Análise da Arbitragem na R16 – Sport 0x1 Palmeiras

agosto 4, 2009 0 Jogos

POR DANILO CERSOSIMO

Jogando pro gasto o
Palmeiras venceu o Sport em Recife por 1×0, com gol contra do zagueiro Bruno
Teles. 

A partida foi morna e com
poucos lances de dificuldade para o juiz Pericles Cortez (RJ) e seus auxiliares.
Nitidamente foi mais uma arbitragem “coluna do meio” neste Brasileirão, onde os
árbitros fazem de tudo para travar o jogo e rezam para que este termine
empatado.

Vários foram os lances em
que o juiz apitou o famoso “perigo de gol” em ataques do Verdão, ou inverteu
faltas em lances que poderiam ser mais agudos.

O lance de pênalti
reclamado sobre Obina para mim não foi nada – aliás nosso atacante precisa
perder esse vício de se jogar tentando cavar pênalties. Daqui a pouco o Arnaldo
vai rotulá-lo de “cai-cai” e não poderemos reclamar.

A expulsão do jogador
Hamilton do Sport foi correta.

***

De um modo geral a
arbitragem manteve o mesmo nível técnico fraco de sempre nesta rodada: além de
uma tendência incrível em se fazer média com alguns times.

***

Em POA duas expulsões
corretíssimas, ambas de jogadores do Cruzeiro, que deveriam se controlar antes
de distribuir carrinhos e cotoveladas.

Já o gol de desempate de
Tcheco, foi de um impedimento tão escandaloso que até o Presidente do Grêmio,
se bandeirinha fosse, marcaria.

***

E pra finalizar, a
expulsão ridícula do jogador do Náutico no Maracanã, por ter trocado de calção
(que rasgara) dentro do gramado.

Faltou bom senso ao
árbitro no lance, além de um falso moralismo na aplicação da regra que é de
doer.

Então fica assim: trocar
o calção rasgado em campo, em coisa de 3 segundos, não pode. Cartão vermelho.
“Comemorar” gol mostrando o dedo médio para a torcida adversária, pode.

Brasil sil sil sil…

***

Aderindo à campanha do
Cunio e do Cleriston: FICA PIERRE!!!

37790cookie-checkAnálise da Arbitragem na R16 – Sport 0x1 Palmeiras

0 comentários em “Análise da Arbitragem na R16 – Sport 0x1 Palmeiras

  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    agosto 8, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 4, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 4, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    agosto 4, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    agosto 4, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    agosto 4, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    agosto 4, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *