Corneta do Cunio – Você tem fome de quê?

março 12, 2014 18 Corneta do Cunio ,

Por Alberto Cunio

Famélicos alviverdes, ano passado, quando GK assumiu o comando do Palmeiras, tínhamos um problema crônico de falta de elenco. Aos poucos, e através de ações corretas ou polêmicas, a gestão Paulo Nobre foi recompondo o grupo até, finalmente, montar o plantel para o trabalho do treinador.

Como não poderia deixar de ser, nem sempre o resultado é perfeito. Em algumas posições titulares ficamos carentes (até mesmo sem jogadores de ofício, como é o caso da lateral-direita) e em outros casos como o meio-campo o embate se faz por quatro ou cinco atletas por posição. O equilíbrio na definição dos titulares é difícil, mas independentemente disso, o mínimo que se espera é empenho dos jogadores na disputa pelo lugar ao sol. E é aí que mora o nosso problema.

Domingo jogamos em Rio Preto contra o fraquíssimo e já rebaixado time do Paulista. Sem vários titulares, muitos de nossos reservas tiveram a oportunidade de começar o jogo. E o que vimos foi decepcionante.

Apesar da vitória, muitos deixaram a desejar. E no momento em que mais se esperava deles. Além disso, a dúvida que paira sobre GK parece recrudescer, pois o Palmeiras mantém uma defesa com poucos gols tomados, mas confirma a cada dia que passa sua iminente vulnerabilidade (vale lembrar que Prass tem sido o melhor jogador em campo em várias oportunidades) e o fato de ser uma equipe previsível e de fácil anulação tática. Em suma, não temos a flexibilidade imaginada pela ampliação do elenco como seria de se imaginar. Os substitutos não estão mantendo o nível de nossos principais jogadores. Basta ver que temos uma espinha dorsal formada por Prass, Lúcio, Wesley, Valdivia e Kardec e a ausência de qualquer um deles diminui sensivelmente o desempenho da equipe.

E qual seria a razão desta “performance” claudicante de um grupo que tem a oportunidade ímpar de comer a bola e se sobressair num ano tão importante para o Palmeiras? Na minha humilde opinião, falta apetite para esse povo. Colocar a faca entre os dentes e fazer a diferença. Fome de bola mesmo. Mas não vamos dar crédito somente a isto como causa desta apatia futebolística. Esta fácil demais observar que determinados atletas não podem vestir nossa camisa por deficiência técnica mesmo. E é para eles que despejamos nossa CORNETA de hoje. Quem são eles? Aí é com vocês. Eu tenho minha lista… Façam a de vocês!

A Corneta no Twitter marca cada passo do Palmeiras rumo ao caneco. Siga! @Corneta3VV

142390cookie-checkCorneta do Cunio – Você tem fome de quê?

18 comentários em “Corneta do Cunio – Você tem fome de quê?

  • Ariel
    março 12, 2014
    Responder
  • Manolo Palmeirista
    março 12, 2014
    Responder
  • Danilo Peressim
    março 12, 2014
    Responder
  • Lucas
    março 12, 2014
    Responder
  • Breno Henrique
    março 12, 2014
    Responder
  • Marcos
    março 12, 2014
    Responder
    • Vitor Fagundes
      março 12, 2014
      Responder
  • jair
    março 12, 2014
    Responder
  • Edvaldo
    março 12, 2014
    Responder
  • Vitor Furioso
    março 12, 2014
    Responder
  • Diogo Belotto
    março 12, 2014
    Responder
  • Ferracini
    março 12, 2014
    Responder
    • sergio marangão
      março 12, 2014
      Responder
  • lito
    março 12, 2014
    Responder
    • wagner Paschoa
      março 12, 2014
      Responder
      • Walter Benvenuti
        março 12, 2014
        Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *