Galiotte faz balanço de suas gestões e exalta o Palmeiras vencedor

Galiotte faz balanço de suas gestões e exalta o Palmeiras vencedor

dezembro 15, 2021 0 Libertadores 2021, Notícias

Mauricio Galiotte comemora o título da Libertadores em Montevidéu (FOTO: CESAR GRECO/PALMEIRAS)

As comparações são inevitáveis. Seria Mauricio Galiotte o presidente mais vitorioso da história do Palmeiras, superando Mustafá Contursi? A discussão ferve na internet, e o atual mandatário, que deixa o cargo neste dia 15 de dezembro, está ganhando a parada.

Em sua predileção pelo SporTV e Ge/Globo Esporte.com – adora conceder entrevistas exclusivas a esses veículos – Galiotte fez um balanço de sua gestão, falando de acertos e de alguns erros.

Ele comandou o clube de 2017 a 2021. Além do bicampeonato da Libertadores em 2020 e 2021, o Palmeias conquistou nesta gestão os títulos da Copa do Brasil (2020), Paulista (2020) e Brasileirão (2018).

Ele não economizou na modéstia. “Depois de cinco anos posso garantir que eu saio totalmente realizado e muito feliz. A gente tinha como objetivo a performance esportiva e ganhamos todos os títulos importantes. Quando iniciei como vice-presidente, em 2013, estávamos na Série B, e hoje deixo o clube bicampeão da Libertadores e classificado para o Mundial.”

Inegavelmente, Galiotte fez parte de uma série de gestões que reequilibraram e recuperaram as finanças do clube. Falido em 2013, na série B, o Palmeiras se reergueu, teve o seu estádio novo concluído e voltou a ganhar títulos importantes. E isso tudo começou com o presidente Paulo Nobre, de quem Galiotte foi vice-presidente – os dois romperam depois.

O atual presidente cita a recuperação financeira como o grande alicerce para o sucesso dos últimos anos, mas não cita Paulo Nobre, o bilionário que emprestou muito dinheiro para o clube sobreviver – empréstimos esses que foram pagos bem antes do combinado, como bem frisou Galiotte anos atrás.

“Nós tínhamos também como meta aumentar o valor da marca, e a marca Palmeiras aumentou em cinco ou seis vezes o seu valor”, ressaltou Galiotte. “Se a gente comparar o que era o clube há dez anos em valor de marca e posicionamento de mercado, a gente encontra hoje um clube com uma imagem muito forte, nacional e internacionalmente falando. Foi um outro objetivo alcançado.”

“Nós tínhamos, lá atrás, uma situação financeira muito difícil, talvez a maior crise financeira da história. Muitas dificuldades de fluxo de caixa, praticamente 90% das receitas antecipadas naquele momento, foi um período muito difícil de reestruturação. Hoje a gente vê um time equilibrado financeiramente, que honra todos seus compromissos sem R$ 1 antecipado, todos os recebíveis intactos, com credibilidade de mercado”, comemora o presidente.

Clique aqui e leia a entrevista completa.

306201cookie-checkGaliotte faz balanço de suas gestões e exalta o Palmeiras vencedor

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *