Corneta do Cunio – Histeria

janeiro 29, 2014 75 Corneta do Cunio ,

Por Alberto Cunio

Coléricos alviverdes, inúmeras vezes tenho chegado a uma conclusão perigosa e que não ajuda em nada a evolução histórica de nosso clube, já tão prejudicado, tão maltratado. E isso tem se tornado uma quase patologia entre nós palmeirenses, levando a inúmeros conflitos, intermináveis discussões e pouquíssimas soluções.

Em outras oportunidades já acusei nossos torcedores de paranoicos, de sofrerem da síndrome de vira-latas, alimentando um delírio persecutório cansativo e inócuo. Creio que errei o alvo, pelo menos nas terminologias. O palmeirense é, na verdade, egocêntrico.

Nesta terça-feira foi anunciada a provável negociação de Henrique com o Napoli, de forma aparentemente simples e sem maiores complicações. Após tentarem o empréstimo, sem êxito, os italianos depositaram o valor da multa rescisória e levaram o atleta.

Bom, hoje é quarta-feira e enquanto Henrique não entrar em campo no Campeonato Italiano, nada pode ser confirmado. Afinal, já vimos casos inacreditáveis em se tratando de transações de atletas, em especial para o exterior.

O que me intrigou é o fato de que poucos palmeirenses entenderam como “natural” esta saída de nosso capitão. Como se o mundo tivesse um centro e ele fosse localizado no círculo central do (ainda inexistente) gramado do Allianz Parque, a indignação foi geral. Como pode o HENRIQUE ser vendido para o exterior? Justo agora? No momento em que estamos montando um time para o centenário? Nosso capitão?

Ninguém pensou no Henrique. Ninguém pensou se isso seria bom para o Palmeiras de outra forma. Ninguém lembrou que multas rescisórias contratuais existem para que sejam eventualmente pagas. O palmeirense pensou apenas… No seu umbigo. E mente quem diz que pensou no Palmeiras.

Não vou aqui discutir o que pode significar a saída de Henrique do Palmeiras neste momento. Muito menos se foi correta ou não. Porém, adianto que histeria por causa de um jogador razoavelmente acima da média, apesar de viver uma fase irregular há algum tempo, e que foi convocado por Felipão por ser de sua confiança, não vale a gritaria. E se alguém disser que a saída de um atleta do porte de Henrique mostra o “apequenamento” que a gestão atual estaria fazendo com o clube, isto é a prova de que o Palmeiras já está minúsculo há muito tempo. E na cabeça de todos nós.

Vou aqui desferir minha CORNETA nos ouvidos destes ensandecidos, que precisam sair do mundo da lua e voltar a pisar no chão. O mundo não tem umbigo. E mesmo que tivesse, não seria no 1840 da Turiassu. Um pouco de realismo não faz mal à saúde.

A Corneta no Twitter não precisa gritar para ser compreendida. Siga! @Corneta3VV

135070cookie-checkCorneta do Cunio – Histeria

75 comentários em “Corneta do Cunio – Histeria

  • Mauser Zago
    janeiro 30, 2014
    Responder
  • ednei
    janeiro 30, 2014
    Responder
  • Bruno
    janeiro 30, 2014
    Responder
  • Antonio Carlos
    janeiro 30, 2014
    Responder
  • verdi
    janeiro 30, 2014
    Responder
  • Rafael Sanches
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Victor Sbrighi
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • daniel
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • daniel
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Paulo Juliani
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • WALTER
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Zek
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • marcelo vaccari
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Marcos
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Wlademir Gaino
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Rodrigo
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • PAULO H. FRANCESCHINI
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • mario luiz
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Reinaldo FJr.
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Danilo Peressim
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Regina Rodrigues
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Paulão
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • HARLEY
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Lucca
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Marcos
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Marcio
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Dinossauro
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Odair Rossetto
      janeiro 29, 2014
      Responder
  • Luiz Menegaço
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Manuel
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Diogo Belotto
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Caio Fernando
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Anderson Silvano
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Breno Henrique
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • RCapelini
      janeiro 29, 2014
      Responder
  • João Verde
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Fabio
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Vítor Amancio
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Manolo Palmeirista
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Bruno
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Luiz
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Andrey Cabral Meira
      janeiro 29, 2014
      Responder
      • Luiz
        janeiro 29, 2014
        Responder
  • Wagner
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Gaetano Misiti
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • JotaJr
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Alexandre
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Mateus Simões
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Kleber M
      janeiro 29, 2014
      Responder
    • Andrey Cabral Meira
      janeiro 29, 2014
      Responder
    • Arthur
      janeiro 30, 2014
      Responder
  • Gustavo Aroni
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Gustavo Aroni
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Zappa
      janeiro 29, 2014
      Responder
  • Tiago Henrique
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Bruno
      janeiro 30, 2014
      Responder
  • Vitor Furioso
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Renato Mota
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Roger Lourenço
    janeiro 29, 2014
    Responder
  • Bruno D'Ambrosio
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Thiago
      janeiro 29, 2014
      Responder
      • Andrey Cabral Meira
        janeiro 29, 2014
        Responder
        • Bruno
          janeiro 30, 2014
          Responder
          • Fabio
            janeiro 30, 2014
    • Bruno
      janeiro 30, 2014
      Responder
    • Mauser Zago
      janeiro 30, 2014
      Responder
  • Thiago
    janeiro 29, 2014
    Responder
    • Andrey Cabral Meira
      janeiro 29, 2014
      Responder
    • Edu Porcatchône
      janeiro 29, 2014
      Responder
      • Arvro Guerra
        janeiro 29, 2014
        Responder
    • Arthur
      janeiro 30, 2014
      Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *