BR09 – Arbitragem – R10 – Palmeiras 4×1 Naútico

julho 14, 2009 0 Jogos

POR DANILO CERSOSIMO
 
Num jogo tranquilo frente ao Naútico o Palmeiras goleou e firmou-se no G4. Chegamos à décima rodada do BR09, ou seja, ¼ do campeonato já se foi. A maratona de Julho sempre termina apontando para aqueles que brigarão pelo título no 2º turno e precisaremos chegar inteiros até lá. Por enquanto, estamos bem.
 
A partida aparentemente foi muito fácil para o árbitro Vagner Tardelli (RJ). Nâo me recordo de nenhum lance polêmico e em termos disciplinares tudo transcorreu bem.
 
***

A rodada ficou marcada pela alta média de gols, pelas lambanças dos goleiros de SPFC, Santos e Cruzeiro e especialmente pela expulsão relâmpago do cruzeirense Zé Carlos, aos 7 segundos do primeiro tempo!

No lance, o atacante claramente visa uma cotovelada na nuca do marcador, como mostra o vídeo do globoesporte.com:
http://globoesporte.globo.com/Esportes/Cruzeiro/0,,9863,00.html

Como pode um jogador cometer tal ato com apenas 7 segundos de partida? Não se pode sequer justificar que estava cansado, esgotado, estressado pelo placar do jogo, etc… é no mínimo, falta de discernimento!!

Uma punição exemplar da diretoria do Cruzeiro viria a calhar. Os jogadores precisam parar com esse vício de disputar as jogadas utilizando os cotovelos contra os adversários, isso ainda vai machucar alguém seriamente!

***

No Morumbi, um jogo cheio de polêmicas e lances difíceis.

Quando o jogo estava 1×1, Adriano avança pela lateral da área e segura a camisa de Renato Silva, que se engalfinha ao atacante e o derruba – o juiz assinala pênalti. Na hora, concordei, mas vendo pelo replay nota-se nitidamente a infração de Adriano.

No lance, o zagueiro do SPFC ainda foi punido com cartão amarelo, que mais tarde lhe custaria a expulsão, pois tomou o segundo amarelo em falta grotesca no meio-campo ao segurar e agarrar seu adversário acintosamente.

No segundo tempo, Miranda tenta invadir a área e cava um pênalti que gerou o empate da equipe de Ricardo Gomes. A falta, claramente ocorreu fora da área e o árbitro assinalou o tiro livre da marca penal, dessa vez beneficiando o time paulista.

Já no final, Washington sofre agarrão dentro da área e o juiz nada marca – provavelmente para compensar o pênalti que gerou o empate sãopaulino.

Ricardo Marques Ribeiro é o nome da fera que protagonizou tantas polêmicas com o apito no Morumbi.

36110cookie-checkBR09 – Arbitragem – R10 – Palmeiras 4×1 Naútico

0 comentários em “BR09 – Arbitragem – R10 – Palmeiras 4×1 Naútico

  • Alberto Cunio
    julho 14, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    julho 14, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    julho 14, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    julho 14, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    julho 14, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    julho 14, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 14, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    julho 14, 2009
    Responder
  • Sérgio Modesto Frugis
    julho 14, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    julho 14, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *