Palmeiras quer retomar o crescimento do Avanti

julho 10, 2021 1 Notícias

Uma fonte de renda que não pode ser desprezada, mas que precisa ser reformulada. Assim está sendo vista a reativação/turbinagem do Avanti, o programa de fidelização do torcedor que virou moda anos atrás no Palmeiras – e em vários clubes do mundo -, mas que foi abatido por conta da pandemia de covid-19. Sem torcedores nas partidas, a maioria dos progrmas do tipo minguou. O Palmeiras chegou a ultrapassar os 100 mil sócios no Avanti por volta de 2016.

O clube agora quer recuperar a base de associdos e reiniciar o estímulo ao programa. Atualmente, são quase 33 mil palmeirenses ativos. Como ainda não há previsão de retorno do público, o Palmeiras espera conseguir uma retomada com uma versão de R$ 9,99, sem desconto em ingresso.

O plano mais básico dá desconto em produtos oficiais e acesso aos conteúdos exclusivos, tanto via internet quanto na revista oficial. Mais barato e com atrativos que vão além da presença no Allianz Parque, a ideia é bater 70 mil sócios até o final do ano.

A receita vinda do Avanti teve queda significativa em 2020. O Palmeiras arrecadou R$ 22,5 milhões em um ano afetado pela pandemia. Em comparação com um ano antes, em 2019, o dinheiro vindo do sócio-torcedor foi de R$ 46 milhões.

267500cookie-checkPalmeiras quer retomar o crescimento do Avanti

1 comentário em “Palmeiras quer retomar o crescimento do Avanti

  • Donato, o Lúcido.
    julho 10, 2021
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *