Perdão da Dívida? Continuo contra!

agosto 1, 2014 20 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick

Endividados Palmeirenses, uma das coisas ruins de morar no Brasil é que ações nefastas tendem a nunca acabar. Para quem se lembram, em março de 2013 eu coloquei a minha opinião contrária a um eventual perdão da dívida dos tributos federais que os clubes futebol deixaram de pagar → PERDÃO DA DÍVIDA? SOU CONTRA!

Como um pesadelo sem fim, quase um ano e meio depois desse post, após o final da Copa do Mundo e daqueles famosos 7 a 1, este assunto volta à tona. Incrível!

A proposta original é tétrica. Olhem só o que os nossos brilhantes políticos sugeriram:

g) Anistia de até 90% das multas e juros incidentes sobre os créditos tributários de que são titulares a Receita Federal do Brasil, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e o FGTS (Caixa Econômica Federal) quando da renegociação de que trata a alínea “f”

Mas calma, o relator do projeto de Lei foi contra essa parte de anistia das multas. Como é difícil entender o que no final das contas vai ser votado, eu acho (ênfase no “acho” pessoal) é que o projeto de Lei no final das contas vai ajudar a parcelar a dívida por mais 25 anos – isso mesmo, 300 parcelas… e essa anistia não vai acontecer. Enfim, vamos monitorar esse ponto.

Até mesmo o José Cruz e outros jornalistas já comentaram sobre isso e – até onde eu li – também são contras → PARA ENTENDER O CALOTE DO FUTEBOL

O José Cruz chama os clubes de “caloteiros”. O problema é que existem clubes mais caloteiros do que outros.

Eu levantei nos balanços dos principais clubes do país as dívidas fiscais federais e listei-as abaixo, em milhões de Reais (alguns balanços não separam o que é imposto federal, de imposto estadual e municipal, talvez os números abaixo não estejam acurados, mas devem ter essa ordem de grandeza).

Flamengo  367
Atlético-MG  258
Santos  207
Corinthians  179
Internacional (2012)  126
Grêmio (2012)  95
Cruzeiro  84
Palmeiras  71
São Paulo  62

Como no Brasil temos essa estranha mania de privilegiar os maiores devedores – ou caloteiros na terminologia utilizada pelo José Cruz – parece ser evidente quais clubes serão privilegiados e quais serão menos.

Cabem as perguntas:
Qual o problema dos clubes que mais devem ficarem sem recursos e irem disputar por alguns anos a Série B, ou Série C?

Por que os maiores infratores deveriam ser os maiores privilegiados? Por que não existe um limite máximo de auxílio – mesmo que esse auxílio seja apenas o parcelamento da dívida por um período mais longo?

Minha opinião é simples: se o clube deve impostos, o clube pague esses impostos. Simples assim. Se isso significa que o clube irá ficar sem recursos para custear jogadores tanto melhor! Esses clubes que em algum momento se beneficiarem por terem mais recursos por não pagarem impostos, agora seriam penalizados. Isso é o que se poderia chamar de “fair play” financeiro.

O caso do Flamengo é emblemático. Uma dívida de cerca de R$ 367 milhões e existem discussões para trazer o Robinho com um salário mensal de quase R$ 1 milhão. Ao invés do Flamengo gastar esse dinheiro com o jogador, que gaste esse dinheiro pagando as suas dívidas.

Acho que o mesmo vale para um clube que um dia desses ganhou um estádio subsidiado. Concordam?

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

161740cookie-checkPerdão da Dívida? Continuo contra!

20 comentários em “Perdão da Dívida? Continuo contra!

  • Marcos
    agosto 2, 2014
    Responder
  • Alex Palestra
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Levi
    agosto 1, 2014
    Responder
  • felipe
    agosto 1, 2014
    Responder
    • Victor Sbrighi
      agosto 2, 2014
      Responder
  • Levi
    agosto 1, 2014
    Responder
    • HARLEY
      agosto 1, 2014
      Responder
      • HARLEY
        agosto 1, 2014
        Responder
        • Paulo Santiago
          agosto 1, 2014
          Responder
  • Paulo Santiago
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Levi
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Levi
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Levi
    agosto 1, 2014
    Responder
  • HARLEY
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Alex Palestra
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Ivan da Mooca
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Alex
    agosto 1, 2014
    Responder
  • Arthur
    agosto 1, 2014
    Responder
  • lito
    agosto 1, 2014
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *