Corneta do Cunio – GPS suíno

maio 3, 2010 7 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO 

Pilotos alviverdes, depois de fazer uma provocação proposital semana
passada, quando invoquei a todos as lembranças do Califa e os títulos ganhos na
gestão dele, vou mudar o rumo da prosa e questionar a todos coisas mais atuais
e também bastante preocupantes.

Os problemas que estão hoje atormentando a vida palmeirense parecem ter
diversas origens e naturezas. Não vamos tentar listá-los, pois senão
passaríamos o texto todo reeditando o que a maioria de nós já sabe. Uma coisa,
porém, que já foi diversas vezes abordadas no 3VV há algum tempo e parece ter
ficado meio esquecida diante da gravidade de outras tantas mais evidentes, tem
que sair da toca: planejamento.

Quando o Palmeiras contratou V.L. e estabeleceu sua “parceria” com a
Traffic, muito foi dito sobre uma nova era dentro do clube, com comissão
técnica permanente, planejamento de longo prazo para categorias de base e
profissional, Arena Palestra Itália, entre outras coisas. Tudo parece ter
começado às mil maravilhas, durante a gestão de transição. Ganhamos até um
título. 

Aí veio uma acontecimento que caiu como uma catástrofe em nossas
cabeças. Após sermos eliminados (mais uma vez) de forma triste na Libertadores
e do Paulista em que acabamos na liderança, o Brasileiro 2009 escapou das mãos
de forma inexplicável, um dos títulos mais ganhos de nossa história e que
jogamos no ralo, juntamente com a vaga na Libertadores 2010. A partir de então,
parece que entramos dentro de um tornado sem fim, que ainda está girando e nos
fazendo sentir que somos um par de meias dentro da lava-roupas.

Sinto que a palavra “planejamento” ficou no limbo. Passamos a raciocinar
“um dia após o outro”. Começamos a contratar na base do desespero, trazendo
jogadores que no máximo eram conhecidos no Youtube, sempre de qualidade
duvidosa. Esquecemos as categorias de base e as revelações da Copa SP. Trocamos
Muricy Ramalho pelo técnico que o derrotou na véspera. Levamos meses para
termos notícias da Arena, angustiando o torcedor e perdendo a chance de mostrarmos
as caras para o mundo, diante do claudicante projeto do Panetone Leonor. Agora,
pelo visto, bateu “aquele medo” de reviver o infortúnio do Califa em 2002 e
passamos a falar novamente em “contratações de peso” visando o Brasileirão.
Comendo sardinha e arrotando camarão, já que estamos deficitários mensalmente
em valores assustadores e nem sei de onde sairá grana. 

Quem usa GPS sabe que quando “erramos o caminho”, aparece na tela aquele
aviso: “recalculando a rota”. Nosso GPS suíno, pelo visto, está de sacanagem
com a gente. Está fazendo a gente andar em círculos. Será que conseguiremos
voltar ao ponto inicial e retomarmos o caminho das vitórias? Sei não, estão
falando de Valdívia, centroavante depois da Copa…

Enquanto aguardo uma luz dos nossos bravos leitores, mando uma sonora
CORNETA zunindo nas orelhas do Sr. DS-7. Amigão, sem comentários. Concordo que
xingar quem faz o espetáculo não está no script,
mas se não quer jogar mais aqui, pega o boné e se manda.

268970cookie-checkCorneta do Cunio – GPS suíno

7 comentários em “Corneta do Cunio – GPS suíno

  • Waldecir Junior
    maio 4, 2010
    Responder
  • Sérgio Modesto Frugis
    maio 4, 2010
    Responder
  • Álvaro Teodoro Gerlach e Silva
    maio 3, 2010
    Responder
  • Alberto Cunio
    maio 3, 2010
    Responder
  • Álvaro Teodoro Gerlach e Silva
    maio 3, 2010
    Responder
  • Rogerio Rocha
    maio 3, 2010
    Responder
  • JOSELITO LUIZ GONÇALVES
    maio 3, 2010
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *