A janela de oportunidade

outubro 14, 2014 72 Futebol com Números

Por Luís Fernando Tredinnick

Eleitores AlviVerdes, hoje falamos sobre coisas boas! Está passando desapercebido uma grande Janela de Oportunidade que se abre nós Palmeirenses.

“Janela de Oportunidade” é o termo utilizado para definir um período de tempo em que as condições são propícias para algo acontecer. É importante frisar que esse período se encerra em algum momento, portanto é preciso agir antes que essa “janela” se feche.

No caso do Palmeiras temos uma janela para nos próximos dois ou três anos recuperar a nossa hegemonia no futebol primeiro no estado e depois no país.

Falar algo assim considerando que estamos lutando para fugir de um rebaixamento parece algo fantasioso. Mas é preciso aprender a enxergar as oportunidades nos momentos de crise e também a aprender a ter uma visão de mais longo prazo – coisas que faltaram na maioria das gestões do Palmeiras nas últimas décadas.

Vamos começar analisando a situação dos nossos concorrentes?

O agora queridinho da mídia, que teve um estádio subsidiado pelo poder público e que acabou de eleger o seu ex-presidente deputado, está se deparando com uma dura realidade: a conta a ser paga é simplesmente alta demais.

Depois de todas as bravatas sobre os valores de Naming Rights do estádio não há nada de concreto na mesa, os custos de construção foram maiores do que esperado, a prefeitura e o Governo do Estado já sinalizam que o subsídio será menor do que o originalmente previsto, os custos de manutenção são maiores do que esperavam, as receitas com bilheteria também são menores do que as previsões megalomaníacas e – se a maioria das previsões estiver certa – as contas não fecham!

Portanto o Corinthians está em uma situação financeira extremamente fragilizada e o time de futebol já sofre esse reflexo. Considerando que o ex-presidente do clube agora é um político eleito, não seria de se estranhar se em breve teremos algum tipo de ajuda governamental. Mas até lá o fato é que o as finanças do clube estão com grandes problemas.

O erroneamente considerado “o clube mais bem administrado do país” está atrasando salários, aumentou sua dívida, não tem patrocínio máster, perdeu as receitas de shows (que está indo para o Palmeiras), tem um estádio com um custo de manutenção muito alto, perdeu o status de queridinho da mídia para o Corinthians, está apostando em ídolos já velhos e está administrando uma crise interna de poder. O baque é grande no São Paulo e os efeitos serão sentidos por alguns anos.

O Santos está voltando a ser o que era antes do advento do Neymar: um clube com pouca torcida, com um estádio pequeno e ultrapassado, com uma torcida que não comparece aos jogos mesmo quando o time está bem, que fez uma aposta gigantesca no Leandro Damião que certamente representará um prejuízo financeiro e futebolístico e que precisa apostar em um velho ídolo, o Robinho. Adicionalmente vimos a dívida aumentar assustadoramente em 2014. Devemos sempre lembrar que antes do Neymar as receitas do Santos eram apenas metade das receitas do Palmeiras.

Perceberam como há muito tempo não temos nossos principais adversários em uma situação tão fragilizada ao mesmo tempo? E percebem que nenhum deles tem a capacidade de resolver sua situação nos próximos dois ou três anos?

No próximo post (que deve ser na sexta-feira) vamos falar sobre a situação do Palmeiras em relação aos adversários!

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

170780cookie-checkA janela de oportunidade

72 comentários em “A janela de oportunidade

  • Jessé
    outubro 18, 2014
    Responder
  • neroazzurri
    outubro 18, 2014
    Responder
  • Verdi
    outubro 18, 2014
    Responder
  • Mateus Alves
    outubro 18, 2014
    Responder
    • Maurizio P.
      outubro 18, 2014
      Responder
  • Lucas
    outubro 17, 2014
    Responder
  • Yzquierdo
    outubro 17, 2014
    Responder
    • Jose Braga
      outubro 17, 2014
      Responder
  • Marcelo
    outubro 17, 2014
    Responder
  • lito
    outubro 17, 2014
    Responder
  • Leandro Luize
    outubro 16, 2014
    Responder
  • PAULO H. FRANCESCHINI
    outubro 16, 2014
    Responder
  • Lucas Ferraroni
    outubro 16, 2014
    Responder
  • Igão
    outubro 16, 2014
    Responder
  • Eduardo
    outubro 16, 2014
    Responder
    • Jose Braga
      outubro 16, 2014
      Responder
      • Lucas Ferraroni
        outubro 16, 2014
        Responder
    • marcelo vaccari
      outubro 16, 2014
      Responder
    • HARLEY
      outubro 17, 2014
      Responder
    • Maurizio P.
      outubro 18, 2014
      Responder
  • Sérgio de Mauro
    outubro 16, 2014
    Responder
  • Gustavo Aroni
    outubro 15, 2014
    Responder
  • sergio reis da silva
    outubro 15, 2014
    Responder
  • renato
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Gustavo Aroni
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Gustavo Aroni
      outubro 15, 2014
      Responder
  • renato
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Levi
    outubro 15, 2014
    Responder
    • HARLEY
      outubro 15, 2014
      Responder
    • Paulo Ferreira
      outubro 15, 2014
      Responder
  • Levi
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Levi
      outubro 15, 2014
      Responder
    • Zago
      outubro 15, 2014
      Responder
      • Levi
        outubro 15, 2014
        Responder
    • Levi
      outubro 15, 2014
      Responder
    • HARLEY
      outubro 16, 2014
      Responder
  • Luiz Sergio neto
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Arthur
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Alex
      outubro 15, 2014
      Responder
      • Zago
        outubro 15, 2014
        Responder
        • Alex
          outubro 15, 2014
          Responder
  • HARLEY
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Maurizio
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Zago
    outubro 15, 2014
    Responder
  • neroazzurri
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Ruan Santos
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Lucca
      outubro 15, 2014
      Responder
  • Lucas Ferraroni
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Victor Sbrighi
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Tiago Henrique
      outubro 15, 2014
      Responder
      • Victor Sbrighi
        outubro 15, 2014
        Responder
    • sergio marangão
      outubro 15, 2014
      Responder
      • Victor Sbrighi
        outubro 15, 2014
        Responder
      • Danilo Peressim
        outubro 16, 2014
        Responder
  • Alex
    outubro 15, 2014
    Responder
    • Vitor
      outubro 15, 2014
      Responder
      • Paulo Ferreira
        outubro 15, 2014
        Responder
        • Paulo Ferreira
          outubro 15, 2014
          Responder
          • Paulo Ferreira
            outubro 15, 2014
          • Redação 3VV
            outubro 15, 2014
        • Igão
          outubro 16, 2014
          Responder
          • Paulo Ferreira
            outubro 17, 2014
  • mário luiz
    outubro 15, 2014
    Responder
  • PAULO H. FRANCESCHINI
    outubro 15, 2014
    Responder
  • lito
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Claudio Longo
    outubro 15, 2014
    Responder
  • André Dayan
    outubro 15, 2014
    Responder
  • Caio
    outubro 14, 2014
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *