009
    Responder
  • VERA LUCIA CLORETTI
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 6, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 6, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 6, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    julho 6, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    julho 6, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 6, 2009
    Responder
  • Milton Vavassori Junior
    julho 6, 2009
    Responder
  • Yvo Renato Batista Ramos
    julho 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    julho 6, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 6, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    julho 6, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 6, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    julho 6, 2009
    Responder
  • Dorival Bertaglia
    julho 6, 2009
    Responder
  • Dorival Bertaglia
    julho 6, 2009
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    julho 6, 2009
    Responder
  • Marcelo de Luca
    julho 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    julho 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    julho 6, 2009
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    julho 6, 2009
    Responder
  • Fabiano Riva Gemignani
    julho 5, 2009
    Responder
  • Humberto Rufini
    julho 5, 2009
    Responder
  • Allan
    julho 5, 2009
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    julho 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Luis Filipe Fabiani
    julho 5, 2009
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    julho 5, 2009
    Responder
  • Fabiano Riva Gemignani
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Brito Teixeira
    julho 5, 2009
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    julho 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 5, 2009
    Responder
  • alexandre felipe
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    julho 5, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 5, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    julho 5, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Matheus Henrique Barbosa
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fonseca Muroni
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    julho 5, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    julho 5, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 5, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *