Grupo de Paulo Nobre decide não apoiar o candidato da oposição

Grupo de Paulo Nobre decide não apoiar o candidato da oposição

setembro 21, 2021 0 Notícias

Isentões ou pouco interessados no futuro? O grupo político ligado ao ex-presidente Paulo Nobre decidiu nesta segunda-feira que não vai participar diretamente da eleição presidencial do Palmeiras, marcada para novembro.

Em um comunicado publicado em uma rede social, os conselheiros que fazem parte do grupo denominado como Academia afirmaram que não vão lançar chapa para disputa e não vão apoiar a candidatura de Mario Giannini, nome da oposição para concorrer com Leila Pereira.

Leia 0 comunicado publicado pelo grupo Academia:

O Grupo Academia esclarece a seus colaboradores, eleitores, sócios e torcedores da Sociedade Esportiva Palmeiras que:

1. Esteve ativamente presente nas eleições presidenciais de 2018, através da Chapa Avanti composta integralmente por seus membros;

2. Para o pleito de 2021, não terá entre seus membros candidatos a Presidente ou Vice-Presidente nas eleições que ocorrerão em outubro (perante o Conselho Deliberativo) e novembro (Assembleia Geral de Sócios);

3. Não houve consenso a respeito dos nomes de outros grupos de oposição que se apresentaram ao pleito, seja por representarem ideias e projetos considerados não mais compatíveis com as necessidades de um Palmeiras moderno, transparente e voltado ao futuro, seja por não representarem uma frente efetiva de contraposição ao poder hoje hegemônico do clube;

4. Não apoia e não apoiará a provável candidatura da situação, notadamente a da Conselheira da SEP, representante da patrocinadora e credora do clube.

O Grupo Academia continuará trabalhando ativamente única e exclusivamente em defesa dos interesses da Sociedade Esportiva Palmeiras, de seus associados e torcedores, respeitando integralmente o que rege o seu estatuto, agindo de acordo com as melhores práticas de governança e gestão corporativa amparado nos seus princípios éticos e morais.

291060cookie-checkGrupo de Paulo Nobre decide não apoiar o candidato da oposição

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *