Explicando a questão dos salários

julho 24, 2009 23 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick

Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

 

Amigos,

 

Alguns jornalistas noticiaram – e criticaram – o Belluzzo por “dizer uma coisa e fazer outra” quando contratou o Muricy.  Os jornalistas diziam que o Belluzzo havia proposto em uma reunião do Clube dos 13 um “teto salarial” e que os clubes não podiam pagar “salários estratosféricos” aos técnicos e jogadores.

 

Bom, a coisa não é bem assim! Até porque, e desculpem a aparente pouco modéstia, eu posso explicar o que aconteceu, porque ajudei na confecção de parte do conteúdo da apresentação do Presidente Belluzzo ao Clube dos 13 como bem colocou o Vicente no Drops de 17/07/2009.

 

O QUE O MATERIAL DIZ?

 

Em um resumo, o material dizia que os custos dos clubes de futebol no Brasil estavam subindo mais rapidamente do que as receitas, excluídas as receitas com a venda de jogadores.  Isso quer dizer que os clubes estão aumentando a dependência da venda de jogadores!

 

Além disso, eu comparo as dívidas dos clubes brasileiros e dos clubes espanhóis e ingleses (que é assunto dos próximos dois posts).

 

Finalmente, coloco que o Barcelona faz um controle rígido dos custos salariais EM RELAÇÃO ÀS RECEITAS! Quem leu o artigo “Desvendando o Barcelona – 7” sabe do que eu estou falando!

 

O QUE O PROVAVELMENTE O PRESIDENTE DISSE?

 

Não estávamos na reunião mas a partir de fontes seguras e baseado no material que conhecemos bem o Presidente do Palmeiras disse que os clubes precisariam olhar os custos com atenção! E que deve haver um controle de custos de acordo com as receitas dos clubes! E que se deve preocupar com o crescimento das dívidas!

 

Só isso!!! Ou tudo isso…

 

Ou seja, ele disse que não deve-se gastar mais do que se arrecada, fundamento básico para qualquer economista ou dona de casa, mas que passa longe dos clubes de futebol. 
 

Ou será que apresentar esse conceito no Clube dos 13 é algo tão revolucionário que não poderia ser simples?  

 

E ESSA HISTÓRIA DE “TETO SALARIAL”?

 

Em entrevistas após a reunião no Clube dos 13, jornalistas perguntaram ao Belluzzo se ele estava propondo um “teto salarial”.  A resposta foi algo do gênero: “acredito que iremos naturalmente chegar a isso”. 

 

Vale lembrar que essa é uma hipótese válida, uma vez que isso existe no mercado de esportes mais desenvolvido do planeta: os EUA!

 

Então, seja por falta de compreensão do conceito, ou pela necessidade de se causar polêmica, ou os dois, sei lá, noticiou-se que o Belluzzo havia sugerido um “teto salarial”.

 

 

MAS POR QUE UM ERRO TÃO GROTESCO?

 

Já cansei de dizer por aqui que não entendo as razões de tantos erros e tantas informações erradas!  Acho que vocês podem tirar suas próprias conclusões.

 

Nós aqui continuamos naquilo que nos propusemos: ajudar o Palmeiras a crescer e ter um espaço onde os Palmeirenses possam dar sugestões, criticar e se informar sobre os rumos do Palmeiras.

 

E eventualmente somos obrigados a esclarecer notícias que estão longe de serem acuradas…

 

Saudações AlviVerdes

 

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

37030cookie-checkExplicando a questão dos salários

23 comentários em “Explicando a questão dos salários

  • Fernando Talarico
    julho 25, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    julho 25, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    julho 25, 2009
    Responder
  • Marco Bucci
    julho 24, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    julho 24, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    julho 24, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    julho 24, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    julho 24, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    julho 24, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    julho 24, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    julho 24, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    julho 24, 2009
    Responder
  • Jobert Leite
    julho 24, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    julho 24, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    julho 24, 2009
    Responder
  • Claudio Baptista Jr.
    julho 24, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    julho 24, 2009
    Responder
  • luciano josé vicentini
    julho 24, 2009
    Responder
  • Danilo Cersosimo
    julho 24, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    julho 24, 2009
    Responder
  • César Lira
    julho 24, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    julho 24, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    julho 24, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *