Corneta do Cunio – Achamos Wilson

outubro 30, 2009 18 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO

Aliviados alviverdes, quando passamos uma
semana implorando por um resgate de nossas tradições, aliado a uma força de
vontade maior do que a técnica que parecia ter-nos abandonado, vivemos na noite
de ontem uma jornada de superação, que se não serviu para nos garantir o quinto
caneco, pelo menos colocou novamente as pulgas atrás das orelhas certas.

Vamos relembrar que enfrentamos uma equipe
daquelas “encardidas”, composta por jogadores experientes e que souberam se
valer de nossa ansiedade inicial. Mas convenhamos, que time de malas… Nunca
vi tanta firula e salto alto num elenco que não ganhou patavinas e se acha.
Como não estamos aqui para falar deste projeto de alviverde do Planalto
Central, quero mesmo que eles vão lá para a Chapada dos Veadeiros, porque é
lugar certo para frescos.

Ouvindo a entrevista (desabafo) do
“Professor” Muriçoca ontem após o triunfo, percebemos que às vezes achamos as
coisas mais complicadas do que são. Semana passada, esta coluna mesmo desconfiou
que havia “algo de podre no Reino de Palestra Itália”. Boa parte de nossos
leitores e comentaristas concordaram, outra não. Pois é, parece que era mesmo
mais uma questão de acerto psicológico do que qualquer outro enrosco rachando o
elenco. E quando o treinador insinuou com desdém que tentaram inventar crises e
quebras no clube, acusando a imprensa de “criar factóides” (lembrando nosso
saudoso “profexô” e suas expressões), farei aqui um “mea culpa” pois tenho
certeza absoluta que estes factóides partiram de dentro de nossa própria
torcida, não da imprensa bambi-gambá (por sinal, muito elogiada por nossa
torcida ontem ao final do jogo no Palestra). É LÓGICO que estes chacais de
microfone aproveitaram a deixa e deitaram e rolaram a semana toda. Quando viram
que não tinham mais como nos prejudicar, ainda exploraram a visita de
torcedores em Atibaia, que teriam levado ameaças a todos. Até na coletiva
ficaram falando nisso, inconformados com o êxito que os deixou perplexos.

Galera, ao contrário do nosso grande náufrago
Tom Hanks, que por um descuido perdeu seu tão querido amigo de horas
solitárias, parece que reencontramos Wilson. E quando já podemos ver onde
colocaremos os pés. Boa hora! Façamos força para não nos separemos mais dele.

Minha CORNETA hoje vai para o editor-chefe
daquele tablóide esportivo anti-Palmeiras que circula por aí (e olha que
metemos o pau no “Olé” dos argentinos e temos uma porcaria igual por aqui).
Afinal, estampada a manchete “É LÍDER!!!” em letras garrafais na capa de ontem,
quero ver o que ele vai falar do Bambi Bauer hoje. Afinal, foram só 24 horas na
liderança. E mesmo assim, enquanto estávamos apenas dormindo. 

Abraços a todos, um maravilhoso final de
semana e preparem a mercadoria, já que domingo lá vem aquele freguês que adoramos
encontrar nas horas mais difíceis. É sempre nossa mola propulsora.

43400cookie-checkCorneta do Cunio – Achamos Wilson

18 comentários em “Corneta do Cunio – Achamos Wilson

  • Lucélia Batista de Almeida
    outubro 31, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Heitor De Mare
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Sérgio Modesto Frugis
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Lucélia Batista de Almeida
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Sandro Patti
    outubro 30, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    outubro 30, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Raul Ricardi
    outubro 30, 2009
    Responder
  • VERA LUCIA CLORETTI
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Emerson Prebianchi
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    outubro 30, 2009
    Responder
  • Daniel Seleguim Santos Moraes
    outubro 30, 2009
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    outubro 30, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *