Pós Jogo Palmeiras 0x2 Ponte Preta: síndrome de Robin Hood

Pós Jogo Palmeiras 0x2 Ponte Preta: síndrome de Robin Hood

março 20, 2010 0 Jogos

PALMEIRAS 0X2 PONTE PRETA

Ai, ai… perdemos. Deixe aqui seu comentário. Estamos fazendo o pós jogo.

***

O Palmeiras perdeu neste sábado de sol no Palestra Itália e na prática (mas não na matemática) despediu-se do Campeonato Paulista 2010.

O Palmeiras fez um bom primeiro tempo, criando boas chances de gol, fazendo do goleiro Martini o destaque da partida. Cleiton e Danilo forçaram o goleiro a duas grandes defesas. O Palmeiras atacava com Cleiton e Diego revezando-se na armação da jogada.

Somente no primeiro tempo foram 4 passes de Cleiton no centro da intermediária da Ponte.

Vejam abaixo a origem dos passes de Cleiton e Diego somente no primeiro tempo.

Mas a coisa não caminhava. Robert muito parado na frente e Ewerthon completamente fora de ritmo e de entrosamento não chegavam nas bolas e não abriam espaços.

E quase o Palmeiras toma um gol da Ponte em vacilo de Gualberto.

Os times voltaram para o 2o tempo e o jogo era muito igual. O Palmeiras levava ligeira vantagem, Robert teve duas vezes grande chance de marcar mas faltava um pouco mais de qualidade, seja no arremate, seja no domínio de bola.

O Palmeiras tinha um pouco mais de volume mas Martini não trabalhava tanto quanto na primeira etapa. Do lado do gol das piscinas, o meio campo começava a cansar e aí o voluntarismo deu lugar a uma enorme avenida entre as duplas Pierre-Edinho e Danilo-Gualberto.

A Ponte chegava e aos 32, num chute onde Otacílio Neto estava livre na área, Gualberto cortou para escanteio. No escanteio duas cabeçadas dos jogadores da Ponte assistidas pela defesa palmeirense. A segunda bateu na trave e voltou para Diego. 0x1.

Aí desandou a maionese. Logo depois Antonio Carlos saiu mudando tudo – mostrando que se é um grande motivador, ainda precisa se desenvolver como técnico – e colocando o time no ataque, como se a derrota fosse muito diferente do empate.

Num contra-ataque da Ponte, Finazzi empurra para 0x2. E aos 46, Danilo comete um pênalti mas Marcos defendeu, salvando pelo menos em parte o vexame.

E AGORA?

Sem dor de cornos, o melhor agora é esquecer o Paulista. Infelizmente o Palmeiras foi um verdadeiro Robin Hood, fazendo grandes partidas contra os principais rivais – e vencendo bem Santos e São Paulo – mas perdendo jogos inacreditáveis, como o de hoje.

E a derrota pode trazer dois benefícios: o primeiro, é que se temos boas peças no elenco palmeirense – Cleiton e Diego, que devem sair, Lincoln e Exerthon, que devem crescer, além de Vitor, recém chegado – o Palmeiras não tem aquele jogador que decide uma partida. E nossa defesa também não está pronta… ou seja, comemoramos muito a vitória contra o Santos mas ainda faltam jogadores.

Outro benefício dessa desclassificação prematura é que o time poderá fazer uma enorme pré-temporada para o Brasileirão, ao mesmo tempo que se dedica de corpo e alma à Copa do Brasil.

Essa sim, é a competição a ser vencida! E com esse time aí dá!

Saudações resignadas!

***

Indicadores do 1o tempo.

1o TEMPO

15 minutos.

Palmeiras tem pouco menos posse de bola que o time da Ponte Preta
PALMEIRAS 49,6%
PONTE 50,4%

Veja onde é a posse de bola do Palmeiras…

… e da Ponte…

35 min: equilíbrio na posse de bola.
Palmeiras 51%
Ponte Preta 49%

45 min: posse de bola
Palmeiras 48%
Ponte Preta 52%

POSSE DE BOLA DO PALMEIRAS

POSSE DE BOLA DA PONTE PRETA

50480cookie-checkPós Jogo Palmeiras 0x2 Ponte Preta: síndrome de Robin Hood

0 comentários em “Pós Jogo Palmeiras 0x2 Ponte Preta: síndrome de Robin Hood

  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    março 22, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    março 22, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    março 22, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    março 22, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    março 22, 2010
    Responder
  • luiz penchiari
    março 22, 2010
    Responder
  • Wagner Palma Moreira
    março 22, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    março 22, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    março 22, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    março 22, 2010
    Responder
  • Paulo Cezar Oliveira Kawano
    março 22, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 22, 2010
    Responder
  • Marcelo Amaral Camargo
    março 22, 2010
    Responder
  • Marcio Zambon
    março 22, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    março 22, 2010
    Responder
  • Victor Rogério Sbrighi Pimentel
    março 22, 2010
    Responder
  • Edmilson Renato de Castro
    março 21, 2010
    Responder
  • Andre Luiz Martins Oltemare
    março 21, 2010
    Responder
  • Robson Falanque Romeiro
    março 21, 2010
    Responder
  • Danilo Pescarmona
    março 21, 2010
    Responder
  • Eduardo Pellegrini Vivan
    março 21, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 21, 2010
    Responder
  • Elio A Colombo Jr
    março 21, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 21, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 21, 2010
    Responder
  • Eleyson de Oliveira Junior
    março 21, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 21, 2010
    Responder
  • Diego Caio Terense Peressinotto
    março 21, 2010
    Responder
  • luiz laudisio neto
    março 21, 2010
    Responder
  • Eleyson de Oliveira Junior
    março 21, 2010
    Responder
  • Diego Silva dos Santos
    março 21, 2010
    Responder
  • Diego Silva dos Santos
    março 21, 2010
    Responder
  • Luiz Fernando Magliano
    março 21, 2010
    Responder
  • Caio Alexandre Bezarias
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • Fernando Talarico
    março 20, 2010
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    março 20, 2010
    Responder
  • Eduardo Carraro Milagre
    março 20, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    março 20, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    março 20, 2010
    Responder
  • Yzquierdo
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Marco Alexandrino
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    março 20, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    março 20, 2010
    Responder
  • Fernando Cesar Giélamo
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Felipe Martins Cupolillo
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Alex Caputo
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • porcazzo!
    março 20, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    março 20, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • Eduardo Forastiero
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Augusto Anteghini Oazi
    março 20, 2010
    Responder
  • LOURENÇO CORSI NETO
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Cássio Andrade
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • Marcelo Breda Stocco
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder
  • rudy de araujo maruyama
    março 20, 2010
    Responder

Deixe um comentário para LOURENÇO CORSI NETO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *