Corneta do Cunio – Tá melado

maio 31, 2010 8 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO 

Açucarados
alviverdes, vou pegar um gancho do post de nosso editor-chefe
destes últimos dias para emendar um
direto no fígado da diretoria de futebol. Adianto desde já que essa
opinião é
EXCLUSIVA do cidadão que vos escreve, não cabendo responsabilidade
alguma de
seu conteúdo a quem quer que seja, senão a mim mesmo.

Como não é
novidade alguma para aqueles mais experientes, o mundo tem
coisas que até Deus duvida. Quando pensamos que já vimos de tudo,
aparece algo
bizarro. Mas isto que vou contar é apenas uma historinha.

Um dia estava eu
assistindo a um programa nestas emissoras a cabo,
quando tive conhecimento de uma ONG australiana que cuidava de coalas.
Até aí,
nada de mais. Há um monte destas cuidando de animais espalhadas pelo
mundo
afora. Mas a peculiaridade destas é que cuidavam somente de um tipo: o
“coala
do bumbum molhado”.

Não deem risada,
não. É sério. O coala, aquele bichinho delicado, que
poderia ser típico do Jardim Leonor, quando vê seu habitat
invadido pelo homem, principalmente com o avanço das
cidades, sofre uma espécie de stress,
que culmina por causar uma incontinência urinária, deixando-o com o
“bumbum molhado”.

Galera, há no
mundo uma ONG SÓ PARA CUIDAR destes inocentes animais
estressados.

Comovido com tal
demonstração de amor e compaixão, resolvi deixar de
lado meu perfil reclamão e ranzinza, para criar uma ONG semelhante, que
se
preocupará com seres tão inofensivos quanto os coalas. Para cuidar do
“CARTOLA
DO BUMBUM MELADO”.

Esta espécie,
que teve sua proliferação iniciada no Palestra Itália, é
compostas por pobres cartolas que não conseguem se desgarrar das
cadeiras do
poder da Rua Turiassu. A razão? São cadeiras adocicadas, que impedem
estes
humildes dirigentes de largarem do vício de se perpetuarem com seu
bumbum em
cima do doce.

Esse é o grande
questionamento que faço: não é possível que haja tanta
disputa, tanta guerra, tal sorte de negociatas e “acordões” para assumir
o
poder no Palmeiras, para uma simples massagem no ego. Para simplesmente
receber
alguns pares de ingressos para os jogos do Palmeiras. São cargos SEM
remuneração! Não mesmo. O “melado” destas cadeiras, especialmente de
algumas do
departamento de futebol, deve ter um gosto especial. Um sabor que vicia,
que
não os deixa largar. Talvez um gosto de papel-moeda.

Esses pobres
dirigentes, que precisam da ajuda desta nova ONG para
largar este vício, estão AFUNDANDO o Palmeiras. E junto com ele, nosso
amor,
dedicação, devoção e esperança neste clube. Minha CORNETA? Não, não vai
para
estes coitados, não. Vai para o PARRAGA: quando quiser ganhar um jogo,
tire um
meia e coloque um atacante. Não o contrário. Ouviu, PARRAGA???

53770cookie-checkCorneta do Cunio – Tá melado

8 comentários em “Corneta do Cunio – Tá melado

  • Neosnardo Barbosa Nunes
    junho 3, 2010
    Responder
  • Marco Túlio de Vasconcelos Dias
    maio 31, 2010
    Responder
  • luiz laudisio neto
    maio 31, 2010
    Responder
  • alex aguilar
    maio 31, 2010
    Responder
  • Raul Ricardi
    maio 31, 2010
    Responder
  • Marcos Simonetti
    maio 31, 2010
    Responder
  • Marcio Zambon
    maio 31, 2010
    Responder
  • Sérgio Modesto Frugis
    maio 31, 2010
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *