A Corneta do Cunio – O falso Cisco Kid

agosto 7, 2009 19 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO

Líderes alviverdes, para quem leu minha coluna da semana passada, em que
eu dou um puxão de orelha naqueles que fizeram nariz torto quando da chegada de
Obina ao Palestra, vou dar-lhes aqui uma contrapartida, para provar que eu não
fiquei manso ou bonzinho como muitos comentários intuíram.

Reiterando que não sou do meio do futebol, já que não conheço jogadores,
dirigentes, nem patavina nenhuma, eu fico transtornado com um tipo de indivíduo
que circula por esse meio com cara deslavada, cheio de empáfia, mas que na
verdade não passa de um falso Cisco Kid. Para os que não sabem quem é Cisco
Kid, deixo a curiosidade para irem atrás pelas ferramentas de busca da
internet.

Apesar de ter certeza absoluta que isso não é exclusividade do futebol
brasileiro, por aqui parece que eles se proliferam que nem erva daninha. E
tivemos um exemplo emblemático esta semana na figura do “craque”, “campeão
mundial”, “capitão dos capitães”, FERNANDÃO.

Seguindo o exemplo de outros que aqui posso citar, este cidadão, que
carrega todo um respeito de seu último clube aqui no Brasil, mostrou toda a sua
índole, caráter e faceta de um legítimo Cisco Kid às avessas. Deixou seus
adoradores gaúchos falando sozinhos, alegou que teve as portas fechadas em sua
cara, e em poucos minutos já estava descendo de helicóptero que nem Papai Noel na
favela ou Roberto Carlos em show do Maracanã, só que desta vez no gramado do
Serra Dourada, “uma de suas duas casas”.

Esta cena não me causou espanto nenhum, já que desde que começou esta
celeuma de que o cara estava livre do Catar e poderia assinar com qualquer
clube brasileiro, eu já afirmava que o Palmeiras deveria dizer “me inclua fora
dessa”. Mas ao que parece, até proposta formal foi feita. Infelizmente, tentamos
acertar o alvo errado de novo e passamos mais um carão.

O Palmeiras não pode sucumbir a esta legião de bandoleiros do futebol,
que sob o pretexto de serem amados, idolatrados e supervalorizados, deitam e
rolam com seus empresários na cabeça dos clubes. Lembremo-nos, como já citei em
alguns comentários, de figuras ilustres como Carlinhos Bala (o “craque”), que
preferiu a reserva do time da série D ao Palmeiras; Muller, que nos deixou na
decisão da Copa do Brasil com as calças na mão pedindo para que ele jogasse nem
que fosse com seguro e ele disse “não” (e acabamos perdemos o título para o
Cruzeiro); Christian, que chegou dizendo que assinava com o Palmeiras “mas
preferia ter ido para o Grêmio”; Kléber Pereira, que simplesmente “deu o cano”
na reunião de assinatura do contrato e se mandou para o Santos, usando o
Palmeiras apenas para ganhar mais salário. E por aí vai. E como disse que isso
não era exclusividade do Brasil, também não é do Palmeiras. E a “tropa de
mercenários” que o Cruzeiro levou para Tóquio e levou um “pau” do Borussia
Dortmund na final do Mundial?

Desta forma, como existe um exército destes falsos Cisco Kids, deixou
MINHA CORNETA DESCER DE HELICÓPTERO na orelha deste mala-sem-alças do
FERNANDÃO, representante-mor da mais nobre casta destes mercenários e
falastrões do combalido (e refém de empresários) futebol brasileiro.

37950cookie-checkA Corneta do Cunio – O falso Cisco Kid

19 comentários em “A Corneta do Cunio – O falso Cisco Kid

  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    agosto 8, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 8, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 8, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    agosto 8, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Kaleb Forte Rodrigues
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Allan
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Lucélia Batista de Almeida
    agosto 7, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    agosto 7, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    agosto 7, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 7, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *