Análise da Arbitragem – Grêmio 2×0 Palmeiras

novembro 19, 2009 0 Jogos

POR DANILO CERSOSIMO

Numa das partidas mais
melancólicas da história do Palmeiras, vimos um amontoado de jogadores sem
personalidade jogarem no lixo o título [para os que ainda acreditavam] e a vaga
na Libertadores ao serem derrotados para um Grêmio pouco motivado, por 2×0.

Héber Roberto Lopes (PR)
e seus auxiliares foram perfeitos em todos os lances.

Tecnicamente foram muito
bem, acertarem todos os lances de impedimento.

O primeiro gol do Grêmio,
foi legal. Eu não apitaria pé-alto do argentino.

Disciplinarmente, também
foram muito bem. Inclusive na expulsão das duas antas, que atendem pelos nomes
de Mauricio Santos e Obina. Além de atrapalharem demais o time, mancharam nossa
imagem.

***

Gilberto Cipullo acaba de
informar que as duas amebas não vestem mais a camisa do Palmeiras – terão seus
contratos rescindidos. Até que enfim uma bola dentro dessa diretoria de
futebol, que andava desaparecida ultimamente…

***

Eu só queria entender
porque André Dias e Hugo, do SPFC não foram expulsos no último sábado, por
cometerem o mesmíssimo ato de violência em campo.

***

44090cookie-checkAnálise da Arbitragem – Grêmio 2×0 Palmeiras

0 comentários em “Análise da Arbitragem – Grêmio 2×0 Palmeiras

  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    novembro 20, 2009
    Responder
  • Ivan Antipov
    novembro 20, 2009
    Responder
  • Alberto Cunio
    novembro 20, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    novembro 19, 2009
    Responder
  • João Gomes Yzquierdo Neto
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Emerson Prebianchi
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Haroldo Zaniboni
    novembro 19, 2009
    Responder
  • Sérgio Modesto Frugis
    novembro 19, 2009
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *