Pós Jogo Palmeiras 1×2 Botafogo: fim melancólico

dezembro 6, 2009 0 Jogos
PALMEIRAS 1X2 BOTAFOGO

É isso aí: o final não poderia ter sido mais melancólico. O Palmeiras conseguiu perder não apenas o campeonato – faltaram 5 pontos – mas também a Libertadores. Isso é um desastre do ponto de vista de motivação do torcedor e do ponto de vista econômico.

Para comentar o jogo bastam apenas dois parágrafos: o time começou bem com a defesa bem postada e Sacconi carregando bem a bola para o ataque. Mas logo o técnico Estevam Soares resolveu seu problema: marcou em cima Sacconi (que sumiu), avançou o meio de campo pressionando a saída de bola e o Palmeiras não conseguiu mais jogar. Aliás, em duas oportunidades o Botafogo quase abriu o placar, numa delas numa boa defesa de Marcos.

Mas na segunda etapa tomamos o castigo: Armero, como sempre, fez uma falta desnecessária. No cruzamento, o gol. O time desabou. O que era falta de técnica passou a ser excesso de desespero. Em seguida, numa pixotada da defesa, tomamos mais um. Ninguém conseguiu mais jogar. A imagem da derrota estava estampada na cara de todos. Nem mesmo o gol de Robert (a única finalização certa no segundo tempo) serviu para dar algum ânimo.

Da mesma forma que em 2007 e 2008, o Palmeiras não teve competência para se classificar para a Libertadores. Em 2007 demos a vaga na última rodada. Em 2008 a vaga caiu no colo pela incompetência dos nossos adversários. Em 2009 não tivemos a mesma sorte. O gol de Kléber Gladiador (ele mesmo) decidiu a partida na Vila Belmiro e escancarou a nossa incompetência.

Mas a frase mais lúcida veio de Pierre no fim do jogo. Jogamos fora o ano. Nada se aproveita. NADA!! Contratações erradas, incapacidade de comando, fraqueza nos bastidores, indecisão. Muito blá blá blá e pouca ação. Muita insegurança (que provavelmente era percebida pelo elenco) e pouca firmeza de quem sabe ser campeão.

Se houver um mínimo de bom senso, aqueles que comandam o futebol deveriam pegar seu boné e se retirar. Não se apreende nada de 2009. NADA!! Nem os erros cometidos servem de lição. Em três anos, 10 campeonatos disputados. Ganhamos um Campeonato Paulista em 2008. E mais nada.

Para 2010 ou fazemos uma profunda mudança de mentalidade e modelo de gestão ou não evoluiremos. Economicamente teremos problemas, com a falta de receitas da Libertadores. No elenco teremos que viver mais das nossas pernas, uma vez que a Traffic deverá priorizar seus melhores jogadores para times que disputam a Libertadores. E na política, bem, a política palmeirense consegue ser pior que o time e seus gestores.

Meus amigos, é melhor pararmos por aqui. Vamos deixar a poeira baixar e a partir de amanhã ver o que temos reservado para nós.

Com extremo pesar me despeço de vocês. Até amanhã!

44820cookie-checkPós Jogo Palmeiras 1×2 Botafogo: fim melancólico

0 comentários em “Pós Jogo Palmeiras 1×2 Botafogo: fim melancólico

  • Cássio Andrade
    dezembro 8, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • luiz penchiari
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Rogerio Rocha
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Marcos Simonetti
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Fabiano Bernardi
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Geraldo Teixeira Júnior
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Fabricio Cirelli
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Diego Silva dos Santos
    dezembro 7, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Valter Rodrigues de Freitas
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • BRUNO SCHEURER NETO
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Paulo Cesar Campanili
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • porcazzo!
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Ricardo Fassina
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Danilo Navarro Ferreira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • BRUNO SCHEURER NETO
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Alvaro G Mucida
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • weliton moura
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • weliton moura
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Mauricio Machado
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcio Zambon
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcos Simonetti
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Paulo Cesar Campanili
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcos Simonetti
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Emerson Renato Signori
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Jeferson Nakamura
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • BRUNO SCHEURER NETO
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Sérgio de Mauro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Daniel Portero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Edmilson Renato de Castro
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • João Marcos Arrabal
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Caio Alexandre Bezarias
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • weliton moura
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Felipe Monteiro Virolli
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • LAERTE PAVAN
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Andre Paciello
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Alex Caputo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Yzquierdo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Jorge de Matos
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcos Lavieri
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Yzquierdo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Yzquierdo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Luciano Stinchi
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Fernando Talarico
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Daniel Seleguim Santos Moraes
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • francisco wilker de sousa soares
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Jorge Luís Barbirato
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Washington Rodrigues
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Jorge de Matos
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Cássio Andrade
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Felipe Ciol
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    dezembro 6, 2009
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    dezembro 6, 2009
    Responder

Deixe um comentário para Marcio Zambon Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *