Pós jogo Palmeiras 0x1 Corinthians: sem procurar culpados

Pós jogo Palmeiras 0x1 Corinthians: sem procurar culpados

janeiro 31, 2010 0 Jogos

PALMEIRAS 0X1 CORINTHIANS

Ai ai ai… só assim para começar um pós jogo depois de uma derrota para o time da marginal sem número. Motivação zero, mas vamos lá.

Há uma “narração” aí embaixo. Ela mostra a quantidade de chances o Palmeiras construiu.

Os indicadores Footstats – Seção Indicadores 3VV – também demonstram o claro domínio.

Mas domínio insuficiente para o Palmeiras marcar e pelo menos garantir o empate na tarde deste domingo no Pacaembu.

Senão vejamos:

O Palmeiras teve 68% de posse de bola;
O Palmeiras finalizou 15 vezes, 8 delas em direção ao gol; em pelo menos seis situações eram situações claras de gol;

  • Edinho no 1o tempo, chutou na cara de Felipe nas mãos do goleiro;
  • Robert, finalizou mal e passou para Lovinho que chutou em impedimento;
  • Cleiton, cobrou falta e Felipe defendeu (2o tempo);
  • Willian, no 2o tempo, finalizou dentro da área e o zagueiro tirou embaixo da trave;
  • Danilo, chutou uma bola depois do escanteio, e Felipe fez grande defesa;
  • Danilo, no final do jogo, em bola cruzada para a área cabeceou fraco nas mãos do goleiro.

O Palmeiras fez 30 cruzamentos, seis deles certos;
O Corinthians teve o primeiro contra-ataque para valer aos 27 minutos do 2o tempo.

Claro, a expulsão de Roberto Carlos no início da partida ajudou. Mas a superioridade foi imensa.

Então por que perdemos? Infelicidade?

Perdemos porque tomamos um gol numa falta desnecessária de Armero e num lance que Marcos e Edinho falharam. Aliás, Marcos além de ter falhado parece que está disputando uma partida casados x solteiros. Sorrindo aos 45 do segundo tempo quando voltou do ataque, pode até ser simpático e carismático, mas me fez dar um murro no computador!

Mas vamos em frente. Depois perdemos porque não tivemos competência no ataque para finalizar com sucesso.

Poderíamos até dizer que também perdemos porque o juiz no final do jogo inverteu faltas e prejudicou o time. Talvez seria um exagero…

Mas principalmente perdemos porque não temos elenco. Sem Diego Souza, acabou o meio campo palmeirense. ACABOU!! E isso não é novidade. Ano passado era assim.

E nosso lateral esquerdo? É uma fraude. Não existe. Um cone atrapalharia mais o adversário.

E o ataque? Lovinho – infelicidade de apelido – não tem condições neste momento de jogar. Poderia estar no time B ou entrar em campo quando o time estivesse ganhando de 4×0. Mas não para virar jogo em clássico.

E Robert é esforçado, poderia disputar a posição com um segundo atacante. Mas não pode ser titular absoluto e – pior – não ter reservas.

E digo mais: Cleiton Xavier não é meia esquerda. É um puta jogador,
joga com a 10, rei das assistências e hoje o melhor que temos. Mas não
é meia. É segundo volante. Muricy mesmo já pediu um meia esquerda, de
preferência canhoto.

Mesmo assim Cleiton se esforçou. Discordo dos amigos que o criticam. Foi atrás do jogo, chamou para si, chutou de fora da área, de dentro da área, cruzou, bateu falta. Se isso é se omitir e não chamar responsabilidade eu então não entendo de futebol. Foi disparado o melhor em campo. Disparado!!!! Mas não… se perdemos temos que crucificar o time todo. Injustiça…

Figueroa também foi prá cima. Não é à toa que a maioria das jogadas saiam pelo lado direito.

Quanto aos amigos que criticam Muricy (recado procê amigo Giba) o que poderia fazer o técnico? o time martelou, dominou a posse de bola, matou as jogadas de contra-ataque do Corinthians.

E mexeu no time. Com 30 minutos de jogo já tinha substituído dois. Um deles, Pablo Armero, foi substituído por um volante que se virava na lateral direita (e era preterido por Luxemburgo, que nem o escalava).

No ataque, as opções que ele tinham foram usadas. Lovinho (enfiado no lado direito) não criou nada. Fez um gol embaixo da trave mas estava em impedimento. Depois teve outra chance. Pode ter futuro, mas não é jogador para hoje ter a responsabilidade de virar contra o Corinthians.

Sempre procuramos culpados. Principalmente quando acontecem resultados deste tipo. Eu não procuro culpado. Eles já foram encontrados há tempos. Mas quem deveria ver, não vê.

E eu já estou de saco cheio e desgastado de falar. Aliás, parece que falar sozinho…

Saudações Alviverdes… dá-lhe aspirina!

LANCE A LANCE DO JOGO.

Começou! Siga os melhores lances do jogo.

1o TEMPO

7 min: Falta ao lado da área. Tcheco bate, Edinho falha e Jorge Henrique de cabeça faz 1×0.
8 min: Roberto Carlos dá carrinho por trás em João Arthur. Cartão vermelho. Expulso.
20 min: 68% de posse de bola do Palmeiras.
22 min: jogo fraco até o momento. Apenas uma finalização de cada lado. Cabeçada de J. Henrique e cabeçada de Danilo (para fora).
26 min: Armero toma cartão amarelo.
28 min: Substituição: Entra Daniel sai Gualberto.
30 min: Edinho perde gol feito pela esquerda.
32 min: Substituição: entra Wendel sai Armero.
34 min: Cleiton toca para Robert na saída de Felipe; o atacante erra mas a bola cai nos pés de Daniel Lovinho. Gol. Mas Em impedimento.
37 min: Cleiton chuta de fora da área com muito perigo. Para fora.
40 min: Palmeiras domina. Agora são 4 finalizações do Verdão (uma certa) contra 2 do Corinthians.
45 min: mais 3.
46 min: Pierre chuta de longe. Para fora.
48 min: fim do primeiro tempo.

INDICADORE 1o TEMPO  

INTERVALO : O Palmeiras dominou, teve 71% de posse de bola, finalizou 5 vezes a gol (mas apenas uma vez finalizou certo) mas segue perdendo para o Corinthians.

Começa o 2o tempo

2 min: falta para pelo menos cartão amarelo (não deu) de WIlliam sobre Robert.
Perigo. Cleiton na bola.

3 min: uhhhh… Felipe defende. Escanteio.
No lance Marcio Araujo estava livre e poderia receber o passe.

7 min: escanteio Palmeiras, Robert sobe no 2o andar mas não acerta a cabeçada.
11 min: chute de Pierre de fora da área. Felipe põe prá escanteio.

17 min: Cleiton Xavier punido com amarelo. Juiz interpretou que o meia tentou cavar pênalti.

18 min: só dá Palmeiras.
Ai baraaaaalho…. Robert bate bem, no chão e no canto, mas Felipe espalma para escanteio.

19 min: Felipe recebe amarelo. Cera.
Time pequeno é uma merda…

22 min: mais um escanteio pro Palmeiras. A defesa corta.
22 min 30 seg: ouro escanteio. Aí tome contra=ataque.

Márcio Araujo cortou a bola de J. Hentique mas o juiz marcou falta (erradamente) e ainda tomou amarelo.

24 min: Tcheco recebe amarelo.
28 min: vai entrar William. Sai João Arthur.

31 min: incrível!!! Figueroa cruza bem da direita, bola nos pés de William que chuta . Zagueiro tira em cima da linha. Na sequência Cleiton erra o rebote.
Hoje tpa f…..!

34 min: saem Iarlei e Tcheco; entram Jucilei e Edu. o Corinthians se fecha mais..

35 min: Figueroa chuta bem da entrada da área e Felipe espalma para escanteio.
Figueroa bate e a bola sobra prá Danilo que encheu o pé. O goleiro pegou.
Mas foi pênalti na jogada.

Palmeiras começa a sentir o cansaço.

38 min: juiz maluco. só dá falta do Palmeiras.
39 min: entra Dentinho e sai J. Henrique.
40 min: Wendel faz falta e recebe amarelo.
41 min: falta de Danilo em Lovinho. Amarelo
42 min: falta de Lovinho em Alessandro. Amarelo.
42 min: Cleiton reclama. Era a mesma falta de Edu em Figueroa. Que o juiz fingiu que não viu.
Amarelo (segundo) para Cleiton. Expulso.

É um fazedor de média…

44 min: mais 4. Outro escanteio pró Palmeiras.
Marcos na área. Não deu em nada.

48 min 40 seg: Danilo recebe livre na área mas cabeceia fraco, nas mãos do goleiro.

49 min: fim de jogo. O Palmeiras perdeu.

ESCALAÇÕES

Corinthians: Felipe, Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Elias, Tcheco e Danilo; Jorge Henrique e Iarley.
Técnico: Mano Menezes

Palmeiras: Marcos, Figueroa, Danilo, Gualberto (Daniel) e Armero (Wendel); Pierre, Marcio Araujo, Edinho e Cleiton Xavier; Joãozinho e Robert.
Técnico Muricy Ramalho

Data: 31/01/2010, 17:00 horas

Arbitragem:

Wilson Luiz Seneme

Gols

Jorge Henrique (7′)

Cartões

Amarelo: Armero

Vermelho: Roberto Carlos

47650cookie-checkPós jogo Palmeiras 0x1 Corinthians: sem procurar culpados

0 comentários em “Pós jogo Palmeiras 0x1 Corinthians: sem procurar culpados

  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Ricardo Fonseca Muroni
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • luiz penchiari
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Fabio Patricio da Silva
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eleyson de Oliveira Junior
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eleyson de Oliveira Junior
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eleyson de Oliveira Junior
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Jobert Leite
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Marco Alexandrino
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • VERA LUCIA CLORETTI
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Fabiano Riva Gemignani
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Fabiano Riva Gemignani
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Vladimir Rizzetto
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Thiago Baise
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Milton Vavassori Junior
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Edson Marques Filho
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Leandro Santana
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Edmilson Renato de Castro
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Irineu Santos Junior
    fevereiro 1, 2010
    Responder
  • Paulo Cesar Juliani
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Marco Aurélio Pieritz
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Denis Dias de Lima
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Fabricio Cirelli
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Caio Alexandre Bezarias
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Francis Henrique Costalonga
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Dorival Bertaglia
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Alex Caputo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Alex Caputo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Allan
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Allan
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Daniel Carlos Almeida de oliveira
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Sérgio Emilio Marangao
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Arthur Azevedo Ribeiro
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Pellegrini Vivan
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Pellegrini Vivan
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Lenita Pinho
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Mario Barros Casuscelli
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Jobert Leite
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Diego Silva dos Santos
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Alberto Cunio
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Alberto Cunio
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Antonio Nivaldo Nocelli
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Irineu Santos Junior
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Ricardo Fonseca Muroni
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Marcelo Barbagallo
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Administrator
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • gilberto giangiulio Junior
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Ricardo Fassina
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Ricardo Fassina
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Ricardo Fassina
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Alberto Cunio
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • francisco wilker de sousa soares
    janeiro 31, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    janeiro 31, 2010
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *