Corneta do Cunio – Defesa que ninguém passa!

julho 31, 2013 17 Corneta do Cunio

Por Alberto Cunio

Fullbacks alviverdes, ontem foi veiculada notícia de que, após a saída de Maurício Ramos – o “Pitbull da Pompeia”, a média de gols tomados pelo Palmeiras dobrou. Como se este atleta, que tanto se dedicou ao nosso clube, fosse o bastião de nossa murada defensiva e sua ausência tivesse proporcionado a sua ruína.

Leitores, percebam algumas informações interessantes e que não serão provadas por números ou estatísticas:

• Fernando Prass assumiu nossa meta e passou a todos uma segurança incomensuravelmente maior do que tínhamos com Bruno e Deola (por Deus!). Somente isso já seria suficiente para arrumar nossa defesa? Claro que não.

• Henrique, recontratado do Barcelona a peso de ouro (transação na qual as gestões anteriores deixaram dívidas penduradas e que ainda podem nos complicar), capitão e “imexível”, não tem feito nem de longe grandes partidas. Para complicar, ainda não foi agraciado com um parceiro de zaga decente desde que voltou.

• Márcio “imortal” Araújo, o nosso primeiro volante que não se machuca, não toma cartões, não tem problemas particulares e tem o corpo fechado pela Vó Manuela, não faz o estilo defensor “pegador”. Joga um tremendo “arroz com feijão”, mas os entendidos em táticas e esquemas (entre os quais não me enquadro) juram que ele não aparece, mas é fundamental para a equipe. E o Eguren no banco.

• Charles é um segundo volante que marca bem, mas ainda penso que sua maior virtude seja de cumprir o papel de “fator surpresa” com suas patadas de fora da área.

• Nossos alas (ou laterais, como queiram), começando por Juninho, estão mais para apoiadores do que marcadores. O que, aliás, se tornou uma característica dos jogadores brasileiros desta posição.

Em suma, a defesa é um sistema, que começa com a marcação na saída de bola, algo que até parece bem feito pelos nossos homens de frente, casos de Vinishow e Leandro. E seu principal objetivo é deixar a bola chegar “mascada” para os atacantes adversários, facilitando assim sua retomada ou despacho. Só que isto precisa ser treinado e treinado. O que não parece estar acontecendo na Academia.

Kleina ainda submete nossa torcida a suspiros desnecessários, os quais andam sendo camuflados pelas boas atuações de nossa linha de frente. Só que a Copa do Brasil está chegando, e ninguém mais do que os palmeirenses sabe como chegamos ao título ano passado: ferrolho, sorte, arbitragem e gols milagrosos. Dos quatro itens, apenas o primeiro Kleina pode interferir diretamente. Os outros três, oremos.

Assim, deixo aqui minha CORNETA de alerta ao nosso mais ponte-pretano treinador, para que ele não deixe cair por terra contra os times da Série A nossa única chance de jogarmos a Libertadores no centenário e de ganharmos um título relevante neste ano de calvário.

A Corneta no Twitter espera o patrocínio máster e torce pelo acesso antecipado. E o nosso CEO? Siga! @Corneta3VV

98460cookie-checkCorneta do Cunio – Defesa que ninguém passa!

17 comentários em “Corneta do Cunio – Defesa que ninguém passa!

  • Claudio Longo
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Regina Rodrigues
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Dinho Maniasi
    agosto 1, 2013
    Responder
  • lito
    agosto 1, 2013
    Responder
  • lito
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Manolo Palmeirista
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Danilo
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Diogo Belotto
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Marcos
    agosto 1, 2013
    Responder
  • Mário Jr
    julho 31, 2013
    Responder
    • Mário Jr
      agosto 1, 2013
      Responder
      • João Márcio
        agosto 1, 2013
        Responder
      • Jerfson
        agosto 1, 2013
        Responder
        • Mário Jr
          agosto 1, 2013
          Responder
  • kjarana
    julho 31, 2013
    Responder
    • Eduardo
      agosto 1, 2013
      Responder
  • Rodolpho Neumann
    julho 31, 2013
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *