Corneta do Cunio – Momentos de reflexão

abril 15, 2015 47 Corneta do Cunio , ,

 

Por Alberto Cunio

Meditabundos alviverdes, como diz o título desta coluna, o momento é de reflexão. Em meio a uma euforia e expectativa pelo confronto contra nosso arquirrival no terreno inimigo, ainda mais com chances reais de êxito, o torcedor alviverde ainda se encontra em conflito diante da realidade vivida pelo clube.

A nova gestão de Paulo Nobre, turbinada pelo irrequieto Mattos, associada a um Allianz Parque entorpecedor, um elenco novo que não disse ainda para que veio e as polêmicas valdivianas, criou um furor numa nação sedenta por títulos e carente de ídolos. O resultado é um troca-troca de insultos, aprovações, reprovações, inconformismos, aplausos, em suma, uma Torre de Babel que coloca oposicionistas e situacionistas políticos em uma literal Arena de conflitos.

O 3VV é um veículo de opiniões abertas, informações elaboradas, formador de opinião, mas nunca de críticas gratuitas e destrutivas. Sempre que um bastão foi levantado, ele tinha uma justificativa plausível para ser desferido contra qualquer cabeça. E não seria diferente agora.

O atual presidente, cujo primeiro biênio beirou o desastre total em pleno centenário, tenta recuperar sua imagem e a dignidade do Palmeiras de forma radical: tudo o que se imaginou nos dois primeiros anos parece ter sido despejado, mesmo que aos trancos e barrancos, na cabeça de todos os palmeirenses. Naturalmente, inúmeros erros se sucederam. Muitos deles em função de falta de planejamento ou teimosia típica de um comandante centralizador.

Porém, alguns vagões foram se alinhando nos trilhos e, mesmo que tardiamente, o presidente angariou dividendos para melhoria de sua imagem arranhada. Fato que não foi bem assimilado pela parcela de palmeirenses que é ferrenha opositora de seu trabalho, ainda inconformada pelas inúmeras patacoadas de 2013-14.

Quando o sangue ferve, a razão costuma evaporar junto com ele. E isso demanda uma parada. E por isso, antes de desferirmos sopapos no primeiro que aparecer na frente elogiando Paulo Nobre, precisamos de sabedoria. Não “meter o pau” não significa elogiar, mas usar a inteligência para encontrar brechas que foram deixadas e propor as soluções para tampá-las. Este é o verdadeiro papel construtivo de uma oposição que trabalha pelo Palmeiras e não simplesmente para assumir o poder.

Se realmente queremos o bem do Palmeiras, que paremos e reflitamos. É o que devemos fazer para não tirarmos a escada debaixo dos pés de nosso clube, que busca, mesmo que de forma torta, voltar ao patamar que desejamos. Motivo pelo qual a CORNETA está em silêncio. Meditando. Que nossos leitores nos acompanhem.

A Corneta no Twitter não segue os ufanistas. Torce com coerência. Siga! @Corneta3VV

181800cookie-checkCorneta do Cunio – Momentos de reflexão

47 comentários em “Corneta do Cunio – Momentos de reflexão

  • aldo londres
    abril 18, 2015
    Responder
    • Paulão
      abril 17, 2015
      Responder
      • Paulão
        abril 17, 2015
        Responder
      • Paulo Verde
        abril 18, 2015
        Responder
  • lito
    abril 17, 2015
    Responder
    • Paulão
      abril 17, 2015
      Responder
    • Paulão
      abril 17, 2015
      Responder
  • Marco
    abril 16, 2015
    Responder
  • Thiago Amorim
    abril 16, 2015
    Responder
  • Raphael Moura
    abril 16, 2015
    Responder
  • victor
    abril 16, 2015
    Responder
    • victor
      abril 16, 2015
      Responder
      • Danilo Peressim
        abril 16, 2015
        Responder
    • Levi
      abril 16, 2015
      Responder
      • Levi
        abril 16, 2015
        Responder
      • Gustavo Aroni
        abril 18, 2015
        Responder
  • Elcio
    abril 16, 2015
    Responder
    • Gustavo Aroni
      abril 16, 2015
      Responder
      • Danilo Peressim
        abril 16, 2015
        Responder
    • aldo londres
      abril 18, 2015
      Responder
  • Rodrigo Bucciolli Pereira
    abril 16, 2015
    Responder
  • Donizete
    abril 15, 2015
    Responder
  • Tiago Henrique
    abril 15, 2015
    Responder
  • Paulo Estevão
    abril 15, 2015
    Responder
  • joao vinicius
    abril 15, 2015
    Responder
  • Victor Sbrighi
    abril 15, 2015
    Responder
  • Reynaldo Zanon
    abril 15, 2015
    Responder
  • Roberval
    abril 15, 2015
    Responder
  • VLM
    abril 15, 2015
    Responder
  • Caio
    abril 15, 2015
    Responder
  • cassiano
    abril 15, 2015
    Responder
  • Alan
    abril 15, 2015
    Responder
  • Levi
    abril 15, 2015
    Responder
  • HARLEY
    abril 15, 2015
    Responder
  • Wlademir Gaino
    abril 15, 2015
    Responder
  • Gustavo Aroni
    abril 15, 2015
    Responder
  • Mauro
    abril 15, 2015
    Responder
  • mário luiz
    abril 15, 2015
    Responder
    • Lucca
      abril 16, 2015
      Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *