Abel x Dudu: turbulência desnecessária revela fissuras no ambiente

Créditos: Cesar Greco

Abel x Dudu: turbulência desnecessária revela fissuras no ambiente

setembro 23, 2021 3 Libertadores 2021, Notícias

Dudu é perseguido por Mariano, do Atlético-MG; atacante foi discreto e bem marcado no duelo pela Libertadores (FOTO: CESAR GRECO/PALMEIRAS)

Uma falta de habilidade e de direção que pode turvar o ambiente na reta final da temporada. Uma simples substituição, fato corriqueiro, gerou um estresse desnecessário pelo comportamento mimado de uma suposta estrela e pela falta de tato do treinador.

Dudu está devendo uma atuação convincente e decisiva desde que voltou do mundo árabe, onde esteve emprestado, e foi substituído no segundo tempo contra o Atlético-MG, pela Libertadores. Foi mal e decepcionou, como o time inteiro, e demonstrou imensa insatisfação ao sair e sentar no banco.

Abel Ferreira deu de ombros, mas pôs lenha na fogueira ao dizer que a irritação de Dudu era pelo fato de que ele sabia que não tinha ido bem e que ode fazer bem mais. Ou seja, deu uma “bordoada” desnecessária.

O atacante tentou responder em tom alto, afirmando que “cada um tem de entender o que deve fazer, insinuando que o treinador não tem sido claro nas orientações e nos treinos.

Mais tarde, em sua conta no Instagram, Dudu tentou minimizar o episódio. “Infelizmente não conquistamos a vitória, mas foi um resultado importante e sei que podemos jogar melhor na semana que vem. O Palmeiras é muito maior do que todos, sim, claro! E quem está no clube há anos e anos, como eu, sabe muito bem disso. Desde meu primeiro dia aqui, nossas equipes sempre jogaram de forma coletiva e isso jamais será diferente. Para evoluir, cada um precisa colocar a mão na consciência e entender o que pode fazer para melhorar em prol do time.”

Com um diretor de futebol somente preocupado com números e sem um supervisor ou coordenador do departamento de futebol com liderança e experiência, tudo recai nas costas do técnico, que também não é experiente a ponto de debelar esse tipo de incêndio. Personalista e vaidoso, Ferreira não tem o hábito de aliviar e nunca teve a sua autoridade questionada em dez meses de trabalho no Palmeiras. É um indício de que o português está perdendo o controle do elenco, algo que sempre fez questão de exaltar.

A profunda queda de rendimento na temporada 2021 já indicava que isso pudesse estar acontecendo. Se o elenco nunca foi melhor e mais versátil o país, estava entre os cinco melhores no papel, algo que não se traduz em campo, por mais que o Palmeiras mantenha, a duras penas, a vice-liderança do Brasileiro.

Diante da partida ruim contra o Atlético-MG, com uma estratégia questionável, e tendo um clássico contra o Corinthians no final de semana, a temperatura pode subir demais para a decisão contra os mineiro em Belo Horizonte pela Libertadores.

E tudo o que não deveria acontecer era um jogador mimado questionar publicamente o treinador por uma substituição e este, insensível, querem mostrar autoridade para reforçar um poder que parece se esvair ao longo da temporada. Certamente, uma eventual eliminação para os mineiros vai pesar ainda mais na conta de Abel Ferreira.

291590cookie-checkAbel x Dudu: turbulência desnecessária revela fissuras no ambiente

3 comentários em “Abel x Dudu: turbulência desnecessária revela fissuras no ambiente

  • Lito
    setembro 23, 2021
    Responder
  • Renato
    setembro 23, 2021
    Responder
    • Redacao
      setembro 23, 2021
      Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *