Minuto 98 – fala Jota: o causo da semana e só pra chatear

Minuto 98 – fala Jota: o causo da semana e só pra chatear

agosto 21, 2021 3 Minuto 98

Editor: JOTA CHRISTIANINI Colaboradora: Erika Gim

FALA JOTA

O palmeirense é capaz de transformar um empate em jogo de turno de campeonato, com o time já classificado, em tempestade do V ato do Rigoletto (avoé Nelson Rodrigues).  
Não deveria ser assim.  

Não podemos transformar cada jogo em final de Libertadores.
Estamos exagerando! Cada vitória nos eleva ao panteão, porém cada derrota é suficiente para exigirmos a troca do técnico, do diretor de futebol, do presidente… Enfim, se o time perde, tem que trocar tudo.

Menos!

Sejamos realistas. Não ganharemos todos os jogos e nem todos os campeonatos, porém jamais perderemos de véspera. O importante é estar presente em todos torneios e campeonatos, disputá-los com chance e vontade de vitória.

Brigar pelos títulos, ser protagonista. Jogar! Perder! Empatar! Ganhar! Eis a questão!
Navegar é preciso, viver não é preciso (essa não é do Nelson, é do romano Pompeu).   

*****

MENINOS EU VI

O Causo do Zé Gaiola

(Reescrevo o causo que deu origem a todos os causos – soube do fato há pelo menos uns 65 anos; quem contou e escreveu na Gazeta Esportiva Ilustrada foi Silvério de Lellis.)

Zé Gaiola chutava muito forte. Chegou a ter seu chute de pé esquerdo proibido pela Federação. Continuou jogando, mas não demorou muito e proibiram também o chute de direita.

Sem alternativa para atuar profissionalmente, montou um time de amigos e saiu pelo interior, jogando amistosos.

Numa das cidades, a fama era do Pezão, zagueiro nada sutil do time local, que havia prometido calçar o chute do Zé Gaiola.

O jogo corria tranquilamente até que, no último lance, Zé Gaiola armou o chute. No seu rastro, Pezão tentou calçá-lo. A bola foi para as redes, mas a visão do lance foi ofuscada pelo poeirão decorrente da abrupta jogada. O juiz aproveitou e apitou, terminando a partida. Foi a senha para o público invadir o campo e aclamar Zé Gaiola.

Vida que segue.

O tempo passou e, um ano depois, Zé Gaiola voltou àquela cidade. Logo ao chegar na estação, um grupo de pessoas o procurou e pediu:

– Seu Zé Gaiola, nós somos parentes do Pezão, aquele que teve a petulância de calçar o seu chute há um ano.  Ele ficou a com a perna esquerda oito centímetros mais curta e nós queremos que o senhor o ajude.

Zé Gaiola, sujeito humano e sensível, prontificou-se a ajudar:

– Amanhã eu vou jogar no mesmo campo. Manda lá o Pezão me calçar com a outra perna!

*****

SÓ PRA CHATEAR

Para quem duvidas sobre qual foi o tratamento que a imprensa deu ao titulo Palmeirense de 1960, sem falar dos dizeres da faixa de campeão. 

      

                            

285060cookie-checkMinuto 98 – fala Jota: o causo da semana e só pra chatear

3 comentários em “Minuto 98 – fala Jota: o causo da semana e só pra chatear

  • Lourival Silvestre
    agosto 24, 2021
    Responder
  • Jose Roberto Tammaro
    agosto 23, 2021
    Responder
  • Jose Roberto Tammaro
    agosto 23, 2021
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *