As Finanças do Palmeiras – 1

maio 9, 2014 38 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick

Financistas AlviVerdes, nesta semana iniciamos uma série de artigos sobre a situação financeira do Palmeiras em comparação com os outros grandes do futebol paulista. Então já é melhor avisar: se você é aquele Palmeirense que não aguenta mais escutar notícias ruins, é melhor parar de ler agora e só voltar quando esta série de artigos acabar. Para aqueles que têm estômago, vamos juntos por esta viagem pelas entranhas financeiras do futebol.

Observem no gráfico abaixo a evolução das receitas totais dos grandes clubes do futebol paulista. Desde 2011 o Palmeiras é o quarto clube em receitas! Evidentemente isto é simplesmente ridículo. E pior ainda quando nós vemos que em 2008 a diferença entre o Palmeiras e o São Paulo e Corinthians era minúscula.

Gráfico Fin 1

Obviamente que o fechamento do Palestra em 2010 prejudicou o clube tanto em termos de receitas quando em custos, porém é difícil de engolir que o Santos tenha mais receitas que o Palmeiras. E o pior, pensar que o Corinthians tem 80% a mais de receitas que o Palmeiras e que o São Paulo tem mais do que o dobro. Vou repetir: mais que o dobro!

Mas aproveitem que agora vem a única notícia boa desta série de artigos.

Quando comparamos as receitas totais temos um impacto muito grande da negociação de atletas nesses números (mais detalhes no próximo post), então no gráfico abaixo eu fiz a comparação da evolução das receitas dos clubes excluindo as receitas de negociação de atletas.

Gráfico Fin 2

Viram que neste caso as coisas deixam de ser péssimas para serem “apenas” ruins?

Curiosamente, para todos os outros clubes as receitas que não envolvem a negociação de atletas caíram. E a diferença do Palmeiras para o Corinthians diminui bastante.

Entretanto dado a diferença que temos para os nossos maiores rivais, fica clara a tese de que “precisarmos de aumento de receitas”!

Para o Palmeiras voltar à condição de protagonista é necessário que tenhamos receitas no mesmo nível dos adversários – preferencialmente maiores.

Mas ainda teremos muito o que falar sobre as finanças do Palmeiras. Mantenha o Engov ou qualquer outro antiácido por perto.

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

152040cookie-checkAs Finanças do Palmeiras – 1

38 comentários em “As Finanças do Palmeiras – 1

  • Lourenço
    maio 11, 2014
    Responder
  • Claudio Longo
    maio 10, 2014
    Responder
  • Marcelo Vaccari
    maio 10, 2014
    Responder
  • Aldo londres
    maio 10, 2014
    Responder
    • Marcelo Vaccari
      maio 10, 2014
      Responder
  • Emerson
    maio 10, 2014
    Responder
  • Zek
    maio 10, 2014
    Responder
  • GIBÃO
    maio 9, 2014
    Responder
  • neroazzurri
    maio 9, 2014
    Responder
    • Mauser
      maio 9, 2014
      Responder
  • carlos
    maio 9, 2014
    Responder
  • mario luiz
    maio 9, 2014
    Responder
    • Redação 3VV
      maio 9, 2014
      Responder
    • VLM
      maio 9, 2014
      Responder
  • luiz sergio neto
    maio 9, 2014
    Responder
  • Aldo londres
    maio 9, 2014
    Responder
  • paulo-osasco
    maio 9, 2014
    Responder
  • Aldo londres
    maio 9, 2014
    Responder
    • banespa
      maio 9, 2014
      Responder
    • Redação 3VV
      maio 9, 2014
      Responder
      • carlos
        maio 9, 2014
        Responder
      • Aldo londres
        maio 10, 2014
        Responder
    • Mauser
      maio 9, 2014
      Responder
  • Wlademir Gaino
    maio 9, 2014
    Responder
  • Danilo Peressim
    maio 9, 2014
    Responder
    • carlos
      maio 9, 2014
      Responder
      • HARLEY
        maio 9, 2014
        Responder
      • Luiz Fernando
        maio 10, 2014
        Responder
        • carlos
          maio 10, 2014
          Responder
    • Edaurdo Moschini
      maio 12, 2014
      Responder

Deixe um comentário para Zek Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *