Corneta do Cunio – Eu sou mais palmeirense do que você!

dezembro 11, 2013 29 Corneta do Cunio

Por Alberto Cunio

Palmeirenses alviverdes, como se existissem de outras cores, semana passada, quando o Conselho Deliberativo encrustou mais um pedregulho jurássico em nosso clube ao eleger seis novos conselheiros vitalícios, muitos embates aconteceram acerca deste fato.

Ironias à parte, até publiquei no @Corneta3VV que vitalícios eram o Papa, imortais da Academia Brasileira de Letras, ditadores de países africanos e… Conselheiros do Palmeiras. E se já não fosse triste demais ver nosso clube querendo perpetuar feudos em pleno Século XXI, ainda fomos obrigados a ler discussões em que alguns se julgavam “mais palmeirenses” do que outros.

Realmente, a vontade é de jogar a toalha. A eleição dos vitalícios, um dos tabus mais contestados pelas plataformas eleitorais de quem se julgava “oposição”, acabou sendo endossado por um contingente inesperado de pessoas. E que sinceramente, com este ato, fizeram as últimas fagulhas de esperança que esta gestão de Paulo Nobre iria mudar algo se esvairem pelos ares.

Há quem diga que “executivo” é uma coisa, “legislativo” é outra. Pois bem, como o primeiro depende do segundo, pelo visto o cenário é tétrico. Lutamos muito para conseguir eleições diretas para presidente e, diante do panorama apresentado nestes últimos dias, poderemos ter uma belíssima rainha da Inglaterra no trono, enquanto os cardeais continuarão com seu cetro mandando e desmandando nas alamedas.

O problema é radical. O Conselho Deliberativo do Palmeiras está povoado por gente que cuida de inúmeras áreas: bocha, patinação, artes marciais, esportes olímpicos diversos, etc. Alguns sabem algo de futebol. Bem pouco, mas sabem. Outros não sabem nada de nada, a ponto do caso emblemático, histórico, inacreditável, mas verdadeiro, do “elemento do conselho” que perguntou se a internet abria aos domingos.

Porém, os supostos entendidos de futebol não são suficientes para dar um grito de independência e libertar um esporte ultraprofissional das garras amadoras de um clube social, onde o que é mais importante são os parquinhos, as piscinas, os almoços, as toscas aulas de italiano e a missa dominical. Senhores, o Palmeiras está parado no tempo. A atual gestão, mais do mesmo, farinha do mesmo saco de anos e anos de amadorismo, agora recebe vitamina de setores que se diziam “progressistas” e “anti-mustafistas”. Tolos. NÓS Somos tolos. Nada mudou. Nada mudará. E se tentarmos mudar, eles não vão deixar. E a quem ainda acreditou em reformas estatutárias. É como pedir aos deputados em Brasília que reduzam à metade seus salários.

Para evitar a úlcera, vou deixar uma CORNETA aos artistas que protagonizaram o capítulo final da decadência do futebol brasileiro em Joinville. E queira Deus que todos nós esqueçamos a suposta fraude no sorteio da Copa, pois aí o golpe no esporte bretão seria fatal.

A Corneta no Twitter cansou de perguntar do patrocínio máster. Siga! @Corneta3VV

127670cookie-checkCorneta do Cunio – Eu sou mais palmeirense do que você!

29 comentários em “Corneta do Cunio – Eu sou mais palmeirense do que você!

  • Jose Renato
    dezembro 17, 2013
    Responder
  • Mário Jr
    dezembro 12, 2013
    Responder
  • Claudio Longo
    dezembro 12, 2013
    Responder
  • cassiano
    dezembro 12, 2013
    Responder
  • Lucas Rodrigues
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • João Cornetta
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • Marcelo
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • Luiz
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • Fábio
    dezembro 11, 2013
    Responder
    • Alberto Cunio
      dezembro 12, 2013
      Responder
  • Ernesto Peixoto
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • João Cornetta
    dezembro 11, 2013
    Responder
    • Alberto Cunio
      dezembro 12, 2013
      Responder
  • Mauro
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • Yzquierdo
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • João Fausto Esteves Sartorello
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • lito
    dezembro 11, 2013
    Responder
    • Breno Henrique
      dezembro 11, 2013
      Responder
  • João Cornetta
    dezembro 11, 2013
    Responder
    • Mário Jr
      dezembro 12, 2013
      Responder
  • Roberto Mussalem
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • MARCELIO SBROLINI
    dezembro 11, 2013
    Responder
    • Breno Henrique
      dezembro 11, 2013
      Responder
  • Fábio
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • Fabio
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • PAULO H. FRANCESCHINI
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • lito
    dezembro 11, 2013
    Responder
  • lito
    dezembro 11, 2013
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *