Vuvuzela do Cunio – Jabulani e Jabá no Bambi

junho 21, 2010 8 Corneta do Cunio

POR ALBERTO CUNIO

Jabulanis alviverdes, já
estou com os patacoás cheios de culparem a bola de tudo nessa Copa. É falha do
goleiro, Jabulani. É golaço de efeito, Jabulani. É tropeção, Jabulani. Mas é a
primeira vez que vejo ruindade ter nome. Fazer cacas homéricas agora é mais do
que permitido. Afinal, a Jabulani não fala, não tem advogados (exceção feita ao
fabricante) e ninguém ousou ainda defendê-la abertamente. Até em túnel de vento
já colocaram a coitada, como se quisessem provas científicas de que a grossura
futebolística não tem causas humanas. O próprio Luis Pipoqueiro, que chamou a
bola de “sobrenatural” antes da Copa, ontem deve ter mudado de ideia. Então,
vamos deixar esse papo chato para lá.

A grande notícia da
semana na verdade, para delírio de um fanático colunista do 3VV (que se
dependesse dele mandava o Ahmadinejad fazer testes nucleares no centro de um campo de futebol nas imediações da Vila Sonia), foi o veto ao Penicão Leonor de sediar a Copa de 2014. Decisão que
envolveu obviamente muito mais um caráter político do que técnico, mas imaginem
se este elefante branco fosse público e não tivéssemos alternativas aqui. A
esta hora teríamos pessoas acorrentadas às colunas apodrecidas do Coliseu do
Natel, fazendo greve de fome e exigindo da FIFA que voltasse atrás.

Para aqueles corvos,
coiotes, chacais e outras aves e mamíferos de rapina que estavam de plantão e
aguardavam ansiosamente por esta notícia, achando que a Arena Palestra Itália
seria a beneficiada, as perspectivas parecem sinistras. Outro dia saiu no
Painel F.C., coluna predileta de nosso editor-chefe na Folha de São Paulo, que os
amigos íntimos do Ditador da CBF dizem que as chances de nossa Arena sediar
jogos da Copa são as mesmas da Argélia alcançar as semifinais na África do Sul.
Motivo? Nosso estimado presidente estaria “de mal” com o Nabucodonosor da Rua
da Alfândega… Ops, da Barra da Tijuca (lógico que ele mudou a sede para um
lugar mais nobre).

Que situação. Piritubão,
só com 1 bilhão. Penicão, sem “acordão”. Arena Palestra Itália, tão popular
como o Ciro Gomes para presidente. Vai sobrar o quê?

Enquanto isso, minha
sugestão seria continuarmos a nos preocupar em conseguirmos a milionésima
licença, o centésimo laudo (não o Natel, esse eu não quero) e começarmos a
entrada em procissão dos tratores, guindastes e bate-estacas para acabar esta
grandiosa obra o quanto antes. Aí poderemos barganhar algo com o Saddam da
Guanabara.

Como VUVUZELA é bom e eu
gosto, deixo uma zunindo no ouvido de alguns cidadãos que ficaram histéricos
essa semana com a história do Panetone jogado às traças: M.A.C., J & J,
Wanderley Nogueira, … Por favor, continuem a lista para mim!

54520cookie-checkVuvuzela do Cunio – Jabulani e Jabá no Bambi

8 comentários em “Vuvuzela do Cunio – Jabulani e Jabá no Bambi

  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    junho 21, 2010
    Responder
  • Alberto Cunio
    junho 21, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    junho 21, 2010
    Responder
  • EDSON RODRIGUES
    junho 21, 2010
    Responder
  • Neosnardo Barbosa Nunes
    junho 21, 2010
    Responder
  • Marcio Zambon
    junho 21, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    junho 21, 2010
    Responder
  • Valter Paccini
    junho 21, 2010
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *