A Corneta do Cunio – quem dá a cara a tapa e tapas na cara?

agosto 21, 2009 60 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO 

Subtraídos alviverdes, se na semana passada fui até ofendido nos
comentários desta coluna, ansioso estou para saber o que será dito agora, após sete dias de completo desastre e ladeira abaixo. O alerta foi dado.

Antes que eu pense em tecer qualquer comentário sobre o ridículo empate
do sábado passado contra o que restou do Botafogo (que nesta quarta-feira foi
batido de forma patética pelo espetacular Santo André em pleno Engenhão) e a
derrota absurda contra o Coritiba (na “mão-grande” e com o jogo já terminado),
adianto que não pude, infelizmente, mais do que acompanhar os dois jogos pelo
rádio. Logo, não serei leviano de falar sobre “melhores momentos” vistos na TV
depois.

Se na última coluna eu falei sobre aproveitar ou não a sorte que se
alocava ao nosso lado, hoje vou jogar o foco para a gestão do clube e do time,
que parece terem sido alvo de uma epidemia de incompetência.

O que se viu ontem em Curitiba, quando pela segunda vez no campeonato,
um juiz nos arranca pontos, num campeonato dificílimo, INVENTANDO pênalti, é a
prova cabal de que o Palmeiras é um clube COMPLETAMENTE desmoralizado nos
bastidores do futebol. Estando na liderança do campeonato e tendo a história
que temos, é inadmissível que passemos este tipo de vexame, que não é
exclusividade dos jogos fora de casa. No Palestra Itália isto é a tônica há
muitos anos. Na mesma noite nossos rivais marginais sem número ganhavam
“apenas” do Internacional NO BEIRA-RIO com DOIS gols impedidos. Sabe quando
isso aconteceria a nosso favor? JAMAIS!!!! E este é o mesmo clube que engendrou
com uma quadrilha o cancelamento de partidas em 2005 até colocar mais uma
estrela no peito. E a “lambança” da arbitragem a favor dos caras do outro lado
do muro em 2008? Chegamos a fazer um levantamento aqui no 3VV! Foi um erro
contra e TROCENTOS  a favor. Resultado?
Título.

Nossa diretoria é AMADORA. Não existe outro adjetivo. Futebol é feito de
malandragem dentro e, PRINCIPALMENTE, fora de campo. Comissão de arbitragem,
STJD, Clube dos 13, imprensa. Danilo e Emerson, colunistas aqui de arbitragem e
direito, respectivamente, podem endossar se isto é ou não verdade. Nossos
diretores não se impõem, não vêm a público dar a cara a tapa e DAR
TAPAS NA CARA. Só falam quando estamos “na boa”. Às vezes penso se estão nos tratando como PALHAÇOS, com um monte de histórias, que vão
de Vágner Love a Arena, de receber a Itália na Copa 2014 a segurar jogadores na
abertura da janela de transferência. Enquanto isso, nosso elenco não pode ter
um DS-7 fora por suspensão que simplesmente desmorona como uma castelo de
cartas. Revela jogadores medíocres nas categorias de base e são os que nos
restam para “compor banco”. Lenny e Marquinhos, que em algum lugar do tempo e
do espaço já foram “esperança”, hoje estão sabe se lá há quanto tempo
enterrados em departamento médico. E estão juntos com o
Edmílson QUE NÃO SAI DE LÁ!

Eu estou cansado. Muitos também devem estar. O momento no campeonato
pode não ser bom, mas é exatamente esta a hora de virarmos o jogo. Inter e
vizinhos são tudo o que precisamos para colocar “pressão total” no grupo
(jogadores e comissão técnica). E são eles, E SOMENTE ELES, que terão de provar
que podemos, após 15 anos, levantar o Brasileirão de novo. Porque não poderão depender
dos bastidores, não poderão depender da Diretoria, a quem eu dedico com afeto esta CORNETA da semana.

ACORDA DIRETORIA! A
HISTÓRIA ESTÁ PASSANDO POR VOCÊS! Futebol é feito de jogadas rápidas e agudas,
sem as quais, NÃO SE GANHA NADA! ATÉ QUANDO FICAREMOS REFÉNS DE VOSSA
INOPERÂNCIA?


39040cookie-checkA Corneta do Cunio – quem dá a cara a tapa e tapas na cara?

60 comentários em “A Corneta do Cunio – quem dá a cara a tapa e tapas na cara?

  • Rodrigo Montes Roberto
    agosto 22, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    agosto 22, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 22, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 22, 2009
    Responder
  • ROGERIO NOVAES PINTO COELHO
    agosto 22, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Thiago Canello Franceschini
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Lucélia Batista de Almeida
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Lucélia Batista de Almeida
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Vladimir Rizzetto
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Tiago Depiné
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    agosto 21, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    agosto 21, 2009
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Marco Alexandrino
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    agosto 21, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    agosto 21, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    agosto 21, 2009
    Responder

Deixe um comentário para Rodrigo Montes Roberto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *