Análise da Arbitragem – R09 – Avaí 0x3 Palmeiras

julho 7, 2009 0 Jogos

POR DANILO CERSOSIMO

 

Bela vitória na bela
Floripa
(ainda vou morar lá!). O Verdão do sério Jorginho bateu o Avaí por 3×0
e voltou ao G4.

 

O árbitro Evandro Rogério
Roman (PR) teve atuação boa, especialmente pelos lances chave da partida. Sua
única falha deveu-se ao fato de parar muito o jogo assinalando faltas por
qualquer esbarrão ou dividida mais dura.

 

Já aos 8 minutos de jogo
o jogador Wendell do Avaí simulou falta de Danilo na entrada da área e
mergulhou pra dentro da mesma tentando cavar pênalti. O árbitro assinalou falta
fora da área – o lance gerou dúvidas sobre a existência da infração em si; eu
não teria assinalado. Penso até que pela maneira acintosa com a qual o jogador
adversário buscou cavar um pênalti este merecia um cartão amarelo por tentar
iludir o árbitro e jogar a torcida contra ele.

 

Aos 24 minutos Obina
sofre pênalti
após fintar o zagueiro Ferdinando – que sequer reclamou da
marcação do árbitro. Na minha opinião foi um lance difícil – na hora eu teria
marcado, depois no replay fiquei em dúvida e vendo por outro ângulo me convenci
da falta que gerou o pênalty – foi uma falta bem boba, infantil do zagueiro,
mas foi. O árbitro acertou.

 

No final do primeiro
tempo
, aos 40 minutos, Diego Souza é punido com um acertado cartão amarelo – ao
tentar se proteger da marcação sua mão acerta o rosto do adversário – não foi
uma cotovelada, mas sua imprudência merecia ser punida. Não é lance para o
STJD, mas os jogadores precisam perder esse vício ou do contrário ainda vão
acabar machucando seus colegas de trabalho seriamente.

 

No início do 2º tempo
Obina assinalou o segundo gol palestrino – na hora fiquei em dúvida sobre a
posição do atacante e confesso que ainda não tenho convicção sobre a validade
do lance – me pareceu tão difícil quanto a jogada do gol do Santos contra o
Sport.  

 

Como não tive
oportunidade de acompanhar os tira-teimas e os recursos eletrônicos fico com a
convicção do auxiliar e com a orientação da FIFA: em dúvida, pró gol, que foi a
mesma decisão (acertada) do árbitro na Vila Belmiro.

 

Aos 15 minutos o lateral
Armero recebeu uma cotovelada mais no rosto e o árbitro não viu – tal qual a
punição a Diego Souza o jogador do Avaí deveria ter sido punido com cartão
amarelo.

 

***

E em Curitiba o SPFC
perdeu para o Coxa por 2×0. Destaque negativo para o festival de carrinhos
protagonizado por André Dias – que foi corretamente expulso por Leandro Vuaden
ao entrar de maneira violentíssima em jogador adversário.

 

Crédito para imagem:
http://e.i.uol.com.br/090705obinarelato.jpg

35680cookie-checkAnálise da Arbitragem – R09 – Avaí 0x3 Palmeiras

0 comentários em “Análise da Arbitragem – R09 – Avaí 0x3 Palmeiras

  • gilberto giangiulio Junior
    julho 7, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    julho 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 7, 2009
    Responder
  • Daniel Portero
    julho 7, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    julho 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    julho 7, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 7, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 7, 2009
    Responder
  • Marco Aurélio Novelini
    julho 7, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    julho 7, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    julho 7, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    julho 7, 2009
    Responder
  • V Criscio
    julho 7, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    julho 7, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *