Corneta do Cunio – Economia, economia…

setembro 12, 2013 24 Corneta do Cunio

Por Alberto Cunio

Sovinas alviverdes, sem esquecermos que esta coluna é um espaço para a gritaria do torcedor comum, entre os quais esta incluído o que vos escreve, vamos dar um leigo pitaco a esta palavra que ronda e assombra as alamedas palestrinas: economia.

Quem é profissionalmente oriundo do mundo corporativo, inevitavelmente já ouviu a expressão “demitir a tia do café”, quando empresas medíocres (no sentido figurado e depreciativo da palavra) resolvem fazer cortes de gastos e começam por “limar” a pessoa que possui os vencimentos mais modestos, esquecendo-se de cortar os caríssimos figurões incompetentes que levaram a corporação a uma situação financeira ruim.

Este tipo de “economia à base de porcaria”, outra expressão trivial, é um risco pelo qual passa hoje nossa Sociedade Esportiva. E aqui não fazemos uma crítica “predadora” (aliás, termo muito em voga hoje no Palmeiras), já que eu saliento, é por hora apenas um RISCO.

Medidas econômicas sempre são bem vindas, quando canalizamos recursos para as atividades efetivamente relevantes do nosso negócio. Porém, no futebol, não podemos esquecer que o progresso, as vitórias e o tão sonhado “círculo virtuoso” vêm acompanhados SEMPRE de INVESTIMENTOS e não somente de cortes de gastos.

A gestão Paulo Nobre, seguindo fielmente (“fiel”, esta é a palavra) os preceitos administrativos do inominável ex-presidente Série B, aquele do ruim e barato, não só abusa dos termos que implicam em economia, redução, cortes e AUSTERIDADE FINANCEIRA, como parece querer, daqui a pouco, expandir este conjunto lexical até para esferas estatutárias.

Lamentando aqui a “escola” feita por este referido ex-presidente, a qual parece ter ganhado contornos de especialização e aprofundamento por parte do atual presidente, minha pergunta é: por que ao invés de buscarmos recursos, investimentos, incentivos públicos e privados, sempre remamos ao contrário? Por que o aparentemente promissor trabalho que começa (com 99 anos de atraso) a ser feito, de integração e profissionalização das categorias de base, nunca é acompanhado de expressões como ampliação, crescimento, construção, entre outras? Será que não parece óbvio que isso atrai interessados em nosso clube em todas as esferas, como patrocinadores, torcedores, atletas e outros profissionais do futebol?

Por esta razão é que soltamos aqui uma CORNETA geral nesse pessoal que não consegue mudar o vocabulário E AS AÇÕES para algo positivo e que nos dê esperança. Será tão difícil assim aproveitar-se de um monstro popular como o Palmeiras para fazê-lo crescer ao invés de reduzir, encolher, cortar, economizar, economizar, economizar…?

A Corneta no Twitter sempre lembra nosso CEO (que não decide ir embora): “Já que vai ficar, e o nosso patrocínio máster, hein?” Siga! @Corneta3VV

107720cookie-checkCorneta do Cunio – Economia, economia…

24 comentários em “Corneta do Cunio – Economia, economia…

  • PAULO H. FRANCESCHINI
    setembro 14, 2013
    Responder
  • Diego
    setembro 13, 2013
    Responder
  • Fabio
    setembro 13, 2013
    Responder
  • FC
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Junior
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Paulo Juliani
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Marcos
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Reinaldo FJr.
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Roberto Verdão
    setembro 12, 2013
    Responder
  • aldo londres
    setembro 12, 2013
    Responder
    • Robson
      setembro 12, 2013
      Responder
  • Bruno
    setembro 12, 2013
    Responder
    • Carlos
      setembro 12, 2013
      Responder
  • Regina Rodrigues
    setembro 12, 2013
    Responder
  • Robson
    setembro 12, 2013
    Responder
    • Cristerson Alberto Castelanno
      setembro 12, 2013
      Responder
  • Danilo
    setembro 12, 2013
    Responder
  • aldo londres
    setembro 12, 2013
    Responder
    • Luiz
      setembro 12, 2013
      Responder
      • Valmir
        setembro 12, 2013
        Responder
    • Carlos
      setembro 12, 2013
      Responder
    • ugo salvoni
      setembro 12, 2013
      Responder
    • HARLEY
      setembro 12, 2013
      Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *